As mulheres e o teste da construção

É quase uma máxima absoluta. Quando as mulheres estão com baixa auto-estima ou simplesmente querem se sentir mais poderosas, elas passam próximo a uma construção. A macharada se agita, cutucadas discretas, ou não, dedos apontados, ou não, e os assovios bem vindos! Ah… como é bom passar na frente da construção!
A gente ouve os mais velhos clichês do mundo, e ainda acha graça! “Essa é a nora que a mamãe pediu a Deus”; “Eu acho que vi o anjo que vai me salvar” e o mais famoso de todos: “Ê lá em casa!”.
Mas, como todo teste, podem haver falhas. E esta história, pra variar aconteceu comigo. Seguinte: tem uma área enorme em frente de casa, onde estão construindo seis torres de apartamento. Tá certo que a obra está devagar quase parando e os bofes são poucos, mas ó… Eu num passei!! E achei liiiiiiiiiindo!!
Gentem! Tem coisa mais chata que levar cantada machista de gente coberta de barro? Ou de cinzas? E no meio da rua, com todo mundo olhando? Que saco!
Como tudo tem um porém, estou fazendo amizade com o vigia do tal empreendimento. Eis que hoje, ao voltar de uma entrevista de emprego, ele me vê e pensa praticamente em voz alta: ‘Você tá linda, bebê! Ficou bem mais jovem com este corte!’.
Minha reação? Ui! Adorei!!
Tá vendo? Mulher é bicho complicado mesmo. O melhor é nem tentar entender muito não… O risco de errar é mais alto… Confie em mim (ou não!). Hehehe!!
Obs. Entenderam por que eu sou muito boa sendo má?
Darth J. Vader
Compartilhe isso!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*