Alexandre Brito quarentou na quarentena. Feliz aniversário, mano velho! – @britomcp

Tenho alguns companheiros (brothers) com quem mantenho uma relação de amizade e respeito, mesmo a gente com pouco contato. É o caso do Alexandre Brito. Hoje é aniversário do cara, que gira a roda da vida pela 40ª vez.

Alexandre é um pai dedicado, amoroso e exemplar. Pelo menos é essa a imagem familiar que tenho do cara. Além disso, é um fotógrafo talentoso, assessor de comunicação do Ifap, professor universitário, documentarista, pirata dos bares, cinegrafista, quadrinista, militante da cultura, organizador de eventos de audiovisual, jornalista, cinéfilo, produtor e entusiasta do rock and roll amapaense.

Brito é um daqueles nerds inteligentões, mas que não são otários. Aliás, o cara é safo pra caramba e um brother querido deste jornalista. O figura foi meu professor nos tempos de faculdade de comunicação, época em que nos tornamos amigos. Ele é ótimo no que faz: disseminar conhecimento e instigar o debate, pois sempre tem uma visão diferente das coisas.

Além de sua paideguice, cinismo, sarcasmo, ótimas sacadas e papo bacana, Alexandre também é prestativo. Ele foi fundamental para minha carreira, pois foi quem disse, há anos, que tinha um doido que escrevia “marromeno” e tudo começou a mudar pra melhor. Sou eternamente grato por isso, Brito.

O cara é engajado no movimento audiovisual amapaense. Faz parte da galera do Festival Imagem-Movimento (FIM), Fotógrafos Anônimos, Clube de Cinema e pilota o Espaço Caos. Também colabora com os figuras do Univercinema da Unifap. Além disso, Brito foi o melhor diretor do Museu da Imagem e do Som do Amapá, onde fez uma gestão brilhante por anos.

É, meus amigos. O cara é foda e ainda é gente boa. Há dois anos e alguns meses, fiz um curso de fotografia ministrado pelo Alexandre. Além da absorção de conhecimentos, tive o prazer de voltar a conviver com este amigo, que sempre é tão distante (nossos caminhos são outros hoje em dia, mas isso em nada diminui a brodagem).

Brito quarentou na quarentena, mas mesmo com esse período palha de Covid-19, estou feliz pelo ano novo desse querido brother. Eu engordei pra caralho e ele ficou careca, mas a brodagem é a mesma, assim como o respeito e admiração.

Alexandre, mano velho, que teu novo ciclo seja ainda mais paid’égua. Que sigas com essa garra, sabedoria, coragem e talento em tudo que te propões a fazer. Que a Força sempre esteja contigo. Saúde e sucesso sempre, amigo. Parabéns pelo teu dia, Brito. Feliz aniversário!

Elton Tavares

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *