Alunos do município participam de projeto “Colorindo o Futuro”, do MP-AP

Alunos da Escola Municipal Maestro Miguel participaram nesta segunda-feira, 18, de palestras sobre educação ambiental. Elas fazem parte do projeto “Colorindo o Futuro”, desenvolvido pelo Ministério Público do Amapá, por meio da Promotoria de Meio Ambiente em parceria com a Prefeitura de Macapá, Batalhão Ambiental e Instituto Leva Ciência.

Segundo a chefe da Divisão de Proteção Ambiental da Secretaria de Meio Ambiente de Macapá, Carol Santana, as palestras têm como objetivo orientar os alunos sobre o descarte correto dos resíduos sólidos. “É uma conversa com os estudantes sobre os danos que o descarte irregular do lixo pode causar para a natureza, e como podemos minimizar esse mau”, ressaltou.

De acordo com Maína Filho, representante do promotor de Justiça do Meio Ambiente e criador do projeto, Marcelo Moreira, a proposta é que toda a comunidade participe. “O ‘Colorindo o Futuro’ tem varias ações desenvolvidas na comunidade da Baixada Pará, no bairro Perpétuo Socorro, onde fica a Escola Maestro Miguel e detectamos alguns problemas sociais, principalmente com o descarte de lixo. A intenção do projeto é apresentar algumas alternativas para diminuir esse quantitativo, mostrar oportunidades de trabalho com a reciclagem”, destacou.

Na ocasião, os alunos também aprenderam sobre os tipos de poluição e como ajudar a combater, como explicou o aluno do 4º ano, Erike Lacerda. “Aprendi que a gente pode reciclar muitos objetos, como as garrafas plásticas, e transformar em brinquedo ao invés de jogar na rua, o que pode causar entupimento de bueiros e alagar nossas casas”, disse.

Para a coordenadora pedagógica, Eleonari Oliveira, a parceria com o Ministério Público contribui com as ações já desenvolvidas na própria escola. “Ficamos agradecidos com a chegada desse projeto, que, na verdade, vem somar com os que já desenvolvemos na própria escola, como a Caminhada Ecológica e o Natal Solidário. É assim que a gente consegue resultados”, lembrou.

A próxima etapa do projeto está prevista para segunda-feira, 25, onde a comunidade participará de oficinas de reciclagem. As aulas serão ministradas na própria escola.

Oficinas:

1 – Transformação de papel e papelão em objetos de decoração e brinquedos;
2 – Transformação de pneus em pufes;
3 – Transformação de vidro em objetos de decoração;
4 – Transformação de embalagens plásticas e papel em objetos de decoração e brinquedos;
5 – Transformação de garrafas PET em objetos de decoração;
6 – Transformação de óleo em sabão.

Amelline Borges
Assessora de comunicação/PMM
Fotos: Max Renê


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *