Sabedoria roqueira

Sebastian Bach, ex-vocalista do Skid Row, sempre foi um palhaço do Rock, mas tem seu lugar na história por ter inspirado um dos melhores diálogos do programa Beavis & Butthead. Para quem não lembra, era um desenho animado sobre dois adolescentes roqueiros que passava na MTV. As histórias eram muito toscas; o que valia mesmo era a hora em que eles comentavam os clipes.
Certa vez passou um clipe do Skid Row (identificado pela dupla como “aquela banda que o cara parece uma mina”) em que os sujeitos apareciam ao ar livre quebrando manequins. Seguiu-se o seguinte comentário da dupla:
Beavis – Por que esses caras aparecem nos clipes quebrando as coisas?
Butthead – Deve ser pra parecerem menos viados.
Beavis – Não tá funcionando…

Capitão Caverna

                             Por Elton Tavares
Imagem – Blog do Thiago Hoisel : http://hoisel.zip.net/listArchive.html
Eu adoro desenhos animados antigos, mas não sou muito chegado nos de hoje. Normal, tô ficando velho. Tudo que as animações antigas perdem em recurso tecnológico para os “mangas & Cia” atuais, ganham em criatividade. Pois eles eram engraçadíssimos e possuíam uma originalidade fantástica.

Também sou chegado em histórias de heróis diferentes e o Capitão Caverna era um dos mais esquisitos. Pesquisando sobre o personagem, li em algumas páginas basicamente isso: “O Capitão Caverna foi criado por Joe Ruby e Ken Spears, em setembro de 1977. Entre os seus poderes estavam a super força e uma variedade de trecos escondidos sob seus abundantes pelos”

Ah, ele ainda tinha um tacape com a qual o herói voava e que também se transforma em vários objetos em situações inusitadas. Ele é um personagem dos estúdios Hanna-Barbera, que produziu os clássicos “Os Flintstones e Scooby Doo”, entre outros.

Além de seu peculiar visual, cabeludo e descabelado, baixinho, troncundo, narigudo e com um terrível apetite. O Capitão Caverna tinha um vocabulário próprio, que contava com as palavras “unga-bunga” antes de qualquer frase mal construída que ele emitia. Sem falar no seu grito estridente: “Capitão Caveeernaaaaa!!”. Um verdadeiro super-homem da idade da pedra

Tudo bem que sua história é clichê. Pois ele ficou congelado durante eras e despertou no século 20. Mas afinal, o Capitão Caverna era, com toda a sua patetice, o meu super- herói favorito.

SMURFS…… COMUNISTAS

Alguém sabe oque significa Smurf ? S.M.U.R.F= Socialist Men Under Red Father/Homens socialistas sob o comando do “Papai Vermelho”. Isso mesmo minha gente os carinhas azuis eram nada mais que uma velha e boa propaganda comunista. Criados em 1958 pelo desenhista belga Peyo (Pierre Culliford), um apaixondo pelo comunismo teve a ideia de mostrar os preceitos da doutrina comunista para as crianças através de um desenho animado. Vamos a os fatos:

1- Todos os Smurfs vivem em uma floresta e trabalham em conjunto, todos se vestem iguais (túnica e calça branca) uma clara referencia a o igualitário pregado com veemência no comunismo.

2- São comandados pelo “Papai Smurf”, que também veste túnica e calça más nas cores vermelhas e que possui um grande influencia nas decisões dos demais e tem uma grande barba branca ( livre referencia a Marx).

3- Gargamel e cruel, os vilões da série, queriam capturar os Smufs para transformá-los em ouro. A dominação do mais frágil e a exploração de sua mão de obra são o que permitem que o conceito da mais-valia, de Karl Marx, seja possível.

4- O unico smurf que discorda das opiniões ( o Gênio) sempre expulso da aldeia no final de cada episodio (referencia a Leon trotsky) o personagem chega a ter até os oculos iguáis a do lider exilado e depóis morto a mando de Stalin.

5-Não tem o Smurf padre, (ateísmo).

6- Todos tem uma função própria para o bom andamento da sociedade (tem o pintor,o inventor, o engenheiro etc…).

7- Nem um smurf se mete na atividade do outro (conceito básico de que você e bom no que sabe fazer).

8-Mostravam- se sempre felizes e todos trabalhavam.

É pessoal, nos tempos da Guerra Fria valia tudo.