Bento, vás te fuden!

                                                                                            Por Elton Tavares

O papa Chico Bento 16, disse ontem (16), durante sua visita á Malta: “ A Igreja Católica foi ferida pelos pecados de seus membros, mas Cristo ama a instituição e a considera necessária para propagar o Evangelho, que é a verdadeira força de purificação e cura.”

Como ele sabe disso? Tem o e-mail, telefone ou fala com o grande JC através de um espelho? Sei não, eu gostava mesmo do velho Karol Wojtyła (João Paulo II), ele manteve a harmonia do catolicismo com as outras religiões, um verdadeiro apaziguador.

Quando jovem, Chico Bento serviu o exército de Hitler, quando era cardeal, fez vista grossa para a pedofilia, já Papa, fez declarações pesadas contra outras religiões. Um cara desses é, no mínimo, perigoso. Sua semelhança com o Lorde Sith (da saga Guerra nas Estrelas) não é mera coincidência (risos).

Aí vocês poderão dizer: “Esse cara é um herege!” Não se trata disso queridos leitores, acredito em Deus (ou qual for o nome), respeito a fé alheia, sejam protestantes, católicos, judeus, budistas, ou qualquer religião.

Entretanto, discordo da postura de alguns representantes das religiões, como o referido Lorde Sith. Gostaria de ficar, por instante, frente á frente com o atual pontífice e lhe dizer (no meu fictício alemão): “Bento, vás te fuden!”
  • Avatar

    Muito bom texto, velho amigo!
    Você tem toda razão. O problema não são as religiões em si, mas alguns líderes que se auto-intitulam “porta-vozes” de Deus aqui na Terra e exploram a credulidade e ignorância dos seus fiéis.
    Muita gente busca as religiões como uma forma de consolo, pela dor da perda de um ente querido, ou por diversos outros problemas. E infelizmente, muitos exploradores da fé se aproveitam da fragilidade dessas pessoas para obter seus “paraísos particulares” aqui na Terra mesmo.
    Como já disse Marx, “a religião é o ópio do povo”…
    Abs” Parabéns pelo blog!

  • Avatar

    cara colega

    É muito relativo falar de religiões. precisa-se ter todo um histórico e uma base fundamentada pra se falar. Concordo de que o passado da igreja católica nao me traz muito orgulho, como católica devota que sou.

    Também concordo que o Papa Bento XVI nao tenha sido a melhor escolha para substituir o santo papa João Paulo II. Mas cá entre nós, gente ruim existe em todo lugar, nas religiões infelizmente não é diferente.

    Como disse o meu amigo Silvio, muita gente busca nas religioes uma forma de consolo, e neste consolo encontram pessoas mau intencionadas que usam desta fragilidade para beneficio próprio.

  • Avatar

    Onde existem homens existem fraquezas, e não há exceção de lugar, tempo, ou crença quanto a isso. A diferença está que algumas instituições dão a cara pra bater, o que não acontece com outras, ditas filantrópicas, porém cercadas de segredos e mistérios, que preferem ficar no obscuro e na imaginação das pessoas que criam fatos também não fundamentados, mas quem pode dizer o contrario se os próprios membros tem seu votos de silencio!
    Em fim, sobre erros e acertos desse ou aquele membro da Igreja Católica ou de outras instituições religiosas, a gravidade dos fatos está em que, embora homens como eu e você, eles tem a responsabilidade de serem exemplo, e não são em muitos casos (graves , muito graves!).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *