Velejadores do AP se preparam para primeiro campeonato de kaite surf


A Associação de Velejadores do Amapá (Avap) está nos últimos preparativos para a 1ª edição do ‘Kaite surf no Meio do Mundo’, que será realizado nos dias 14 a 16 de novembro, ao lado do trapiche Eliezer Levy, na orla de Macapá. A expectativa da entidade é receber mais de 60 velejadores locais e vindos do Pará, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, São Paulo e da Guiana Francesa.

O objetivo é recrutar novos atletas para consolidar a prática no Amapá, a qual tem crescido na nos últimos sete anos. De acordo com o presidente da Avap, Elinton Franco, são cerca de 50 velejadores locais registrados na associação.

– Nossa meta é descobrir talentos que possam representar o Estado em competições nacionais. Muitos velejadores têm a agenda corrida durante a semana e praticam o kaite surf como hobby ou nas horas vagas para exercitar o corpo – diz Franco.

No último dia 13, a Associação organizou uma prévia do campeonato de novembro, com o ‘1º Downwind 2013 no rio Amazonas’, abrindo a temporada de ventos fortes, que atuam como fator necessário para a prática do esporte.

Além do viés competitivo, o evento terá debate junto à sociedade e comunidade acadêmica sobre o cenário de poluição na orla do Rio Amazonas, local onde acontecem as provas.
– Nosso esporte é 100% ecológico e não utilizamos nada, além da vontade da natureza para praticarmos o nosso esporte. É importante conscientizarmos os velejadores, cidadões em geral e o poder público sobre a importância da preservação dos nossos recursos naturais – assegura Elinton Franco.

Com apenas uma prancha e uma barra presa com fios na cintura para controlar a pipa,  o velejador realiza as manobras radicais que impressionam quem assiste. Outro ponto de destaque são as pipas no ar que dão um colorido e beleza no céu, chamando atenção das pessoas que transitam na orla do Amazonas.

As inscrições para o evento abrirão a partir da segunda quinzena de outubro. Os interessados deverão entrar em contato com a Avap.

Serviço:

Associação de Veladores do Amapá (Avap)
Fones: (96) 8101-7980
             (96) 9157-6319
*Cassio Albuquerque com orientação do editor Gabriel Penha

Amapá sedia Curso de Certificação de Professores que será ministrado de 20 a 22/09/2013

A Confederação Brasileira de Badminton (CBBd) promove, em Macapá (AP), de 20 a 22 setembro de 2013, mais um Curso de Certificação de Professores de Badminton (CCP). Proposto aos profissionais ou acadêmicos de educação física o curso busca qualificação, além de troca de experiências na área.
São oferecidas 40 vagas com carga horária de 30 horas. Os interessados devem efetivar sua inscrição até o dia 16 de setembro de 2013. O investimento é de R$ 50,00. O depósito pode ser realizado na conta da CBBd (informações no cartaz abaixo). É necessário também o envio do comprovante de pagamento e ficha de inscrição para o e-mail:  [email protected]

A capacitação será conduzida pela tutora Norma Teotônio. O projeto é uma realização da CBBd com apoio  da Federação de Badminton do Amapá.
Ficha de Inscrição e Programa de Capacitação Técnica no site:

Projeto Red Bull Latitude Zero: Desafio de vôlei no meio do mundo


Hoje (22), em frente ao Monumento Marco Zero do Equador, aconteceu o Projeto Red Bull Latitude Zero. A competição de vôlei fez parte da programação do Equinócio da Primavera, realizado pelo Governo do Amapá. 

O torneio foi disputado por duplas femininas e masculinas internacionais e nacionais de vôlei representando os hemisférios Norte e Sul, divididos pela linha imaginária do Equador. A competição, que contou com os atletas Tamsin Hinchley, Maria Clara, Ricardo e Bruno Schmidt Rogers, Dallhauser, Maria e Vicky, foi realizada em parceria com a empresa Red Bull. 

Sejuv firma parceria com Aaskt para criação de pistas de esportes radicais em Macapá

Ontem (28), o titular da Secretaria Extraordinária de Políticas para a Juventude (Sejuv), Alex Nazaré, firmou uma parceria com a Associação dos Skatistas do Amapá (Aaskt) para a criação de quatro novas pistas para a prática do esporte em Macapá.
                                                                                                                                                                     
De acordo com Alex Nazaré, a medida do Governo do Estado visa atender a demanda dos jovens que praticam esportes radicais em Macapá. “A primeira pista será criada na nova praça localizada atrás da unidade do Super Fácil do bairro do Beirol, terá o tamanho de 20m x 18m e irá agraciar skatistas, patinadores e demais modalidades radicais”, garantiu o secretário. 

O secretário ressaltou que, outras três pistas serão criadas no bairro Congós, ficará em frente ao Centro Integrado de Operações Especiais (Ciosp) e fará parte do complexo habitacional que está sendo construído no bairro; bairro Novo Horizonte, na praça do Lago da Vaca e praça Beira Rii, em frente à residência governamental, área hoje utilizada para a prática de caminhadas.

Segundo o secretário da Aaskt, Kookimoto Mira, as pistas atenderão jovens da zona Norte e zona Sul da capital amapaense, já que ficarão em pontos estratégicos da cidade. 

“Desde o início, o governador Camilo Capiberibe e o secretário da Juventude demonstraram interesse pelas pistas de esportes radicais, e o ponto alto será o complexo que ficará localizado na Beira Rio, já que atenderá todos os públicos, como skatistas, BMX, patins, entre outros”, comentou o secretário da Associação dos Skatistas do Amapá, Kookimoto Mira.

Informações do assessor de comunicação da Sejuv, Petton Laurindo. 

Vídeo da prática de skate em Macapá feito pelo skatista Daniel Nec


Meu comentário: 
Em setembro de 2011, a Prefeitura de Macapá (PMM), por meio da Secretaria Municipal de Manutenção Urbanística (Semur), proibiu os skatistas de praticar o esporte em logradouros públicos, principalmente na praça Floriano Peixoto, quando guardas municipais impediram os esportistas a “andar de carrinho” no referido local. 
Na época, ficou determinado que “agentes fiscalizadores coibissem o uso de skates e equipamentos congêneres, ficando proibido em áreas de circulação de pedestres como passeios públicos, calçadas de praças e demais logradouros”. 
O engraçado, para não dizer outra coisa, é que os skatistas praticavam o esporte na quadra da Praça, sem deteriorar o patrimônio público. Nunca colocaram ninguém em risco por conta da prática esportiva ou  atrapalharam o passeio público. Com essa parceria entre Sejuv e Aaskt, os esportistas terão espaços adequados para suas manobras, em paz. Parabéns aos responsáveis pela iniciativa! 
Elton Tavares

Kitesurf no rio Amazonas: esporte em crescimento no Amapá

Por Thiago Soeiro 

MACAPÁ – Esporte olímpico e típico de praia, o kitesurf chegou ao rio Amazonas e tem conquistado seu espaço em Macapá. Atualmente, já existem 50 atletas praticantes da modalidade, segundo a Associação dos Velejadore do Amapá. Nos dias 28 e 29 de julho acontece o 1º Campeonato de Kitesurf do Amapá.

A modalidade é praticada com uma pipa e uma prancha. A pipa é presa à cintura e a prancha serve para as manobras e saltos.

De acordo com o presidente da Associação dos Velejadores do Amapá, Jim Davis, há relatos da prática esportiva no Estado desde 2004, “mas só há alguns anos que ele vem ganhando espaço e mais praticantes”, conta Jim. Ele ressalta ainda que o esporte é praticado, geralmente, na Orla da cidade, só acontece na maré baixa ou na vazante.

A expectativa de Jim e atrair mais adeptos ao esporte e varios competidores tanto do Amapá quando de outros estados. A competição acontecerá na Orla do Aturiá ao Araxá, e será dividia em seis provas. 
Para a competição foram abertas 25 inscrições, que podem ser feitas por meio do e-mail: [email protected] ou telefone (096) 9117642. A partir do dia 15, as inscrições acontecem no Hotel Glória, localizado na Rua Leopoldo Machado, centro de Macapá. 

Anderson Silva vence Chael Sonnen e segue invicto no UFC (mas eu esperava mais)


Ontem (7), Anderson Silva venceu pela 15ª vez seguida no UFC e segue invicto no evento. Com um nocaute sobre Chael Sonnen no  segundo round, em Las Vegas, o brasileiro foi apontado como um dos maiores lutadores da história do MMA.

Anderson escutou um monte de provocações de Sonnen, que falou da mulher dele, detonou o Brasil e até vestiu a camisa do Palmeiras. O Spider é atleta contratado do Corinthians, rival histórico do alviverde paulista. 

A luta

No primeiro round, a coisa foi só o velho agarra-agarra (prefiro a trocação de socos e chutes em cima). Na segunda etapa, após tentar uma cotovelada, Sonnen caiu, Anderson o acertou com uma joelhada e depois o cobriu de murros. Deu logo aquela vontade de ver a cara doido virando uma pizza. 

Tá certo, o Spider detonou com bons socos, chutes e joelhadas. Deu porrada,  mas eu esperava um surra maior. Talvez o juiz tenha parado a luta muito cedo, como avaliou meu amigo André Mont’Alverne. Mas o combate ficou longe de ser “a luta do século”, como foi promovida. 

Silva é indiscutivelmente o melhor, provou isso mais uma vez. Mas eu queria que o cara saísse de lá para o hospital, no mínimo ficasse desacordado por alguns segundos. Afinal, Anderson disse sobre Sonnen: 

Por baixo, por cima, de lado, em pé… Ele vai apanhar, vai apanhar muito. Não tem conversinha dessa vez. Depois que eu bater nele muita gente vai ficar assustada com o que vai acontecer com o esporte. Estou dedicado, preparado para fazer uma coisa que ninguém nunca fez no UFC, quebrar Chael Sonnen inteiro. Ele está escutando, vai apanhar muito, vai sair de maca lá de dentro
Guardadas as devidas proporções e marketing sobre o confronto, eu esperava um “taca”, uma “peia”, um quebrado memorável. O Sonnen apanhou, porém pouco. Se gosto de violência e brutalidade? Sim, claro. Mas seguimos mais fãs de Anderson do que nunca. Palmas para o cara, que ele é PHoda. Valeu Aranha!
Elton Tavares

Anderson Silva sobre Chael Sonnen: “No dia 7 vou acabar com a cara dele e com cada um dos dentes da boca…”



Anderson Silva se segurou por muito tempo, mas a maré de calmaria teve um fim na tarde desta segunda-feira. Depois de quase dois anos escutando provocações de Chael Sonnen, desde antes da primeira luta entre eles, em agosto de 2010, Spider “chutou o balde” na conferência por telefone do UFC 148 e xingou o americano, prometendo “quebrar a cara” dele:


– Esse cara é um marginal, uma escória do esporte. Não merece estar no UFC. Teve problema com a Justiça americana, problema com doping, não respeita nada. Esse cara é um imbecil. No dia 7 vou acabar com a cara dele e com cada um dos dentes da boca.

Sonnen, no entanto, surpreendeu e preferiu não responder os insultos do brasileiro, que ainda o ironizou e prometeu expulsá-lo da organização:


– Quem vive de passado é museu. Eu vou bater nele de novo, é isso que vou fazer. Não tem muito o que fazer. Vou enfiar a porrada. Acabou a brincadeira, acabou a falação. Está chegando perto da verdade. Estou 100% e vou quebrar a cara dele. Vou expulsá-lo do UFC. Vai apanhar como nunca apanhou. Vou bater nele para aprender a ser educado, tudo que não aprendeu da mamãe e do papai, para aprender a respeitar as pessoas e os pais das pessoas.

Muito diferente do que o de costume, Anderson insistiu na promessa de que vai “quebrar os dentes” de Sonnen. Até o presidente do UFC, Dana White, se disse espantado com a atitude do Spider.

– Por baixo, por cima, de lado, em pé… Ele vai apanhar, vai apanhar muito. Não tem conversinha dessa vez. Quando entrar lá dentro vai engolir todos os dentes da boca dele. Vou arrancar dente por dente. Depois que eu bater nele muita gente vai ficar assustada com o que vai acontecer com o esporte. Estou dedicado, preparado para fazer uma coisa que ninguém nunca fez no UFC, quebrar Chael Sonnen inteiro. Perna quebrada, cara quebrada, vou quebrá-lo inteiro. Ele está escutando, vai apanhar muito, vai sair de maca lá de dentro – encerrou o brasileiro.

O confronto mais esperado do ano vai ocorrer no UFC 148, dia 7 de julho, em Las Vegas, valendo o cinturão dos médios do Ultimate.

Além da derrota, John “Macapá” perde dinheiro e ganha bronca de Dana White


Os amapaenses ficaram em frente a telinha no último sábado, 23, para acompanhar a luta do representante local, John “Macapá” contra o baiano Hugo Wolverine, no UFC 147. O resultado não foi nada bom para os torcedores do Amapá. Porém, para John foi ainda pior. Pois, ele tinha a obrigação de vencer para continuar sonhando com um contrato no maior evento de MMA do mundo, o UFC.

Essa responsabilidade de vencer foi apimentada na sexta feira, 22, – um dia antes da luta-, quando os lutadores se submeteram ao ritual da pesagem. 

John “Macapá” estava 2 quilos acima do peso da categoria (65,8 kg), o que provocou a ira do presidente do UFC, Dana White.

Os organizadores deram duas horas para John perder esse sobrepeso, porém, como seria quase que humanamente impossível, “Macapá” e Wolverine entraram em acordo para que 25% da bolsa (cachê) do lutador amapaense fosse para o baiano.

O erro de John agravou ainda mais a sua situação no UFC, e na luta, quando perdeu por decisão dos juízes para Wolverine, uma nova chance no evento está quase liquidada.

Após a luta, na coletiva, Dana disse que John tem um grande futuro, mas que ele precisa levar o esporte com mais profissionalismo. E deu a entender que apesar de ter vencido, Wolverine não convenceu.