Brasil 1 x 7 Alemanha: choque de realidade

Vai passar.

O Mineiraço de 2014 tá longe de ser o Maracanazo de 1950 e, a médio e longo prazo, esse vexame durante a Copa vai ser bom pra autoestima do brasileiro. Os cinco gols em vinte minutos tiraram todo o país de si e equivaleram a um onze de setembro da vergonha alheia – tudo sob a reação embasbacada de um técnico sem reação, o plot twist mais improvável, de tão forçado. As metáforas sobre o jogo de ontem aparecem quase por geração espontânea, assim como as inúmeras “lições” que ouviremos ou leremos em posts gigantescos nos próximos dias.

Mas vai passar. O que vem a seguir é o que importa.

Compartilhe isso!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*