Artesanato amapaense vira exposição em Shopping

site-ater

O trabalho dos artesãos chama atenção pela diversidade de produtos e a criatividade na produção. Seja com a utilização de tecidos, madeiras, sementes, raízes e outros materiais, o resultado costuma surpreender os admiradores da arte, que é também uma fonte de renda que movimenta o comércio local.

A artesã, Cláudia Penafort, que também é presidente da Associação dos Artesãos do Amapá (AART/AP), fala sobre a importância da atividade. “As técnicas utilizadas na produção variam de acordo com a especialidade de cada profissional, os artesãos buscam recriar em seus produtos a cultura local, através de figuras emblemáticas, como o povo ribeirinho e os batuqueiros do marabaixo”, explica.

Para valorizar o mercado de artesanato o Amapá Garden Shopping em parceria com a Associação dos Artesãos do Amapá, realiza uma exposição dos mais variados tipos de artesanatos. A exposição funciona de segunda à sábado, das 10h às 22h e aos domingo das 15h às 21h. “O espaço foi criado para divulgar o trabalho artesanal que é desenvolvido no Estado”, comenta.

Cerca de 76 artesãos entre associados e não associados, de todos os municípios do Amapá participam expondo seus produtos. Bonecas de pano, biojóias, produtos cerâmicos e em madeira têm chamado a atenção de quem passa pelo local.

CURIOSIDADE: Segundo o site Brasil Escola o início do artesanato surge com a própria história do Homem, pois a necessidade de se produzir bens de utilidades e uso rotineiro, e até mesmo adornos, expressou a capacidade criativa e produtiva como forma de trabalho. Os primeiros artesãos surgiram no período neolítico (6.000 a.C) quando o homem aprendeu a polir a pedra, a fabricar a cerâmica e a tecer fibras animais e vegetais.

Flávia Fontes – Assessoria de Comunicação do Garden Shopping

Compartilhe isso!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*