A ausência não é amiga do amor

                                                                                     Por Elton Tavares

Sabem aquilo que todos escutamos desde moleques, sobre seus pais estarem sempre certos, ou pelo menos em 90% das situações? Pois bem, é verdade. Meu pai dizia que é preciso dizer “eu te amo” para as pessoas que realmente amamos sempre, por que, se algo acontecesse você não teria perdido outra oportunidade.

Ontem passamos um perrengue, esperamos a boa ou má notícia com a ansiedade de um alcoólatra, mas o que parecia um dilema, não passou de um grande susto. Sim, podem achar que é pieguice, mas, como diz a minha sábia amiga Camila Karina: existem “pessoas presentes e presentes pessoas. Tem muita diferença nisso”.

Vamos por partes, minha avozinha paterna tem osteoporose, levou um tombo, foi removida com suspeita de fratura de ambulância e eu logo pensei em tudo que uma simples queda poderia ocasionar a uma idosa extremamente ativa. E olhem que não sou desses de frágil equilíbrio emocional. Foi tenso. Mas a coisa foi só muscular e tudo acabou bem, graças a Deus.

Aí, chegando em casa, começo a pensar sobre o susto, sobre o quanto ando ausente da casa da minha avó, o quanto converso pouco com a minha mãe em alguns dias que estou super atarefado. Comecei apensar sobre os tais projetos profissionais e tudo que nos torna ausentes, distantes de gente que amamos. Ora vejam só, descobri o óbvio: a ausência não é amiga do amor.

Não estou iniciando aqui um culto ao descompromisso, mas se realmente quisermos, podemos encontrar um tempinho para pessoas que amamos, nem que seja para aquele momentinho de dizer: eu te amo!
Façam uma avaliação do que realmente é importante, cuidem dos seus e se façam presentes. Abraços na geral.  
  • Sei bem o que é isso … li esse post e quase chorei … falando em vó lembrei da minha …que está vivissima e sempre mando recados dizendo … Te amo vó ..obrigada por ser minha amiga … aff Elton agora vc me fez chorar !!!

  • Teu texto é uma verdade absoluta. Quando nos deparamos com esses ‘eventos’ fazemos uma avaliação… por vezes, REPROVAMOS mas como queremos ser melhores (sempre) somos APROVADOS com louvor quando voltamos nosso olhar para quem amamos de verdade. Meu Rocha querido, quem tem avó, mãe, pai… que cuide e ame. Quando a prova final chegar ela será implacável e o nosso amor ficará numa saudade sem tamanho que, só o tempo irá dissipar. Leva tua avó pra tomar um sorvete e ver o rio. Faz um DOC das lembranças que ela tem das coisas que mais curtiu na vida. Usa teu talento pra fazer tua avó sorrir e chorar de emoção com aquilo que és capaz de fazer. Sinto uma imensa saudade da minha abuellita…

  • É preciso parar e analisarmos nosso comportamento diante da vida, essa é a verdade!
    Às vezes nos utilizamos da desculpa de excesso de trabalho, mas sempre temos tempo pra sair com os amigos, tomar uma cervejinha ou dar aquela esticadinha depois do expediente. Daí nos vem aquele discurso “Mas eu trabalho demais e mereço um momento de descontração”. E com isso egoisticamente esquecemos aqueles que vivem dedicados pra gente, sejam nossos pais ou familiares.
    Lembro-me do dia em que cheguei do trabalho e sai pra um show, passei pela sala, bati um papo rápido com meu pai e ele sempre solicito, sorridente e amável. Completamente bem e saudável jamais iria imaginar que aquele seria o último sorriso que ele daria, pois, horas depois quando retornei da festa se passaram alguns minutos e ele faleceu (inesperadamente).
    Pra mim aquele dia foi à comprovação de que o calendário da vida é cruel demais, o tempo passa na velocidade da luz e queima por dentro da gente com chamas de saudade e arrependimento que não tem que faça passar ou voltar. Por isso não ame apenas, diga que pra pessoa que você a ama. Dizer e ouvir palavras de carinho faz bem pra alma e pro coração. Quebre barreiras e orgulho e faça a sua parte, valorize aqueles que estão do seu lado, que te amam incondicionalmente e que sem dúvida dariam a vida por você.
    Porque depois de morto não adianta mais, não terá remédio que cure as feridas ou palavras que conforte sua dor. E vai fazer falta pode ter certeza, podem existir inúmeros amigos, mas o melhor lugar é junto da nossa família. O dia é HOJE nada de deixar para amanhã porque nem sabemos o que estará reservado daqui alguns minutos à frente.
    Abraço a todos!
    Lílian Guimarães.

  • É a pura verdade Elton, o teu texto me fez refletir, que vivemos tão ocupados com a velocidade da vida, que nem percebemos que deixamos de lado os momentos preciosos com aqueles que amamos, são detalhes do dia a dia, que as vezes escapam do nosso olhar por estarmos focados no que pensamos ser mais importante para nós, e assim, deixamos de dar um abraço, dizer “eu te amo” e até aquele almoço na casa da vovó tá ficando meio perdido no tempo, mas é tão bom quando percebemo que esses detalhes são importantes para nós.

  • oi maninho, que bom que tudo acabou bem com sua vó, pena que temos que pegar alguns sustos para avaliar a vida que levamos.Enfim…em alguns momentos somos tomados pelos nossos trabalhos, estudos…Sabe, na verdade temos que saber administrar nosso tempo e usufruir da vida da melhor forma possivel…proximo dos amigos e principalmente dos familiares.

  • Acordei de madrugada e meu vício me obrigou a conferir os twittes das 4h da manhã. Então, vi o link e segui, li e chorei!
    Lindas palavras, sublime sentido. Quisera eu que tudo mudasse para todo mundo e que o tempo que nos consome não fosse de todo perdido. Que aquele abraço apressado fosse sempre apertado e que o olhar visse até o que a gente tenta esconder.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *