A música da Amazônia em videoclipes ambientais é tema de live da Embrapa

O discurso literário musical amazônico e os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) é o tema da Mostra de Videoclipes Ambientais a ser transmitida no formato de live, das 14h30 às 15h30 (horário de Brasília), desta sexta-feira, 11/6, no link https://www.youtube.com/watch?v=u4JRe84Cz_M. O público poderá interagir com perguntas e comentários no chat da transmissão.

A live será moderada pela líder do Projeto Integrado da Amazônia (Fundo Amazônia) pesquisadora Michelliny de Mattos Bentes, da Embrapa Amazônia Oriental (Pará), e contará com as participações especiais da cantora Carla Visi, ex-vocalista da banda Cheiro de Amor e atualmente mestranda em Ecologia Humana na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas de Lisboa (Portugal); e do músico Zé Miguel, mestrando em Educação na Universidade Federal do Amapá (Unifap).

Carla Visi – Foto: Divulgação

Carla Visi é intérprete da música Matança (Jatobá), um hino de lamentação à devastação da Mata Atlântica e que aborda ainda questões ambientais da Amazônia. Em sua pesquisa acadêmica, a cantora, também formada em gestão ambiental, analisa o discurso ambiental de canções sobre a natureza.

Zé Miguel vai abordar o processo de criação da música Pérola Azulada, um dos maiores sucessos deste músico amapaense. Graduado em Música pela e com especialização em Metodologia do Ensino da Música, pelo Instituto de Ensino Superior do Amapá (Iesap), Zé Miguel está entre os principais representantes da música na Amazônia, com valorização e elementos da cultura afro no Amapá (batuque e marabaixo).

Zé Miguel – Foto: Divulgação

Para esta exibição foram selecionados cinco videoclipes produzidos durante oficinas ministradas pela pesquisadora Vânia Beatriz Oliveira, da Embrapa Rondônia, junto a jovens educadores ambientais populares e com alunos e professores participantes do programa Embrapa & Escola em diversas localidades da região amazônica. Entre os vídeos a serem exibidos estão “Canto dos Castanhais do Cajari”, um videoclipe da música “Canto dos Castanhais” de autoria dos compositores Val Milhomem e Joãozinho Gomes; e “Amazônia nosso coração” – videoclipe da música “Não deixe secar o coração” do compositor Túllio Nunes.

“A produção de videoclipes com música amazônica é uma prática educomunicativa com a qual buscamos inovar no uso de recursos de imagens e sons educativos, a fim de que os participantes em interação com o discurso científico e o discurso literário musical, possam refletir e produzir videoclipes vinculados à realidade local”, explicou a pesquisadora Vânia Beatriz Vasconcelos de Oliveira, apresentadora da Mostra.

De acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU) e a Agenda 2030, os ODS trazem os 5Ps como compromisso para o desenvolvimento sustentável. Com relação ao P Planeta “Proteger os recursos naturais e o clima do nosso planeta para as gerações futuras” o desafio abraçado pela Rede ODS Embrapa é criar estratégias voltadas para promoção de proteção ao meio ambiente, desenvolvimento sustentável e conscientização coletiva da sociedade e populações, adultos, jovens e crianças. Esta Mostra de Videoclipes Ambientais é organizada pelo Grupo de Trabalho de Comunicação da Rede ODS da Embrapa.

Confira a Mostra de Videoclipes Ambientais:

1 – “BABY” – videoclipe da música “Pela cauda de um cometa” autoria de Nivito Guedes e Fernando Canto, interpretada por Juliele Marques, artistas do Amapá, registrada no CD “Juliele”.

2 – “Amazônia nosso coração” – videoclipe da música “Não deixe secar o coração” autoria de Túllio Nunes, interpretada pelo Grupo Minhas Raizes, constituído por jovens e crianças da comunidade ribeirinha de Nazaré, localizada no Rio Madeira, em Porto Velho – RO. Registrada no CD Minhas Raízes, 2007.

3 – “Canto dos Castanhais do Cajari” – videoclipe da música “Canto dos Castanhais” de autoria de Val Milhomem e Joãozinho Gomes, artistas do Pará e Amapá, registrado em disco da cantora Juliele (2007).

4 – “Txai da Amazônia” – videoclipe da música “Doce Esperança” de autoria de Amaral Neto e Sérgio Souto, artistas do Acre. Está registrada no CD Sergio Souto no Mundo (2012).

5 – “ODS 6 – Nossos Sonhos Sem Água” – Produzido em Oficina por alunos da Escola Estadual Murilo Braga, em Porto Velho- RO, com a música “Sede” (Nilson Chaves e Marcos Quinan).

Serviço:

Dulcivânia Freitas, Jornalista DRT/PB 1063-96
Núcleo de Comunicação Organizacional
Embrapa Amapá
Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária
Macapá/AP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *