Administração do MP-AP reúne com servidores para esclarecer as medidas de prevenção à Covid-19 no retorno às atividades presenciais

Em reunião virtual realizada nesta quarta-feira (12), pela administração do Ministério Público do Amapá (MP-AP) com os servidores, o chefe de gabinete da Procuradoria-Geral de Justiça, João Furlan, e o secretário-geral do MP-AP, Alexandre Monteiro, esclareceram sobre as medidas de prevenção à Covid-19 que serão obrigatórias para a retomada gradual das atividades presenciais, previstas para a próxima segunda-feira (17). Todos os procedimentos adotados com a finalidade de garantir o retorno com segurança foram apresentados na videoconferência.

As ações de prevenção e combate ao coronavírus realizadas nas unidades do MP-AP e os cuidados com todos que desempenham suas funções para cumprimento da missão institucional foram expostos pela equipe do Setor de Saúde Ocupacional: José Villas Boas, Carla Pena e Ricardo Barbosa. Complementam o grupo, o médico do trabalho, Aristóteles Moura, e a enfermeira Luana Muniz, que prestam atendimentos e informações aos membros, servidores e terceirizados, por meio de contrato com o Serviço Social da Indústria (Sesi/AP).

Luana Muniz apresentou os cuidados que cada um deve seguir na rotina de trabalho, bem como os protocolos a serem adotados na saída e no retorno para casa. A assessora técnica Carla Pena reforçou que o conteúdo da explanação consta no Plano_de_Retomada_Gradual_das_Atividades_Institucionais_nº_001-2020.pdf, elaborado com base em orientações dos especialistas e das autoridades constituídas.

José Villas Boas falou dos cuidados do MP-AP com as pessoas e apresentou dados estatísticos de vacinação, testagem e atendimentos. A saúde mental dos trabalhadores também está tendo atenção do Setor, com atendimentos presenciais e virtuais pelo psicólogo Ricardo Barbosa.

O secretário-geral do MP-AP esclareceu dúvidas dos participantes quanto ao horário de expediente, permanência no teletrabalho, cuidados com o ambiente de trabalho, dentre outras, e acrescentou que além das medidas descritas no referido Plano de Retomada Gradual, foi encaminhado um expediente aos chefes imediatos e/ou coordenadores contendo orientações de prevenção à Covid-19 que deverão promover a todos sob sua responsabilidade.

“Se houver necessidade, nos casos de salas que não comportem o distanciamento social, poderá haver o rodízio de servidores para evitar aglomeração. Estamos atentos e com alternativas bem estudadas para garantir a proteção da saúde de membros, servidores e colaboradores”, afirmou Alexandre Monteiro.

O chefe de gabinete da PGJ considera que a retomada gradual das atividades presenciais já está em curso e que o documento expedido hoje (12), destaca 9 itens que resumem um pouco das precauções diárias no trabalho. Reafirmou os investimentos do MP-AP na aquisição de equipamentos de proteção individual (EPIs), termômetros, totens dispensadores de álcool em gel e tapetes sanitizantes para todas as entradas dos prédios, bem como as campanhas visuais, desenvolvidas pela Assessoria de Comunicação, lembrando de todos os cuidados.

“Todas as medidas de prevenção estão sendo constantemente revistas e intensificadas. Nós estamos tentando propiciar um ambiente mais seguro possível, dentro de todas as possibilidades da instituição. Aproveito para parabenizar a Secretaria-Geral e a equipe de Saúde Ocupacional que não têm medido esforços e trabalhado incansavelmente nessa pandemia”, manifestou João Furlan.

Serviço:

Assessoria de Comunicação do Ministério Público do Amapá
Gerente de Comunicação – Tanha Silva
Núcleo de Imprensa
Coordenação: Gilvana Santos
Texto: Gilvana Santos
Contato: [email protected]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *