34 anos sem Elvis Presley, o rei do rock

 
Há 34 anos, morria Elvis Presley, o rei do rock and roll, depois de muito sucesso, mais de 1 bilhão de discos vendidos e apenas 42 anos de idade.
Elvis Aron Presley nasceu em Tupelo (Mississipi) em 08/01/1935. Com 10 anos comprou seu primeiro violão e nove anos depois teve uma ideia inocente que acabou mudando sua vida: no aniversário de sua mãe, resolveu presenteá-la com a gravação de duas canções: My Hapiness e That’s when your heartaches begin. Sam Phillips, dono da Sun Records gostou de sua voz e o convidou para gravar com um grupo, mas foi Tom Parker (o Coronel) quem reconheceu seu talento e como seu empresário arrumou-lhe um contrato com a RCA.
Por causa de suas roupas justas e do jeito como mexia os quadris, ficou conhecido como Elvis, the pélvis. Em 1956 assinou contrato para participar de seu primeiro filme Ama-me com ternura, que ficou famoso por sua bela música tema Love me tender.
No total, estrelou 31 filmes, sendo os mais conhecidos O prisioneiro do rock (1957), Balada sangrenta (1958), Em cada sonho um amor (1962), Garotas! Garotas! Garotas! (1962), Loiras, morenas e ruivas (1963) O seresteiro de Acapulco (1963), Amor a toda velocidade (Vila Las Vegas) e Viva um pouquinho, ame um pouquinho (1968), mas a maioria deles é medíocre e apenas caça-níqueis, onde eram lançados seus maiores sucessos. As histórias não tinham a menor importância ou sentido.
Abandonou a carreira por um tempo (1958 – 1960) para servir o exército e nessa época conheceu sua futura mulher, Priscila (que mais tarde participaria da série Corra que a polícia vem aí), com quem teve uma filha, Lisa Marie, que ficou casada por pouco tempo com Michael Jackson.
Nessa época sua carreira já estava em decadência. Elvis consumia tranqüilizantes desde a juventude e passou a abusar de drogas – para dormir, acordar, emagrecer… Seu médico particular teria lhe receitado nos últimos meses de sua vida, 1790 doses de anfetamina, 4996 de sedativos e 2019 de narcóticos. Em 16/08/1977, após algumas temporadas em hospitais e prestes a iniciar uma turnê, Elvis morreu em Memphis, vítima de hipertensão cardíaca. Alguns anos depois, seu irmão adotivo revelou que ele teria se suicidado, mas nada foi confirmado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *