13º Concurso de Servidores do TJAP tem 22.962 mil candidatos inscritos

O 13º Concurso Público para Servidores do Quadro Efetivo do Poder Judiciário Amapaense encerrou suas inscrições com um total de 22.962 candidatos cadastrados para efetivamente concorrer no certame. Foram 7.228 inscritos para o cargo de Analista Judiciário (em 14 especialidades) e 15.764 para Técnico Judiciário (14.850 para Área Judiciária/Administrativa e 884 para Especialidade de Técnico em Informática). Ao considerar o total geral de inscritos, a concorrência atual representa 83,87% da registrada no último concurso (realizado em 2014), que obteve 27.378 inscritos (confira aqui).

No que diz respeito ao número de candidatos por vaga específica, o cargo mais concorrido, com 11 vagas em edital e 14.850 inscritos, é o de Técnico Judiciário – Área Judiciária/Administrativa, com 1.350 candidatos concorrendo por vaga. Já cargo menos concorrido é o de Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Estatístico, com concorrência de 21 candidatos por vaga. Confira a lista detalhada de concorrências cargo a cargo aqui.

O secretário-geral do TJAP, Veridiano Colares, acredita que a redução no número de candidatos não é prejuízo para o certame. “A redução de mais de quatro mil candidatos em relação ao último concurso provavelmente se deve ao grande número de certames com inscrições abertas no mesmo período, ou em período próximo ao do TJAP, em todo o Brasil – alguns de abrangência nacional”, ponderou.

Segundo o servidor Francys Campos, membro da Comissão Organizadora do Concurso de servidores do TJAP, esse concurso tem suas peculiaridades, como o fato de ser o primeiro com a banca Fundação Getúlio Vargas (FGC), antes tinha feito com Fundação Carlos Chagas (FCC) e com Centro de Seleção e de Promoção de Eventos (Cespe) – hoje Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe). “A FGV tem aquela fama de um nível de exigência maior que por vezes desencoraja o candidato que não se sente bem preparado”, observou.

Francys Campos observou ainda que este certame tem outro diferencial, que é “a questão das cotas raciais, para pessoas negras e indígenas, bastando completar a nota de 20% para se habilitar à cota – um benefício novo que deve ser utilizado por quem se declarar em tais cotas”. O 13º Concurso para Servidores do TJAP conta com 60 vagas, duas delas para povos originários (indígenas), o que representa uma cota de 3,3%, uma de Analista Área Judiciária e outra de Técnico Administrativo – Área Administrativa.

O presidente da Comissão do Concurso, desembargador João Lages, ressaltou que o Tribunal trabalhará, junto com FGV, para a garantia da transparência, celeridade e segurança no processo seletivo. “Nosso jurisdicionado merece uma Justiça com servidores em quantidade suficiente para atender sua demanda e nossos cidadãos merecem a chance de integrar os nossos quadros e fazer parte dessa família que representa uma elite do serviço público em nosso estado”, defendeu.

De acordo com o chefe do Poder Judiciário, desembargador Adão Carvalho, “a realização do concurso é uma meta de nossa gestão e o realizaremos com todo o empenho de nossa administração e com total apoio à comissão responsável, que tem à frente o desembargador João Lages. Tivemos o cuidado com os trâmites administrativos, orçamentários e limites impostos pela legislação, para efetivar essa essencial medida do Poder Judiciário”, frisou o presidente do TJAP.

Provas

A Prova Escrita Objetiva de múltipla escolha, de caráter eliminatório e classificatório, será realizada no dia 24 de março de 2024, nos seguintes horários:

das 8h às 12h30 (horário de Brasília) para os cargos de Analista Judiciário;
das 15h às 19h30 (horário de Brasília) para os cargos de Técnico Judiciário.
Os portões de todas as unidades de aplicação serão fechados 30 (trinta) minutos antes do início das provas, às 07h30 no turno da manhã e às 14h30 no turno da tarde, observando o horário oficial de Brasília/DF.

Os locais para a realização da Prova Escrita Objetiva serão divulgados no endereço eletrônico https://conhecimento.fgv.br/concursos/tjap23, a partir do dia 18 de março de 2024.

Remuneração dos Cargos (com referência em janeiro/2024)*

Analista Judiciário

Vencimento: R$ 5.899,09

Gratificação: R$ 2.949,55

Auxílio-alimentação: R$ 2.000,00

Auxílio-saúde: R$ 884,86

Total: R$ 11.733,50

Técnico Judiciário

Vencimento: R$ 4.534,38

Gratificação: R$ 2.267,19

Auxílio-alimentação: R$ 2.000,00

Auxílio-saúde: R$ 884,86

Total: R$ 9.686,43

(*) O Servidor ainda fará jus a outros benefícios, conforme cada regra de acesso, tais como: Adicional de Qualificação (acréscimo % para titulação acadêmica superior àquela exigida para o Cargo); Auxílio-Creche (filhos menores de 6 anos de idade); Auxílio-Natalidade (parcela única, no mês de nascimento ou adoção) etc.

– Macapá, 7 de fevereiro de 2024 –

Secretaria de Comunicação do TJAP
Central de Atendimento ao Público do TJAP: (96) 3312.3800

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *