Amapá recebe cilindros de oxigênio transportados em regime de urgência pela FAB

Waldez pediu ajuda a Davi para viabilizar a chegada do oxigênio ainda na madrugada desta segunda-feira

Com números de contaminados por Covid-19 crescendo em todo o Brasil, o Amapá acendeu a luz vermelha de perigo máximo nas últimas 48 horas. Segundo o secretário de Saúde do estado, Juan Mendes, Macapá registrou aumento de 200% na necessidade de uso de oxigênio hospitalar. Na madrugada desta segunda-feira (22), porém, um avião da FAB pousou no Amapá levando 20 toneladas de cilindros de oxigênio. Outras 20 toneladas serão descarregadas ainda hoje.

“Tão logo fui informado, no sábado (20), do risco de colapso no sistema de saúde do Amapá por falta de oxigênio, acionei o senador Davi Alcolumbre”, explica o governador Waldez Góes.

A falta de oxigênio é uma ameaça real tanto para as redes pública e privada quanto para a capital e demais municípios. A agonia de Waldez, porém, cresceu ainda mais quando a empresa White Martins acertou enviar 500 cilindros de oxigênio que já estavam em Belém, mas disse que o envio ao Amapá teria que ser feito de balsa.

“Acionei Davi imediatamente, porque se fossem sair de Belém de balsa pra chegar aqui somente na terça-feira poderia criar um desabastecimento de todas as unidades que utilizam cilindro. Tanto público quanto particular. Passei essa informação ao Davi, que de imediato entrou no circuito e acionou a Força Aérea Brasileira (FAB).

Secretário de Saúde diz que necessidade de oxigênio cresceu 200% nas últimas 48h

No início da noite deste domingo (21), Davi recebeu a confirmação do brigadeiro Bermudez, comandante da FAB, de que uma aeronave se deslocaria de Manaus para Belém e de lá, com os cilindros de oxigênio a bordo, aterrisssaria no Amapá ainda na madrugada desta segunda-feira, como de fato ocorreu.

“Recebi agora a confirmação, do próprio comandante da FAB, Brigadeiro Bermudez, bem como do ministro da Defesa, Fernando Azevedo, de que o avião da FAB, o KC390, vai decolar de Manaus ainda na noite deste domingo (21), para pegar os cilindros de oxigênio, que estão em Belém do Pará, e levar para Macapá, com a finalidade de suprir a emergência do estado e dos municípios. Desde sábado, estamos trabalhando nesta força-tarefa e, graças a Deus, a reposição dos cilindros de oxigênio para atender toda a rede de saúde do Amapá, que vive este momento difícil de agravamento da pandemia, foi resolvida”, disse Davi.

O KC-390 da FAB pousou em Macapá às 4h da manhã desta segunda (22), transportando 293 cilindros de oxigênio hospitalar. Ainda esta noite será concluído o transporte de todo o material. A aeronave suporta carga de até 20 toneladas. O peso total dos cilindros, é de 40 toneladas, razão pela qual são necessárias duas viagens.

Assessoria de Imprensa do senador Davi Alcolumbre
Fotos: Governo do Amapá

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *