Bioparque da Amazônia: inclusão e acessibilidade em contato com a natureza

Pensando na inclusão de pessoas com deficiência e locomoção reduzida, a Prefeitura de Macapá fará a cerimônia de reabertura do Bioparque da Amazônia, nesta sexta-feira, 25, com acessibilidade para o público. Mais de 1 km de superfície tátil fixada no chão compõe o espaço e auxiliará na locomoção de deficientes visuais.

A intenção é quebrar as barreiras contra a inclusão dentro da unidade, oferecendo condições para atender esse público. “O Bioparque foi pensado nas pessoas com deficiência, para que elas possam aproveitar o espaço tão bem quanto às pessoas que não têm deficiência”, destaca a diretora técnica do Bioparque da Amazônia, Adriane Formigosa.

“Geralmente, em áreas verdes, é muito difícil darmos muita acessibilidade, justamente porque tem muitas árvores, raízes, animais, e acaba sendo difícil lidar com essas questões. Por isso, separamos um espaço para que pessoas com deficiência e mobilidade reduzida possam chegar próximo das árvores e da água com segurança”, comenta Adriane.

O Bioparque da Amazônia contará com um Jardim Sensorial, com a proposta de facilitar acesso a todos, permitindo uma experiência direta do público com o ecossistema amazônico. “O jardim conta com diferentes pisos, onde será possível diferenciar a textura de uma para a outra quando mudar de local, com corda para guiar quem tem deficiência visual. E as pessoas poderão pegar, sentir o cheiro e a textura das plantas, além da fonte, que estimulará a questão auditiva”, informa a diretora.

Para cadeirantes, o Bioparque possui locais bloquetados que permitem o trânsito desse público no espaço. Também é possível encontrar um balanço adaptado para pessoas que usam cadeira de rodas.

Bioparque da Amazônia

Atuar como espaço inovador de pesquisa, de turismo sustentável e promoção da cidadania. Essa é uma das metas que nortearam a reforma do Parque Zoobotânico Municipal, conhecido agora como Bioparque da Amazônia. Considerado o maior parque em área urbana da Região Norte, após vinte anos fechado, o espaço será reaberto pela Prefeitura de Macapá no dia 25 de outubro.

Sávio Almeida
Assessor de comunicação/PMM
Fotos: Max Renê

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *