Abrasel elege nova diretoria para triênio 2021/2024

Por Lana Caroline

Na quarta-feira (22), o conselheiro Sandro Belo e a executiva da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes no Amapá (Abrasel/AP), Mariana Zampolo, esteve no programa radiofônico Café com Notícia (Diário 90,9 FM) para falar sobre a sua nova diretoria da entidade.

O empresário do setor de gastronomia oriental, Yukio Nagano foi, novamente, eleito como presidente da Abrasel no Amapá para o triênio 2021/2024. A eleição ocorreu na tarde da segunda-feira (20).

“Temos uma nova diretoria composta por diversos empresários de diversos seguimentos dentro da gastronomia e o misto de experiência para que possamos continuar entregando serviços para a sociedade”, disse Sandro.

A nova diretoria conta com nomes importantes para a gastronomia no estado, experientes e com uma nova geração de empreendedores que desejam fomentar ainda mais a gastronomia local.

“A Abrasel tem por objetivo promover a nossa gastronomia, de melhorar a imagem do Amapá usando diversas estratégias. A entidade qualifica bares, restaurantes e similares; promove as empresas através dos eventos gastronômicos; e busca representar essas empresas na sociedade”, disse Mariana.

A Abrasel já possui 16 anos de atuação no Amapá e conta com mais de 2,5 mil CNPJ’s cadastrados na entidade. Tem como missão representar e desenvolver o setor de alimentação fora do lar, facilitando o empreender e a qualidade de vida. Compreende bares, restaurantes, lanchonetes, buffets, cozinhas industriais, hamburguerias, docerias, cafés, boates etc.

Fonte: Diário do Amapá.

O Amapá já tem os três pratos finalistas do concurso gastronômico que irá reconhecer o melhor chef de cozinha tucuju

A edição 2021 do concurso “Enchefs” que dará ao vencedor local, além do título de melhor chef de cozinha do estado, a possibilidade de concorrer ao prêmio máximo da gastronomia brasileira – o Dólmã, em dezembro, em Bélem, saindo do luxo e glamour das últimas cinco edições, este ano, busca a valorização da comida de lugar, com o tema: “Gastronomia popular no Mercado Central de Macapá”.

Realizado desde 2016 em Macapá, o “Enchefs” vem valorizando os profissionais e a gastronomia local. Nesta edição, o concurso que é totalmente gratuito, recebeu dezenas de inscritos, com novas receitas com pratos criativos a base de ingredientes regionais que passaram pela peneira da primeira fase da disputa – atendendo aos critérios do concurso, bem como, pela análise perita e criteriosa de cinco conceituados jurados que votaram nas três receitas a partir de conceitos técnicos e sem mesmo conhecerem seus respectivos criadores.

Conheçam abaixo os pratos finalistas que ganharam a oportunidade de serem apresentados a sociedade e júri final no Mercado Central de Macapá.

Dia 13 de setembro (segunda-feira):

15h Prato: Filé das ilhas ao molho nobre: filé e queijo de búfalo ao molho de cebola caramelizada com vinho tinto; servido como prato principal.
16h Prato: Latitude Zero: delicioso crepe com doce de cupuaçu e calda de açaí; servido como sobremesa;
17h Prato: Bolinho Capitão – lembranças e raízes: bolinho de feijão verde, charque e manteiga de garrafa sobre uma cama de creme de queijo coalho, acompanha molho pesto. Servido como entrada.

O concurso é uma das diversas atividades e atrações oferecidas pela Prefeitura de Macapá, através do Instituto Municipal de Turismo (MACAPATUR) e conta com o apoio da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (ABRASEL). De acordo com a organização do Enchefs AP, o sigilo do nome dos chefs até o teste dos pratos é importante para garantir idoneidade do concurso. Ainda segundo a organização, o objetivo do concurso é valorizar a gastronomia local e seus profissionais e fazer de Macapá e o Amapá, referência em gastronomia. O concurso terá entrada franca.

Assessoria de comunicação do do concurso “Enchefs” 2021

Abertas as inscrições para o Concurso Profissional Gastronômico do Festival Enchefs AP 2021

Estão abertas as inscrições para o Concurso Profissional Gastronômico do Festival Enchefs Amapá Saberes e Sabores 2021. O evento é uma realização do Instituto Multidisciplinar, com o apoio da Prefeitura Municipal de Macapá (PMM), por meio do por meio do Instituto Municipal de Turismo de Macapá (Macapatur). A edição deste ano acontecerá no dia 13 de setembro próximo, às 15h, no Mercado Central da capital amapaense.

Indicação ao Prêmio Dólmã 

De acordo com o coordenador estadual do evento, Sandro Bello, o Concurso Profissional Gastronômico tem como objetivo principal mobilizar os(as) chefs de cozinhas ou cozinheiros(as) do estado, a concorrerem a 2 das 3 vagas ao Prêmio Nacional Dólmã. Como também, através do uso de insumos típicos regionais valorizar a História, a Cultura, o Turismo e a economia local, tendo como Elo a Gastronomia.

As inscrições serão realizadas, exclusivamente, através do link:
https://doity.com.br/concursoprofissionalap2021

Mas, antes de fazer as Inscrições os (as) Chefs de Cozinha ou Cozinheiros(as) devem ler atentamente o Regulamento do concurso no link abaixo:
https://www.facebook.com/…/a.17594019…/3084087141878172/

Praça de alimentação do Museu Sacaca oferece pratos regionais a preços acessíveis

Açaí, gengibirra, peixe frito, charque, camarão no bafo e maniçoba são algumas das opções de cardápio oferecidas pelo restaurante regional do Museu Sacaca, desde sua reabertura no dia 16 de julho.

Próximo ao Centro de Macapá, o local, é uma opção para o horário de almoço a quem procura sossego, preços acessíveis e o sabor da comida amapaense.

O visitante Ivan Brito, que trabalha como administrador de empresas, revela que sempre procura o restaurante para realizar reuniões de trabalho, devido ao clima aconchegante e da culinária impecável oferecido no museu.

“Confesso que durante a pandemia fiquei com saudades de frequentar o local. Aqui me sinto muito bem, tanto que trouxe meus colegas de trabalho para tomar café, e aproveitamos a oportunidade já para apreciar o almoço”, destaca Ivan.

De acordo com a responsável pelo restaurante regional, Rafaela Correa, o prato mais procurado pelos visitantes é o filé de filhote crocante com açaí regional.

“Nossa culinária é rica, e possui muita diversidade, não tem como não se apaixonar pela comida amapaense. E, além disso, nosso diferencial, está no próprio ambiente, cercado de natureza e cultura”, frisa Rafaela.

Os pratos oferecidos pelo restaurante variam de R$16 (executivos) a R$ 80 (porção família).

O espaço funciona de terça a domingo, de 9h às 17h. Além do almoço, o visitante também pode tomar café da manhã ou lanche da tarde.

Na praça de alimentação também há um espaço dedicado para a venda de artesanato confeccionado, por artesões amapaenses.

Desde sua reabertura, em julho, o Museu Sacaca redobrou as medidas de Segurança de combate ao covid19. Para quem deseja conhecer o local, é obrigatório o uso de máscara, distanciamento social, e no museu também é ofertado álcool em gel em vários pontos estratégicos.

Segundo a coordenadora do Museu Sacaca, Eliane atualmente o museu pode receber 200 visitantes por turno, devido ao amplo espaço.

“Fazemos o convite para as pessoas que já vieram ao museu, mas ainda não conhecem a diversidade da culinária amapaense, para prestigiar, trazer sua família, amigos e se enriquecer com nossa cultura local”, finaliza a gestora.

Texto: Jamylle Nogueira
Fotos: Kelly Pantoja
Ascom GEA

Brasil Sabor híbrido encerra com 105 mil visualizações e faturamento de R$ 450 mil em 9 dias

O 15º Festival Gastronômico Brasil Sabor, Edição Híbrida, encerra com a participação de 75 empresas de Macapá e Santana; 105.526 mil visualizações; 2.568 pedidos realizados pelo App; 7.752 clientes cadastrados e ativos no aplicativo específico do evento; e mais de R$ 450 mil em negócios. O circuito gastronômico reuniu Restaurantes; Buffets; Bares; Lanchonetes; Docerias; Hamburguerias; Churrascarias; e Sorveterias.

Sebrae

Segundo o presidente do Conselho Deliberativo Estadual do Sebrae no Amapá (CDE), Iraçu Colares, a instituição tem uma parceria significativa com a Abrasel, e mais uma vez inédita, no formato híbrido, em meio a pandemia da Covid-19, conseguiram gerar resultados expressivos e garantiram negócios para as empresas da gastronomia local, e principalmente, a satisfação do público, que utilizou os recursos tecnológicos para adquirir produtos da gastronomia amapaense em 9 dias de evento. “Agradecemos especialmente aos parceiros que somaram com o Sebrae e com a Abrasel para esse resultado de sucesso do Brasil Sabor Edição Híbrida”, disse o presidente do CDE/Sebrae/AP, Iraçu Colares.

Destaque

Os melhores da gastronomia no Brasil Sabor Híbrido – Melhor restaurante – 313; Melhor cafeteria – Empório Café Postal; Melhor culinária amapaense – Amazonas Peixaria; Melhor gastronomia de bar – Bar do Vila; Melhor serviço de delivery – Mayumi Sushi; Melhor restaurante de gastronomia internacional – Confraria Semblano; Melhor pizzaria – Fornalha; Melhor Hamburgueria – Rústico Burger Beer; Melhor churrascaria – El Petry; Melhor Sorveteria – Santa Clara; Melhor panificadora – Bom Preço; Melhor restaurante de comida a quilo – Sagrada família; Batedeira de açaí – Açaí do Thony; Melhor doceria – Tatay Doces Gourmet; Melhor lanchonete – Divina Arte; e Melhor gastronomia inclusiva (funcional, v3gana ou vegetariana) – Nutryday.

Abrasel

Para o presidente da Abrasel no Amapá, Yukio Nagano, o evento oxigenou o setor que sofre em consequência da pandemia da Covi-19. “O festival foi positivo para as empresas do circuito gastronômico; fomentou a cadeia produtiva do estado; gerou empregos; e é uma estratégia para incentivar a população a consumir os alimentos prontos, chamados deliverys, pois com a pandemia do novo coronavírus os negócios caíram entre 80% e 90%”, declara o presidente da Abrasel no Amapá, Yukio Nagano.

“Nos últimos 15 anos, o Brasil Sabor tem se apresentado não somente como um evento gastronômico gerador de entretenimento para sociedade amapaense, mas como uma estratégia de fortalecimento do setor de alimentação fora do lar, de posicionamento de marca das empresas do mercado gastronômico e de impulsionador de receitas e do empreendedorismo”, explica o executivo da Abrasel, Sandro Bello.

Negócios

Vencedor do Melhor Prato do Festival Brasil Sabor Híbrido, o empresário Manoel Maciel, do Restaurante Delícias da Capytu, apresentou o filé da gurijuba com redução no tucupi e comercializou 580 porções, que corresponde a 232kg de gurijuba. “Minha experiência foi algo fora do comum, pude obter resultados impressionantes, foi uma experiência que precisou de técnica, conhecimento para elaboração desse prato, e sem dúvida, um momento ímpar para a gastronomia tucuju”, destaca o empresário Manoel Maciel.

Os empresários Eduardo e Tinale Jucá, da Tatá Pizzaria, venderam 579 pizzas de caranguejo, obtiveram um aumento de 45% no número de clientes novos, no período do Festival Brasil Sabor, na mesma ocasião, foram atendidos pelo Programa Agentes Locais de Inovação (ALI) para a prototipação de novos produtos.

O empresário Valdes Bastos, faz referência à chef Ocinea Bastos e declara que essa foi a segunda participação da Empresa Delícias da Oci, no Festival Brasil Sabor, e destaca a importância pela visibilidade, pelo alcance de novos clientes, alavancagem nas vendas, e que o prato criado foi um sucesso, com 119 pedidos em 9 dias e que será incluído no menu do restaurante.

“Gratidão é a palavra para toda equipe da Abrasel e do Sebrae. A criação do festival e do app foram a vitrine que precisávamos para ganhar visibilidade e alcançar mais clientes nessa modalidade híbrida. Aprendemos muito, fizemos network, mais do que isso, nos conectamos com pessoas que estão na mesma causa que nós, na luta pela sobrevivência em meio à pandemia, e o festival só somou com a gente, fizemos novas parcerias, novos amigos e novos clientes”, declara o empresário Valdes Bastos, da Delícias da Oci.

A primeira Waffleria Delivery de Macapá, com inspiração que vem da Bélgica, com os famosos Waffles Belgas, a empresária da Amo Waffles, Elianey Farias, afirma que foram surpreendidos pela grande visibilidade que tiveram durante e após o festival. “Aumentamos nossa cartela de clientes e os fidelizamos. Para nós foi gratificante poder levar esse trabalho diferente e termos sido muito bem recebidos por todos”, finaliza a empresária da Amo Waffles, Elianey Farias.

Live

Na Live de encerramento, transmitida do Mercado Municipal, ponto turístico no centro da capital do Amapá, Macapá, apresenta vários destaques, entre eles, o Cantor da música regional Amadeu Cavalcante; Desafio dos Cheffs com as presenças da Chef Kátia Oliveira (vencedora do concurso prático Enchefs 2018 – reconhecida a melhor chef de cozinha no ano e vencedora do prêmio Dólmã 2018 – o Oscar da gastronomia nacional); e Chef Aldaleia Costa (vencedora do prêmio Dólmã 2020 – o Oscar da gastronomia nacional); Premiação Melhores da Gastronomia 2021; e Premiação do Prato Brasil Sabor 2021.

Festival

O Festival Brasil Sabor, ocorreu no período de 21 a 30 de maio, na edição nacional deste ano, com atendimento na modalidade híbrida e programações on line. A relação completa dos 75 participantes, assim como os pratos inscritos, poderá ser consultada no site: www.brasilsabor.com.br/estados/amapa e também pelo app Brasil Sabor, disponível nas lojas – Android https://play.google.com/store/apps/details?id=dev.andremelo.brasilsabor – iOs https://apps.apple.com/br/app/brasil-sabor-delivery/id1518647730.

Investimento

De acordo com o gestor de projetos da Unidade de Atendimento Coletivo – Comércio e Serviço do Sebrae no Amapá (UAC/CS), Rômulo Brasão, esse ano a instituição entrou como realizador do evento e destinou recursos para viabilização do projeto, com divulgação, material publicitário, aplicativo, equipe de apoio, gestão exclusiva durante o evento, transmissão das lives e cobertura jornalística.

“Após o evento serão feitas consultorias financeiras digitais, com apoio do Sebrae Nacional, com profissionais de mercado, especialistas no segmento de alimentação fora do lar. Ainda colocou à disposição as consultorias tecnológicas e capacitações de mercado”, informa o gestor de projetos da UAC/CS/Sebrae, Rômulo Brasão.

Coordenação

A coordenação do Festival Brasil Sabor, Edição Híbrida no Amapá, contou com a gerente da Unidade de Atendimento Coletivo do Sebrae – Comércio e Serviço (UAC-CS), Conceição Mira e do gestor de projetos do Sebrae, Rômulo Brasão; e com o executivo da Abrasel, Sandro Belo.

Parceiros

Estiveram presentes no O Festival Brasil Sabor – Edição Híbrida, diretor-superintendente do Sebrae, Waldeir Ribeiro; diretora técnica do Sebrae, Marciane Santo; representando o Governo do Estado do Amapá (GEA), secretária de Estado do Turismo, Rosa Abdon; representando a Prefeitura Municipal de Macapá (PMM), secretário da Macapatur, Benício Pontes; Casa do Sorveteiro representada pelo empresário, Uiliam Lourenço, presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), Yukio Nagano, executivos da Abrasel, Sandro Bello e Marianna Zampolo e o evento contou com o Patrocínio do Sistema de Crédito Cooperativo (Sicredi).

Serviço:

Sebrae no Amapá:

Denyse Quintas
Unidade de Marketing e Comunicação: (96) 3312-2832
Central de Relacionamento: 0800 570 0800

Melhores da Gastronomia. Veja os premiados nas diversas categorias

Melhor Restaurante – 313

O Prêmio “Melhores da Gastronomia – Alcilene Cavalcante” edição 2021 foi anunciado na noite de domingo, 30. em live, direto do Mercado Central, transmitida pelo canal do Youtube do Sebrae-Amapá. A live também marcou o encerramento do Festival Brasil Sabor. Foi uma noite linda, num ambiente representativo para a gastronomia tucuju, com uma programação, que além dos anúncios dos premiados, teve cozinha show com o “Desafio dos Chefs”, com as Chefs Kátia Oliveira e Aldaléa Costa, que já são nacionalmente premiadas.

Chef Manoel, do Delícias da Capytu e Sandro Belo, coordenador do Festival e do Prêmio

Veja os vencedores:

1. Melhor restaurante: 313 Restaurante;

2. Melhor cafeteria: Empório Café Postal;

3. Melhor doceria: Tatay Doces Gourmet;

4. Melhor lanchonete: Divina Arte;

5. Melhor hamburgueria: Rustic Burger Beer;

6. Melhor sorveteira: Santa Clara;

7. Melhor culinária amapaense: Amazonas Peixaria;

8. Melhor batedeira de açaí: Açaí do Tony;

9. Melhor restaurante de comida a quilo: Sagrada Família;

10. Melhor restaurante de gastronomia internacional: Confraria Semblano;

11. Melhor pizzaria: Fornalha;

12. Melhor gastronomia inclusiva (funcional, vegana ou vegetariana): Nutryday;

13. Melhor churrascaria: El Petry;

14. Melhor serviço de delivery: Mayumi Sushi;

15. Melhor gastronomia de bar: Bar do Vila;

16. Melhor Panificadora: Bom Preço.

O Júri que escolheu os melhores da gastronomia e o melhor prato do “Festival Brasil Sabor” foi formado por pessoas que amam e consomem a gastronomia local, além de conhecer a gastronomia das outras regiões do Brasil e de outros países.

Prato vencedor do Brasil Sabor

Jurados do Melhores da Gastronomia 2021

Sandro Belo
Turismólogo, mestre em planejamento, especialista em gastronomia (FAMESP) e em mercado gastronômico, executivo da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes, pesquisador do setor pelo NPPTur/CET/UnB. Viajante e apreciador da gastronomia brasileira, tendo degustado a culinária em todas as UF. Coordenador dos concursos de gastronomia e fundador da crítica gastronômica do Meio do Mundo. Filho da Dona Odete Belo (Sambariri bar e restaurante na década de 80, hoje Versátil Empreendimentos cozinha industrial).

José Bogéa
Advogado.Cozinheiro apaixonado, colunista gastronômico, colecionador de experiências gastronômicas no Brasil e em diversos países do mundo, coligindo mais de 50 estrelas Michelins. Enófilo há quase 20 anos, é certificado pelo instituto ingles Wine & Spirit Education Trust (WSET), já tendo visitado diversas vínicolas ao redor do mundo. Iinfluenciador gastronômico e administrador dos perfis IG @cozinhadosdois e @confrariadomeiodomundo.

Ana Célia Brazão
Economista e Presidente do SINDIEVENTOS. Foi Diretora Técnica do Sebrae e Secretária de Turismo do Estado. Empresária, proprietária da Nuance Eventos e da Casa Maison Nuance.Além de organizadora de eventos e designer de festas, a gastronomia faz parte do seu negócio através dos bufês diferenciados que oferece.

Karla Balieiro de Assis
Letróloga e Tecnóloga em Marketing e Comunicação. Entusiasta da boa gastronomia, apreciadora de vinhos e fã da gastronomia harmonizada.
Tem formação nos cursos “Intensivo de Vinhos” (ABS-RS), “Os Vinhos que Combinam com Tudo (ABS-RS)” e “Sommelier Experience” (ABS-RS).
Experiências gastronômicas em diversos e respeitados restaurantes do Brasil e do mundo.

Clarissa Récio
Advogada, empresária e cozinheira por amor. Aprecia a boa comida e a explosão de sabores. Colecionadora de experiências gastronômicas pelo Brasil e pelo mundo e ama receber com uma mesa posta e cheia de carinho.

Bianca Melo Silva
Publicitária, supermercadista e Empresária no segmento de presentes e mesa posta. Cozinha por amor e por adorar experimentar novas receitas. Com alguns cursos locais e apreciadora do universo da gastronomia e viagens que sempre envolvem roteiros com turismo gastronômico. Ama o receber com o capricho de uma mesa posta e um menu assinado por ela e o marido. A culinária sempre foi presente nos finais de semana da família Silva, mas com a pandemia, virou uma espécie de terapia ocupacional da casa, regada com vinho, amor e capricho à mesa.

Nilma Melo
Macapaense, funcionária pública, estudante de gastronomia, cozinheira do lar, apaixonada pela gastronomia e leitora ávida do assunto. Com experiências gastronômicas diversas no Brasil e em outros países.

Luis Eduardo
Jornalista profissional, apresentador de televisão (Balanço Geral – RecordTV) e locutor de rádio (Primeira Opção – Equinócio FM).
Cozinheiro iniciante/amador, amante da boa gastronomia e apaixonado por roteiro gastronômico em qualquer viagem

Fábia Martins
Promotora de Justiça. Cozinheira amadora, apreciadora da gastronomia, dos cheiros, sabores e texturas.

Kiko Pantoja
Hair Style, apreciador de vinhos e da boa gastronomia. Cozinheiro amador. Além de gostar de receber e cozinhar para os amigos, é assíduo frequentador dos empreendimentos gastronômicos, onde aprecia a gastronomia local e nacional e as inovações.

Edward Salem Younes
Empresário. Cozinheiro amador, enófilo, amante da gastronomia com experiências em outros países, em especial do Líbano. Foi jurado em duas edições do concurso Enchefs “Melhor Cozinheiro Profissional do Amapá”.

Adna Gurtyev
Servidora Pública. Cozinheira amadora, mas iniciante do curso de Cozinheiro Profissional no Instituto de Gastronomia das Américas – IGA.
Produz conteúdo gastronômico na rede social “instagram”, onde divide experiências e receitas com seus seguidores.

José Barreto
Promotor de Justiça. Cozinheiro amador, amante da gastronomia e do prazer proporcionado pela comida. Colecionador de experiências gastronômicas no Brasil pelo mundo.

Graça Rocha
Empresária. Apreciadora da gastronomia. Cozinheira amadora. Frequentadora e cliente delivery dos empreendimentos gastronômicos, onde aprecia a gastronomia local e nacional.

Hana Borges
Influenciadora digital e apresentadora no programa “Os Cabuçus”.
Apreciadora de gastronomia. Gosta muito de cozinhar. Já foi jurada dos concursos “Batalha de Coxinhas” e madrinha da “Batalha dos Monstros Big x Picanha”.

Ziulana Melo
Jornalista. Diretora do Sistema Diário de Comunicação (Rádio, Jornal, Portal). Radialista do programa “Luiz Melo Entrevista”.
Apreciadora da boa gastronomia

Luiza Nobre de Menezes Melo
Jornalista e fotógrafa. Produtora do programa de rádio “Café com Notícia”.
Cozinheira amadora, apreciadora de gastronomia, especialmente a brasileira. Apesar da pouca idade, já coleciona experiências nos aclamados empreendimentos gastronômicos de outros estados brasileiros.

André Melo
Médico. Cirurgião Plástico.
Cozinheiro amador. Apreciador de gastronomia.
Certificado pelo instituto ingles Wine & Spirit Education Trust (WSET). Colecionador de experiências gastronômicas no Brasil e em diversos países do mundo

Alexandre Teixeira
Chef de cozinha. Cozinheiro e apreciador da alta culinária. Com experiência como cozinheiro em restaurantes na França.
Vem de uma família tradicional na arte da cozinha. Sua avó, hoje aposentada, era uma das mais apreciadas “Salgadeiras” de Macapá.

Helenamaria Ferreira
Assistente Social. Especialista em gestão hoteleira, eventos e gastronomia, com 20 anos de atuação na área.
Apaixonada pela gastronomia, suas viagens incluem sempre roteiros gastronômicos. Conhece os chefs e principais restaurantes estrelados do Brasil, além de profundo conhecimento sobre a gastronomia do Amapá e da Amazônia.

Fonte: Repiquete no Meio do Mundo.

6ª Edição do prêmio melhores da gastronomia. Veja categorias e jurados. Resultado será anunciado no domingo, em live

Em meio à maior crise do setor de alimentação fora do lar devido a pandemia atual, os serviços gastronômicos passaram por transformações desafiadoras, dentre elas, a de levar a mesma qualidade servida nos salões dos restaurantes às residências pelos serviços de delivery e, atualmente, de manter os padrões de qualidade com protocolos de segurança ainda mais exigentes.

No cenário gastronômico tucuju, os empreendedores e profissionais persistem em manter os negócios, os empregos, a qualidade e até a inovação e reinvenções com insumos tipicamente amapaenses, manutenção dos espaços e qualidade no atendimento. Para incentivar todo esse trabalho, um grupo de consumidores com alta periodicidade de consumo e paladar apurado e exigente, vem realizando um importante trabalho com profissionalismo e seriedade nos concursos, prêmios e festivais de gastronomia no Amapá, de forma voluntária e apaixonada.

Pela sexta vez consecutiva, o Prêmio Melhores da Gastronomia – Alcilene Cavalcante, homenagem à dedicada jornalista, que há anos busca apoiar e informar das inovações, das boas práticas e da valorização das coisas locais, juntamente com o enófilo José Bogea e o especialista Sandro Belo, coordenando o grupo de “críticos” num “trabalho” ao longo de 12 meses, analisando sabores, aromas, misturas, inovação, atendimento, estrutura, segurança e o resgate gastronômico do meio do mundo e da Amazônia.

Tudo isso fortalece a competitividade, numa “disputa” sadia entre as empresas pela aprovação e satisfação, onde quem sai ganhando é o consumidor e a gastronomia local, com a superação dos negócios e profissionais em suas respectivas especialidades, alcançando patamares que os colocam nos holofotes e tapete vermelho dos sabores.

Para chancelar o Prêmio, as entidades mais atuantes no setor: a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes no Amapá (Abrasel) e Serviço Brasileiro de apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae/AP). Por meio de uma votação criteriosa, secreta e on line, que conta a experiência gastronômica como métrica para votação, a crítica elege os destaques da gastronomia 2021, que serão revelados ao vivo, na live show de encerramento da 15 ª edição do festival Brasil Sabor, edição híbrida, no domingo (30/05) às 19h pelo endereço https://www.youtube.com/user/sebraeamapa

Conheça as categorias homenageadas no Prêmio Melhores da Gastronomia 2021

1. Melhor restaurante;
2. Melhor cafeteria;
3. Melhor doceria;
4. Melhor lanchonete;
5. Melhor hamburgueria;
6. Melhor sorveteira;
7. Melhor culinária amapaense;
8. Melhor batedeira de açaí;
9. Melhor restaurante de comida a quilo;
10. Melhor restaurante de gastronomia internacional;
11. Melhor pizzaria;
12. Melhor gastronomia inclusiva (funcional, vegana ou vegetariana);
13. Melhor churrascaria;
14. Melhor serviço de delivery
15. Melhor gastronomia de bar.
16. Melhor Panificadora

Conheça a minibiografia dos jurados do Prêmio Melhores da Gastronomia 2021

José Bogéa
Advogado. Cozinheiro apaixonado, colunista gastronômico, colecionador de experiências gastronômicas no Brasil e em diversos países do mundo, coligindo mais de 50 estrelas Michelins. Enófilo há quase 20 anos, é certificado pelo instituto ingles Wine & Spirit Education Trust (WSET), já tendo visitado diversas vinícolas ao redor do mundo e prestado consultoria sobre montagem de carta de vinhos a vários restaurantes de Macapá. influenciador gastronômico e administrador dos perfis IG @cozinhadosdois e @confrariadomeiodomundo.

Ana Célia Brazão
Economista e especialista em Gestão Fazendária. Presidente do SINDIEVENTOS. Foi Diretora Técnica do Sebrae e Secretária de Turismo do Estado. Empresária, proprietária da Nuance Eventos e da Casa Maison Nuance. Além de organizadora de eventos e designer de festas, a gastronomia faz parte do seu negócio através dos bufês diferenciados que oferece. Amante das variadas culinárias regional, nacional e internacional.

Karla Balieiro de Assis
Letróloga e Tecnóloga em Marketing e Comunicação. Entusiasta da boa gastronomia, apreciadora de vinhos e fã da gastronomia harmonizada. Tem formação nos cursos “Intensivo de Vinhos” (ABS-RS), “Os Vinhos que Combinam com Tudo (ABS-RS)” e “Sommelier Experience” (ABS-RS). Experiências gastronômicas em diversos e respeitados restaurantes do Brasil e do mundo.

Clarissa Récio
Advogada, empresária e cozinheira por amor. Aprecia a boa comida e a explosão de sabores. Colecionadora de experiências gastronômicas pelo Brasil e pelo mundo e ama receber com uma mesa posta e cheia de carinho.

Bianca Melo Silva
Publicitária, supermercadista e Empresária no segmento de presentes e mesa posta. Cozinha por amor e por adorar experimentar novas receitas. Com alguns cursos locais e apreciadora do universo da gastronomia. Com viagens que sempre envolvem roteiros com turismo gastronômico. Ama o receber com o capricho de uma mesa posta e um menu assinado por ela e o marido. A culinária sempre foi presente nos finais de semana da família Silva, mas com a pandemia, virou uma espécie de terapia ocupacional da casa, regada com vinho, amor e capricho à mesa.

Nilma Melo
Macapaense, funcionária pública, estudante de gastronomia, cozinheira do lar, apaixonada pela gastronomia e leitora ávida do assunto. Com experiências gastronômicas diversas no Brasil e em outros países.

Luís Eduardo
Jornalista profissional, apresentador de televisão (Balanço Geral – RecordTV) e locutor de rádio (Primeira Opção – Equinócio FM). Cozinheiro iniciante/amador, amante da boa gastronomia e apaixonado por roteiro gastronômico em qualquer viagem.

Fábia Martins
Promotora de Justiça. Cozinheira amadora, apreciadora da gastronomia, dos cheiros, sabores e texturas.

Kiko Pantoja
Hair Style, apreciador de vinhos e da boa gastronomia. Cozinheiro amador. Além de gostar de receber e cozinhar para os amigos, é assíduo frequentador dos empreendimentos gastronômicos, onde aprecia a gastronomia local e nacional e as inovações.

Edward Salem Younes
Empresário. Cozinheiro amador, enófilo, amante da gastronomia com experiências em outros países, em especial do Líbano. Foi jurado em duas edições do concurso Enchefs “Melhor Cozinheiro Profissional do Amapá”.

Adna Gurtyev
Servidora Pública. Cozinheira amadora, mas iniciante do curso de Cozinheiro Profissional no Instituto de Gastronomia das Américas – IGA. Produz conteúdo gastronômico na rede social “instagram”, onde divide experiências e receitas com seus seguidores. “A gastronomia é uma viagem de sabores que proporciona sentimento de prazer. Cozinhar para mim é uma forma de conexão cultural alimentar com o mundo”.

Cleber Barbosa
Jornalista, radialista e blogueiro. Há 15 anos é editor de turismo do Diário do Amapá e mantém essa editoria produzindo conteúdo digital em seus portais, com informações de viagens e gastronomia.

José Barreto
Promotor de Justiça. Cozinheiro amador, amante da gastronomia e do prazer proporcionado pela comida. Colecionador de experiências gastronômicas no Brasil pelo mundo.

Graça Rocha
Empresária. Apreciadora da gastronomia. Cozinheira amadora. Frequentadora e cliente delivery dos empreendimentos gastronômicos, onde aprecia a gastronomia local e nacional.

Hana Borges
Influenciadora digital e apresentadora no programa “Os cabuçus”. Apreciadora de gastronomia. Gosta muito de cozinhar. Já foi jurada dos concursos “Batalha de Coxinhas” e madrinha da “Batalha dos Monstros Big x Picanha”.

Ziulana Melo
Jornalista. Diretora do Sistema Diário de Comunicação (Rádio, Jornal, Portal). Radialista do programa “Luiz Melo Entrevista”. Apreciadora da boa gastronomia

Luiza Nobre de Menezes Melo
Jornalista e fotógrafa. Produtora do programa de rádio “Café com Notícia”. Cozinheira amadora, apreciadora de gastronomia, especialmente a brasileira. Apesar da pouca idade, já coleciona experiências nos aclamados empreendimentos gastronômicos de outros estados brasileiros.

André Melo
Médico. Cirurgião Plástico. Cozinheiro amador. Apreciador de gastronomia. Certificado pelo instituto ingles Wine & Spirit Education Trust (WSET), Colecionador de experiências gastronômicas no Brasil e em diversos países do mundo

Alexandre Teixeira
Chef de cozinha. Cozinheiro e apreciador da alta culinária. Com experiência como cozinheiro em restaurantes na França. Vem de uma família tradicional na arte da cozinha. Sua avó, hoje aposentada, era uma das mais apreciadas “Salgadeiras” de Macapá.

Helenamaria Ferreira
Assistente Social. Especialista em gestão hoteleira, eventos e gastronomia, com 20 anos de atuação na área. Apaixonada pela gastronomia, suas viagens incluem sempre roteiros gastronômicos. Conhece os chefs e principais restaurantes estrelados do Brasil, além de profundo conhecimento sobre a gastronomia do Amapá e da Amazônia.

Sandro Belo
Turismólogo, especialista em gastronomia e em mercado gastronômico, pesquisador do setor pelo NPPTur/CET/UnB, colunista da revista Bares & Restaurantes, executivo da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) e coordenador do festival Brasil Sabor. Viajante e apreciador da gastronomia brasileira, coordena também os concursos de gastronomia (Enchefs, Chef Burguer e Chef Confeiteiro) é fundador da crítica gastronômica do Meio do Mundo.

Hoje é o Dia Mundial do Hambúrguer (gordice na nossa Sessão Datas Curiosas) #DiaDoHamburguer

Esse pessoal inventa cada coisa, inclusive dias comemorativos, se é que se pode chamá-los assim. E este site possui uma sessão “datas curiosas”. Bom, hoje, 28 de maio, é celebrado o Dia Mundial do Hambúrguer. uma das comidas mais amadas e consumidas pela população mundial. Principal símbolo do Fast Food, é encontrado no mercado de várias maneiras, desde um simples com pão, carne e queijo, até os mais especiais feitos com filé, picanha e molhos mais trabalhados.

No Brasil, o hambúrguer chegou em meados dos anos 1952 e rapidamente ganhou o paladar de toda a população.

Ao contrário do que eu imaginava, apesar de ser um símbolo da culinária americana, o hambúrguer não foi inventado nos EUA. No século XIII, uma tribo chamada Tártaros levou para um açougueiro alemão, da cidade de Hamburgo, seus hábitos alimentares. Eles invadiram a Europa com o costume de transportar, entre a sela e o lombo do cavalo, um bolo de carne moldado em forma de bolas achatadas. Essa carne parecia uma pasta e nem precisava ser temperada pois absorvia o sal do suor do animal.

O açougueiro europeu havia gostado da ideia, e requintou os bifes usando uma carne bem moída com temperos especiais. Como o resultado era extremamente saboroso e de baixo custo, o prato acabou popularizado em toda a região.

Um pouco depois, no século XVII, quando as pessoas começaram a migrar de Hamburgo para os EUA, o “bife de carne moída” foi adotado com carinho pelos americanos, que passaram a grelhar os discos de carne e colocar no meio do pão, chamando a iguaria de HAMBÚRGUER. Nascia assim, um dos maiores ícones alimentares da cultura americana, que contribuíram ao adicionar o pão e tornando-o sanduíche.

Pouco tempo depois de sua criação, o hambúrguer foi preparado com todas as guarnições que hoje em dia lhe são tipicamente características—com cebolas, alface e os picles cortados.

A necessidade de se otimizar tempo, ingerindo pratos rápidos aliado aos diversos sabores e ingredientes, impulsionam este consumo. As pessoas estão ficando com o paladar mais exigente, e por isso o mercado dos “Hambúrgueres Gourmet” se faz cada dia mais presente, levando iguarias e ingredientes especiais aos mais exigentes consumidores.

Com grande popularidade internacional e sua fama mundial certamente representa o maior tipo de globalização do consumo de comida humano, ao lado de outros pratos como o döner kebab turco, a pizza italiana, e o sushi japonês. Espalhou-se facilmente por continentes de diferentes culturas e culinárias devido, segundo alguns, à sua fácil maneira de preparo e entendimento.

Hambúrguer do Bar e Restaurante Station 57. Para mim, o melhor de Macapá. Foto: Elton Tavares

A cultura global culinária em torno do hambúrguer deu-se pelo conceito de venda de alimentos processados, imaginado de maneira notável na década de 1920 pela cadeia de restaurantes White Castle e que foi posteriormente aperfeiçoado na década de 1940 pelo McDonald’s e por Ray Kroc. Essa expansão mundial tem proporcionado comparações econômicas como o Índice Big Mac que permite a comparação do poder de compra dos diversos países onde o hambúrguer Big Mac é vendido hoje em dia.

Com o desenvolvimento da Gastronomia, foram criados muitos hambúrgueres “sofisticados”, feitos com outros tipos de carne, com queijos especiais, molhos diferentes, saindo um pouco do tradicional fast food. As pessoas estão ficando com o paladar mais exigente, e por isso esse mercado dos “Hambúrgueres gourmet” se abriu.

Enfim, este texto foi somente pra “encher linguiça” (ou hambúrguer) para a sessão “datas curiosas” deste site. E pela silhueta deste jornalista, vocês devem saber: amo hambúrgueres. Quando moleques, eu e meu irmão, Emerson, éramos pior que o personagem “Dudu”, do desenho animado Popeye, grande devorador de sandubas da ficção. Dependendo do bolso e horário, como no pé sujo de rua ou praça, até as hamburguerias requintadas e gourmetzadas. Afinal, gordo é um praga (risos). E fim de papo!

Obs: o melhor hambúrguer de Macapá é o do Station 57.

Fontes: General Peppers; Wikipédia e QG Jeitinho.

Começa hoje o Festival Brasil Sabor – Veja algumas das delícias e assista entrevista com os realizadores

Começa hoje (21), o Festival Brasil Sabor. O evento reúne 67 negócios que aderiram ao festival, que acontece de 21 a 30 de maio em formato ‘híbrido’, ou seja, o público poderá participar presencialmente nos estabelecimentos, ou fazer o pedido delivery ou retirada, por meio do App oficial Brasil Sabor e demais plataformas. Cada um dos participantes criou ou fez uma releitura de pratos/receitas de seu cardápio e irão disponibilizá-los no período do festival para consumo e celebração da gastronomia tucuju. Os pratos do evento custarão entre R$ 20 e R$ 35 reais.

Os empreendimentos, pratos e receitas criados para o Festival Brasil Sabor 2021 podem ser vistos no site https://www.brasilsabor.com.br/estados/amapa/macapa/

Restaurante Amazonas Peixaria

Prato- Fish Ribs De Pirapitinga (Costela De Pirapitinga)
4 costelas de pirapitanga frita ao molho de shoyu amapaense(Tucupí preto), arroz biro birô e macaxeira frita. Acompanha maionese de pickles de flor de jambú. Preço R$ 35,00. A Amazonas Peixaria é localizada na Rua Beira Rio, n° 208, Santa Inês, Macapá, Amapá e funciona de Segunda a Sábado das 12h às 15h e das 19h às 22h | Domingo das 11:30 às 15h. Contato: (096) 32252008.

Banca Rio’s Beer

Prato- Meat Ball Sandwich
Sanduíche de almôndegas ao molho italiano com queijo coalho regional e finalizado com manjericão. Preço R$ 20,00.
A Banca fica situado na Av. Mendonça Furtado, 1773, Centro, Macapá, AP e de Segunda a Sexta das 16h às 22h. Sábado, domingo e feriados 11h às 22h. O contato: (96) 99138-9713.

Bob’s

Prato-Cheese Egg + Shake De 300ml. Preço R$ 20,00.
O Bob’s fica localizado na Rua Leopoldo Machado, 2334, Trem, Macapá, AP e funciona de Segunda a Domingo das 12h às 21h. O contato: (096) 98409-9031.

Bar do Vila

Prato- Pastelzinho Delícia
Recheio suculento de camarão rosa com abacaxi, acompanhado de geleia de cupuaçu e jambu. Preço R$ 20,00.
O Bar do Vila fica localizado na Avenida Mendonça Furtado, 586, Centro, Macapá, AP e funciona de quarta-Feira a domingo 16h às 21h. O contato: (096) 99160-2733


Restaurante Cancun Mexican Food

Prato- Taco Cancun El Mare
Tortilha mexicana de trigo com recheio de frutos do mar (camarão rosa, polvo, lula e mexilhão), com pimentões coloridos, Mangas, Alface americana, coentro, manjericão, cheiro verde, Massala mexicana (especiarias). Acompanhada de um delicioso molho artesanal de chipotle e tomate cereja. Preço R$ 20,00.

O Cancun Mexican Food fica localizado na Rua Professor Tostes, 953, Santa Rita, Macapá, AP e funciona de terça a Domingo das 19h às 23h. o Contato é : (096) 98110-6511.


Lanchonete Cachorro Velho

Prato- Hot Dog Yorkshire
Pão de 15 cm, duas salsichas suínas, picadinho, purê de batatas, molho de alho e farofa de bacon. Preço R$ 20,00.
A lanchonete Cachorro Velho fica na Av. Ernestino Borges, 886-O, Jesus de Nazaré e funciona de Sexta a Quarta-Feira das 18h às 23h. O contato: (096) 98104-6179.

Bizzum da Pizza

Prato- Pizza de Hot Dog
Salsicha ao molho ao sugo, mussarela e batata palha. Preço R$ 20,00.
A Bizzum da Pizza é localizada, na Rua Leopoldo Machado, 737 A, Jesus de Nazaré, Macapá, AP.
Funciona de Quarta a Segunda-Feira das 18h30 às 22h30. Contato (096) 99120-0937.

Doce Brigaderia Café

Prato- Bolo Véu De Noiva
Bolo de leite com recheio de brigadeiro siciliano, calda de frutas vermelhas e lascas de chocolate branco.
Preço R$ 20,00. A Doce Brigaderia Café é localizada, na Av. Duque de Caxias, 603 A, Centro, Macapá, AP.
Funciona de Segunda a Sábado das 16h às 20h. O contato: (096) 99185-3908.

Delícias da Capytu

Prato- File De Gurijuba Ao Molho De Tucupi Apimentado
Filé de gurijuba na chapa, coberto com molho de tucupi reduzido com um toque de pimenta acompanhado de legumes salteados farofa e arroz branco.
Preço R$ 35,00. A Delícias da Capytu é situada Rua André de Oliveira Costa, 771, Santa Inês, Macapá, AP.
Funciona de Segunda a Quarta-Feira das 18h às 21h | Quinta a Sábado das 12h às 15h e das 18h às 21h. O contato: 096) 99164-7052.

Assista a entrevista que o jornalista Cleber Barbosa fez com os realizadores do Festival Brasil Sabor:

Fonte: Repiquete no Meio do Mundojornalista Cleber Barbosa.

Nesta quarta-feira (19), acontece o lançamento do Festival Brasil Sabor, na modalidade híbrida e programações on-line

Acontece nesta quarta-feira, 19, o lançamento do Festival Brasil Sabor, na modalidade híbrida e programações on-line. O objetivo é celebrar e fomentar a reabertura do setor de alimentação fora do lar.

O evento reúne 67 negócios que aderiram ao festival, que acontece de 21 a 30 de maio em formato ‘híbrido’, ou seja, o público poderá participar presencialmente nos estabelecimentos, ou fazer o pedido delivery ou retirada, por meio do App oficial Brasil Sabor e demais plataformas. Cada um dos participantes criou ou fez uma releitura de pratos/receitas de seu cardápio e irão disponibilizá-los no período do festival para consumo e celebração da gastronomia tucuju. Os pratos do evento custarão entre R$ 20 e R$ 35 reais.

Serviço:

Data: 19.5.2021 – Quarta-Feira
Local: Sede do Sebrae em Macapá, Rua Ernestino Borges, 740 – Laguinho
Hora: 16h

Realizadores
– Diretora Técnica do Sebrae no Amapá – Marciane Santo
– Presidente da Abrasel – Yukio Nagano

Parceiros
– Secretária de Estado do Turismo – Rosa Abdon
– Secretário da Macapatur – Benício Pontes

Denyse Quintas
Assessoria de Imprensa/Sebrae/AP
Contato: (96) 9 9115-7471

Pimenta Brimo: tempero apimentado do Fernando Bedran (recomendo)

O amigo Fernando Bedran está comercializa garrafas de pimenta, com molho feito pelo mesmo. PimentArte do Brimo é o nome da marca. Sempre compro e recomendo, pois o sabor é muito porreta!

As garrafas contém:

– Pimenta malagueta
– Azeite extra virgem
– Alho in natura e em flocos
– Ervas finas: alecrim, tomilho, salsa, manjericão, louro, açafrão, louro, noz-moscada, gengibre, sal marinho.

E podem ser compradas a R$ 20,00 (250 ML), R$ 40,00 (250 ML) e R$ 65,00 (500 ML). Falar com o próprio “alquimista”, Fernando Bedran, no telefone: 96 98424-5111

Elton Tavares

Festival Brasil Sabor chega a 15ª edição e inova em formato híbrido

 

Por Cleber Barbosa

Pelo 15º ano consecutivo no país, a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) e Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), lançam edital com regulamento para participação no festival gastronômico Brasil Sabor, que em decorrência das medidas de prevenção contra o Coronavírus (Covid-19), terá uma edição especial com atendimento nos estabelecimentos, programações on line e entrega em domicílio (delivery).

O turismólogo Sandro Bello, executivo da Abrasel Amapá, disse que o edital local contém as regras e pré-requisitos para seleção de empresas do setor de alimentação fora do lar do estado do Amapá para participarem do festival Brasil Sabor na modalidade híbrida (presencial nos estabelecimentos e delivery).

Retomada

Previsto apara acontecer exatamente num período de retomada gradual das atividades econômicas, possibilite a participação de todos os municípios, de empresas do setor de alimentação fora do lar, que compreendem restaurantes, buffets, bares, lanchonetes, hamburguerias, panificadoras, sorveterias, docerias e outros, que foram fortemente impactadas com a necessidade de restrição de atendimento por conta da pandemia, com queda na atividade em torno de 80%, terão uma grande oportunidade, assim como em 2020, com o diferencial do atendimento presencial e delivery.

Os organizadores do Brasil Sabor preveem um suporte a manutenção da permanência das empresas no mercado e da garantia do emprego, além de colocar em prática as novas metodologias de segurança alimentar e inovação gastronômica, com receitas totalmente inovadoras, ao preço de R$ 20,00 ou R$ 35,00 com pedido por aplicativo do evento e com porcionamento médio de 400g nas criações gastronômicas. Além disso, a programação contará com atividades on line, como concursos de chef de cozinha, apresentações de música, prêmio melhores da gastronomia e promoção do turismo local.

Estratégia

Ainda segundo os organizadores, a edição especial do Brasil Sabor representa não só a consolidação das estratégias do setor, num momento crítico para a economia, mas também de adaptação e reinvenção, oportunizando melhores serviços aos consumidores e suporte ao mercado gastronômico. Os interessados podem acessar os endereços eletrônicos https://ap.abrasel.com.br/ e http.ap.sebrae.com.br com as informações necessárias para inscrição e participação.

Fonte: Diário do Amapá.

Alimentação saudável é tema de live do Senac Amapá, nesta sexta (16)

O Sistema Fecomércio AP, por meio do Senac Amapá realizará nesta sexta (16), às 10h, no Youtube do Senac Amapá, a primeira live de 2021 da instituição, cujo tema é “Alimentação saudável na Pandemia”. O objetivo é ajudar as pessoas que estão em casa e encontram dificuldade em fazer exercícios físicos devido às restrições de circulação, a produzirem pratos saborosos, que auxiliem a manter a qualidade de vida. A live apresenta dois pratos saudáveis e sorteio de brindes.

Com o instrutor e chef gastronômico, Antônio Moia, o Senac traz dois pratos que podem ser facilmente reproduzidos nos lares dos amapaenses. O primeiro é o Filé de Peixe ao Molho Velouté e como acompanhamento um Cuscuz Salgado.

Para incrementar ainda mais a programação, os internautas concorrerão a sorteio de livros e 2 vouchers de 50% de desconto em cursos gastronômicos que farão parte da nova programação de cursos da instituição para os meses de maio e junho.

Andrea Maciel
Ascom Senac/AP

Gastronomia solidária: Abrasel realiza Campanha de conscientização da população sobre a importância da imunização contra o Covid-19

Chef Yukio Nagano – Foto: Diário do Amapá

Por Cleber Barbosa

A Associação Brasileira de Bares e Restaurantes no Amapá (Abrasel) iniciou uma campanha de conscientização da população sobre a importância da imunização contra o Covid-19, a única forma até agora encontrada para o enfrentamento da pandemia e a retomada do setor de turismo e eventos. O próprio presidente da entidade, o chef Yukio Nagano, estrela uma das peças da campanha, como garoto-propaganda do projeto.

Em uma outra iniciativa, a Abrasel e o mandato do senador Randolfe Rodrigues (REDE-AP), conseguiram para o Amapá a doação de 5 mil frascos de álcool em gel 70%, fruto de doação de um consórcio de empresas representado pela multinacional Coca-Cola.

Mobilização – Os frascos de álcool em gel 70% começaram a ser distribuídos em bares, restaurantes, lanchonetes e similares, que por sua vez receberam também informações acerca das fases de retomada das atividades econômicas no setor. A expectativa é que pelo menos 100 empresas sejam atendidas pela iniciativa que prevê ações em marketing, capacitação, consultoria e microcrédito. Esse pacote de ações faz parte do “Movimento Nós” no Amapá, que conta também com o apoio do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas – Sebrae Amapá.

Fonte: Diário do Amapá