Árvores, torres de telefonia e telhados são destruídos com a força da ventania desta quinta-feira

13521085_1216287931757569_1727813154_n

O deputado Pedro DaLua (PSC) cobrou providências no atendimento a centenas de famílias atingidas pelo forte temporal e ventania que atingiram Macapá na tarde desta quinta-feira, 24. Telefones não funcionaram, bancos pararam, o trânsito tornou-se um caos e vários prédios foram atingidos por árvores.

Até o final da tarde de quinta-feira, a Defesa Civil informou ao parlamentar a queda de 36 árvores, duas torres de telefonia e uma torre de TV (em Santana). No Buritizal, uma árvore destruiu um carro e outra atingiu uma casa. Também foi registrada falta de energia em vários bairros da cidade.

Danos aconteceram também em diversos estabelecimentos comerciais, que tiveram lonas, tendas e cartazes arrancados. Vários outdoors também cederam ao vento, um deles, de suporte metálico caiu e derrubou o muro da Escola Estadual Maria Bernadeth, no bairro Jardim Marco Zero, Zona Sul. A aula foi suspensa após o incidente que não deixou feridos.

Na praça Floriano Peixoto, no Centro da cidade, uma grande árvore caiu e interrompeu o tráfego na esquina da Rua General Rondon com a Avenida Antônio Coelho de Carvalho. Com a queda, parte do tapume que revestia a praça que está em obras foi a baixo.

Ainda na quinta-feira, o parlamentar manteve contato com a CEA e pediu agilidade na religação da energia dos locais atingidos. A empresa informou que, em alguns casos, cabos foram rompidos e o trabalho entraria pela madrugada.

DaLua também pediu que a Defesa Civil fizesse um levantamento de famílias atingidas, especialmente em área de ressaca, onde as moradias são mais frágeis. Nesta sexta-feira, 24, ele deve receber informações e não descartou solicitar aos demais gabinetes parlamentares que também organizem doações ou mutirões para ajudar a reconstruir as casas atingidas.

Assessoria do deputado deputado DaLua, com informações do Portal G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *