Boêmios do Laguinho completa 63 anos e festeja HOJE

O aniversário de 63 anos da Universidade de Samba Boêmios do Laguinho, será festejado com muito samba, carnaval e homenagens, no Theatro do Samba, dia 2 de janeiro. A programação inicia às 21:30, e é uma mostra do carnaval que a agremiação está preparando para 2017, quando desfila o enredo Belezas Africanas, no Sambódromo. O presidente Jocildo Lemos confirma a presença da Bateria Pororoca, rainha da bateria Nega Vânia, e demais pontos técnicos da Universidade.

Primeira escola de samba do Amapá, então território, Boêmios do Laguinho nasceu em uma esquina da avenida Mãe Luzia, onde se reuniram no dia 2 janeiro de 1954, Francisco Lino, Mestre Bené, João Falconery, Cabecinha, Matapi, Biluca, Joaquim Ramos, Chicão, Ubiraci Picanço, Mestre Bené, Martinho Ramos, e outros pioneiros que formaram a primeira ala da Nação Negra, que saiam batucando pelas ruas do bairro Laguinho, já com o primeira casal de mestre-sala e porta-bandeira, Raimunda Lina e Zé da Bota.

Nestas mais de seis décadas de carnaval, Boêmios do Laguinho, passou a maior parte no Grupo Especial, e se renovou para manter-se entre as grandes de Macapá, e com uma comunidade atuante e apaixonada, chamada de Nação Negra. Dos sambas históricos e desfile acadêmico, a Universidade é cantada e contada por poetas e compositores, desde que a cobra era o símbolo, até a presidência de Vicente Cruz, que mudou a estética do carnaval vermelho e branco, e os pioneiros e construtores da escola se transformaram em personalidades.

Foi campeã do primeiro carnaval oficial do Amapá e desde então, conquistou 27 títulos, o último em 2014, e o presidente Jocildo garante que no próximo carnaval, conquista mais um troféu para a comunidade. “Começamos oficialmente o carnaval de 2017 festejando o Dia do Samba, e agora damos continuidade ao calendário com a tradicional festa de aniversário, com a Nação Negra presente, convidados, e quem ama o carnaval. Convidamos a escola Maracatu da Favela e Piratas Estilizados, e vamos apresentar quem faz nosso carnaval. Será uma festa bonita e democrática”, disse o presidente.

Na programação, show de pagode, exposição, homenagens e condecorações, Marabaixo do Laguinho, o Embaixador de Boêmios, Osmar Júnior, o Menestrel Francisco Lino, bateria Pororoca e intérpretes, Nega Vânia, os três casais de Mestre-Sala e Porta-Bandeira, comissão de frente Camisa 10, Escolinhas de Passistas e de MS e PB Mirim, e outras atrações da comunidade.

Serviço:

Aniversário de 63 anos da Universidade Boêmios do Laguinho
Data: 2 de janeiro
Hora: a partir das 21:30
Ingresso: R$ 10,00

Mariléia Maciel
Assessoria de Comunicação – AUSBL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *