As pessoas enlouquecem calmamente

Todo mundo fala em “liberdade de expressão”, mas na hora que ela é exercida, de fato, o mesmo povo que a defende se melindra fácil.  Os figuras só gostam de elogios e não aceitam críticas. É bonito ver o diálogo destas pessoas, gente que tenta ser original copiando a originalidade dos outros, aí num dá, té doidé?
Bom, receber bajulação o tempo todo deve ser uma sensação inebriante mesmo. Acho que a grande tara dos que detestam ser questionados é a padronização de comportamento. Como não sou um maria-vai-com-as-outras, só digo uma coisa: Azar o deles!
Para desgosto de uma minoria, quem me conhece sabe, tenho amigos (e muitos) de todas as raças, classes sociais, posicionamentos políticos, religiosos e etc. Só que penso diferente dos “legalzões”. Ah, só para constar, sou um profissional, puxasaquismo é outra coisa. Neguinho tem que aprender a discernir as coisas.
Por fim, criticar um comportamento ou questionar pontos de vista não quer dizer que você odeia uma pessoa, só que não concorda com ela. Para os que se ofendem com os que fugiram da linha de montagem convencional, uso as palavras do poeta Lobão: “As pessoas enlouquecem calmamente..”. 
A verdade é uma senhora inconveniente que produz escândalos toda vez que aparece em público.” – Berilo Neves
Enfim, é isso. Desejo um ótimo sábado a todos!
Elton Tavares
  • Sei que não faço tipo, sou uma peça solta nessa engrenagem… e não tô nem aí.
    Amo tu meu amigo e o resto que se debatam sozinhos.
    Hoje ouvi um papo de ódio aqui perto, não lembro bem o foco da conversa porque não prestei atenção… Só ficou ecoando o lance do ódio na minha mente por um tempo e procurei a minha lista negra particular. Daí percebi que o ódio tem que ter muita energia para ser alimentado. Por isso prefiro o desprezo.
    Não se fala no assunto e ele morre de fome.
    Não sei bem do que se trata, mas penso assim. Mortos não retornam, mesmo que eu curta vez ou outra filmes de zumbi…só na ficção mesmo! 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *