Amapaense joga no time sub-15 do Flamengo


Netinho’ já passou pelo Santos e São Bento de Sorocaba e deixou o Amapá aos 10 anos de idade. Garoto sonha em vestir camisa da seleção
Assim como milhares de jovens espalhados pelo Brasil que tentam a sorte no futebol, um amapaense vem se destacando nesse objetivo. João Ferreira de Oliveira Neto, o ‘Netinho’, tem 15 anos e integra, desde o início de 2013, o time sub-15 do clube de maior torcida do país: o Flamengo do Rio de Janeiro. O garoto, que deixou o Amapá quando tinha 10 anos, já passou pela equipe do Santos, de São Paulo, e até já conquistou um título internacional pelo clube.

Netinho é filho Alexandre Clésio Vilhena de Oliveira, mais conhecido em Macapá como ‘Tchola’. O pai chegou a jogar futebol profissional por equipes como São José, Ypiranga, Trem e Oratório, porém não teve muita sorte e preferiu dedicar-se aos estudos, mas apostou no filho. O menino desde cedo mostrava habilidade no futebol e sempre acompanhava o pai nos jogos, principalmente nos de futsal. Talvez daí venha o gosto pelo esporte.

De acordo com Tchola, Netinho deixou o Amapá quando foi descoberto pelo Santos. Conta que sempre notava que o filho baixinho demonstrava habilidade e num dos seus aniversários decidiu fazer vídeos do garoto para dar como presente. Os amigos aconselhavam que o pai enviasse aos grandes clubes. Certo dia, a mãe do garoto, Greyce Monteiro, assistindo a um programa de televisão, viu a entrevista de um diretor das categorias de base do Santos e anotou um link solicitando os interessados e enviou o vídeo.

– A mãe dele, assistindo televisão, teve a ideia de mandar o vídeo. Em seguida, eles marcaram um teste para ele, quando foi aprovado. Foi onde ele começou a jogar, ficou três anos no Santos – recorda o pai.

No ‘Peixe’, o menino adquiriu experiência e conseguiu se adaptar longe de casa. Saiu do Santos, onde chegou a ser capitão em sua categoria e jogou um mês pelo São Bento de Sorocaba, onde disputou a Copa do Brasil. Logo em seguida, se transferiu para a equipe do Flamengo, onde atualmente disputa o campeonato carioca sub-15. O pai de Netinho considera que o filho está no caminho certo e aposta no sucesso do atleta.

– Acredito que ele tem feito um bom trabalho e seguindo um caminho muito difícil, que muitos garotos sonham um dia seguir. Sempre acompanhei de perto, tudo da vida dele: estudos, companhias e hoje a mãe mora com ele no Rio de Janeiro. É um bom garoto que pode, sim, ter sucesso se tiver a cabeça no lugar – acredita o pai.

E, ao que tudo indica, o canhotinho, meia esquerda de 1,65m, está mesmo no caminho certo, mas sem descuidar dos estudos. Netinho está no primeiro ano do ensino médio e caso não consiga seguir a carreira de jogador profissional, já escolheu como profissão ser professor de educação física. Na bagagem, muitos títulos já foram conquistados. Campeão Paulista em sua categoria e até mesmo um torneio internacional realizado na Colômbia, representando o Brasil.

– Ele já pensa em um dia vestir a camisa da seleção brasileira. É um sonho de qualquer jogador e com ele não é diferente. Já me falou sobre isso e espero que um dia consiga – emociona-se o pai.

Enquanto isso, vai tentando a sorte pelos clubes do Brasil, alimentando o desejo de um dia conseguir vestir a camisa amarelinha. Um sonho não muito distante se depender da força de vontade de Netinho, um amapaense que no futebol promete chegar longe. (GE)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *