Cantora Ariel Moura lança o single Língua Intrusa

Foto: Divulgação

O Amapá tem revelado ao Brasil grandes artistas na música e na poesia, e agora, chegou a vez da jovem Ariel Moura fazer sua estreia. A música Língua Intrusa, canção de Joãozinho Gomes e Enrico Di Miceli estará nas plataformas digitais a partir de hoje, dia 29 de julho, como o primeiro single do EP Mundiar, que a cantora lançará no final de agosto.

A produção musical do single é do amapaense Hian Moreira, que também faz os arranjos, a bateria eletrônica e o baixo, além da masterização e mixagem. A produção artística é da Duas Telas Produtora Cultural. Estarão ainda no EP, as canções No Compasso do Luar (Joãozinho Gomes, Aldo Moreira), Pérola Azulada (Joãozinho Gomes, Zé Miguel) e Mei Mei (Joãozinho Gomes e Val Milhomem).

Ariel Moura, entre Joãozinho Gomes e Enrico Di Miceli – Foto: Divulgação

Mundiar nasceu do poema Mundiando, escrito pelo letrista e compositor Joãozinho Gomes, em homenagem à Ariel e o torna um de seus padrinhos nessa jornada de fazer seu canto alcançar o mundo.

Filha de pai percussionista e mãe professora de artes, Ariel Moura, 26 anos, é cantora, compositora e atriz. Se apresenta desde a adolescência em sua igreja, mas iniciou sua carreira profissional, de fato, em 2015, ao lado do guitarrista Tom Campos. Influenciada pelo Soul, Jazz, Pop e a Música Popular Brasileira, onde assume ainda as raízes do Batuque e Marabaixo, ritmos do Amapá, como uma de suas grandes referências. Em 2016, foi a primeira representante do Amapá no programa The Voice Brasil, no time de Carlinhos Brown. Participou da 7ª Edição do Amapá Jazz Festival, organizado pelo músico, compositor e produtor cultural Finéias Nellutty.

Além de shows em seu estado e também na Guiana Francesa, Ariel já realizou turnês por São Paulo e interior, e participou como convidada especial de shows de Manoel Cordeiro. Em 2019, conquistou o prêmio de melhor canção, com a música “Deuses dos Deuses da Chuva” e no ano seguinte, já no período da pandemia, recebeu com a canção “Claríssima Nudez” de Ademir Pedrosa e Cássio Pontes, os prêmios de Melhor Intérprete e Melhor Música no mesmo festival.

Fonte: Diário do Amapá.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.