Amapá sediará etapa brasileira da disputa mundial de hip-hop

Foto: Erich Macias

Por Fabiola Gomes

O Governo do Amapá promoveu nesta quarta-feira, 26, o lançamento da disputa “Red Bull BC One Brazil Cypher”, um dos campeonatos de b-boys “homem-a-homem” mais importantes do mundo que terá sua final nacional na cidade de Macapá no próximo sábado, 29, a partir das 19h.

Antes, porém, na, sexta-feira, 28, às 9h, ocorrerá a “Batalha Amapá”, no Teatro das Bacabeiras, que selecionará os 12 melhores b-boys para a grande final de sábado. O melhor deles terá vaga garantida na final do mundial, que ocorrerá em novembro, em Amsterdã, na Holanda. O Governo do Amapá vai investir R$ 142 mil no evento.

Durante o lançamento, o presidente do Instituto Cultura Viva, Carlos Augusto, mais conhecido como “Zulu” fez uma apresentação da estrutura montada na parte externa e interna da Fortaleza de São José de Macapá para acomodar os participantes e os convidados que irão prestigiar o evento.

Ele explicou que, seguindo as limitações impostas pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), foi montado um palco principal na parte interna do ponto turístico e, ainda, áreas direcionadas a imprensa, convidados e autoridades oficiais. Na área externa do anfiteatro serão colocados dois telões que transmitirão as competições ao vivo.

O governador do Amapá, Waldez Góes agradeceu a parceria do Iphan, que deu parecer favorável para a realização do evento na Fortaleza de Macapá, e a empresa Red Bull pela organização, responsabilidade e compromisso com a população do Amapá.

“Este evento irá ajudar a divulgar a cultura do movimento, divulgar um dos pontos turísticos e cartão postal do norte, sem deixar de cumprir as regras de preservação impostas pelo Iphan com a limitação de 500 pessoas no interior da Fortaleza”, afirmou o chefe do Executivo.

O secretário de Estado de Cultura, Dilson Borges, lembrou que o evento irá gerar emprego e renda, uma vez que, trabalhos informais e formais serão necessários para a realização do evento. “Estarão envolvidos profissionais como DJs, MCs, b-boys e grafiteiros, todos mostrarão seus trabalhos durante as competições, fomentando a economia do nosso Estado”, destacou o gestor.

Competição

O formato funciona da seguinte forma: no dia 28 acontece a “Batalha Amapá”, uma eliminatória para eleger os finalistas. Até o momento estão inscritos 23 concorrentes amapaenses e 40 b-boys de outros Estados brasileiros, somando 63 competidores. Destes, serão selecionados apenas 12 que se juntarão aos 4 já selecionados pela Red Bull. O campeão brasileiro será escolhido entre 16 finalistas, seguindo para a disputa da final global em 4 de novembro, em Amsterdã, na Holanda.

Critérios de escolha

As regras da competição foram explicadas pelo b-boy e um dos organizadores do evento, Josiel Ramos, mais conhecido por “Jojô”. Os critérios de classificação da batalha de sexta-feira e da final de sábado são direcionados pela empresa Red Bull, que são: musicalidade, originalidade, performance e presença de palco de cada um dos competidores. “Eles terão o tempo livre para demonstrarem suas habilidades, geralmente nos primeiros 30 segundos já conseguimos analisar suas características e potencialidades”, explicou Jojô.

Ele destacou que o júri será formado por três b-boys profissionais, entre eles: o “Pelezinho” que é membro do time estrelado Red Bull BC One All Stars, pelo colombiano Arex e pelo próprio Jojô, que já disputou vários campeonatos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *