Após viagem a Moscou, Júnior Favacho traz ao Amapá delegação russa do ramo de fertilizantes para apresentar potencial do estado

A convite do deputado estadual Júnior Favacho (MDB), uma delegação de empresários russos visitou o Amapá para avaliar as potencialidades econômicas e conhecer as possibilidades de investimento no estado. Esta visita ocorreu como parte de uma iniciativa de prospecção de negócios que o parlamentar empreendeu no início de fevereiro, durante sua participação na ProdExpo 2024 em Moscou — a maior feira de alimentos da Rússia e da Ásia.

Na sexta-feira (23), a delegação teve uma agenda intensa, visitando empreendimentos no setor de agricultura, logística e energia, além de se reunir com autoridades estaduais, incluindo o o vice-governador do Amapá, Teles Júnior, e prefeito de Macapá, Antônio Furlan. Júnior Favacho, que atualmente preside a Comissão de Agricultura e Abastecimento (CAB) da Assembleia Legislativa do Amapá (Alap), vê nesta visita o potencial início de uma frutífera parceria para o estado.

“Recebemos com grande entusiasmo esses empresários em nosso estado, resultado direto de nossa participação na ProdExpo no início do mês. Vejo a Rússia como uma parceira comercial estratégica para o Amapá, capaz de fornecer fertilizantes essenciais para nossos produtores locais, contribuindo significativamente para o desenvolvimento do agronegócio estadual”, expressou Favacho durante uma visita ao porto da Companhia Docas de Santana.

Júnior Favacho também destacou a importância da Rússia como fornecedora de fertilizantes, mencionando que 25% dos fertilizantes usados no agronegócio brasileiro vêm daquele país, enquanto o Amapá é o único estado que ainda não importa esse produto. “Imagine as balsas que hoje levam soja à Rússia retornando carregadas com fertilizantes. Com isso, não apenas teremos um suprimento adequado de fertilizantes no Amapá, mas também poderemos fornecer o excedente a outros estados, como o Mato Grosso”, acrescentou.

Assessoria de comunicação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *