Amapazão: Trem é campeão em final histórica – Por Marco Antônio P. Costa.

Por Marco Antônio P. Costa.

Não há nenhum amante do futebol e torcedor do Amapá que não tenha ficado contente com a final do Amapazão 2022, ocorrida na noite desta segunda-feira (25), no estádio Zerão. No fim, o Trem, de Macapá, sagrou-se bicampeão em cima do Independente, de Santana.

Os hemisférios norte e sul viram duas equipes aplicadas, buscando a vitória todo o tempo, com garra e disposição.

A final teve todos os componentes de um grande jogo de futebol: garra, emoção, entrega e até uma paralisação de quase 40 minutos. Ocorre que no primeiro tempo, o jogo ficou paralisado devido à chuva torrencial que caiu em Macapá. Em poucos minutos, o gramado ficou sem condições de jogo.

A Locomotiva da Zona Sul de Macapá saiu na frente, com gol de Tharcio, cobrando uma falta que mais parecia um lançamento para o cabeceio. No entanto, ventava muito e a movimentação dos atacantes do Trem confundiu o goleiro alviverde. A partir daí, o Trem recuou um pouco e o Independente lutou muito, mas sem conseguir o empate.

Torcida

Desde o início do jogo, as torcidas pareciam ser as principais protagonistas. Casa cheia, R$ 80 mil de renda e, certamente, mais de 5 mil pessoas no Milton Corrêa de Souza.

Vale ressaltar a incrível mobilização da torcida do Carcará da Vila Maia. Parecia que Santana entregou-se à final. Estava lindo. No entanto, apenas no segundo tempo, depois de muito insistir, é que a torcida do Independente comemorou. Joilson Lukaku – uma referência ao famoso atacante belga – empatou.

Após o empate, o Trem buscou mais. A lateral direita parecia uma avenida e várias chances foram criadas, mas não teve jeito: pênaltis.

Dida, herói goleiro

Não é à toa que ele leva o nome de um grande goleiro. Foi Dida, arqueiro do Trem, que decidiu o campeonato.

As cinco cobranças iniciais já tinham passado e o jogo teimava em não acabar. Na nona cobrança, Dida bateu e converteu para o Trem. Em seguida, pegou o pênalti do goleiro do Independente – quem diria? O Amapazão 2022 foi definido em um duelo de goleiros.

“A gente sabia que o jogo seria equilibrado, foi assim no primeiro e no segundo tempo e até nos pênaltis, mas Deus nos honrou e levamos o título”, declarou Dida.

Pelo lado do Independente, restou muita sobriedade.

“A equipe do Independente jogou muito bem, digno de uma final, dois times bons, foi decidido nos pênaltis, mas é isso. Parabéns à equipe do Trem e à nossa também. Perdemos muitos jogadores na reta final, machucados, mas lutamos sempre. Quero mesmo é parabenizar essa torcida maravilhosa, que lotou e apoiou”, declarou Guli, jogador do Independente.

O Trem venceu o campeonato amapaense pela quinta vez e representará o Amapá na série D, Copa Verde e Copa do Brasil de 2023.

Fonte: Seles Nafes.Com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.