Alzira Nogueira gira a roda da vida. Feliz aniversário, querida amiga!

Quem lê este site, sabe: gosto de parabenizar amigos em seus natalícios, pois declarações públicas de amor, amizade e carinho são importantes pra mim. Neste décimo dia de abril, Alzira Nogueira  gira a roda da vida e rendo-lhe homenagens. Também gabo-me de ser amigo de muita gente Phoda. A aniversariante é uma dessas pessoas.

Alzira é militante das causas sociais – com uma importância ímpar nos movimentos de mulheres e afrodescendentes -, servidora do Ministério Público do Amapá (MP-AP), membro do Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros da Universidade Federal do Amapá (NEAB-Unifap), assistente social, mestre em sociologia, voluntária e porta voz da Central Única das Favelas (CUFA/AP), além de mãe da linda Maria Cecília.

Com Marcelo Morgado e Alzira Nogueira. Amigos!

Sou suspeitosíssimo para falar da Alzira, pois ela já me ajudou e sou eternamente grato por isso. Além do mais, essa mulher é inteligente, engajada em nobres causas, trabalhadora, competente, articulada, temporizadora, entre outras tantas paideguices que possui. Ela é reconhecidamente uma profissional competente, lutadora imparável (como diz o amigo Fernando Canto, no sentido de nunca parar) e responsável com tudo que se propõe a fazer.

Alzira é doce, bem-humorada, educada, carinhosa, simpática e brincalhona. Só assim, pra ela dar conta de tudo a que se propõe fazer. Como disse a Pat Andrade: “a Alzira é de uma amorosidade ímpar”. É é mesmo!

Com o Alzira, Cabrero e Fernando, na noite de autógrafos do meu livro, em outubro de 2020. Foto: Sal Lima.

Ah, e se garante! A mulher é uma máquina em organizar, explicar, convencer e planejar. Tudo que ela põe a mão, gera excelentes resultados. Alzira é tão Phoda, que a Revista Cláudia (veículo tradicional e muito lida em todo o Brasil) a escolheu entre as cinco mulheres brasileiras que mais fizeram a diferença para tornar 2020 menos traumático, em publicação do último dia 17 de dezembro do ano passado. Muito justo, pois ela botou pra quebrar na ajuda às vítimas da pandemia e apagão no Amapá.

Tenho meu respeito, admiração, consideramento,  amizade e amor por Alzira Nogueira. Como diz o clichê, mas no caso dela é isso mesmo, “a gente não conhece a Alzira, nos apaixonamos por ela”. De fato.

Alzira, minha querida amiga, que teu novo ciclo seja ainda mais paid’égua. Que sigas com essa sabedoria e coragem, pisando forte em busca de seus objetivos. Que tudo que couber no teu conceito de sucesso se realize. Que a Força sempre esteja contigo. Que tua vida seja longa com muita saúde. Te amo! Parabéns pelo teu dia, brother. Feliz aniversário!

Elton Tavares

  • Avatar

    Querido De Rocha adoro este seu bloco exaltando seus amiges coincidentemente pessoas phodas e de suma importância para nossa sociedade. Obrigada por seu serviço phoda

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *