Associação de apoio a atletas profissionais realiza ato contra o racismo em partida do Amapazão

A pauta do racismo no futebol ganhou grande repercussão com os atos discriminatórios praticados contra o atacante brasileiro Vinicius Junior, que atua pelo Real Madrid, da Espanha. A prática criminosa ocorreu na partida entre Valencia e Real Madrid, no último domingo (21), pela LaLiga.

O próprio atacante, personalidades de dentro e fora dos gramados, além do governo brasileiro e de outros países se manifestaram contra o racismo. No Amapá, clubes, entidades, autoridades políticas e a Federação Amapaense de Futebol (FAF) também se posicionaram.

No Amapá

Esse movimento motivou a Associação de Garantia ao Atleta Profissional do Amapá (AGAP), liderada pelo treinador de grande trajetória amapaense, Vitor Jaime, a coordenar um ato público contra o racismo. A ideia é mobilizar as torcidas do Campeonato Amapaense, principal competição local de futebol profissional, a não permitirem que atos criminosos de descriminação racial ocorram dentro dos estádios tucujus.

O ato em favor de Vinícius Júnior organizado pela AGAP acontecerá nesta quinta-feira (25), durante partida entre Independente e São Paulo/AP, marcada para iniciar às 20h. O ato tem o apoio da FAF e da Associação dos Ex-Jogadores do Amapá (Excrete).

“Vamos ocupar o gramado do Zerão com faixas e puxar gritos de ordem que expressem nossa posição totalmente contrária a crimes de discriminação de qualquer tipo. Somos atletas e defendemos que o futebol é uma ferramenta social de luta, que fomenta a igualdade e o respeito. Contamos com a participação das torcidas em nosso ato”, ressaltou Vitor Jaime.

Contato Vitor Jaime – AGAP: (96) 99204-7207

Marcelle Nunes
Comunicação FAF

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *