Ação integrada do MP-AP e PM/AP resulta na prisão de traficante e realiza apreensão de 14 kilos de drogas vindas de Mato Grosso do Sul

Em ação integrada do Núcleo de Inteligência (Nimp) e Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), ambos do Ministério Público do Estado (MP-AP), em conjunto com o Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar (Bope-PM/AP), foi preso na última quinta-feira (17), Wellington de Souza Antônio, de 27 anos. Com o investigado dos crimes de tráfico interestadual de drogas e associação para o tráfico, foi apreendido 14 kg (quatorze quilogramas) de maconha.

O investigado veio do Estado do Mato Grosso do Sul, em voo com conexão em Brasília (DF), para o Estado do Amapá e trouxe a grande quantidade de entorpecente consigo. Wellington de Souza foi preso na saída do Aeroporto de Macapá, dentro de um veículo, com a droga em uma mala e uma mochila.

A prisão se deu graças ao trabalho de investigação e de inteligência do MP-AP, que monitorou Wellington desde sua partida de Campo Grande (MS), com destino à Macapá, trazendo drogas para dois líderes de uma organização criminosa, que estão cumprindo pena no Instituto de Administração Penitenciária do Amapá (Iapen).

A promotora de Justiça Andrea Guedes, que é coordenadora do Nimp e do Gaeco, ressaltou que o MP-AP continuará acompanhando e investigando as ações das Organizações Criminosas, cujos líderes, mesmo presos, continuam dando ordens aos seus comparsas para a prática de crimes, inclusive o tráfico interestadual de drogas.

“Seguiremos atuando para identificar as organizações criminosas e, em parceria com as forças policiais, continuar no enfrentamento à criminalidade. Agradeço a todos os envolvidos pelo sucesso deste trabalho. Parabéns às equipes do Nimp, Gaeco e Bope pela prisão e apreensão”, pontuou a promotora de Justiça Andrea Guedes.

Serviço:

Assessoria de Comunicação do Ministério Público do Amapá
Gerente de Comunicação – Tanha Silva
Núcleo de Imprensa
Texto: Elton Tavares
Coordenação: Gilvana Santos
Contato: [email protected]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *