A Armação Ilimitada era paidégua!

Não é segredo para ninguém, eu sou nostálgico. Entre outras coisas bacanas do passado, está o genial seriado “Armação Ilimitada”. O programa era exibido nas sextas-feiras, às 21:20h, entre 1985 e 1988. A série misturava aventura e esportes, além de outros temas da época, tudo apresentado em ritmo de videoclipes.
Exemplo de criatividade e liberdade na TV Brasileira, o seriado usava uma linguagem debochada e esperta para falar com os jovens. Tudo é bem diferente do politicamente correto de hoje.
Na série, Juba e Lula são vagabundos que fazem bicos para manter sua “empresa”, enquanto dividem a mesma mulher (Zelda) e adotam um moleque de rua (Bacana).
O seriado inovou em diversos aspectos, tanto no texto quanto nas imagens. Os episódios eram narrados por Black Boy (Nara Gil), um DJ que tocava músicas e, ao mesmo tempo narrava e comentava as tramas, num cenário de estúdio radiofônico. Nostálgico!

A Armação Ilimitada tocava rock, tinha um diálogo bacana e seria ótimo assistir o seriado num sábado a tarde, bem melhor que “Estrelas”, “Caldeirão” apresentados pelo casal pateta ou a idiota da Xuxa. Realmente, a série era paidégua!

Elton Tavares

Fonte: http://www.resenhaem6.com.br/ e Wikipédia
Compartilhe isso!

Deixe um comentário

Commentários
  1. ALFavacho Advogados

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*