1.215 policiais fazem parte da estratégia de segurança da PM para as eleições no Amapá

pmeleicao

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Amapá (TRE-AP), desembargador Carlos Tork, reuniu-se nesta terça-feira (27), na sala de reunião da presidência do TRE, com o comandante geral da Polícia Militar do Estado do Amapá (PM-AP), coronel Carlos Souza, que apresentou ao magistrado o plano de segurança pública para as Eleições 2016.

Ao todo serão 1.215 policiais atuando na segurança do pleito. Só em Macapá e Santana, maiores colégios eleitorais do Estado, serão 710 militares. A estratégia consiste em impedir quaisquer crimes eleitorais que por ventura surgirem, como por exemplo, bocas de urnas e comemorações exageradas em pontos de grande movimentação. A PM também garantirá um trânsito bem organizado no dia da Eleição.

O plano começou a ser elaborado no mês de agosto após a visita do Presidente do TRE ao Comando da PM. Naquela ocasião, o presidente do TRE apresentou os locais de votação cadastrados no Estado, números de eleitores por município e demais informações relevantes sobre o pleito para a elaboração da estratégia de segurança.

Participaram da reunião o diretor-geral do TRE Amapá, Veridiano Colares; o presidente da Comissão de Segurança do TRE-AP, Dr. Adeílson Batista, as chefes de cartório da 2ª e 10ª Zonas Eleitorais de Macapá, Selma da Rocha e Ana Bela de Oliveira, respectivamente; além de oficiais da PM.

O coronel garantiu que a PM-AP estará em todos os locais de votação com a missão de garantir o livre exercício do direito de voto a todos os cidadãos amapaenses.

Dentro de Macapá serão divididas nos batalhões viaturas setorizadas para apoiar o policiamento, evitando que pessoas que acham que vão cometer um crime sejam surpreendidas por essas viaturas, que estarão circulando por essas áreas próximas aos locais de votação”, destacou o comandante.

Serviço:

Daniel Alves
Tribunal Regional Eleitoral do Amapá
Assessoria de Comunicação e Marketing
Fones: 2101-1504/84059044/91474038

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *