Amantes do futebol conhecem o campeão do Amapazão 2019 nesta quinta-feira, 29

O Estádio Zerão sedia o jogo final do Campeonato Amapaense de Futebol 2019 nesta quinta-feira, 29. A disputa pelo título de melhor do futebol profissional do Amapá será entre Ypiranga e Santos – AP, às 20:30.

O Santos vai para a partida precisando da vitória e o Ypiranga já se consagrada campeão com o empate em campo. Os ingressos serão vendidos na bilheteria do estádio por R$ 10 inteira e R$ 5 a meia.

Programação

A Federação Amapaense de Futebol (FAF) preparou uma grande festa para a noite da vitória. Para abertura do jogo, os torcedores assistirão uma apresentação técnica do Time Amapá Futebol de Amputados, que mostrará suas habilidades em campo. Esses atletas são os representantes do Amapá no Campeonato Brasileiro De Futebol de Amputados, que acontece em Sorocaba (SP), em outubro.

No intervalo, serão sorteados itens oficiais da CBF e uma moto zero km para os torcedores que estiveram nos jogos da temporada no Zerão.

O Tribunal de Justiça Desportiva também entregará no intervalo do jogo cestas básicas e itens de higiene pessoal para instituições sem fins lucrativos. O material é fruto de transação disciplinar com Ypiranga e Santos. O acordo jurídico permitiu a liberação de três atletas de cada clube para as partidas da final.

Transmissão

O jogo será transmitido pela equipe da FAF TV ao vivo pela plataforma de streaming MyCujoo. A partida ficará disponível para acesso na internet no link https://mycujoo.tv/video/fafap

Serviço:

Final do Amapazão
Data: 29/08
Local: Estádio Zerão
Horário:
· 20:00hs – Abertura apresentação técnica do Time Amapá Futebol de Amputados
· 20:30hs – Início do jogo Santos X Ypiranga

Marcelle Nunes
Ascom FAF

Interdistrital 2019: Tracajatuba receberá seletiva neste fim de semana

A bola irá rolar neste fim de semana no distrito de São Joaquim do Pacuí, mais precisamente na comunidade de Tracajatuba, distante 163 quilômetros de Macapá. É lá que ocorrerá a seletiva da 43ª edição do Torneio Interdistrital, considerada uma das mais importantes competições do futebol amador do estado.

Os jogos iniciarão no sábado, 31, a partir das 13h, e domingo, 1º de setembro, às 8h. A bola rolará com partidas nas categorias masculina e feminina. São esperados mais de 400 atletas e dirigentes das equipes, além de um grande número de torcedores. Anananzal, Campina de São Benedito, Dois Irmãos, Ramal Satiro, São Luiz, Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, Salamito, Vila do Damasio São Francisco do Alto, Tracajatuba I, II, III e Vila do Gordo confirmaram presença.

O Interdistrital promete movimentar a localidade, já que os empreendedores aproveitam para faturar com a venda de churrasquinhos, chopp, cervejas e refrigerantes. A disputa é organizada pela Prefeitura de Macapá, por meio da Coordenadoria Municipal de Esporte e Lazer (Comel), que inclui anualmente a programação esportiva no calendário de eventos.

A gestora da Comel, Naldima Flexa, explica que as equipes de Tracajatuba sempre figuram entre os finalistas na decisão, que ocorre na capital. Ano passado, o PSV, de Tracajatuba, foi campeã no feminino e vice no masculino. “Os times se reorganizaram e montaram as equipes de maneira que sempre algum deles é finalista na decisão. Será uma grande seletiva”, disse.

A seletiva irá premiar os vencedores com R$ 1 mil para o campeão e R$ 700,00 ao vice, em cada modalidade. O recurso ajuda as equipes com as despesas na fase final, prevista para ocorrer em outubro.

Jonhwene Silva
Assessor de comunicação/Comel
Fotos: Arquivo

Interdistrital: definidos representantes das comunidades de Santa Luzia e São Joaquim do Pacuí

O fim de semana foi movimentado no futebol amador na região do Pacuí. Tudo porque ocorreu na localidade mais uma seletiva do Torneio Interdistrital 2019, realizado pela Prefeitura de Macapá, por meio da Coordenadoria Municipal de Esporte e Lazer (Comel). A disputa aconteceu nas modalidades masculina e feminina, e foi realizada nas comunidades de Santa Luzia (Catanzal) e São Joaquim.

Participaram das partidas mais de 600 atletas, entre membros das comissões técnicas e jogadores. Em Santa Luzia (Catanzal), estão classificados os times de Santa Luzia (campeão) e São Francisco (vice) no masculino. E a mulherada também correspondeu às expectativas e fizeram partidas emocionantes. São Benedito (campeã) e Santa Catarina (vice) asseguram presença na fase final da competição.

Já em São Joaquim do Pacuí, São Joaquim (campeão) e Corre Água (vice) foram os classificados no masculino. No naipe feminino, São Joaquim B (campeã) e São Joaquim A (vice) também estarão na etapa final do torneio. Somadas as duas localidades, foram contabilizados mais de 45 gols marcados. Uma média considerada excelente pela organização.

Segundo a gestora da Comel, Naldima Flexa, a seletiva do último fim de semana foi extraordinária, já que as equipes e a comunidade de modo geral se envolveram, tornando as partidas emocionantes do início ao fim. “Foram jogos comoventes, o que nos leva a crer que este ano o Interdistrital não terá favorito. As duas comunidades estavam unidas e os jogos foram muito técnicos, ou seja, verdadeiras potências”, disse.

A seletiva premiou os vencedores com R$ 1 mil para o campeão e R$ 700,00 ao vice, em cada modalidade.

Jonhwene Silva
Assessor de comunicação/Comel

Interdistrital 2019: definidos representantes da Fazendinha para finais da competição

Na segunda seletiva do 43º Torneio Interdistrital de Futebol, as equipes da Prainha e Praia, no masculino, e Fazendinha, no feminino, se classificaram para fase final da competição. A etapa aconteceu no domingo, 18, no distrito de Fazendinha, e atraiu um bom número de torcedores. O Interdistrital é organizado pela Prefeitura de Macapá, por meio da Coordenadoria Municipal de Esporte e Lazer (Comel).

Nesta seletiva, os times do Alfaville, Igarapé da Fortaleza, Santa Terezinha, Chefe Clodoaldo, Praia e Prainha estiveram em busca da vaga na decisão. Os jogos foram emocionantes. A competição terá seletivas até a final da disputa, que irá ocorrer em outubro. Até lá, Bailique, Coração, São Joaquim do Pacuí, dentre outras, irão sediar a fase classificatória.

Segundo a titular da Comel, Naldima Flexa, a seletiva da Fazendinha terá representantes de alto nível técnico nas finais. “Foi surpreendente a seletiva no que se refere ao nível técnico dos times. O Prainha, por exemplo, com certeza, é um forte candidato”, finalizou.

Jonhwene Silva
Assessor de comunicação/Comel

Aprendizado e sonhos alimentados durante evento do CBF Social em Macapá

“Eu quero ser jogador da Seleção Brasileira”, confessou Sérgio Filho, que com apenas 09 anos de idade, presta muita atenção em todos os detalhes ditos pelo treinador da Seleção Brasileira Sub-15, Paulo Victor. O sonho de Serginho é o mesmo de tantos jovens amapaenses, que nesta quarta-feira, 15, tiveram oportunidade de ouvir e falar sobre futebol com os representantes da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

O seminário promovido pela Federação Amapaense de Futebol (FAF), em parceria com o departamento CBF Social, reuniu mais de 200 pessoas no auditório do Museu Sacana neste primeiro dia de programação.

Diogo Netto, gerente de Responsabilidade Social e Sustentabilidade da CBF, abriu as discussões da tarde, e falou sobre identificação e desenvolvimento do talento no futebol. Diogo também apresentou as iniciativas do departamento social da CBF em todo o Brasil.

“Queremos que esse departamento alcance os jovens brasileiros e temos muitas parcerias a fazer, mas esse é um processo sem pressa, a ser feito com eficiência. Aqui no Amapá, por exemplo, já estamos em discussão para implantar um Centro de Desenvolvimento do Futebol aqui no Amapá”, adiantou.

A segunda palestra foi proferida pelo treinador Paulo Victor, que apresentou as estratégias que usa com seus jogares em campo e falou sobre o perfil do atleta que tem chances de chegar na Seleção.

Talento, coragem, amizade e determinação foram os sentimentos passados pelo treinador aos jovens presentes no seminário.

“Nós trabalhamos com valores que vão além de futebol, queremos atletas talentosos, mas com mentalidade firme, com garra para lutar pelas vitórias em unidade com toda equipe. É em busca disso que percorremos o Brasil”, explicou o treinador.

Drogas

Uma parte da tarde foi dedicada à discussão sobre o combate ao doping no esporte. A palestra foi proferida pelo médico Fernando Solera, oficial médico do Controle de Dopagem da FIFA, que mostrou ao público todo o procedimento usado para combater o uso de substâncias ilícitas nos atletas do Brasil.

Solera disse também que será implantada uma sala antidoping no Amapá, em parceria com a FAF, para que, no máximo em um ano, todos os campeonatos passem por esse controle.

Recompensa

Para o presidente da FAF, Netto Góes, o momento foi uma oportunidade gratificante de incentivo ao futebol de base do Amapá.

“É preciso incentivar o futebol de base e temos procurado formas de encontrar esses novos atletas e dar espaço para o seu crescimento. Ver que o futebol ainda alimenta o sonho de tantos jovens é a melhor recompensa. Melhor ainda é contar com o apoio da CBF nessa missão”, concluiu o presidente.

Festival

A programação do seminário continua nessa sexta-feira, 16, com o Festival de Futebol no Zerão. Meninos e meninas do Amapá estarão em campo, sob o olhar da equipe da CBF que atua como olheira pelo Brasil, incluindo o treinador da Seleção Brasileira Sub-15. O Festival acontece de 09 às 12:00hs.

Por Marcelle Nunes
Comunicação FAF
96- 98106-4232

Treinador da Seleção Brasileira Sub-15 palestra em seminário da CBF em Macapá

Paulo Victor Ramos, treinador da Seleção Brasileira Sub-15, é um dos palestrantes no Seminário de Futebol na Infância e Adolescência que começa nesta quinta-feira, 15. A programação é uma iniciativa da Federação Amapaense de Futebol (FAF) em parceria com o departamento social da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). O evento acontece no Museu Sacaca, de 14:00 às 18:00hs.

Além do treinador da Seleção, estarão presentes Diogo Netto, gerente de Responsabilidade Social e Sustentabilidade da CBF e Fernando Soleira, coordenador da Comissão Médica e de Combate à Dopagem da CBF. As palestras dos três representantes serão sobre “Identificação e Desenvolvimento do Talento no Futebol”, “Prevenção ao Doping no Futebol” e a “Proposta de Trabalho na Seleção Brasileira”.

Olheiro

O jogador Branco, herói na Copa de 94, chega para o Festival do Futebol, que acontece na sexta-feira, 16, no Zerão, e reúne meninos e meninas de 09 a 13 anos para jogar sobre a avaliação do jogador, que é o coordenador de Seleções de Base da CBF e vem como olheiro dos talentos do Amapá.

A participação no seminário é gratuita e as inscrições podem ser feitas pelo link http://portalcbfsocial.cbf.com.br/futebol_base_amapa

Confira a programação do evento: 

Seminário de Futebol na Infância e Adolescência – CBF Social

Dia: 15/08/2019

Local: Auditório do Museu Sacaca

14h – Abertura – Netto Góes- Presidente da Federação Amapaense de Futebol.

14h:30: Palestra Identificação e Desenvolvimento do Talento no Futebol.

Por Diogo Netto

Gerente de Responsabilidade Social e Sustentabilidade da CBF.

Doutor em Medicina Esportiva na Infância e na Adolescência.

Mestre em Fisiologia da Performance

Formado em Educação Física.

15h30: Palestra Combate ao Doping no Futebol

Por Fernando A. Solera.

Médico

Coordenador da Comissão Médica e de Dopagem da CBF.

Oficial Médico Controle de Dopagem da FIFA.

Membro da Comissão Médica e Unidade Antidopagem da CONMEBOL.

Membro da Câmara Técnica de Medicina do Esporte do Conselho Federal de Medicina – CFM

16h30: Intervalo

17h: Palestra Proposta de Trabalho na Seleção Brasileira

Por Paulo Victor Rodrigues Gomes

Graduado em Ed. Física (licenciatura e bacharelado)

Pós- graduado em Futebol e Futsal

Licença A CBF Academy

Clubes por onde passou:

2013/2014

Gremio Novorizontino-SP

2015/2017

Palmeiras-SP

2017 até o momento

Seleção Brasileira Sub-15

18h: Encerramento

Sexta-feira, 16
Festival do Futebol com o jogador Branco, olheiro e coordenador das Seleções de Base da CBF
Local: Estádio Zerão
Horário: 9:00 às 12:00hs

Marcelle Nunes
Jornalista – Macapá/AP
(96)98106-4232

Herói de 94, jogador Branco vem ao Amapá como olheiro da Seleção Brasileira

O seminário sobre futebol na infância e adolescência, que será realizado pelo CBF Social e Federação Amapaense de Futebol (FAF), promete alimentar não só a discussão sobre o esporte como caminho de crescimento pessoal, mas também o sonho de tantos jovens de serem notados por um olheiro da Seleção Brasileira.

Para a missão tão importante de avaliar os jovens desportistas participantes do seminário, a FAF confirmou a vinda do jogador Branco, um dos heróis do título do Brasil na Copa do Mundo de 1994.

Programação

Branco participará do seminário que inicia no dia 15 de agosto em Macapá, e encerra no dia 16, com um festival de futebol para meninos e meninas entre 9 e 13 anos.

Nesse momento, os desportistas estarão sob o olhar atento do ex-lateral, que além da Seleção Brasileira, atuou em clubes como Internacional, Fluminense, Grêmio, Corinthians, Flamengo e tem passagens por equipes de Portugal, Itália e Inglaterra, participou do título da Copa América de 1989.

Inscrições

Todos os jovens entre 9 e 13 anos podem se inscrever para o seminário da CBF Social no Amapá, as inscrições são gratuitas e devem ser feitas no link http://portalcbfsocial.cbf.com.br/futebol_base_amapa. O processo de inscrições é rápido e será gerido pela própria CBF em parceria com a FAF.

CBF Social

Lançado em junho de 2015, o CBF Social é um departamento exclusivo da Confederação Brasileira de Futebol para fomentar ações de responsabilidade social por meio do esporte. Desde que foi criado, o CBF Social já beneficiou mais de cem mil pessoas de diferentes faixas etárias e gêneros, e pela primeira vez chega ao Amapá por meio de uma articulação da FAF.

“Nossos esforços são para que o Amapá volte a ter um futebol de base forte, e para isso, investimos nos jovens desportistas com ações como essa, em parceria com o CBF Social. É importante que os jovens saibam que o jogador Branco representa uma Seleção Brasileira que está sempre em busca de novos talentos. É uma oportunidade única”, concluiu Netto Góes, presidente da FAF.

Marcelle Nunes
Jornalista – Macapá/AP
(96)98106-4232

Hoje o time do Trem Desportivo Clube enfrenta a equipe do CRB-Alagoas pela Copa do Brasil sub-17

Nesta segunda-feira, 05, o time do Trem Desportivo Clube enfrentará o CRB- Alagoas em disputa pela Copa do Brasil sub-17. O jogo acontece no Estádio Zerão, às 20:30, e é um dos 16 jogos da primeira fase do campeonato deste ano.

A tabela desse ano da Copa do Brasil sub-17 traz como grande novidade a presença de representantes de todos os estados brasileiros.

A Copa do Brasil sub-17 está prevista para começar neste domingo, 04 de agosto, e de acordo com o regulamento específico, os confrontos da primeira fase serão realizados em jogo único na casa do clube que teve sorteado o mando de campo.

A partir da segunda fase (oitavas de final), os confrontos serão disputados em dois jogos (ida e volta) nos dias 14 e 21 de agosto. A decisão do título está agendada para os dias 22 e 25 de setembro.

Marcelle Nunes – Jornalista – Macapá/AP
Contato: (96)98106-4232
Assessoria de Comunicação da FAF

Moedas e Curiosidades: “Olimpíadas Abaixo de Zero” – Por @SMITHJUDOTEAM

Por José Ricardo Smith

O primeiro contato que tive com os Jogos Olímpicos de Inverno, foi quando assisti o filme “Jamaica Abaixo de Zero (Cool Runnings – 1993), que conta vagamente a história verídica da equipe de Bobsleigh da Jamaica. Recentemente adquiri na minha coleção uma das moedas comemorativas, a da Tocha Olímpica, dos jogos de Sochi 2014. Os organizadores das Olimpíadas de Sochi 2014, fizeram quatro moedas de cupro-níquel com valor facial de 25 Rublos para divulgar e homenagear o evento, com 27mm de diâmetro e 10g de peso, cada moeda representava um tema diferente dos jogos: o Emblema “Sochi 2014.ru”, as Mascotes Olímpicas, as Mascotes Paraolímpicas e a Tocha Olímpica.

A Olimpíada de Inverno de Sochi 20114, reuniu 3,5 mil atletas de 88 paises num balneário do sul da Rússia, às margens do Mar Negro. Foi a 22ª edição dos jogos, que reúnem modalidades praticamente desconhecidas no Brasil, praticados em países em que a neve e as temperaturas abaixo de zero são comuns.

Curiosamente, a Olimpíada se realizou em uma cidade em que a média das temperaturas mínimas nunca ficavam abaixo de 4°C. Temendo que faltasse neve durante o evento, os organizadores decidiram estocar toneladas dela.

A Olimpíada teve 98 medalhas de ouro em disputa, em provas de 15 esportes. Uma das modalidades mais curiosas é o Curling – um esporte ao estilo da bocha – em que os participantes deslizam oito pedras de granito de 20kg em uma pista de gelo de 45,5 metros.

Outro esporte interessante é a corrida de trenó, em que homens e mulheres em trajes apertados arriscam suas vidas em um túnel de gelo, onde as velocidades podem chegar a 150km/h. São três modalidades: Bobsleigh, Skeleton e Luge.

Apesar do calor predominante em todo o país, o Brasil teve 13 atletas competindo em sete modalidades, um recorde. A delegação pode parecer pequena, mas foi maior que a de países de clima frio, como Dinamarca, Bélgica e Islândia.

“Sochi 2014.ru” é até agora o único emblema que contém um domínio de internet. O espelho entre o “Sochi” e o “2014” refletindo significa a localização da cidade entre o mar e as montanhas. O principal componente deste logotipo são os anéis olímpicos que estão em tamanho grande, contrastando coma cor azul, mostrando que Sochi 2014 é um símbolo de progresso para o “Movimento Olímpico”. A mudança das cores e o design interior do resto do emblema encoraja as pessoas a se expressarem, misturando o emblema com imagens tradicionais ou então com uma visão ultra-moderna.

Os jogos foram realizados em dois locais, um na área costeira de Sochi, onde os eventos de gelo foram realizados, e outro na Clareira Vermelha, onde foram realizados os eventos de neve.

* José Ricardo Smith é professor e numismático.

Estação Esporte: “remada” proporciona diversão e serviços sociais ao público

Sábado de sol, com muita programação de esporte no Macapá Verão. A Estação Esporte, realizada pela prefeitura, proporcionou um verdadeiro passeio pelas águas do rio Amazonas, na tarde de sábado, 20.

O passeio teve como objetivo apresentar a modalidade esportiva “Remada”, também conhecida como “Stand-up paddle”. O esporte, em crescimento na capital e no Brasil, é uma variação do surf, onde os participantes praticam a modalidade com remos e em pé na prancha.

De férias em Macapá, a estudante de enfermagem Elisandra Arruda, que mora em Belém (PA), participou da programação. “Aproveitei as férias para vir a Macapá e quando meu namorado falou sobre a remada me interessei em conhecer o esporte. Estou adorando, em Belém não temos esse tipo de evento organizado pelo poder público. Parabéns aos idealizadores, está tudo muito legal”, comentou a turista.

Além do lazer, o desenvolvimento das potencialidades turísticas e a geração de renda são foco da programação. Para João Rodrigues, comerciante informal e morador do bairro Cidade Nova, no entorno da orla do Jandiá, a programação abre portas para melhorar a renda no mês de julho. “Participei na sexta-feira também lá no Araxá, e fiquei sabendo que hoje teria essa programação aqui, está tão bonita que eu aproveitei para trazer os meus meninos para brincar enquanto eu vendo meus refrigerantes e a minha batata frita, e garantir um dinheirinho a mais”, comentou o comerciante.

A programação contou ainda com ações sociais, como corte de cabelo e zumba. A cabeleireira Joana Velar aproveitou a oportunidade para disponibilizar gratuitamente o seu trabalho à criançada da comunidade. Quem também esteve com serviços voluntários foram as idealizadoras do projeto Cuidadoras da Alegria, Dilmara e Eliane Santana, que animaram o público com muita dança e atividades de raciocínio lógico.

O grupo da remada contou com a segurança proporcionada pelas equipes do Corpo de Bombeiros e Marinha, que deram suporte durante o trajeto. E, claro, com o barco de apoio, para quem cansava no meio do percurso.

A programação do Macapá Verão continua até o dia 1º de agosto, com a Estação Lunar, na praia da Fazendinha.

Amelline Borges
Assessora de comunicação/PMM
Fotos: Gabriel Flores

Tralhoto e Estrela vencem 4º Torneio Macapá Verão de Futlama

O Torneio Macapá Verão de Futlama retornou ao complexo do Jandiá neste sábado, 20. A modalidade, genuinamente amapaense, sagrou campeãs as equipes do Tralhoto (masculino) e Estrela (feminino), em partidas emocionantes às margens do rio Amazonas, na Estação Esporte.

Os jogos foram marcados por muito equilíbrio e 16 equipes (8 no masculino e 8 no feminino) estiveram na disputa. Duas arenas foram montadas no complexo do Jandiá e o público compareceu para prestigiar as partidas. O futlama possui equipes com nomes regionalizados e que remetem a aves e peixes da região amazônica. Por isso, Tralhoto, Piramutaba, Boto, Flor de Lis, Caratai e outros brigaram pelo título.

O torneio iniciou por volta das 10h, quando a maré já estava baixa. A maré, por sinal, é quem dita o horário dos jogos. Na final, com a maré já enchendo, o Tralhoto bateu a equipe do Boto, por 3 a 1. Destaque para o atleta Ruan, que marcou duas vezes. “Foi um bom torneio. Fazia tempo que a gente não jogava aqui no Jandiá. Está de parabéns a organização”, disse.

Na avaliação da Coordenadoria Municipal de Esporte e Lazer (Comel), o resultado foi muito positivo. Segundo a coordenadora Naldima Flexa, o mais importante é que o público voltou a comparecer ao Jandiá e atendeu ao chamado. “Conseguimos atrair a população, que tanto pedia o retorno do futlama para o Jandiá. Foi uma bonita competição, com torcida e times organizados, o que deixaram a festa muito mais bonita”, afirmou.

A atleta Karine do Estrela ficou satisfeita e afirmou que as equipes femininas precisam de incentivos como este. “Conseguimos o título e é importante apoiar o futlama feminino. Tudo muito bem organizado, e agora iremos comemorar”, disse. Mais de 200 atletas e membros das comissões técnicas dos times estiveram envolvidos no Torneio Macapá Verão de Futlama. Foram distribuídos troféu e medalhas como premiação aos times vencedores.

Jonhwene Silva
Assessor de comunicação/PMM
Fotos: Jhenni Quaresma

Hoje é o Dia Nacional do Futebol

download (7)

Hoje é o Dia Nacional do Futebol, uma data que foi escolhida em 1976 pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), em homenagem ao time mais antigo do país em atividade, o Sport Club Rio Grande, do Rio Grande do Sul, fundado no dia 19 de julho de 1900.

mano

Eu e meu irmão, Emerson Tavares, amamos futebol. Ele muito mais que eu. Começamos a gostar do esporte por causa de nosso saudoso pai, José Penha Tavares (papai foi goleiro dos times amapaenses São José e Ypiranga). O velho nos levava para assistir aos jogos no antigo Estádio Glicério Marques, no centro de Macapá. Falar nisso é uma verdadeira overdose nostálgica.

1987

Também por influência do papai, nos tornamos flamenguistas. Graças a ele e a Deus, claro. Nunca fui bom de bola, batia muito, era perna de pau, mas sempre acompanhei o esporte e acompanho até hoje. Ah, eu ia esquecendo, aqui no Amapá, torço pelo Ypiranga, mas o futebol local ainda tem muito que melhorar.

Meu irmão Emerson, o maior flamenguista que conheço. E desconfio que o remista mais doente também. Graças a Deus, sou bicolor no Pará. Azar mesmo é quem torce pro Vasco, aquele time da série B.
galera-do-mengão1
Mas voltando a futebol de verdade, nas mesas dos bares, todos somos técnicos apaixonados, sempre temos uma desculpa, observação ou piada. O futebol não tem lógica, essa é a graça. O esporte é amor, paixão, sorrisos, lágrimas, encarnação, apostas, discussões, confraternização e, acima de tudo, emoção.

Há muito, o esporte deixou de ser uma preferência masculina, ainda bem, assistir aos jogos nos bares ficou muito mais convidativo (risos).

Minha relação com o futebol é somente de torcedor, não jogo bola e não jogaria mesmo se não fosse gordo. Gosto é de assistir e tomar cerveja.
euesalmeng_o
Enfim, amamos futebol, apesar daquele fatídico 7×1. Principalmente o Flamengo, mas independente de qual seja o seu time, viva o futebol, pois ele faz parte da nossa cultura.

Elton Tavares

FAF e CBF Social realizam primeira ação em Macapá

A Federação Amapaense de Futebol (FAF) traz para Macapá a primeira ação local da CBF Social, um departamento exclusivo da Confederação Brasileira de Futebol criado para fomentar a responsabilidade social por meio do esporte.

A abertura dessa parceria será por meio de um seminário sobre futebol na infância e adolescência, com inscrições gratuitas e participação de representantes da CBF.

A programação começa dia 15 de agosto e encerra dia 16 com um festival de futebol para meninos e meninas entre 9 e 13 anos.

O presidente da FAF, Netto Góes, explica que o encerramento do programa também servirá como vitrine para novos talentos já que terá a presença de um olheiro da seleção brasileira em solo tucuju.

As ações da CBF Social chegam ao Amapá não só com a discussão sobre o incentivo responsável do esporte para categorias de base, mas para permitir que nossos talentos em potencial sejam vistos pelo Amapá e por um olheiro da seleção. A FAF quer que nosso futebol cresça mais”, disse.

Inscrições

As inscrições para o Seminário sobre Futebol na Infância e Adolescência já estão abertas e só podem ser feitas através do link http://portalcbfsocial.cbf.com.br/futebol_base_amapa.

Marcelle Nunes
Assessoria de comunicação da FAF

Comissão da FAF orienta clubes sobre mudanças nas regras do futebol para o sub-15

A Comissão de Arbitragem da Federação Amapaense de Futebol (FAF), através da Escola Estadual de Arbitragem, tem percorrido os Centros de Treinamento (CT) dos clubes que estão na disputa do campeonato sub-15 desse ano. O objetivo da equipe é diminuir as advertências em campo que podem, a depender da falha, prejudicar o rendimento do time.

Marilene Matta, diretora da Comissão da Arbitragem da FAF, diz que o contato com os times foi uma solicitação de seus próprios dirigentes, que acreditam que orientar o atleta pode prevenir erros irreversíveis em campo.

“As regras da arbitragem estão em constante evolução e colocamos nossa equipe à disposição dos clubes para esclarecer quanto às alterações válidas para 2019/2020 a todos os participantes desse campeonato, como por exemplo, o tempo com a bola que agora pode ser maior. Saber isso vai ajudá-los a render mais durante os jogos”, explicou a diretora.

Das 17 regras que regem os movimentos em campo, 15 foram alteradas pela CBF esse ano, e passaram a valer para todas as competições desde 1º de junho.

Dos cinco times que disputam o sub-15, quatro já receberam as orientações da FAF em seus CTs. São Paulo, Trem, Ypiranga e Santos colocaram os jovens jogadores para aprender sobre as mudanças e garantem que o aprendizado será cobrado a cada partida.

Campeonato

No próximo sábado, 13, acontece a 3ª Rodada do sub- 15, com partida entre Ypiranga e Santana, no campo do Trem Desportivo Clube. Ao todo, serão 16 jogos, com final de campeonato prevista para o dia 26 de agosto.

Serviço:

Marcelle Nunes
Jornalista – Macapá/AP
(96)98106-4232