Business Intelligence: TJAP e TRE-GO dialogam sobre compartilhamento de ferramenta de Governança

Na terça-feira (9), a Comitiva do Tribunal Regional Eleitoral do Estado de Goiás (TRGO) apresentou à presidência do Tribunal de Justiça do Amapá (TJAP) e secretários a ferramenta de Governança “Business Intelligence – B.I. Na oportunidade, a equipe da Justiça Eleitoral Goiana fez uma apresentação do painel e funcionalidades da ferramenta de gestão B.I., que possibilita a o aprimoramento das práticas administrativas, o acompanhamento e monitoramento de informações orçamentárias e estratégicas que contribui para o aperfeiçoamento da atividade jurisdicional.

O presidente do Tribunal de Justiça do Amapá (TJAP), desembargador Adão Carvalho, acompanhado da juíza Auxiliar da Presidência, Marina Lustosa, do secretário-geral, Veridiano Colares, e demais secretários da instituição, assistiu a apresentação feita pelo assessor especial na Diretoria -Geral do Tribunal Regional Eleitoral de Goiás (TRE/GO), José Carlos da Silva.

“A grande vantagem é que este trabalho possibilita um diagnóstico da instituição com metadados. Apresenta uma visão gerencial de dados produzidos nos sistemas estruturantes, dados que não são amigáveis, transformando-os em painéis customizados. É uma oportunidade para a instituição elevar o grau de maturidade de gestão, passando dar um salto de qualidade. Significa elevar o grau de excelência dos serviços prestados”, comentou José Carlos da Silva, do TRE-GO.

A juíza Auxiliar da Presidência agradeceu a explanação do assessor especial do TRE-GO e ressaltou a importância da aquisição de tecnologia para o avanço das atividades do Poder Judiciário amapaense.

“O TRE de Goiás desenvolve um trabalho fantástico de implantação de painéis Business Intelligence. A ferramenta servirá como um radar para todos nós, para que nosso trabalho seja desenvolvido a partir dessas diretrizes. Nós queremos institucionalizar essa tecnologia. A equipe do Tribunal goiano está fazendo um cronograma da parte jurisdicional, que é a parte administrativa, para que possamos formalizar o Termo de Cooperação para uso dessa expertise, que certamente ajudará em todos os setores do Tribunal de Justiça do Amapá“, comentou a juíza Marina Lorena Lustosa.

Conforme o presidente do TJAP, a tecnologia auxiliará na efetividade, economicidade, além de maximizar os resultados positivos com otimização de recursos. O desembargador Adão Carvalho ressaltou que, com a BI, o Poder Judiciário amapaense aumentará a eficiência no atendimento às demandas da sociedade.

“Estamos trabalhando para promover a melhoria da governança, da gestão e da colaboração tecnológica no âmbito do Poder Judiciário. A Business Intelligence já é usada em muitos órgãos da Justiça no Brasil. Com essa ferramenta, melhoraremos ainda mais a qualidade da prestação jurisdicional mais efetiva e inovadora é essencial à população amapaense”, comentou o desembargador Adão Carvalho.

– Macapá, 10 de maio de 2023 –
Secretaria de Comunicação Social
Texto: Elton Tavares
Fotos: Flávio Lacerda
Central de Atendimento ao Público do TJAP: (96) 3312.3800

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *