Curso de Fotografia Nível Intermediário

Avance sua técnica fotográfica para o próximo nível. Aprenda como dirigir na prática ensaios fotográficos com modelos masculinos e femininas.

Aprenda técnicas de fotografia de ação durante a aula externa de fotografia de esportes radicais e melhore sua precisão e criatividade na fotografia de produtos e alimentos.

O curso é composto por 5 workshops super práticos pensados para colocar você em situações reais do mercado fotográfico melhorando seu posicionamento nele! Inscreva-se!

Principais informações:

Curso Práticas Fotográficas (Nível Intermediário)
Investimento: R$ 300,00 (4x no cartão)
Pré-requisito: Possuir câmera fotografia DSLR e fotografar no modo manual
Local de inscrição: Foto Nunes – Av. Diógenes Silva, 1098, Trem
Inscrições online: https://pag.ae/7UTb9BKb1 (boleto ou cartão)
Período das aulas: de 20 a 25/5
Horário: das 19h às 21h30
Informações: 981183510 (whats)

Poema de agora: Em Noite de Lua Cheia – @alcinea

Foto: Elton Tavares

EM NOITE DE LUA CHEIA

Vamos namorar na praça, meu bem,
aproveitando este luar que se derrama sobre a cidade.
Abraçados contaremos histórias do espaço sideral
e embarcaremos numa nave brilhante
que nos espera no centro da praça.
Trocaremos juras de amor entre as estrelas
E lá do alto veremos a Terra
como um imenso bolo confeitado com anelina azul-ternura.
Vamos namorar na praça, meu bem,
e embarcar na nave brilhante
que pousará na Lua
onde com um lápis mágico faremos um desenho.
Já pensou, meu bem, na surpresa dos astronautas
quando virem na lua um coração com nossos nomes dentro?

(Alcinéa Cavalcante)

Projeto de fotografia dá novas possibilidades a moradores do Itaubal, no Amapá

Por Lívia Almeida

Os moradores do município de Itaubal do Piririm, localizado a 90Km da capital, têm a partir de hoje (10/04) a oportunidade de participar do projeto “Aprimorando o Click”, que consiste em um workshop de noções básicas de fotografia, com início no dia 08 de maio e se estende até o dia 30 do mesmo mês.

Esta é a 2ª edição do projeto, que foi idealizado pelo professor e fotógrafo, Odeni Tavares. Segundo Odeni, o objetivo do projeto é “trabalhar no indivíduo o aprimoramento da captura de uma boa imagem através dos conhecimentos básicos sobre fotografia. Além de despertar a criatividade artística dos participantes, construindo um olhar diferenciado para a realidade que o cerca.

Neste workshop, em especial, a ferramenta utilizada será o telefone celular.

Inscrições

Como mencionado anteriormente, as inscrições no último dia 10 de abril e vão até o dia 02 de maio.

As inscrições vão ocorrer na Escola Estadual Wilson Hill. Os interessados devem preencher uma ficha de inscrição para participar do projeto. O investimento é de R$ 12, que será utilizado na compra das premiações e para custeio do projeto.

Premiação

Ao final do curso haverá a escolha das três melhores fotografias, que serão selecionadas por um júri técnico formado por fotógrafos profissionais e professores de artes visuais. As fotos selecionadas serão premiadas. Entre os prêmios estão uma bicicleta e um Curso Básico de Fotografia no Foto Nunes (1º lugar), uma bicicleta (2º lugar)e R$ 100 (3º lugar).

Público-alvo

Podem participar do projeto alunos da escola Wilson Hill e moradores também. A primeira edição do “Aprimorando o Click” foi voltada a alunos do ensino médio da escola, mas o sucesso foi tão grande que o idealizador do projeto resolveu estendê-lo à comunidade.

Aprimorando o Click

Além de possibilitar uma nova visão aos moradores do município, o projeto “Aprimorando o Click” também incentiva o conhecimento de um outro mundo através da fotografia. Em um momento histórico onde passamos por tantos problemas sociais, principalmente os jovens, ações como esta resgatam vidas e despertam dons de pessoas.

De acordo com o professor Odeni, a ideia do projeto “surgiu ao observar que os jovens têm a prática de capturar fotos fazendo uso do celular e fazer suas publicações nas redes sociais, mas sem os conhecimentos básicos da fotografia para se capturar boas fotos. E isso repercutia em fotos desfocadas superexpostas(estouradas) ou subexpostas(escuras), mal enquadradas, sem nitidez. E com o celular dá para fazer boas imagens, basta se apropriar de algumas regrinhas da fotografia, o que faz muita diferença”.

SERVIÇO

APRIMORANDO O CLICK
Inscrições: 10/04 a 02/05
Workshop: 08 a 30/05 (tarde e noite)
Culminância: 19/06 – 15h
Local: Escola Estadual Wilson Hill
Investimento: R$ 12
Mais informações: 98413-7317 (Odeni Tavares)

Escrita a esmo na luz do fim de tarde

Me deu vontade de escrever, mas não sabia sobre. Aí comecei a esmo e deu nisso aí:

Gosto da luz de fim de tarde para fotografar, de exagerar na dose ou em muitas delas. Também curto um pouco de indecência. Não sou dado a uma vida normal ou viver igual a todo mundo. Sou um tanto inquieto, brigão, incandescente, glutão, sem modos, desbocado, politicamente incorreto, entre outras coisas tortas.

Gosto de beber e conversar com meu irmão, tios e amigos. Do amor e do carinho da minha mãe. Gosto de ver minha avó saudável. Gosto de brincar com minha sobrinha e escutar a risada da Maitê. Na verdade, amo esses gostares ditos neste parágrafo.

Adoro ir a shows de Rock and Roll, de assistir séries confinado em um quarto frio e escuro. Gosto também de coisas desnecessárias, até levemente venenosas como biritas e comidas nada saudáveis.

Fico feliz em lembrar histórias do passado, mas sigo em frente sempre, já deixei de ficar preso a memórias há tempos.

Sou obcecado por fazer quem amo feliz, ironicamente firo essas mesmas pessoas por conta de pedras em minhas mãos, como disse o Renato, tudo por falta de paciência (que se vendesse em farmácia, eu seria viciado em tais comprimidos).

Sofro de ansiedadeade e sou refém de horários. Odeio esperas, sejam elas de toda ordem. Filas e senhas então, cruzes!

Às vezes, tenho que voltar para os trilhos, por conta de minha natureza rude, quase doentia. O que não combina com a sede de conhecimento, espiritualidade, discernimento e dedicação profissional (sem nenhuma modéstia, gabo-me dessa última, pois é a única coisa em que sou bom, de fato).

Ao mesmo tempo em que adoro figuras inteligentes, que falam de tudo, misturam elementos do cinema, literatura e músicas, detesto a arrogância da maioria delas. Mesmo erro recorrente deste jornalista, que hipocritamente repete tal comportamento.

Ah, aprendi que sempre há algo de podre no Reino. E não é só na Dinamarca, não!

Como eu disse, este escrito é desconexo, sem muito sentido, texto nada a ver. Eu só queria dizer que gosto da luz de fim de tarde para fotografar.

Elton Tavares

Exposição fotográfica no AP evidencia mulheres em profissões onde homens são maioria

Mulher bombeira, na exposição ‘Trabalho de Mulher’, no Amapá — Foto: Luciana Macedo/Divulgação

Por Ugor Feio

Com imagens de mulheres em postos de trabalho onde os homens são a maioria, a fotógrafa Luciana Macedo propõe valorizar e mostrar o empoderamento feminino nesses espaços. Ao todo, 20 fotos produzidas por ela retratam o profissionalismo feminino e compõem a exposição “Trabalho de Mulher”.

A mostra começa hoje (11) e fica aberta ao público por tempo indeterminado, no prédio do Fórum da Comarca de Santana, a 17 quilômetros de Macapá.

Mulher mototaxista, na exposição ‘Trabalho de Mulher’ — Foto: Luciana Macedo/Divulgação

A fotógrafa explica que a temática da exposição discursa acerca do empoderamento feminino no ambiente de trabalho. Segundo ela, profissão não tem gênero, e ela reforça: “o lugar da mulher é onde ela quiser”.

Para Luciana, o trabalho objetiva encorajar mulheres a irem atrás de seus sonhos. Ela espera que as fotos sirvam de motivação às mulheres, para que elas galguem espaços em ambientes de trabalho normalmente ocupados por homens.

“Quero que as mulheres vejam as fotos e pensem: ‘se ela pode eu também posso’. Meus registros retratam caminhoneiras, frentistas, bombeiras, policiais, juízas de direito, mototaxistas, mecânicas e empresárias. Grandes exemplos profissionais femininos”, adiantou.

Mulher caminhoneira, na exposição ‘Trabalho de Mulher’, no AP — Foto: Luciana Macedo/Divulgação

As fotos foram resultado de dois anos de trabalho e Luciana se diz, contente, em poder encorajar mulheres a assumirem os postos de trabalho que bem desejarem. Ela ressalta também a função pedagógica da mostra, como mãe de duas meninas, de 6 e 9 anos.

Mulher bombeira em treino de operação de resgate, na exposição ‘Trabalho de Mulher’ — Foto: Luciana Macedo/Divulgação

“Me sinto feliz em oferecer uma pequena contribuição para esse trabalho tão importante. Eu sou mãe de duas meninas e fico muito preocupada com essa questão. Quero encorajá-las em suas conquistas, para que estejam preparadas para esse mundo”, contou, esperançosa.

A vernissage da exposição acontece às 8h de segunda-feira e o público poderá prestigiar a mostra de segunda à sexta-feira, no horário das 7h30 às 14h30.

A mostra conta com 10 expositores, com duas fotografias em cada lado, e surgiu em decorrência de um convite do judiciário de Santana.

O projeto é parte da programação da 13ª edição do projeto Justiça pela Paz. A mostra pretende passar ainda por todos os fóruns do estado, de maneira itinerante.

Serviço:

Exposição fotográfica “Trabalho de Mulher”
Vernissage: dia 11 de março (segunda-feira), às 8h
Horários de visitação: das 7h30 às 14h30
Local: Fórum de Santana, 2º andar
Entrada gratuita

Fonte: G1 Amapá

No Villa Nova Shopping: Exposição Fotográfica Macapá 261 ANOS vai até 28 de fevereiro

História da música do Amapá será contada em série documental de cinco episódios

Aberta no último dia 9, no Villa Nova Shopping, a exposição fotográfica “Macapá 261 anos” reúne imagens produzidas por 15 fotógrafos que registram as belezas das paisagens e do cotidiano da capital do estado.

A visitação pode ser feita no horário de 10h às 22h, no Villa Nova Shopping (Piso 1). Os interessados poderão adquirir as obras e a exposição irá até dia 28 de fevereiro.

A iniciativa é promovida pelo Foto Nunes, Photocursos e tem o apoio da agência Catavento e do Villa Nova Shopping. A maior parte dos fotógrafos que assinam a exposição já foram alunos de cursos do Foto Nunes, completando esse time, há também fotógrafos convidados.

Serviço:

Exposição Macapá 261 anos
Período de visitação: de 9 a 28 de fevereiro
Hora: das 10h às 22h
Local: 1º piso do Villa Nova Shopping
Entrada gratuita
Mais informações: (96) 98118-3510

Assessoria de comunicação

Feliz aniversário, Ana Paula! – @anaatvres

Aniversaria nesta segunda-feira (25) a minha prima Ana Paula Cunha Tavares. A nossa amada “Aninha”. Uma pessoa que amo e admiro por sua inteligência, determinação em estudar e trabalhar, além do amor dela pela família, principalmente com nossa avó, Peró.

Arquiteta talentosa, sócia-proprietária da Tapl Arquitetura, Aninha é filha do Paulo e Daci e noiva do Elder (com quem se casará em maio deste ano e todos estamos felizes por eles). Além disso é uma irmã, prima, sobrinha, neta e amiga muito amada por todos nós, o Tavares e seus amigos.

“Nada de imitar seja lá quem for. Temos de ser nós mesmos. Ser núcleo de cometa, não cauda. Puxar fila, não seguir”, disse Monteiro Lobato. Aninha é uma dessas pessoas que puxa a fila.

Ana ama o que faz, tanto que o resultado de seus projetos são verdadeiras obras de arte. Ela também gosta de música legal, de tomar uma cerveja de vez em quando e ainda é dança bem pra caramba. Adoro quando ela está por perto, pois a Aninha é gente fina e tem excelente papo.

Eu já era adulto quando Ana e Pedro (nosso primo da mesma idade dela) chagaram e trouxeram muita alegria pra nossa família. E isso já tem 24 anos, mas lembro como se fosse ontem.

Ana, tu sabes que sempre torci e sempre torcerei pela sua felicidade. Prima, que tenhas sempre saúde, sucesso e amor na tua vida. Te amo. Parabéns pelo teu dia e feliz aniversário!

Elton Tavares

ARTEAMAZON RECEBE CONVITE PARA PARTICIPAR DO EVENTO EM HOMENAGEM AO DIA DO FOTÓGRAFO


A coordenação do GERA – Grupo de Energias Renováveis da Amazônia, através do seu diretor cultural, o fotógrafo Paulo Gil, realizou convite ao ARTEAMAZON para participar do evento denominado “Homenagem ao fotógrafo amapaense”. O evento visa homenagear os fotógrafos amapaenses que foram destaque durante o ano de 2018.

Durante o evento será estará sendo realizada exposições coletiva dos fotógrafos amapaenses Manoel Raimundo Fonseca, Floriano Lima e Kurazo Okada. O co-fundador do ARTEAMAZON, Gilberto Almeida, será o cerimonialista do evento.

Sobre o evento:

Evento: Homenagem ao fotógrafo amapaense
Data: 08 de janeiro de 2019 (Terça-feira)
Hora: 19 h
Local: Biblioteca pública Elcy Lacerda – Centro – Macapá/AP
Entrada franca
Contato: 96 8102-1907 (Paulo Gil)

Fonte: ARTEAMAZON

Hoje é o Dia do Fotógrafo (minha homenagem aos amigos)

Hoje (8) é comemorado o Dia do Fotógrafo e da Fotografia. Acredita-se que a data é relembrada no Brasil por conta da chegada do daguerreótipo, vindo de Paris (FRA). Segundo um artigo publicado na Revista de História da Biblioteca Nacional, o aparelho de Louis Jacques Daguerre embarcou na madrugada de 25 de setembro de 1839, chegando à América do Sul em 8 de janeiro de 1840.

O fotógrafo, de acordo com o conceito da palavra, “é um profissional que elabora fotografias estáticas ou dinâmicas. Eles atuam em áreas diversas como fotografia de filmes, fotojornalismo, fotografia de publicidade, fotografia de natureza, fotografia de moda, aerofotografia, fotografia subaquática, fotografia documental, fotografia de guerra e fotografia panorâmica”.

Até aí, nenhuma novidade. Mas o lance que diferencia um fotógrafo de um reles apertador de botão é a sensibilidade, o olhar, o talento de capturar imagens. Os verdadeiros fotógrafos sacam os elementos necessários para obter uma boa foto. Por exemplo, eles percebem que tipo de luz, qual ângulo e tantos outros elementos para seus registros. É preciso muito estudo e conhecimento para se tornar grande nesta área.

Existem meros apertadores botão, como eu, que registram imagens pelo simples prazer de congelar momentos ou meramente gostar de fotografia. Mas este post é uma homenagem aos fotógrafos de verdade, os profissionais.

Sabem aquela famosa frase: “Uma imagem vale mais do que mil palavras”? Pois é, tem muita gente que faz fotos que não precisam de um grande texto ou legenda. Admiro quem é capaz de fazer fotografias deste tipo.

Já trabalhei com muitos fotógrafos, a maioria deles muito bons e uma minoria nem tanto. Admiro muitos deles. Alguns pelo talento, outros pelo profissionalismo e aqueles que são grandes amigos.

Portanto, hoje homenageio estes profissionais, que às vezes não são reconhecidos, mas que são fundamentais para o jornalismo. Minhas homenagens aos repórteres fotográficos e aos fotojornalistas que fazem fotos com maestria, muitas das vezes colocando poesia em pixels.

É por meio das lentes desse profissional que conseguimos ver o que acontece em nossa cidade, país e mundo. Eu particularmente, me encanto com uma bela foto, seja artística ou jornalística.

Meus parabéns vão principalmente aos amigos: Maksuel Martins, Márcio Pinheiro, Aog Rocha, Adson Rodrigues, Bernadeth Farias, Gabriel Penha, Daniel Alves, Vandy Ribeiro, Regi Cavaleiro, Alexandre Brito, Jorge Junior, Sal Lima (o mais doido e brother que conheço), Alex Silveira, Kise Machado, Kurazo Okada, Geová Campos, Toninho Junior (Javali), Kitt Nascimento, Mariléia Maciel, Hellen Cortezolli, Sérgio, Silva, Jaciguara Cruz, Gê Paula, Chico Terra, Marcos Xis, Max Renê, Alcinéa Cavalcante, Marcelo Corrêa, Cleito Souza, Erich Matias, Rui Brandão, Flávio Cavalcante, Floriano Lima, Raimundo Fonseca, Gilberto Almeida, Juvenal Canto, Nicole Cavalcante, Luciana Macedo, Ewerton França, Paulo Rocha, Kallebe Amil, Lee Amil, Halanna Sanches e Márcia do Carmo (a fotógrafa mais boçal do Amapá).

papa
Meu grande amigo “Papa”

Desejo a todos estes amigos o melhor ângulo, a câmera mais porrada, a melhor imagem e, é claro, ainda mais sucesso.

Ah, é preciso citar o velho fotógrafo Antônio Sena, o nosso querido “Paparazzi”, que foi fotografar no céu, há quatro anos. Papa, “in memoriam”, que fique registrado, onde estiveres, você é brother!

“A fotografia, cujos progressos são imensos e que está, a nosso ver, mui bem classificada entre os materiais das artes liberais, fala aos olhos e detém cativa os curiosos fatigados” – Eça de Queirós.

Elton Tavares

Com exibição de dois filmes sobre fotografia, hoje rola Sessão Especial de Cinema em homenagem ao Dia do Fotógrafo

Hoje, a partir das 19h, no Foto Nunes, vai rolar uma Sessão Especial de Cinema. Em cartaz estarão dois documentários sobre os caminhos e descaminhos dessa arte/profissão. A exibição dos filmes será mais uma edição do projeto Janela Fotográfica e será realizada por conta do Dia do Fotógrafo, celebrado neste 8 de janeiro.

Os amantes da fotografia terão a oportunidade de curtir as películas, mas a entrada é franca e as vagas são limitadas. Interessados em participar do evento devem fazer sua reserva enviando uma mensagem no in box aqui da página do Facebook do Foto Nunes: https://www.facebook.com/fotonunes/

Serviço:

Sessão Especial de Cinema
Local: Foto Nunes, na Avenida Diógenes Silva, Nº 1098, no bairro do Trem
Hora: 19h
A entrada é franca e as vagas são limitadas.
Informações: 981183510 (whats)

Elton Tavares, com informações do Foto Nunes.

NOTA DE PESAR do SINDJOR/AP

Johnny Sena

É com profundo pesar que o Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Amapá (Sindjor) e a Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) comunicam o falecimento do repórter fotográfico, Adilson Johnny Mendes de Sena, 49 anos, ocorrido nesta quinta-feira, 29, em acidente de trânsito na BR-210. O profissional desempenhava suas funções, atualmente, na Prefeitura Municipal de Pedra Branca do Amapari.

Johnny Sena, como era mais conhecido profissionalmente, deixa três filhos: Maurício, Gabriel e Matheus.

O Sindjor e a Fenaj lamentam a irreparável perda e neste momento de dor se solidarizam com a família enlutada.

Macapá, 29 de Novembro de 2018.

Federação Nacional dos Jornalistas – FENAJ.
Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Amapá – SINDJOR/AP.

Paixão pela natureza

Poucos foram os fotógrafos que colocaram um ideal além de sua arte ou de seus interesses financeiros. Um desses é Adilson Johnny Mendes de Sena, ou simplesmente Johnny Sena. Ele se destacou em diversos meios de comunicação por capturar cenários maravilhosos do Amapá, sua grande paixão.

Foi para compartilhar essas belas imagens com a imprensa nacional, que o fotógrafo criou a Sena Photo Bank, empresa que montou em Macapá, reunindo um acervo de dezenas de milhares de fotografias do Estado. A arte de Johnny acumula vários prêmios fotográficos, dentre eles o de melhor repórter fotográfico do Amapá, além da primeira colocação no concurso promovido pela Rede Amazônica, em Manaus – “Um olhar sobre a Amazônia” e, segundo lugar, no concurso de jornalismo daquele Estado.

Johnny Senna ainda foi finalista na promoção da ONU, “Brasil e Meio Ambiente”, onde teve foto exposta. Realizou cinco mostras individuais e participou de três exposições coletivas de fotografias, além de possuir fotos em cartões telefônicos da Telemar e nos trabalhos produzidos pelo projeto “Conheça e valorize o Amapá”.

Como repórter fotográfico, ele somou a seu currículo a atuação em jornais regionais e nacionais, como Jornal do Dia (RJ), Jornal do Brasil(RJ), Hoje Amapá (AP), Amazonas Em Tempo (AM) e nas revistas Nova Escola, Isto É, Claudia, Enfoque Amazônico e Amazon View, as duas últimas editadas na região.

*Texto adaptado de Apolonildo Britto – Revista Amazon View

Fonte: blog do jornalista Cléber Babosa