3º Emergências Amazônia debate importância dos povos indígenas

Em um contexto de ampla perseguição a lideranças e a povos indígenas, a Mídia NINJA promove no próximo dia 15 de maio, sábado, um encontro para debater o papel dos povos originários na preservação ambiental. Esta será a terceira edição do Emergências Amazônia, que tem promovido encontros temáticos para formação de redes de proteção da região. Para garantir acesso à programação, os participantes devem se inscrever no site do Emergências Amazônia: www.emergenciasamazonia.org/comunidade.

O encontro reunirá, além de indígenas dos mais diversos povos e de diferentes países da América Latina, comunicadores populares, especialistas, jornalistas e indigenistas. A programação ocorrerá a partir das 11h com uma reunião aberta para consolidação da comunidade latino-americana em defesa da Amazônia. Além disso, haverá o encontro de comunicadores indígenas e um espaço de denúncia contra a violência e as violações praticadas contra os povos originários.

No Brasil, entre os casos mais recentes está a perseguição institucional contra lideranças indígenas. Do Maranhão, Sônia Guajajara foi intimada pela Polícia Federal a prestar depoimento sobre acusação de difamar o governo federal, por meio da Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib). Almir Suruí, líder indígena de Rondônia, também foi vítima de um inquérito pedido pela Fundação Nacional do Índio (Funai). Ambos foram intimados por denunciar as violações cometidas contra indígenas no período de pandemia de Covid-19.

“O governo busca intimidar os povos indígenas em uma nítida tentativa de cercear nossa liberdade de expressão, a ferramenta mais importante para denunciar as violações de direitos humanos”, diz nota da Apib em referência às intimidações contra as lideranças.

Durante a programação do dia 15, também serão realizados outros debates sobre temas como a luta indígena na disputa de imaginário e o projeto de bem viver para o século XXI.

As inscrições estão abertas e podem ser feitas agora aqui.

Emergências Amazônia

O projeto é uma iniciativa da Casa NINJA Amazônia em parceria com o 342 Amazônia e a Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib). É um chamado para ação por meio de 10 encontros temáticos, programas de TV online e articulação de comunidade, conectando organizações, pesquisadores, ambientalistas, indígenas e povos tradicionais, ativistas e todos aqueles que buscam a proteção e a valorização da região amazônica. Acompanhe mais no instagram da Casa.

Casa NINJA Amazônia

A Casa NINJA Amazônia é o centro digital de mobilização de colaboradores para uma rede de suporte permanente da Amazônia. Articulada pela Mídia NINJA, promove uma programação contínua de rodas de conversas, workshops, encontros, reuniões e campanhas voltada às agendas de combate aos retrocessos ambientais, assim como para contar as potências e histórias da Amazônia profunda.

Apib

A Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib) é uma instância de referência nacional do movimento indígena que reúne organizações regionais indígenas de todo o país. Nasceu com o propósito de fortalecer a união dos povos, a articulação entre as diferentes regiões e organizações, além de ampliar a mobilização contra as ameaças e agressões aos direitos indígenas. A Apib foi criada em 2005 durante o Acampamento Terra Livre, a maior mobilização indígena do mundo.

342 Amazônia

342 Amazônia é um movimento criado em 2017 para representar, à época, uma forte oposição ao decreto do presidente Michel Temer que previa a extinção da Reserva Nacional do Cobre e Associados, a Renca, que representava um atentado às áreas de preservação e aos povos indígenas habitantes da região. Integrando artistas, ativistas, ambientalistas e povos originários, o movimento incidiu em diversas outras campanhas ambientais.

Serviço:

O quê: Emergências Amazônia Indígena
Quando: 15/05
Onde: Online
Quanto: Gratuito
Inscrições: https://emergenciasamazonia.org/comunidade/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *