Amapá recebe mais uma equipe da Força Nacional do SUS para reforço no combate ao surto de síndromes respiratórias

O governador, Clécio Luís, recepcionou na sexta-feira, 9, mais uma equipe da Força Nacional do Sistema Único de Saúde (SUS). Este é o terceiro grupo de profissionais que chega ao Amapá para auxiliar no combate ao surto de síndromes respiratórias que atinge, principalmente, as crianças menores de seis anos.

A equipe é composta por pediatras, fisioterapeutas e enfermeiros intensivistas. Eles ficarão no Amapá até o dia 17 de junho para dar apoio às ações dentro do Hospital da Criança e do Adolescente (HCA), da Maternidade Mãe Luzia e do Hospital Estadual de Santana (HES).

¨É um reforço para os nossos profissionais, que são incansáveis no atendimento aos pacientes Esse apoio tem sido muito importante, pois é uma troca de experiências entre os nossos servidores e a equipe que vem de outros estados e isso tem feito toda a diferença no nosso enfrentamento ao surto”, pontuou o governador.

Cobertura vacinal

A chegada da nova equipe acontece no Dia Nacional da Imunização, celebrado em 9 de junho. O incentivo à ampliação da cobertura vacinal contra o vírus Influenza nos 16 municípios é uma das principais estratégias utilizada pelo Governo do Amapá para combater o surto de síndromes respiratórias.

De 13 de maio até esta sexta-feira, 9, o percentual de cobertura vacinal dos grupos prioritários em todo o estado passou de 16% para mais de 95%. A taxa é a mais alta do país e a única a ultrapassar a meta estabelecida pelo MS, que é de 90%.

“Nós temos muita satisfação em dizer que nossa campanha teve um grande sucesso no Amapá. Agora, já somos o primeiro e o único estado que atendeu as metas do Ministério da Saúde e da Organização Mundial de Saúde. Vamos estender esse incentivo para ampliar a cobertura vacinal contra outras doenças”, disse Clécio Luís.

Situação de emergência no Amapá

Ainda em 13 de maio, o Governo do Amapá decretou situação de emergência por conta do surto de síndromes respiratórias. O reforço com técnicos de outros estados deve continuar até a contenção do surto.

Atualmente, 127 crianças com sintomas de síndrome gripal estão internadas no HCA. Deste total, 91 estão em leitos clínicos e 36 em leitos de UTI. Outros 20 pacientes estão no Pronto Atendimento Infantil (PAI) e aguardam transferência para o HCA.

Desde 13 de maio, 11 crianças foram a óbito no Amapá em função de doenças respiratórias. O assessor de Gabinete da Secretaria de Atenção Especializada do Ministério da Saúde reforçou a importância da atuação em conjunto para enfrentar o surto.

“Aqui, nós temos visto uma parceria entre Legislativo, Executivo e Judiciário. Assim como nós temos muito para contribuir com nossas experiências, também levaremos muitos ensinamentos daqui de dentro do Estado do Amapá”, ressaltou Soriano.

Texto: Worchiely Costa
Foto: Foto: Netto Lacerda/GEA
Secretaria de Estado da Comunicação – SECOM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *