Macapá recebe a 2ª edição do Burger Fest Rock

Com entrada gratuita e comercialização de serviços, o festival gastronômico dedicado especialmente ao segmento de hamburguerias reúne a diversidade e inovação em hambúrgueres, com a temática do rock and roll.

A edição 2019 do festival gastronômico “Burger Fest Rock” ocorre na sexta-feira (12) e no sábado (13), dia em que é comemorado o Dia Mundial do Rock, na área de múltiplo-uso do Sebrae Amapá, em Macapá. O evento terá oficinas show com chefs especialistas em defumados e cortes nobres, além de games, carros antigos, tatuagens, cervejas especiais e steak.

A gastronomia é o que deve movimentar os visitantes durante o festival. Ao todo, 17 receitas estão confirmados para comercialização, ao preço único de R$ 12,00 com os seguintes segmentos:

Hambúrguer Gourmet
Mr. Urbano
Homemade Buguer
Wanted Food Master
Delivery Burguer
Kings Chef
Rustic Buguer Beer
Station 57
Klobe – boutique de carnes
Soul Bistrô
Shekinah

Steak
Salviano Charcutaria Artesanal
Casebre Comer & Beber
restaurante Japan by Nagano

Suqueria
Flora Restaurante

Doceria
Pretze’l Café
Fruitt Mix Salad
Chopp da Vovó

Dados da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes no Amapá apontam que o segmento de hamburgueria representa 10% da fatia do mercado de alimentação fora do lar no estado e movimenta cerca de R$ 30 milhões por ano. “O Burguer Fest Rock é um evento que celebrará duas paixões mundiais, o Burguer e o Rock, uma fusão da inovação na gastronomia com o melhor do rock n’ roll, interpretado por nossos músicos e chefs locais, uma grande oportunidade para a população local e visitantes desfrutarem o período das férias de maneira diferenciada e divertida”, comenta Yukio Nagano, presidente da entidade.

O Festival Burguer Fest Rock é uma realização do Sebrae Amapá e parceiros Abrasel, Klobe, Rustic Burguer e Beer,
Mr. Urbano, Station 57, Salviano Charcutaria Artesanal, Haus Bier, Casa do Sorveteiro, MEDPRIME Aparelhos Auditivos e Claro.

Serviço

2º Burger Fest Rock
Dias: 12 e 13 de julho (sexta-feira e sábado)
Hora: das 17h às 22h
Local: Sebrae em Macapá (Av. Ernestino Borges, número 740 – bairro Laguinho)
Entrada gratuita

PROGRAMAÇÃO

TOUR GASTRONÔMICO
17 empresas do setor de Alimentação Fora do Lar e 01 Cervejaria Artesanal apresentando receitas inéditas nas categorias: Hamburger Gourmet, Suqueria, Doceria e Steak.

COZINHA SHOW

Dia 12 de julho
Oficina: Defumados
Das 18:40 às 19:20
Chef Salviano – Salviano Charcutaria Artesanal

Dia: 13 de julho
Oficina: Super Cortes
Das 18:40 às 19:20
Chef Burguer Fábio Cosme – Mr Urbano e
Station 57

PALCO BURGUER FEST ROCK
Apresentação Musical de Bandas de Rock

12 de Julho
Artemis
Das 18:40 às 20:20

Tia Biló
Das 20:40 às 22:20

13 de julho – Dia Mundial do Rock

Ivan Dias e Banda e Raquel
Das 18:40 às 20:20

Hanna Paulino
Das 20:40 às 22:20

Exposição de Carros antigos
Projeto Automotivo e Guitarras

ECONOMIA CRIATIVA
Abrange quatro áreas: consumo, mídias, cultura e tecnologia. São negócios de diversos segmentos que se agrupam nessas categorias e se identificam com os movimentos e tendências da inovação
e da criatividade.

Abrasel no Amapá
(96) 98135-7900

A tacacazeira de olhos ternos e largo sorriso – Por @alcinea

tacacaseira

Dona Mangabeira era uma negra de olhar límpido, sorriso largo e dentes tão brancos como os guardanapos de algodão que ela mesma fazia para cobrir as panelas.

Foi uma das primeiras tacacazeiras da cidade. Era do bairro da Favela. Sua banca (naquele tempo não tinha os carrinhos de hoje) era montada na esquina da rua Leopoldo Machado com avenida Almirante Barroso. De longe se sentia o cheiro do tucupi. Esse cheiro dava água na boca atraindo tanta gente para sua banca. O camarão era vermelhinho e o jambu treme-treme.

Aos domingos, a movimentação era bem maior. Era parada obrigatória de quem passava por ali para ir ao estádio Glicério Marques assistir aos clássicos da época.

A todos – autoridade ou peão – Mangabeira atendia com alegria, contava histórias, fazia o tacacá do jeitinho que o freguês pedia.

– Mais goma ou tucupi? Quantas colheres de pimenta? Quer mais jambu?

E o freguês ia dizendo como queria.

De muitos ela sabia o gosto e já nem perguntava.

tumblr_mbzn60wrho1r3tp9lo1_1280

Contava que meu pai, o poeta e jornalista Alcy Araújo, era o único que tomava tacacá sem goma.

Mangabeira tinha um carinho especial pelas crianças. Para elas servia o tacacá em cuia menor e nada de pimenta.

Às vezes um moleque mais ousado pedia que ela colocasse um pinguinho. E ela, cheia de doçura, respondia: “Meu filho, criança não come pimenta”. E o moleque não insistia. O convencimento, tenho certeza, não era pelas palavras, mas pela doçura com que ela falava.

Além de tacacazeira, Mangabeira era excelente lavadeira. Daquelas que botava a roupa “pra quarar” e engomava usando ferro a carvão. Era também benzedeira, tirava quebranto de criança, fazia banho de cheiro pra curar gripe, catapora e sarampo e chás e garrafadas pra todos os tipos de males.

Mangabeira era uma imagem forte na paisagem do meu bairro e é uma das belas recordações da minha infância.

Alcinéa Cavalcante

Hoje é Dia/Noite de São João! (sobre o santo e a festa junina)

SÃO-JOÃO-BATISTA

Hoje é o Dia de São João. De acordo com a história, João Batista (Judeia, 2 a.C. — 27 d.C.) foi um pregador judeu do início do século I, citado pelo nos Evangelhos da Bíblia. Ele é considerado o santo maissao-joao-batistajpg3572012133138 próximo de Cristo, pois além de ser seu parente de sangue, Jesus foi batizado por João nas margens do rio Jordão.

O Evangelho de Lucas (Lucas 1:36, 56-57) afirma que João nasceu cerca de seis meses antes de Jesus; portanto, a festa de São João Batista foi fixada em 24 de junho, seis meses antes da véspera de Natal. Este dia de festa é um dos poucos dias santos que comemora o aniversário do nascimento, ao invés da morte, do santo homenageado.

Segundo a narração do Evangelho de Lucas, João Batista era filho do sacerdote Zacarias e Is8537sao_joao_batistaabel, prima de Maria, mãe de Jesus. Foi profeta e é considerado, principalmente pelos cristãos, como o “precursor” do prometido Messias.

Em sua missão de adulto, ele pregou a conversão e o arrependimento dos pecados manifestos através do batismo. João batizava o povo. Daí o nome João Batista, ou seja, João, aquele que batiza.

Aliás, ele batizou muitos judeus, incluindo Jesus, no rio Jordão, e introduziu o batismo d13535958_1216500701736292_110298172_ne gentios nos rituais de conversão judaicos, que mais tarde foram adaptados pelo cristianismo.

São João Batista é muito importante no Novo Testamento, pois ele foi o precursor de Jesus, anunciou sua vinda e a salvação que o Messias traria para todos. Ele era a voz que gritava no deserto e anunciava a chegada do Salvador. Ele é também o último dos profetas. Depois dele, não houve mais nenhum profeta em Israel.

Outras religiões

Para alguns Espíritas, Elias reencarnou como João Batista. Mais tarde, teve outras experiências reencarnatórias como sacerdote druida entre o povo celta, na Bretanha. Depois como o reformador Jan Hus (1369-1415), na Boêmia. Na França foi Hippolyte Léon Denizard Rivail (1804-1869), o qual utilizava o pseudônimo Allan Kardec como codificador do Espiritismo. Sua última existência corpórea se deu no Brasil, nascido dia 23 de Fevereiro de 1911 com o nome de Oceano de Sá, mais tarde chamado de Yokaanam:. (fundador da Fraternidade Eclética Espiritualista Universal), reconhecido como tal por diversas escolas sérias e reconhecidas mundialmente, embora o mesmo não assumisse publicamente pois nunca achou necessário e não queria tirar proveito algum de tal reconhecimento.

xan

João Baptista é venerado como messias pelo mandeísmo, também considerado pelos muçulmanos como um dos grandes profetas do Islão. Na Umbanda, este santo é sincretizado como uma das manifestações do orixá Xangô, responsável por um agrupamento de espíritos que trabalha para a saúde e o conhecimento, que congrega médicos e cientistas. Já no Islamismo, é reverenciado pelos muçulmanos sunitas como sendo um dos seus profetas. O santo também é o padroeiro da Maçonaria (por conta da criação da entidade, em 24 de junho de 1717).

Euemano-3

Sobre a festa junina de São João

A festa se originou na Idade Média na celebração dos chamados Santos Populares (Santo António, São Pedro e imagesSão João. Os primeiros países a comemorá-las foram França, Itália, Espanha e Portugal. Anteriormente os festejos ocorriam por conta do solstício de verão, as quais marcavam o início da colheita. Nelas, ofereciam-se comidas, bebidas e animais aos vários deuses em que o povo acreditava. Um deles era Juno, esposa de Júpiter, que era considerada a deusa da fecundida. Nessas festas, chamadas “junônias”, as pessoas dançavam e faziam fogueiras para espantar os maus espíritos.

Os jesuítas portugueses trouxeram os festejos joaninos para o Brasil. As festas de Santo Antônio e de São Pedro só cimages (3)começaram a ser comemoradas mais tarde, mas como também aconteciam em junho, passaram a ser chamadas de juninas.

Nunca gostei de festas juninas, mas sei da importância delas na cultura brasileira. Gosto de algumas comidas típicas do período (vatapá então…nossa!), assim como adorava as bombas. Na época de moleque, era obrigado a dançar quadrilha. Aí ficava mais puto ainda com o mês de junho. Na foto, ali em cima, tô com meu irmão, Emerson Tavares, alegre por ter acabado a tortura infantil do “taran ran ran, taran ranIMG_20150624_022305 ran”.Hoje em dia, até vou, mas só se for a trabalho, para cobrir o evento.

Bom, o Dia de São João é celebrado com festas recheadas de muita dança, comida e alegria. Neste sábado, nas cidades nordestinas, onde a tradição é mais forte, as quadras ferverão ao som do forró (For All). Aqui no Norte, as fogueiras serão acesas também, com quadrilha e brocas legais. Enfim, para quem curte, é onda bacana.

Portanto, minhas homenagens ao santo e uma ótima festa aos amantes da quadra junina. Viva São João!

Elton Tavares
Fontes: Wikipédia, CruzTerraSanta e Calendarr Brasil.

Exibição de filmes marca Semana Mundial Sem Carne em Macapá

Campanha nacional é organizada pela Greenpeace, Sociedade Vegetariana Brasileira e Mercy for Animals.

Por Jorge Abreu

Como parte da campanha Semana Mundial Sem Carne, uma programação com exibições de curtas-metragens, debates e degustações de comidas veganas será realizada na sexta-feira (21), em Macapá.

O evento nacional é promovido pelas ONGs Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB), Mercy for Animals e Greenpeace, com objetivo de discutir e divulgar os principais pontos abordados pelo veganismo.

Além disso, a programação busca levar reflexões voltadas para meio ambiente, como os impactos negativos provocados pela pecuária, desmatamento de florestas, poluição, aquecimento global, entre outros.

Na capital amapaense, o evento acontece entre 15h45 até 17h45, na escola de idiomas Yázigi, que fica localizado na Avenida Clodóvio Coelho, nº 222 – bairro Trem. A entrada é gratuita e qualquer pessoa pode participar.

Semana Mundial Sem Carne

Apesar do nome, a proposta da campanha não é focada somente na restrição alimentar e sim no veganismo, que um movimento social e político a respeito dos direitos animais, por questões éticas e também pela sustentabilidade.

É a primeira vez que a SVB, Mercy for Animals e Greenpeace se juntam para realizar um programação para abordar a causa. Eventos similares acontecem em vários estados do Brasil.

Profissionais alergologistas oferecem curso de gastronomia para pacientes com alergias e intolerâncias, em Macapá

Conhecendo as dificuldades da alimentação de pacientes com alergias e intolerâncias foi criado o 1º curso de Gastronomia para alérgicos e intolerantes, organizado por médicos especializados na área de alergologia e imunologia, surgindo com a proposta de unir gastronomia e saúde. Com duração de 60h, o curso será realizado na Estácio Macapá, com início no dia 10 de junho e duração de oito semanas.

Sua ementa contempla assuntos de como se dá as alergias alimentares, substituições hipoalergênicas, o que ler no rótulo e preparação de diversos pratos, o evento terá aulas teóricas das 18h às 22h e as aulas práticas serão no final de semana em período diurno.

O evento tem como objetivo incluir pessoas que possuem alergias e intolerâncias à cozinha, com dicas de receitas e substituições de potenciais alergênicos nas receitas. O curso dará os fundamentos da culinária para pessoas alérgicas a diferentes tipos de alimentos sem perder a qualidade e o sabor. Como acompanhamento didático do curso, os participantes receberão apostilas com os conteúdos e as receitas que serão ensinadas.

Divididos em módulos e com receitas que contemplam desde a alimentação de bebês com APVL (Alergia à proteína do leite de vaca), crianças, jovens e adultos com alergias alimentares e determinados alérgenos, o curso proporcionará uma nova forma de interação com os alimentos.

Público-alvo: Interessados em técnicas e receitas isentas de potenciais alergênicos (leite, ovos e glúten), pessoas com alergias alimentares e intolerâncias, assim como profissionais do setor alimentício e de saúde.

Valores, inscrições e outras informações: 88 99632-7520 Dr. Matheus Lima/ 96 98106-4240.

Neste final de semana acontece a maior vitrine gastronômica do Amapá, o Festival Brasil Sabor

O evento traz o tema “Original do Brasil e a gastronomia das cinco regiões do país: norte, nordeste, centro-oeste, sudeste e sul, reunidas no meio do mundo, com uma variada programação”.

A 14ª edição do Festival Brasil Sabor acontece de 31 de maio a 2 de junho, das 18h às 23h, no Sebrae. O evento é realizado pela Associação Brasileira de Bares e Restaurantes no Amapá e os parceiros Sebrae, Prefeitura Municipal de Macapá e Governo do Estado do Amapá. Os pratos em forma de degustação serão servidos ao preço de R$ 12 reais.

Com a temática original do Brasil e a valorização da culinária nacional, os promotores do evento propõem um ‘tour gastronômico’ por meio da degustação de pratos com receitas inovadoras, utilizando insumos e ingredientes das cinco regiões do país: norte, nordeste, centro-oeste, sudeste e sul, ao preço de R$12,00 e divididos em 20 receitas que vão desde os burguers às sobremesas e aos pratos sofisticados. Nesta edição, outra novidade é o livro ‘Segredos dos Chefs’, com distribuição gratuita, contendo as receitas dos pratos do festival; a feirinha de artesanato voltada para gastronomia, com louças Maraca e Cunani e do Maruanum, além de produtos artesanais do Amapá como a gengibirra e os derivados do chocolate produzidos na região; a feira de produtos do campo com os principais insumos da região; a final do Concurso que seleciona o melhor chef de cozinha de 2019, o ‘Chef de Talento’; a participação de chefs de cozinha renomados nacionalmente com apresentações de aulas shows e degustações gratuitas; uma variada programação cultural com música e a entrega do ‘Prêmio Alcilene Cavalcante’, melhores da gastronomia, no Palco Tucupi.

Abrasel no Amapá

Em 2019, a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes no Amapá, entidade de utilidade pública, comemora o desenvolvimento da gastronomia no estado, com a segmentação do setor, a diversificação e inovação na culinária local, criação de empresas e empregos, além do crescimento do percentual de consumo de alimentos prontos fora do lar, fruto das parcerias entre instituições, dirigentes e profissionais.

Restaurantes

Os restaurantes que participam do Festival Brasil Sabor representando a região norte são: Restaurante Divina Arte, Restaurante Bom Sabor, Restaurante e Churrascaria Sarney, Soul Bistrô, Mayumi Sushi delivery e Delivery Burger. Pela região nordeste: Restaurante Dom Garcia, Restaurante Cantinho Baiano, Rustic Hamburgueria Artesanal e Kátia Buffet. Pela região centro-oeste: Wanted food Master, Salviano Charcutaria, Chopp da Vovó e Japan Restaurante. Já pela região sudeste: Sakaya Poker Bar, Royal Hotel & Gastronomia e Vó Katia. E pela região sul: Haus Bier – chopp artesanal e costelão gaúcho, 313 Restaurante e Kings Chef Hamburgueria.

Programação

1° dia – 31/05 (sexta-feira)
Cozinha Show
18:30h no Palco Tucupi
Chefs André Barros (GO) e Flora Santana (AP)
Cozinha Caipira na Amazônia: arroz de suã com açafrão da terra, tucupi e chicória do norte.

Mini Chefs
18h Oficina de culinária para crianças – Sala Laranjal do Jari

19h Cerimonial de abertura do Festival Brasil Sabor;
19:45h foto oficial com empresários e chefs de cozinha;
20h Prêmio Alcilene Cavalcante – melhores da gastronomia 2018;

18h às 23h Tour gastronômico em 20 stands, feirinha de artesanato e feira de produtos do campo.

2° dia – 01/06 (sábado)
Mini Chefs
18h Oficina de culinária para crianças – Sala Laranjal do Jari

Cozinha Show
19h no Palco Tucupi
Chef Valadares (PE): Sabores do Nordeste
20h Apresentação cultural com MPA e MPB;
18h às 23h Tour gastronômico em 20 stands, feirinha de artesanato e feira de produtos do campo.

3º dia (02/06 – domingo)
17h Concurso Chef de Talento no Palco Tucupi
18h Oficina de culinária para crianças (Mini Chefs) – Sala Laranjal do Jari

Cozinha Show
19h no Palco Tucupi
Sommeliers Isadora Fornari (SP) e Maurício Maia(SP):
Sabores Locais na coquetelaria e Café fora da xícara: utilização e preparo.

20h no Palco Tucupi
Chef Solange Sussuarana e José Bogea (enófilo):
Harmonização da culinária de raiz amapaense com bebidas: uma busca pela valorização de sabores.

21h Apresentação musical (Sertanejo e Pop Rock nacional);
18h às 23h Tour gastronômico em 20 stands, feirinha de artesanato e feira de produtos do campo.
22h Cerimonial de encerramento e Premiação Chef de Talento
23h encerramento.

Abrasel no Amapá
(96) 981357900

Com 20 pratos no AP, 14º Brasil Sabor tem ‘tour’ inspirado na gastronomia de cinco regiões

14º Festival Brasil Sabor tem ‘tour’ inspirado na gastronomia de cinco regiões do país — Foto: Abrasel/Divulgação

Por Fabiana Figueiredo

Um dos maiores festivais gastronômicos do país vai apresentar no Amapá 20 pratos inéditos de empreendimentos locais. O 14º Festival Brasil Sabor acontecerá de 31 de maio a 2 de junho, na sede do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), no bairro Laguinho, no Centro de Macapá.

A degustação de cada prato será no valor de R$ 12. A Associação Brasileira de Bares e Restaurantes do Amapá (Abrasel-AP), organizadora do festival, divulgou as atrações gastronômicas e o G1 fez um “menu digital”, reunindo fotos e descrição de cada prato.

Com o tema “Original do Brasil – as cinco regiões do país no meio do mundo”, a 14ª edição do festival propõe um tour gastronômico, com degustações de pratos inspirados na culinária de cada região brasileira. Espécies de peixes e camarões, macaxeira, diferentes versões de carne e queijos são alguns dos ingredientes que aparecem nos pratos.

Além das degustações dos 20 pratos, o festival também terá atividades como feiras de artesanato e produtos do campo, concurso que elege o melhor chef de cozinha de 2019, “Cozinha Show” com oficinas de chefs de cozinha renomados nacionalmente, e o lançamento do livro “Segredos dos Chefs”, com as receitas dos pratos do festival.

O evento é realizado em parceria com o Sebrae, a Prefeitura Municipal de Macapá e o Governo do Estado do Amapá.

Programação:

14º Festival Brasil Sabor
Horário: das 18h às 23h
Local: Sebrae (Av. Ernestino Borges, nº 740, bairro Laguinho)
Entrada gratuita
Degustação: R$ 12 por prato

1° dia – 31 de maio (sexta-feira)

18h – “Mini Chefs” – Oficina de culinária para crianças – Sala Laranjal do Jari
18h30h – Cozinha Show: “Cozinha Caipira na Amazônia: arroz de suã com açafrão da terra, tucupi e chicória do norte”, com chefs André Barros e Floraci Dias, no Palco Tucupi
19h – Abertura do Festival Brasil Sabor
19h45 – foto oficial com empresários e chefs de cozinha
20h – entrega do Prêmio Alcilene Cavalcante – melhores da gastronomia 2018
18h às 23h – tour gastronômico em 20 stands, feirinha de artesanato e feira de produtos do campo
2° dia – 1º de junho (sábado)

Festival Brasil Sabor acontece no estacionamento do Sebrae, em Macapá — Foto: Rita Torrinha/G1

18h – “Mini Chefs” – Oficina de culinária para crianças – Sala Laranjal do Jari
19h – Cozinha Show: “Cozinhando e educando”, com chef Renato Valadares, no Palco Tucupi
20h – Cozinha Show: “A arte de empreender na equipe”, com chef Danielle Dahoui, no Palco Tucupi
20h – Apresentação cultural com Osmar Jr e Mauro Cotta
18h às 23h – tour gastronômico, feirinha de artesanato e feira de produtos do campo
3º dia – 2 de junho (domingo)

17h – Concurso ‘Chef de Talento’, no Palco Tucupi
18h – “Mini Chefs” – Oficina de culinária para crianças – Sala Laranjal do Jari
19h – Cozinha Show: “Harmonização da culinária de raiz amapaense com bebidas: uma busca pela valorização de sabores”, com chef Solange Sussuarana e enófilo José Bogea, no Palco Tucupi
20h – Cozinha Show: “Sabores Locais na coquetelaria e café fora da xícara: utilização e preparo”, com sommeliers Isadora Fornari e Maurício Maia, no Palco Tucupi
21h – Apresentação musical (sertanejo e pop rock nacional);
18h às 23h – tour gastronômico, feirinha de artesanato e feira de produtos do campo
22h – Resultado final e premiação do concurso “Chef de Talento”
23h – encerramento

Fonte: G1 Amapá

Piquenique em Macapá vai reunir interessados no vegetarianismo

Levar o vegetarianismo de forma clara e agradável é a proposta de um piquenique em Macapá. O “Vegnique” será realizado neste sábado (25), a partir das 15h30, no Parque do Forte, no Centro.

Bolos, lanches e frutas não vão faltar no encontro que espera reunir interessados na causa vegetariana/vegana. Qualquer pessoa pode participar do evento.

A ideia é proporcionar trocas de experiências, conhecimentos, receitas e outros assuntos que podem ajudar quem deseja abrir mão de produtos de origem animal, seja na alimentação ou em peças de roupas e acessórios.

Para contribuir com o piquenique, cada participante pode levar uma comida, basta ser isenta de qualquer tipo de carne, ovo, leite e mel. A colaboração é voluntária.

Serviço:

Vegnique em Macapá
Data: 25 de maio
Horário: a partir de 15h30
Local: Parque do Forte (Centro)
Contato: (96) 98113-1343 – somente WhatsApp

Assessoria de comunicação

Hoje rola o lançamento da 14ª edição do Festival Brasil Sabor em Macapá

A edição 2019 do Festival Brasil Sabor acontece de 31 de maio a 2 de junho, das 18h às 23h, no Sebrae. O lançamento oficial hoje (16), na sede do Sebrae, às 19:30h, com um coquetel para imprensa e participantes. Serão apresentadas a temática e as receitas desta edição. O evento é realizado pela Associação Brasileira de Bares e Restaurantes no Amapá e os parceiros Sebrae, Prefeitura Municipal de Macapá e Governo do Estado do Amapá. Os pratos em forma de degustação serão servidos ao preço de R$ 12 reais.

Com a temática original do Brasil e a valorização da culinária nacional, os promotores do evento propõem um ‘tour gastronômico’ por meio da degustação de pratos com receitas inovadoras, utilizando insumos e ingredientes das cinco regiões do país: norte, nordeste, centro-oeste, sudeste e sul, divididos em 20 receitas que vão desde os burguers às sobremesas e aos pratos sofisticados. Nesta edição, outra novidade é o livro ‘Segredos dos Chefs’, com distribuição gratuita, contendo as receitas dos pratos do festival; a feirinha de artesanato com as louceiras do Maruanum; feira de produtos do campo; a final do Concurso que seleciona o melhor chef de cozinha de 2019, o ‘Chef de Talento’; além da participação de chefs de cozinha renomados nacionalmente como o Chef Andre Barros, Chef Maurício Maia, Chef Valadares, Chef Isadora Bello Fornari, Chef Dahoui e Chef Flora, com apresentações de aulas show e uma variada programação cultural com música e a entrega do ‘Prêmio Alcilene Cavalcante’, melhores da gastronomia, no Palco Tucupi.

Abrasel no Amapá

Em 2019, a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes no Amapá, entidade de utilidade pública, comemora o desenvolvimento da gastronomia no estado, com a segmentação do setor, a diversificação e inovação na culinária local, criação de empresas e empregos, além do crescimento do percentual de consumo de alimentos prontos fora do lar, fruto das parcerias entre instituições, dirigentes e profissionais.

Restaurantes

Os restaurantes que participam do Festival Brasil Sabor representando a região norte são: Restaurante Divina Arte, Restaurante Bom Sabor, Restaurante e Churrascaria Sarney, Soul Bistrô, Mayumi Sushi delivery e Delivery Burger. Pela região nordeste: Restaurante Dom Garcia, Restaurante Cantinho Baiano, Rustic Hamburgueria Artesanal e Kátia Buffet. Pela região centro-oeste: Wanted food Master, Salviano Charcutaria, Chopp da Vovó e Japan Restaurante. Já pela região sudeste: Sakaya Poker Bar, Royal Hotel & Gastronomia e Vó Katia. E pela região sul: Haus Bier – chopp artesanal e costelão gaúcho, 313 Restaurante e Kings Chef Hamburgueria.

Programação:

1º dia (31/05 – sexta-feira)
18h Cozinha Show – Chef Flora e André Barros no Palco Tucupi
18h Oficina de culinária para crianças (Mini Chefs) – Sala Laranjal do Jari
19h Cerimonial de abertura do Festival Brasil Sabor;
19:45h Foto Oficial com empresários e chefs de cozinha;
20h Prêmio Alcilene Cavalcante – melhores da gastronomia 2018;
18h às 23h Tour gastronômico em 20 stands, feirinha de artesanato e feira de produtos do campo.
2º dia (01/06 – sábado)
18h Oficina de culinária para crianças (Mini Chefs) – Sala Laranjal do Jari
19h Cozinha Show – Chef Daniele Dahoui e Renato Valadares no Palco Tucupi
20h Apresentação cultural com Osmar Jr e Mauro Cotta (MPA e MPB);
18h às 23h Tour gastronômico em 20 stands, feirinha de artesanato e feira de produtos do campo.
3º dia (02/06 – domingo)
17h Concurso Chef de Talento no Palco Tucupi
19h Cozinha Show – Chef Isadora e Barista Mauricio Maia no Palco Tucupi
20h Apresentação musical (Sertanejo e Pop Rock nacional);
18h às 23h Tour gastronômico em 20 stands, feirinha de artesanato e feira de produtos do campo.
21h Cerimonial de encerramento e Premiação Chef de Talento
23h encerramento.

Abrasel no Amapá
(96) 981357900

Abertas as inscrições do Concurso que premiará o melhor chef de cozinha do Amapá em 2019

Foto: primeira edição em 2016 que consagrou o chef Orazio Cattani como vencedor

Em sua quarta edição, o concurso organizado pela Associação Brasileira de Bares e Restaurantes no Amapá colocará em destaque o profissional que melhor elaborar e apresentar sua receita para um corpo de jurados especialistas

O Concurso

Com o tema “resgate cultural na culinária amapaense”, o concurso vai definir um cozinheiro ou chef de cozinha como melhor profissional do estado em 2019. O tema desta quarta edição tem como inspiração a evolução da culinária amapaense por meio do resgate cultural. O concurso ocorrerá no dia 01 de junho no SEBRAE Amapá.

Segundo o Turº Sandro Belo, da coordenação do evento, o concurso de culinária tem garantido visibilidade e posicionamento no mercado aos profissionais que participam. As inscrições são gratuitas e o interessados devem cumprir os requisitos do regulamento e se submeterem às etapas de classificação até chegar à final com a defesa prática para uma comissão de jurados especialistas.

Regulamento

O concurso definirá o cozinheiro ou chef de cozinha como o melhor profissional em 2019, com a chancela da Abrasel no Amapá e dos críticos gastronômicos que compõem o júri.

Para participar do Concurso Gastronômico é necessário:

