Caixa preta (para ler durante o voo – crônica de Ronaldo Rodrigues)


Atenção, senhores passageiros!

Pedimos que não se assustem se, por acaso, olharem à esquerda. As turbinas foram, momentaneamente, desligadas.

Pedimos que não entrem em pânico ao olhar à direita. As turbinas desse lado também foram desligadas. Apenas por alguns momentos.

Tudo não passa de mera operação de contenção de combustível.

Aquele fogo saindo em grandes labaredas não significa perigo algum. É considerado um incêndio de pequenas proporções dentro das especificações da indústria aérea mundial.

De modo algum se assustem com a fumaça, que é comum nessas ocasiões.

Não se apavorem ao notar alguns paraquedistas saltando do avião. Trata-se de nossa dedicada tripulação que resolveu antecipar suas merecidas férias.

No momento, só eu, o copiloto automático, está no comando desta aeronave. 

Estamos sobrevoando o oceano.

O tempo é bom e a visibilidade melhor ainda.

Para finalizar, algumas perguntas:

– Alguém entre vocês tem alguma noção de pilotagem?

– Há quanto tempo vocês não testam seus nervos e sua capacidade de superar desafios?

– Há quanto tempo vocês se entregam ao tédio de uma vida segura, esquecendo o prazer de viver perigosamente?

Obrigado pela compreensão e aproveitem o resto da viagem. 

Isto é uma gravação…

Isto é uma gravação…

Isto é uma gravação…

Ronaldo Rodrigues
Compartilhe isso!

Deixe um comentário

Commentários
  1. Andreza Gil

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*