Chegou a hora; em novo espaço, Banca Rio’s Beer reabre com os melhores chopps e cervejas artesanais da cidade

Já em novo endereço, a Banca Rio’s Beer está de portas abertas neste sábado (25), para receber seus clientes amantes de bons chopps, drinks, cervejas artesanais e cervas especiais. Com um espaço físico amplo, todo projetado em arquitetura estilo anos 80, a melhor loja de cervejas artesanais e especiais de Macapá funciona agora na Avenida Mendonça Furtado nº 1773, no bairro Santa Rita – localizador: https://maps.app.goo.gl/iRoygoxoPWwrnrh27

A nova casa tem um padrão rústico muito aconchegante, lounges charmosos com sofás, namoradeiras, bancos de tronco e um pergolado que mantém a pegada intimista – característica principal da Banca – fazendo com que você se sinta em casa. Outra parte super bem trabalhada pelos proprietários foi o banheiro, com decoração minuciosamente pensada.

Tudo ficou na medida! Só indo lá para conferir!

Com uma nova proposta, mas com a boa e velha qualidade dos produtos, os proprietários se empenharam para receber a todos em um local bonito, confortável, com dois ambientes, cozinha maior e nova decoração, tudo feito com capricho, carinho e bom gosto, além do som porreta e marcas nacionais e importadas paid’éguas da bebida mais amada deste sistema solar: a cerveja.

Para garantir a segurança nesse retorno gradual das atividades, a Banca tomou todos os cuidados necessários para evitar aglomerações. Com mais de 80 m², o local garante o distanciamento seguro para os frequentadores, respeitando as normas sanitárias e, mesmo assim, não perdeu nenhuma gota de sua essência – sendo um lugar ótimo para reunir e festejar com os amigos.

Drinks com cerveja

Sempre à frente nas novidades, a Banca traz deliciosos drinks com cerveja para os clientes que gostam de experimentar coisas novas. No comando da carta e apresentação dos drinks, Mateus Maneschy (@maneschy_barthender). O moleque manda muito bem com seu trabalho autoral, arrepiando nos drinks e também na produção de cervejas artesanais, o que lhe qualifica para comandar o setor.

Petiscos

Para harmonizar perfeitamente com os drinks e cervejas, a Banca também oferece um cardápio de refeições sem igual; ainda mais que o novo espaço conta com uma cozinha padrão. Quem é cliente fiel como eu, sabe da qualidade do pastel folhado de pernil regado na cerveja com chutney de tomate e especiarias – prato especial e premiado da Banca, além da tábua de frios especial, queijo brie com geleia e bolinhos de carne com malte, tudo muito delicioso.

Outra coisa porreta da Banca, são os seus proprietários – que buscam sempre inovar e oferecer o melhor serviço para os clientes. O carinho com que eles cuidam do atendimento é surreal e, com a nova cozinha, a promessa é de mais refeições cuidadosamente elaboradas para acompanhar as excelentes bebidas servidas na casa.

Rótulos

Quem me conhece sabe: sou chegado numa cerva e cliente fiel da Banca, que considero o setor ideal pra tomar umas com estilo. Lá você encontra rótulos como Weiss’s, IPA’s, Pilsen’s, Stout’s, Porter’s, Witbier’s, entre tantos outros disponíveis na carta diversificada da loja. Mas não para por aí: além dos melhores chopps de variados estilos (Tropical Stout, West coast IpA, English bitter, session IPA maracujá e mel, American Pale Pale, blond Ale e a incomparável sour taperebá – carinhosamente apelidada pelos fãs de “taperebrew”) – e mais de 50 rótulos de cervejas nacionais e importadas, a Banca também conta com kits que são ótimas opções para presentear quem se gosta.

Aproveita que a promoção pelo Dia Mundial do Rock segue por todo o mês de julho (com um presente exclusivo da Banca pra você, em compras acima de R$ 100,00), e faz o teu pedido. Ou então, corre lá para curtir tudo isso que falei aí.

Delivery e Drive Thru

Mesmo de portas abertas, a Banca Rio’s Beer manterá os serviços de delivery e drive thru, onde o cliente pode receber em casa ou retirar na loja (contatos ao final deste informe). Com o cardápio online, dá para conhecer a variedade de produtos e pedir. Dá só uma olhada: https://app.menudino.com/bancariosbeer. Para aqueles que quiserem retirar na loja, é só fazer o pedido e ir buscar. Aproveita, e dá logo uma olhada no novo espaço.

Mais informações: (96) 99138-9713

Redes sociais da Banca:
Instagram: @bancariosbeer
Facebook: https://www.facebook.com/bancariosbeer/?fref=ts

Elton Tavares – Jornalista, cervejeiro e cliente da Banca Rios Beer desde 2016.

Prêmio Alcilene Cavalcante Melhores da Gastronomia terá programação on line

Em meio à crescente oferta de opções gastronômicas em todo o Amapá, o paladar do público consumidor torna-se cada vez mais apurado e exigente. Não à toa que os empresários, chefs de cozinha, cozinheiros, confeiteiros, sommeliers, barmens e outros profissionais, se desdobrem para fazer o cliente sentir-se satisfeito, desde a recepção até a sobremesa.

E é nesta disputa sadia entre as empresas pela aprovação, onde quem sai ganhando é o consumidor e a gastronomia do meio do mundo, que algumas casas se superam em suas respectivas especialidades, alcançando um patamar que as coloca nos holofotes e tapete vermelho dos sabores.

E nada mais justo do que deixar nas mãos dos comensais mais exigentes do Amapá, a escolha dos Melhores da Gastronomia 2020. Como vem acontecendo nos últimos anos, o grupo da crítica gastronômica do meio do mundo, composto por pelo colunista e enófilo José Bogea; a jornalista que empresta seu nome ao prêmio, Alcilene Cavalcante; pela equipe do maior blog gastronômico local: Cinthya Peixe, Rafael Guerra e Luiz Felipe; pelo publicitário Alê Moutinho; pelo advogado e empresário do segmento de vinhos, Renato Salviano; pela jornalista do Café com Notícias, Ana Girlene; pela blogueira de gastronomia e viagens, Aline Monteiro e pela jornalista Fabiana Figueiredo; coordenados pelo especialista do setor, o Tur° Sandro Belo e nessa edição, ganhou o reforço do analista do Sebrae, Rômulo Brasão.

O prêmio é chancelado pela Associação Brasileira de Bares e Restaurantes no Amapá (Abrasel) e pelo Serviço Brasileiro de apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae/AP).

Segundo Marciane Santo, diretora técnica do Sebrae, o prêmio é um incentivo para que os empreendedores possam atingir a excelência na prestação dos serviços. Os críticos gastronômicos por sua vez, garantem a imparcialidade e credibilidade nos resultados finais, o que para muitos pode ser apenas um fato prazeroso, o papel do crítico vai além da degustação, necessitam de muito critério e ética nas escolhas dos homenageados.

Para Yukio Nagano, presidente da Abrasel, saber que há um grupo de voluntários especialistas que contribuem para o inovar e para o fazer bem, é motivo de incentivo e de publicidade qualificada, visto a seriedade da premiação.

Por meio de uma votação criteriosa e apurada, que conta a experiência gastronômica como métrica para votação, a crítica elege os destaques da gastronomia 2020, que serão revelados ao vivo, nas lives shows da programação do festival Brasil Sabor, edição especial delivery, pelo endereço eletrônico https://www.youtube.com/user/sebraeamapa e pelo facebook da Abrasel e Sebrae Amapá.

Dia 28/06 – Domingo: Melhor Padaria, Melhor Cafeteria/Doceria, Melhor Lanchonete, Melhor Hamburgueria e Melhor Sorveteira.

Dia 04/07 – Sábado: Melhor Restaurante, Melhor Gastronomia Tucuju, Melhor açaí, Melhor Bar e Chef Revelação.

Dia 11/07 – Sábado: Melhor Restaurante de Comida a Quilo, Melhor Gastronomia Oriental, Melhor Gastronomia Italiana/Pizzaria, Melhor Gastronomia Funcional e Melhor Churrascaria/Espetaria.

Informações Coordenação:

Romulo Brasão
(96) 8105-5287
[email protected]
Sandro Belo
(96) 98135-7900
[email protected]

Hoje é o Dia Mundial do Hambúrguer (gordice na nossa Sessão Datas Curiosas)

Esse pessoal inventa cada coisa, inclusive dias comemorativos, se é que se pode chamá-los assim. E este site possui uma sessão “datas curiosas”. Bom, hoje, 28 de maio, é celebrado o Dia Mundial do Hambúrguer. uma das comidas mais amadas e consumidas pela população mundial. Principal símbolo do Fast Food, é encontrado no mercado de várias maneiras, desde um simples com pão, carne e queijo, até os mais especiais feitos com filé, picanha e molhos mais trabalhados. No Brasil, o hambúrguer chegou em meados dos anos 1952 e rapidamente ganhou o paladar de toda a população.

Ao contrário do que eu imaginava, apesar de ser um símbolo da culinária americana, o hambúrguer não foi inventado nos EUA. No século XIII, uma tribo chamada Tártaros levou para um açougueiro alemão, da cidade de Hamburgo, seus hábitos alimentares. Eles invadiram a Europa com o costume de transportar, entre a sela e o lombo do cavalo, um bolo de carne moldado em forma de bolas achatadas. Essa carne parecia uma pasta e nem precisava ser temperada pois absorvia o sal do suor do animal.

O açougueiro europeu havia gostado da ideia, e requintou os bifes usando uma carne bem moída com temperos especiais. Como o resultado era extremamente saboroso e de baixo custo, o prato acabou popularizado em toda a região.

Um pouco depois, no século XVII, quando as pessoas começaram a migrar de Hamburgo para os EUA, o “bife de carne moída” foi adotado com carinho pelos americanos, que passaram a grelhar os discos de carne e colocar no meio do pão, chamando a iguaria de HAMBÚRGUER. Nascia assim, um dos maiores ícones alimentares da cultura americana, que contribuíram ao adicionar o pão e tornando-o sanduíche.

Pouco tempo depois de sua criação, o hambúrguer foi preparado com todas as guarnições que hoje em dia lhe são tipicamente características—com cebolas, alface e os picles cortados.

A necessidade de se otimizar tempo, ingerindo pratos rápidos aliado aos diversos sabores e ingredientes, impulsionam este consumo. As pessoas estão ficando com o paladar mais exigente, e por isso o mercado dos “Hambúrgueres Gourmet” se faz cada dia mais presente, levando iguarias e ingredientes especiais aos mais exigentes consumidores.

Com grande popularidade internacional e sua fama mundial certamente representa o maior tipo de globalização do consumo de comida humano, ao lado de outros pratos como o döner kebab turco, a pizza italiana, e o sushi japonês. Espalhou-se facilmente por continentes de diferentes culturas e culinárias devido, segundo alguns, à sua fácil maneira de preparo e entendimento.

A cultura global culinária em torno do hambúrguer deu-se pelo conceito de venda de alimentos processados, imaginado de maneira notável na década de 1920 pela cadeia de restaurantes White Castle e que foi posteriormente aperfeiçoado na década de 1940 pelo McDonald’s e por Ray Kroc. Essa expansão mundial tem proporcionado comparações econômicas como o Índice Big Mac que permite a comparação do poder de compra dos diversos países onde o hambúrguer Big Mac é vendido hoje em dia.

Com o desenvolvimento da Gastronomia, foram criados muitos hambúrgueres “sofisticados”, feitos com outros tipos de carne, com queijos especiais, molhos diferentes, saindo um pouco do tradicional fast food. As pessoas estão ficando com o paladar mais exigente, e por isso esse mercado dos “Hambúrgueres gourmet” se abriu.

Enfim, este texto foi somente pra “encher linguiça” (ou hambúrguer) para a sessão “datas curiosas” deste site. E pela silhueta deste jornalista, vocês devem saber: amo hambúrgueres. Quando moleques, eu e meu irmão, Emerson, éramos pior que o personagem “Dudu”, do desenho animado Popeye, grande devorador de sandubas da ficção. Dependendo do bolso e horário, como no pé sujo de rua ou praça, até as hamburguerias requintadas e gourmetzadas. Afinal, gordo é um praga (risos). E fim de papo!

Obs: o melhor hambúrguer de Macapá é o do Station 57. 

Fontes: General Peppers; Wikipédia e QG Jeitinho.

#Ficaemcasa: deixa que a Banca Rios Beer leva até você os melhores chopps e cervejas artesanais da cidade

Amigo cervejeiro, não vale a pena arriscar a sua saúde nesse momento. A Banca Rios Beer quer você em casa para que, quando tudo isso passar, possamos reunir a galera novamente. Por esse motivo, o cardápio com os melhores chopps e cervejas artesanais agora está on-line e o delivery vai até você.

Dá só uma olhada nas variedades e faça o seu pedido: https://app.menudino.com/bancariosbeer

A Banca Rios Beer sabe como faz falta socializar com a família e os amigos, principalmente nesse momento de isolamento social. Mas não precisa se preocupar, que toda a diversidade de rótulos de cervejas nacionais e importadas que você já conhece estarão a sua disposição, no conforto do seu lar.

Além das cervejas de alto nível, a Banca ainda tem quatro estilos de chopps artesanais disponíveis – RED ALE, APA, IPA e STOUT – todos a R$ 35,00 reais o litro, já na garrafa pet. Então é só escolher as suas preferidas e ficar em casa ouvindo uma boa música, atualizando as séries favoritas ou fazendo uma Live com os amigos. Os proprietários da loja, Igor Maneschy, Rita Barcessat e Austy Maneschy, garantem: “A cerveja, a gente leva!”

O serviço de delivery fica entre R$ 5,00 a R$ 10,00 reais, dependendo da localização, mas os pedidos acima de R$ 100,00 reais não pagam taxa de entrega. Essa é a oportunidade para você comprar todos os chopps e cervejas que você mais gosta de uma só vez, vai perder?

Para quem preferir também pode vir retirar na loja, que fica localizada na Avenida Henrique Galúcio, nº 1644. Na hora de pagar, pode ser no dinheiro ou cartões de débito e crédito.

Serviço:

Horário de atendimento: de 17h às 22h
Cardápio On-line: https://app.menudino.com/bancariosbeer

Mais informações:

Igor Maneschy: 96 98117-8839
Rita Barcessat: 96 98133-4223
Austy Maneschy: 91 98509-2293

Redes sociais da Banca:

Instagram: @bancariosbeer
Facebook: https://www.facebook.com/bancariosbeer/?fref=ts

Elton Tavares

Abrasel lança edital de participação para 15ª edição do Brasil Sabor

Interessados devem ser inscrever nos dias 19 e 20 de março. A edição especial de 15 anos do Festival Brasil Sabor dispõem de apenas 16 vagas para expositores na feira gastronômica.

Pelo 15º ano consecutivo, a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) lança edital com pré-requisitos para participação no maior festival gastronômico do planeta, o BRASIL SABOR, que acontece simultaneamente em todo país. Em Macapá, de 15 a 17 de maio, ocorre a feira gastronômica no Sebrae Amapá, com a degustação de 16 receitas totalmente inovadoras, cursos, oficinas, palestras, apresentações de música, comercialização de artesanato voltado para culinária, concursos de chefs de cozinha, homenagens, produtos do campo, network e todo roll de instituições, empresas e profissionais que incrementam os negócios no setor de alimentação fora do lar no Amapá.

Com o tema “Sabor de verdade, original do Brasil”, a proposta é que os restaurantes participantes utilizem o festival como um espaço de reflexão sobre o uso de produtos locais e o impacto positivo da alimentação saudável e saborosa em nossas vidas, testando junto ao público final o sucesso dessas criações, oferecidas a preços promocionais. Sendo uma oportunidade também, para inovar o cardápio, melhorar a visibilidade e o faturamento das empresas participantes.

Segundo o presidente da entidade no Amapá, Yukio Nagano, a edição especial de 15 anos do Festival Brasil Sabor representa a consolidação das estratégias de promoção do setor, “é um evento divisor de águas da gastronomia, proporciona inovação, criatividade e desenvolvimento da cadeia produtiva, gerando inúmeras possibilidades de novos negócios. É a maior vitrine da gastronomia Brasileira, expõem da maneira mais deliciosa a diversidade cultural de um país com dimensões continentais. Venham escrever também junto conosco essa grande e deliciosa história repleta de aromas, sabores e degustações.”

Os interessados devem acessar o endereço eletrônico https://ap.abrasel.com.br/ com as informações necessárias para inscrição e participação.

O Pastelão – Por Marcelo Guido

Foto: Elton Tavares

Por Marcelo Guido

Se estiver andando na rua, ou em um pátio de escola ele vai estar lá, acomodado em estufas, nem sempre ligadas, esperando por você.

Formato triangular, com dobras de massa e possivelmente um presente escondido no meio, onde até saborear com dentadas vorazes pela massa com sabor de sonho, encontrarás um naco de queijo, apresuntado e, acreditem, já fui agraciado até com uma linda e formosa rodela de calabresa.

Foto: Elton Tavares

É amigos, falo do pastelão. Como não se apaixonar por tal iguaria, um ícone que não sai de moda, talvez por que nunca tenha entrado. Inesquecível como “Pirocóptero” e as formosas damas desnudas que estampavam os velhos calendários de bolso, que nos eram dados como brinde, geralmente no fim de ano.

Umas das primeiras regras que aprendemos na escola – não nas aulas – no recreio é: coxinha é bom, é gostosa e cheira bem. Mas o Pastelão é tudo isso e enche.

Por isso se destaca sobre aquela formosa bolinha de massa suculenta com recheio de frango, que alguns infelizes insistem em dar a primeira mordida no bico, quando sabem que o correto é sempre na bundinha. Coxinha com recheio de outra coisa é Rissole.

Pastelão com coca KS, coisa rara em minha cidade (infelizmente) é a combinação perfeita. Quem nunca se viu sentado em uma cadeira de ferro, apoiado em uma mesa bamba, com os cotovelos mordendo o pastelão e sugando através de canudos coloridos o saboroso liquido preto do capitalismo.

Existem seus primos, feitos da mesma linhagem de massa, com recheios aparentes e outro formatos esses são os enrolados, mas eles não têm o charme do nosso herói. Herói sim, pois sacia fome, te deixa satisfeito e te recoloca na caminhada da vida.

Foto: Alê Moutinho

O segredo de como fazer deve ser aqueles bem incautos, fico imaginando uma ordem emblemática que se reúne todas as quintas-feiras em templos onde poucos cidadãos escolhidos a dedo podem compartilhar tal informação, devem ser os Grãos Mestres Pasteleiros, da ordem cristã “SALVE PASTELÃO”.

Falo isso por que quem sabe fazer não passa a receita e quero que fique assim, não quero ninguém metido a besta inventando algo como “Pastelão Gourmet”, isso seria um verdadeiro desastre.

Em minhas andanças, certa vez o encontrei em outra cidade e lá o batizaram como folheado. Triste para algo tão bem nomeado, paulista não sabe nem comer pizza, vai lá saber nomear salgado. Perdoe, eles não sabem o que falam.

Pastelão é isso, quanto mais gorduroso melhor. Mata a fome, tem gosto de infância, te faz refletir sobre situações diárias. Com coca cola, combinação perfeita, um free depois para arrematar.

Foto: Marcelo Guido

Faça a experiência, chegue cedo, mas cedo mesmo às sete da manhã, vá na padaria do bairro – não naquela coisa sem graça do supermercado – peça um da primeira linhagem do dia, primeira edição. Quentinho, acompanhe com uma bela coca gelada, se não tiver KS peça em lata. Irás sentir, sem sombra de dúvidas, a melhor sensação do dia. Como o beijo da pessoa amada.

Felicidade, teu nome é Pastelão.

*Marcelo Guido é jornalista, pai da Lanna Guido e do Bento Guido e maridão da Bia, além de fã de pastelão.

Coquetelaria ao alcance de todos: Gengibirra, bebida 100% amapaense

Por João Ícaro*

Feita de Gengibre, Açúcar e Cachaça a Gengibirra é usada como combustível para rodas de Marabaixo. Uma das maiores manifestações culturais do Amapá, na festa são homenageados os Santos Católicos, o Divino Espirito Santo e a Santíssima Trindade. O ciclo tem duas partes: A Sagrada, onde acontecem as missas e novenas e a Lúdica que é o momento dos bailes, onde ocorrem as músicas e danças de marabaixo. Durante o festejo, misturam-se rituais africanos e europeus-católicos, como corte de mastros, quebra de murta e danças, após missas, novenas e procissões.

Considerado um elixir indispensável nas rodas de marabaixo, um energético capaz de manter os dançarinos ativos por horas. Tomado também pelos cantores e cantoras que puxam as rimas do Marabaixo.

Em novembro de 2018, o Marabaixo recebeu o título de patrimônio cultural imaterial do Brasil, certificado pelo Iphan. Atribuição reconhece a presença das ancestralidades africanas na formação social e cultural do Amapá. (FONTE: GENGIBIRRA MAGARATAYA e Internet)

Em votação ocorrida na parte final da sessão ordinária da Alap no dia 12/11/2019, a Assembleia Legislativa aprovou por ampla maioria o Projeto de Lei Ordinária nº 0128/19, de autoria da deputada Cristina Almeida (PSB), que declara a “Gengibirra” Patrimônio Cultural e Imaterial do Estado do Amapá.

Foto: Kallebe Amil

Em Macapá surgiu um projeto bem legal feito pela Gengibirra Mangarataya (@gengibirramangarataya), que produz gengibirra de qualidade e fornecem para empresas que tenham interesse em oferecer aos seus clientes essa bebida genuinamente amapaense.

Eu como um apaixonado por história, e bebidas históricas, acabei tendo uma ótima experiência com a Gengibirra Mangarataya, uso em algumas receitas, e uma delas eu vou deixar hoje aqui, afinal, Macapá fez  262 anos de idade.

Yasmim Toledo e Flávia Dias. Foto: Kallebe Amil

A receita de hoje é a GengiVila, drink criado para a carta de coquetéis do Bar do Vila (@bardovilamacapa), onde as meninas Manuh e Aline abraçaram a ideia de trazer um drink genuinamente amapaense como uma pequena homenagem ao Amapá, o Marabaixo e a nossa Gengibirra.

O Coquetel GengiVila leva:

60 ml de Cachaça Sagatiba

25 ml de Xarope Gengibre e Açúcar Demerara

30 ml de suco de Limão Taiti

E 20ml de Gengibirra Mangarataya

Preparo: em uma coqueteleira (se não tiver, improvise com um pote com tampa, pode ser aqueles potes de Palmito, fica bem legal e vira um PalmitoShaker rsrs) coloque com os ingredientes, bastante gelo e bata vigorosamente por 15 segundos, depois é só coar para uma caneca de alumínio com gelo e decorar com uma fatia de limão e uma fatia de gengibre.

Ah, e se fizerem em casa, não esquece de marcar o @cafecomnoticia_, o @bardovilamacapa, a @gengibirramangarataya e eu @_joaoicaro

SAÚDE, BEBAM COM MODERAÇÃO, E NADA DE DIRIGIR POR AI!

Foto: Eduardo Porpino

*João Ícaro, pai do Armênio, bartender, consultor de bar de coquetelaria, viajante, motoqueiro, microempresário (Loja do Urso e Bar do Urso), grande apreciador de coquetéis, cerveja e lanches.

Fonte: Café com Notícias

Abrasel e Prefeitura de Macapá promovem a II edição do Cozinha dos Chefs, em comemoração aos 262 anos de Macapá

A programação de aniversário de 262 anos de Macapá está repleta de atrações imperdíveis. A Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) e o Instituto Municipal de Turismo (Macapatur) se unem e presenteiam a capital com a Cozinha dos Chefs, nos dias 3 e 4 de fevereiro, na Praça Floriano Peixoto.

A Cozinha dos Chefes será montada para servir alimentos ao preço popular de R$ 10,00 preparadas por profissionais experientes da gastronomia amapaense. Nessa segunda edição, terá a chef burger Melissa Corrêa com Hamburger Gladiador, a chef Mitiko Sakairi com a Yakisoba, o chef sorveteiro Gabriel Moraes com os Chopps Gourmet e o chef confeiteiro Alessio Roulien com o popular Bolo de Pote.

Além da comercialização dessas deliciosas receitas, a culinária regional estará presente na área gastronômica como parte de uma extensa programação promovida pela Abrasel e Prefeitura de Macapá. Segundo o presidente da Abrasel, Yukio Nagano, a programação será literalmente recheada de delícias para valorizar os produtos da culinária regional e da nossa miscigenação, com isso potencializar o setor de gastronomia como um produto legitimamente turístico. “Reunimos grandes profissionais da gastronomia para presentear Macapá com os melhores sabores”, ressalta.

Curiosidades:

Segundo Sandro Belo, especialista em gastronomia, o hambúrguer teve origem na cidade de Hamburgo na Alemanha, mas só se popularizou mundialmente após sua chegada nos Estados Unidos. Já a Yakisoba, teve origem na China, mas ganhou a configuração do prato que conhecemos hoje no Japão. Aliás, o Amapá é o terceiro estado brasileiro que mais recebeu imigrantes do país do sol nascente. O chopp, termo regional, trata-se de uma sobremesa gelada, um picolé artesanal condicionado em pequenos sacos plásticos, muito popular, que aos poucos foi ganhando versões de sabores diversos e até gourmetizado, sendo conhecido em outras regiões por dudu, sacolé, geladinho, chupe-chupe, big-bem, brasinha, laranjinha, legalzinha e em grande parte do norte, de chopp. O Bolo de Pote por sua vez, surgiu em São Paulo, através de um acidente na cozinha no qual os bolos murcharam e ficaram com aparência ruim, entretanto, deliciosos, e para não haver prejuízos, decidiram colocar tudo em potes, recheá-los e vendê-los, eis que surgiu um grande negócio.

Serviço:

Cozinha dos Chefs
Dias 3 e 4 de fevereiro (segunda e terça-feira)
Das 18h às 23h
Praça Floriano Peixoto
Degustação R$ 10,00

Culinária do Amapá será apresentada em Brasília na Semana da Gastronomia Regional

O Senac Amapá realiza sua segunda participação no evento da Semana da Gastronomia Regional, entre os dias 26 e 28 de novembro, mas desta vez em Brasília – DF. Com o tema “Sabores do Amapá”, a culinária amapaense será a protagonista dos almoços servidos no Restaurantes-escola do Senado Federal, da Câmara dos Deputados, Senac Downtown (DF) e também irá compor a pauta na aula show, oferecida com o objetivo de proporcionar a troca de conhecimentos entre os chefs do Amapá e os alunos do Senac do Distrito Federal.

Promovido pelo Senac Nacional, em parceria com os departamentos regionais, o evento se tornou tradição por divulgar a gastronomia e cultura dos Estados brasileiros. Pela segunda vez participando da Semana da Gastronomia Regional, o Senac Amapá terá a oportunidade de apresentar em Brasília um pouco do gostinho da terra Tucujú e a diversidade da cultura amapaense.

Levando o que há de melhor da culinária do Amapá para o cenário nacional, o Senac conta com a contribuição para a preparação dos pratos de chefs renomados, como Antônio Moia, Jucicley Gomes, Solange Sussuarana, Sérgio Frederico Jucá e Socorro Azevedo. Além deles, o Senador Lucas Barreto, também está colaborando na apresentação da culinária amapaense. Responsável pela criação do prato principal, Pirarucu a Senador, Lucas Barreto, idealizou uma combinação de sabores que consegue unir um dos alimentos mais ricos e consumidos no Estado, o peixe Pirarucu, a outros ingredientes exóticos como o cravo da Índia, canela, açúcar mascavo e aceto balsâmico. Proporcionando ao paladar uma experiência de sabores diversificados e ricos da gastronomia do Amapá.

Aliada à culinária, a cultura amapaense também estará presente no evento por meio da decoração regional, adquirida com artesões locais, e com apresentações da maior manifestação cultural do Estado, o Marabaixo. Na ocasião, os batuques e canções serão entoados pelo grupo tradicional Tia Sinhá.

Programação:

✅Serviço à La Carte

Data: 26/11 (Terça-feira)

Local: Restaurante-escola do Senado Federal

Horário: 12h às 15h

✅Serviço Buffet

Data: 27/11 (Quarta-feira)

Local: Restaurante-escola do 10º andar do Anexo IV da Câmara dos Deputados

Horário: 12h às 15h

✅Serviço à La Carte

Data: 28/11 (Quinta-feira)

Local: Restaurante-escola Senac Downtown DF no prédio da CNC

Horário: 12h às 15h

✅Aula-show

Receitas da aula: Bolinho de piracuí com molho binacional, Açaí com camarão “no bafo” e Pudim de macaxeira

Data: 28/11 (Quinta-feira)

Local: Centro de Aperfeiçoamento em Gastronomia

Horário: 19h15 às 20h30

Aline Medeiros
Assessoria de comunicação da Fecomércio
Contato: 96 32231140 e 96 99108-3926

Banca Rios Beer Cervejaria, o melhor local para sua confraternização de fim de ano

Final de ano chegando e a Banca Rios Beer, loja especializada em cervejas especiais, é o espaço propício para sua confraternização de final de ano. A cervejaria reúne o que há de melhor que existe quando o assunto é cerveja e em um ambiente intimista, aconchegante e descolado.

Reúna seu grupo e reserve um curso de introdução ao Universo Cervejeiro na Banca Rio’s beer. Conheça a história, os estilos, as harmonizações, e mergulhe nesse mundo de possibilidades que é a queridinha do Brasil, a nossa cerveja.

O mestre-cervejeiro à frente da casa é Igor Maneschy, com passagem pelas melhores escolas cervejeiras em São Paulo; especialista em estilos e harmonizações e mestre cervejeiro com formação pela Brauakademie. Inclusive, já ministrou vários cursos sobre a fabricação de cerveja artesanal em Macapá. Ele manja muito!

No cardápio, porções de petiscos deliciosos e bem elaborados por Austy Maneschy, cozinheiro de mão cheia. Ele é o cara que inovou com os tira-gostos refinados, novidade na Banca Rios Beer. Ou seja, é quem dá um toque todo especial nos quitutes e harmonizações.

Enfim, cerveja boa é pra apreciar em um bom lugar. E a Banca Rios Beer já virou referência de diversidade do produto, alem de oferecer conforto e excelente atendimento. Consulte agenda e feche uma data.

Serviço:

Banca Rios Beer
Horário de funcionamento: de 18h às 24h.
Endereço: na Avenida Henrique Galúcio, nº 1644.

Mais Informações:

Igor Maneschy: 96 98117-8839
Austy Maneschy: 91 98509- 2293
Instagram: @bancariosbeer
Facebook: https://www.facebook.com/bancariosbeer/?fref=ts

Elton Tavares

Norte Lanches inaugurou em Macapá: um espaço cheio de sabores pra você

A culinária sempre foi um forte do meu amigo Josimauro Rocha. Ontem (16), ele inaugurou a “Norte Lanches”, no bairro Buritizal, zona sul de Macapá. A casa é climatizada, com som ambiente, hambúrgueres de 15 centímetros, hamburgueria beer e, segundo o proprietário, tem a melhor torre de batatas que o meio do mundo já viu.

O espaço é aconchegante, bem decorado, feito para pessoas que apreciam o bom gosto. Além de tudo, o preço é justo.

A Norte Lanches chega com a proposta de ser um ponto de encontro das famílias amapaenses, e uma excelente opção para reunir os amigos.

A casa possui uma equipe especializada e preparada para fazer o melhor atendimento. A casa também trabalha com entregas, pelo telefone 96-98122-7897. Liguem e deliciem-se.

Agora, quando se ouvir falar em sanduba de qualidade na capital amapaense, dirão: “vamos lá na Norte Lanches”.

O novo espaço gastronômico promete! E eu acredito que vai cumprir. Bora lá!

Serviço:

Norte Lanches, o novo espaço gastronômico de Macapá.
Endereço: Avenida Pedro Lazarino nº 1897, ao lado da caixa d’água do bairro Buritizal
Aberto todas as noites, a partir das 18h.
Telefone: (96)98122-7897

Elton Tavares

O Amapá recebe a edição 2019 do festival Bar em Bar

A gastronomia é a arte de extrair dos alimentos e bebidas o que eles têm de melhor, e a comida de bar ou boteco não foge desse requinte. São frituras, carnes, frios, hambúrgueres, defumados e petiscos deliciosos em porções com receitas exclusivas criadas especialmente para quem adora harmonizar os sabores diversos com uma boa bebida. Então surge o bar (boteco, pub, clube ou restaurante) como esse local de sabores, encontros de amigos, casais, famílias com uma boa conversa e entretenimento.

Já tradicional em várias regiões do Brasil, o festival Bar em Bar acontece pelo terceiro ano consecutivo no Amapá, com estabelecimentos de Macapá e Santana. O evento reunirá 13 bares selecionados, entre os dias 07 e 24 de novembro, com menu especial e exclusivo, de porções degustação e bebidas elaborados pelos chefs especialmente para o circuito gastronômico.

Durante os dias de festival, todos os clientes dos bares participantes poderão ‘tirar onda de crítico gastronômico’ e eleger a melhor comida de bar do circuito e também eleger o ‘garçom mais bacana’ do festival. Basta fazer uma foto do prato com o celular e postar em suas redes sociais com as rastags #barembarap #nomedobar e citar o nome do garçom nas postagens.

Além disso, os 13 estabelecimentos participantes receberão a visita dos críticos gastronômicos oficiais dos concursos gastronômicos no estado. Ao final, as avaliações serão computadas e destacados os vencedores.

O Bar em Bar tem a proposta de oferecer ao público diversas opções para degustação da gastronomia boêmia com valores acessíveis e oferecer atrações para todos os gostos, com bares que possuem desde uma pegada mais gourmetizada, até os temáticos, como country, mexicano, oriental, vegano, afro e regionais.

FICHA TÉCNICA DOS PARTICIPANTES

01. Bar do Vila
31.981.197/0001-10
Av. Mendonça Furtado n° 586, Centro – Macapá/AP
(96) 99112-1330
@bardovilamacapa

Pastéis Veganos
Pastéis voltados para o público vegano e vegetariano, com recheio de palmito e manjericão,
acompanhado de geleia de pimenta dedo de moça, com um leve toque adocicado.
R$18,00
Harmoniza muito bem com nosso Tucupi Shot (cachaça de jambu + tucupi quentinho).

02. Cancun Mexican Food Bar
21.315.342/0001-70
Rua: Prof. Tostes, nº 953 – (esquina c/ Av. Euclides da Cunha) Centro. Macapá/AP
(96) 98110-6511 (WhatsApp)
@cancunmacapa

Croquetes de camarão regional com creme de milho e pimenta chipotle
Camarão regional dessalgado, salteados com ervas, especiarias, pimenta chipotle, e creme de
milho.
Porção c/ 3 und. R$ 18,00
Harmoniza com cerveja!

03. Confraria Semblano
19.758.462/0001-09
Av.: Cora de Carvalho, nº 2459, Centro – Macapá/AP
(96) 3217-5763/ 98122-0117 (WhatsApp)
@confrariasemblano

Carne louca de leitão com molho Romeu e Julieta
Mini sanduíches com carne suína desfiada, temperada com cebola, tomate, pimentão,
salsinha, acompanhada de molho de goiabada picante e molho de queijo.
R$ 18,00
Harmoniza com cerveja bem gelada e vinho Cabernet sauvignon!

04. Sankofa Gastrobar
15.150.166/0001-61
Rua Beira Rio nº 1488, Orla do Santa Inês – Macapá/AP
(96) 981255596
@sankofamacapa

Bolinho de Caldeirada de Filhote
Uma releitura da tradicional caldeirada nortista em forma de bolinhos fritos, acompanhado
de creme de pimenta e dose de gengibirra.
R$ 20,00
Harmoniza com drink Brisas do Amazonas!
De 07 a 24 de novembro
nos melhores bares, botecos e pubs
de Macapá e Santana.

05. Banca Rio’s Beer
24.874.956/0001-80
Av. Henrique Galúcio, nº. 1644, bairro Central – Macapá/AP
(96) 99138-9713
@bancariosbeer

Pastéis Maialinos al pomodoro
Pastéis folhados de leitão servido com geleia de tomate e especiarias.
R$ 20,00
Harmoniza com Cerveja Bock Schornstein!

06. Delícias da Capytu
23.680.878/0001-10
Rua André de Oliveira Costa n° 771, Orla do Santa Inês – Macapá/AP.
(96) 99164-7052
@delIciasdacapytu

Trio da Capytu
O trio que dá água na boca: deliciosos filés com fritas, charque com macaxeira e bolinho de
camarão.
R$ 18,00
Harmoniza com cerveja bem gelada!
De 07 a 24 de novembro
nos melhores bares, botecos e pubs
de Macapá e Santana.

07. Red Bar
01.957.947/0001-58
Rua Ubaldo Figueira, nº 1138, Centro – Santana/AP.
(96) 99154-0302
@redbarstn

Crocante de frango com bacon
Peito de frango empanado em baconzitos, servido com molho cheddar com bacon.
R$ 20,00
Harmoniza com cerveja!

08. Sakaya Poke Bar
31.951.011/0001-80
Rua Eliezer Levy, nº 3080, Trem – Macapá/AP.
(96) 98142-9751 (WhatsApp)
@sakayapokebar

Filé de porco empanado
Filé de porco temperado com limão, sal, pimenta preta, empanado na farinha Panko e frito.
Servido em tiras com molho de soja temperado com limão e gengibre, e molho teriaki.
R$ 18,00
Harmoniza com cerveja bem gelada!
De 07 a 24 de novembro
nos melhores bares, botecos e pubs
de Macapá e Santana.

09. Soul Bistrô
12.010.858/0001-16
Av. Mendonça Furtado nº 804 A, Centro – Macapá/AP.
(96) 99199-3263
@soubistro

Bolinho Maravilha
Bolinho de macaxeira recheado com fraldinha maturada, marinada no vinho tinto e queijo,
acompanhado de maionese de casa e geleia de pimenta.
R$ 18,00
Harmoniza com cerveja Colorado Lager com laranja!

10. Rancho Espora de Ouro
33.263.097/0001-84
Rodovia Salvador Diniz, 354-A, Fazendinha – Macapá/AP.
(096) 99154-0302
@ranchoesporade

Bolinho de Peixe desfiado
Bolinho de peixe desfiado, acompanha molho de pimenta e tucupi.
R$ 20,00
Harmoniza com cerveja bem gelada!
De 07 a 24 de novembro
nos melhores bares, botecos e pubs
de Macapá e Santana.

11. Rustic Buber Beer
20.344.922/0002-24
Av. Almirante Barroso, nº 746, Centro – Macapá/AP.
(96) 99107-6896
@rusticburguerbeer

Bolinho de pernil suíno defumado com queijo coalho
Porção de bolinhos recheados com pernil suíno defumado, temperado com pimentões e
queijo coalho. Acompanhado de maionese de jambú e molho de pimenta vermelha.
R$ 15,00
Harmoniza com Cerveja Pilsen e Cerveja Session Ipa.

12. Restaurante Japan by Nagano
17.143.548/0001-93
Av. Presidente Getúlio Vargas nº 14 Centro – Macapá/AP.
(96) 99128-3315
@restaurantejapan

Combo Samurai
Cestinha especial com patê da casa, acompanha harumaki de jambu com camarão e tayaki
japonês.
R$ 18,00
Harmoniza com saquê.
De 07 a 24 de novembro
nos melhores bares, botecos e pubs
de Macapá e Santana.

13. Lótus Bar e Restaurante
03.350.597/0001-92
Av. Iracema Carvão Nunes nº 207, Centro – Macapá/AP.
Contato: (96)
@lotusmcp

Bolinhos de abóbora
Bolinhos de abóbora com recheio de bacalhau e molho D. Lene.
R$ 20,00
Harmoniza com drinks e cerveja Heineken.

 

Participem!

Bar em Bar
De 07 a 24 de novembro
Degustações de R$ 15,00 a R$ 20,00

Abrasel
(96) 98135-7900

CONCURSO GASTRONÔMICO PROFISSIONAL ENCHEFS AMAPÁ

1. INFORMAÇÕES GERAIS

O Concurso ENCHEFS AP tem como tema “Saberes e Sabores do Amapá” Será (10 de Novembro de 2019), na Praça Veiga Central onde acontecerá o Concurso Gastronômico Profissional, sendo possível o candidato mostrar novas técnicas, novos ingredientes e executando novos pratos valorizando a cultura do seu estado.

2. LOCAL – DATA

Local: Praça Veiga Cabral
Endereço: Central –

Data: 10 de Novembro de 2019

3. CANDIDATOS

• Ser maior de idade (idade mínima 18 anos);
• Ser Amapaense ou residir no Estado há pelo menos há 03 (três) anos;
• Ser cozinheiro profissional, podendo ou não ter formação em curso profissionalizante, técnico superior, ou superior na área de Alimentos, Cozinha ou Gastronomia.
• Ter 04 (quatro) anos ou mais de experiência profissional, comprovado através de currículo, carteira assinada ou carta de recomendação devidamente firmada e reconhecida em cartório (com endereço eletrônico e número de celular ou contato incluso).

Em caso de qualquer informação inverídica o candidato (a) será desclassificado (a).

4. DO CONCURSO
 PRIMEIRA ETAPA DO CONCURSO – CLASSIFICATÓRIA
• O candidato deverá apresentar um prato de autoria e/ou releitura da cozinha regional ou local do estado do Amapá de acordo com o tema “SABERES E SABORES DO AMAPÁ”
• Cada candidato concorre com uma única receita;
• Justificar ao final da receita, o porquê da escolha dos ingredientes;
 SEGUNDA ETAPA DO CONCURSO

• Será sorteado entre os candidatos 6 sacolas surpresas, onde terão ingredientes locais
• Numa bancada terá ingredientes em comum a todos, tais como: azeite, sal, etc.
• O CANDIDATO (A) trará consigo apenas um ingrediente de seu agrado para utilizar em sua preparação
A inscrição do concurso profissional será do dia 11/10/2019 à 01/11/2019 até às 23:00 horas e deverá ser encaminhada para o e-mail: [email protected].
• Os finalistas escolhidos receberão a notificação oficial por e-mail. Para a seleção será escolhido através do currículo.

5. DOS INSUMOS

• Os insumos serão disponibilizados pela coordenação do evento, sendo que o candidato (a) apenas trará um único ingrediente de seu agrado para uso de confecção de 8 pratos, a despesa com este único ingrediente arcado com o candidato.

6. DOS FINALISTAS

• Para a fase final do concurso serão escolhidos 04 (quatro) finalistas.
• Cada finalista pode levar seus utensílios e instrumentos (o evento cederá alguns utensílios e instrumentos)
• Cada finalista deverá estar uniformizado com a vestimenta dólmã, toque de chef, sapato de segurança, avental e zelar pela higiene pessoal e Boas Práticas na Manipulação de Alimentos conforme a RDC 216/04 da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA).
• Cada finalista deverá preparar 5 (cinco) mini pratos para degustação e 01 (um) para foto totalizando 06.
• Cada prato para degustação deverá ter no máximo 200 gramas.

7. DO TEMPO

• O Finalista deverá chegar 01 (uma) hora antes do início do concurso.
• O Finalista terá 15min para preparar a bancada com os utensílios necessários; 1h30min para a execução, e; 15 minutos para apresentar e defender seu prato à banca julgadora.

8. DA COMISSÃO JULGADORA

• Será formada por 05 (cinco) profissionais, sendo eles da área de gastronomia e convidados;
• A comissão avaliará a receita e justificativa do prato apresentado.

9. RESULTADO FINAL

• O prato vencedor será revelado no final do evento Enchefs AP no dia 10/11/2019, no próprio local do evento.
• O Vencedor estará automaticamente inscrito no ENCHEFS Nacional representado o Estado do AMAPÁ e com participação garantida no Prêmio Nacional Dólmã 2020.
• O Chef Vencedor do Concurso Gastronômico Profissional receberá um certificado de Vencedor.

Coordenador Estadual
Flora Dias
Socorro Azevedo

Pimenta Brimo: tempero apimentado do Fernando Bedran (recomendo)

O amigo Fernando Bedran está comercializando garrafas de pimenta, com molho feito pelo mesmo. PimentArte do Brimo é o nome da marca. Sempre compro e recomendo, pois o sabor é muito porreta!

As garrafas contém:

– Pimenta malagueta
– Azeite extra virgem
– Alho in natura e em flocos
– Ervas finas: alecrim, tomilho, salsa, manjericão, louro, açafrão, louro, noz-moscada, gengibre, sal marinho.

 PimentArte do Brimo

As Garrafas podem ser compradas a R$ 15,00 (150 ML), R$ 30,00 (250 ML) e R$ 50,00 (500 ML). Falar com o próprio “alquimista”, Fernando Bedran, no telefone: 99114-8333

Texto Mariléia Maciel, com edição de Elton Tavares