Alessando Nunes gira a roda da vida. Feliz aniversário, “Coxa Bamba”! – @alessandonunes

Quem lê este site, sabe: gosto de parabenizar amigos em seus natalícios, pois declarações públicas de amor, amizade e carinho são importantes pra mim. Neste décimo quarto dia do ano gira a roda da vida pela 42ª vez o pai dedicado das lindas Ana, Maria e Helena, filho amoroso do Geraldo e Heliana, irmão parceiro do Diogo, Lia e Leilane, namorado apaixonado peloa Priscila, maluco das antigas, melhor cozinheiro de torresmo, cumpridor de missões impossíveis, artesão e muito brother deste editor, Alessando Nunes – o popular e consideradão da galera, “Coxa Bamba”.

Gabo-me de ter muitos amigos (uma porrada de inimigos também, mas assim que é bom) e um dos queridos do meu coração amalucado é Coxa Bamba. Pensem num figura feliz. Ele tá sempre sorrindo, com uma fonte inesgotável de otimismo e fé de que tudo sempre dará certo.

Alessando Nunes é um doido varrido (no bom sentido), querido por todos. Um cara trabalhador, que alia boemia e trampo com responsa. Ele é, sobretudo, um homem de bem e um amigo querido.

Já disse e repito: nem lembro quando, em qual circunstância ou onde conheci o Alessando Nunes. Só sei que faz tempo e que foi por meio do Bruno Mont’Alverne (Babolha), amigo que temos em comum. A gente bebeu incontáveis cervas no antigo bar que ele tinha com o irmão, na orla de Macapá, o “Mururé”, lá pelas bandas do “Maguila”. Aliás, ali vimos o sol nascer muitas vezes.

Coxa é carismático como poucos, dono de uma paideguice e bom humor irradiantes. Sempre com sua malandragem refinada e ditados engraçados, ele segue na vida pelos atalhos que os pregos não conseguem enxergar e muito menos trilhar. Dou valor nesse cara.

O Coxa nunca fez nada que o desabone como amigo e parceiro. Pelo contrário, sempre foi um cara legal pra caralho comigo. Alessando, mano velho, “tu saaaabes, Patinhas…”.Que a força sempre esteja contigo. Que teu novo ciclo seja ainda mais paid’égua, produtivo, próspero e que tenhas sempre saúde e sucesso junto dos teus amores. Que tua vida seja longa; que sigas com sabedoria  (sei que é meio difícil pra nós) por pelo menos mais uns 100 janeiros e que a gente ainda endoide muito junto. É nozes, mano velho!

Parabéns pelo teu dia e feliz aniversário!

Elton Tavares

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *