Aos 83 anos, Ana Alves lança seu primeiro livro – Via @alcinea

“No jardim da vida colhemos muitas flores, rosas especiais como a rosa amarela, da qual desabrochou minha inspiração”

Ela é uma das pioneiras do magistério amapaense, lecionou nas mais tradicionais escolas, ocupou cargos relevantes na secretaria de educação. Hoje, aos 83 anos de idade e aposentada do serviço público, Ana Alves de Oliveira dedica-se a literatura. Escreve poesias e crônicas diariamente. “Não posso ver uma caneta e um papel que já quero escrever”, diz. E fala com tanta doçura do ato de escrever. “A caneta desliza como uma moça dançando valsa em seus 15 anos”, compara.

Ela sempre gostou de escrever e escrever muito e escrever de tudo. “Desde criança vivia rabiscando”. Mas só agora – e por insistência de amigas – resolveu mostrar ao público, pelo menos um pouquinho, da sua produção literária. E assim, nesta sexta-feira (4) às 19h na Biblioteca Elcy Lacerda, ela lança seu primeiro livro: “Meus momentos de inspiração”, poemas e crônicas recheados de ternura, lirismo, alegrias, saudade, memórias, amizade. Versos que nascem quando “o entardecer faz emergir as lembranças”

“De repente… vejo-me
debruçada na janela
de infinitas lembranças
momento deslumbrante
estou feliz!… contemplo-me”.

Ana conta que embora escreva desde criança considera que despertou verdadeiramente para a poesia em 1989 quando ganhou uma rosa amarela. Era Dia das Mães e ela escreveu o poema “Rosa Amarela”, que abre o livro e começa assim: “És o encanto/deste momento/a magia deste teu encanto/encanta-me.” E nas páginas seguintes, feito a rosa amarela, Ana Alves de Oliveira nos encanta como “a beleza pura da criança/trazendo-nos a esperança”.

Estou encantada com seu livro. A poesia de Ana chega assim devagarinho, perfumada, colorida “anunciando sorrisos de alegria/ festejando a vida em galhardia”.

“Meus momentos de inspiração” é o primeiro de tantos que ela tem pronto para lançamento. O próximo é “Navegando nas Palavras”, que será lançado nos próximos meses.

Fonte: blog da Alcinéa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *