Alunas da Escola SESI Amapá criam perfume repelente contra insetos

Utilizando óleos extraídos de produtos naturais como o capim-limão e a canela, duas alunas da Escola SESI Visconde de Mauá estão produzindo perfumes que vão funcionar como repelentes contra insetos. O projeto Perfume é uma iniciativa das estudantes Ísis Xavier e Milena Calandrini e do professor Ramon Araújo.

 O projeto já passou no teste de eficácia do repelente e agora passou para a fase de aceitabilidade dos aromas. Além da produção das essências serem realizadas no laboratório de ciências da escola, as estudantes e o professor utilizam o laboratório de química da Universidade Federal do Amapá (Unifap) para fazer a extração dos óleos.

 O Professor explica que o projeto surgiu após as alunas o procurarem com a ideia de utilizarem plantas para criar essências. “Na escola sempre fazemos projetos de ciências com todos os estudantes e de todos os segmentos, então quando as alunas me procuraram com a ideia, a gente começou a desenvolver com base no que elas já haviam aprendido em sala de aula”, detalha.

 “O nosso objetivo é que elas criem essências utilizando os produtos naturais encontrados nos próprios quintais de suas casas e possam aprender como funciona esse processo de fabricação, não só um perfume, mas também de um repelente”, conclui o Ramon Araújo, que também é doutorando em Inovação Farmacêutica pela Unifap.

 O projeto será submetido a novos testes nos próximos meses e também será apresentado em feiras de ciências regionais e nacionais.

Ascom Sesi Senai

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.