A falta de inspiração

                                                                                                                  Por Elton Tavares
 
Conversando ontem, com a minha amiga Camila Karina, eu falava sobre a falta de inspiração para escrever. Antes eu acreditava que jornalistas não precisavam disso, só tinham que desenvolver uma idéia qualquer, seguir uma linha de raciocínio sobre um determinado fato e construir o texto. De certo modo, é isso mesmo. Pois acho muito mais fácil escrever um texto jornalístico do que escritos que precisamos viajar na maionese.

Mas escrever sobre o que não apuramos, sobre o cotidiano por exemplo. Sempre fui bom de improviso e tal. Pois é algo que não precisa de informações, somente de criatividade. Aí agora me acontece a tal ins-piração (é, to pirando com esse branco). Onde diabos estão as idéias geniais? Que frustração, ainda mais para quem trabalha diariamente com escrita.

Após pálidas tentativas de escrever algo legal, que não menospreze sua inteligência, nobre leitor deste blog, resolvi relatar o drama deste blogueiro. Mas ao final do diálogo com a querida CK, ela me fez entender que a inspiração vem do cotidiano e suas emoções diárias. Tanto de alegria, como de raiva ou tristeza. De fato!

Aí percebi o óbvio, me toquei que não se trata de displicência e sim falta de combustível para a cachola. A criatividade precisa ser exercitada. Vou explicar, a correria do trabalho diminuiu meu tempo para livros, cinema e músicas. Preciso escutar coisas novas (novas, não medíocres), ler mais e retomar o hábito de locar filmes.

Acho que vou escrever uma carta dizendo: “Prezada inspiração, retorne para mim, eu sinto sua falta e mais falta ainda de escrever, neste blog, algo que me orgulhe. Saudoso e com amor, Elton Tavares”.

Choramingos a parte, todo mundo tem um momento de falta de inspiração ou um marasmo criativo. Mas vou arrumar tempo para sorver conhecimento, viajar no mundo da imaginação e quem sabe voltar a escrever textos legais.

Compartilhe isso!

Deixe um comentário

Commentários
  1. Raoni Holanda

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*