1) Ter ou completar 18 (dezoito) anos até a data do início do concurso (27/04/2019);
2) Ser Amapaense ou residir no estado há pelo menos 02 (dois) anos;
3) Ser cozinheiro, podendo ou não ter formação em curso profissionalizante, técnico superior, ou superior na área de Alimentos, Cozinha ou Gastronomia.
4) Ter pelo menos 02 (dois) anos de experiência profissional, comprovado através de Curriculum Vitae (com endereço eletrônico e número de celular ou de contato inclusos).
a) O candidato responde com a desclassificação do concurso por qualquer informação inverídica.
5) O candidato deverá ter perfil pessoal na rede social facebook.
6) O candidato deverá apresentar 01 (um) prato de sua autoria;
a) Cada candidato só concorre com 01 (uma) única receita (prato);
b) A receita deve conter ingredientes da culinária regional;
c) O candidato deverá descrever ao final da receita, o porquê da escolha dos ingredientes;
7) O candidato deverá enviar seu Curriculum, a receita e a foto do prato escolhido, digitalizado, no período do dia 27 de abril a 10 de maio de 2019, até às 23h, para o seguinte endereço eletrônico: abraselap@abrasel.com.br
a) Serão desclassificados quaisquer e-mails após o horário estabelecido. O candidato receberá e-mail confirmando sua participação.
A comissão julgadora independente, que será formada por personalidades de relevantes conhecimentos/experiências na área, escolherá 03 (três) finalistas com base nos critérios: apresentação, harmonização e paladar.
a) A Comissão julgará a receita sem saber quem são os autores, para evitar decisões e/ou opiniões tendenciosas.
a) A Comissão avaliará a receita bem como justificativa da escolha dos ingredientes e a foto do prato;
9) Os finalistas receberão a notificação oficial, por e-mail em dia após a realização da pré-seleção.
a) Serão desclassificados os concorrentes que tornarem público, via redes sociais, sua classificação, a receita e a foto do prato concorrente, observando o critério de imparcialidade da banca examinadora adotado por essa comissão.
b) Cada finalista deve levar seus utensílios, instrumentos e pequenos materiais (processador, faca elétrica, liquidificador e panelas para placa de indução). E deverá entrar em contato com a Comissão Organizadora para validar seu material complementar.
c) Cada finalista terá 45 (quarenta e cinco) minutos para executar seu prato.
d) Os finalistas poderão levar os grãos (feijão, grão de bico, lentilha, etc) demolhados.
e) A demonstração do tema imposto deverá ser apresentada em 06 (seis) porções degustação individuais, sendo: 01 (um) para foto e apreciação do público e 05 (cinco) para degustação do Júri.
f) Todos os elementos contidos no prato deverão ser comestíveis, decorativos ou não.
10) Os finalistas deverão arcar com todos os seus insumos e pratos decorativos para a preparação e apresentação dos mesmos, para avaliação de júri especializado.
11) Todos os classificados receberão um certificado de participação no concurso.

Coordenação:

Rafael Salviano
Sandro Belo
Yukio Nagano
Cleyce Miranda
Thiago Santiago

Assessoria de comunicação
Contato
(96) 981357900

Conselho Municipal de Turismo traça metas para 2019

A primeira reunião do Conselho Municipal de Turismo de 2019 ocorreu nesta terça-feira, 16, e já definiu planejamentos para o setor em Macapá. Além de eventos, censos e fiscalizações, a entidade tem como meta propor políticas públicas de fomento ao turismo para a capital. O encontro ocorreu no Instituto Municipal de Turismo (Macapatur).

Na oportunidade, foram empossados o presidente do conselho, Paulo Brito e o vice, Maykom Magalhães, além de conselheiros da entidade. “O conselho é o órgão que trabalha a política pública de turismo em Macapá, com base na política nacional. Temos como meta fomentar esse setor e formular estratégias e planejamentos. Já pontuamos ações para o primeiro e segundo semestres de 2019”, disse o presidente Paulo Brito.

O encontro teve a participação de representantes do Instituto Municipal de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Improir), Fundação Municipal de Cultura (Fumcult), Secretaria Municipal de Planejamento (Sempla), Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semam), Instituto Municipal do Turismo (Macapatur), Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) e Secretaria de Estado do Turismo (Setur).

Cássia Lima
Assessora de comunicação/Macapatur
Contato: 98104-9355

Cozinha dos Chefs comercializará pratos ao preço de 10 reais

O Instituto Municipal de Turismo e a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) presenteiam os macapaenses com a Cozinha dos Chefs, nos dias 3 e 4 de fevereiro, na Praça Floriano Peixoto. O evento é montado para servir refeições ao preço de R$ 10,00.

Além da comercialização de pratos sofisticados, preparados por profissionais experientes da gastronomia amapaense, a culinária regional estará presente na área gastronômica como parte de uma extensa programação promovida pela Prefeitura de Macapá para o aniversário da capital.

Serviço:

Data: 03 e 04/02 (domingo e segunda-feira)
Hora: 12h às 14h e das 18h às 20h
Local: Praça Floriano Peixoto
Preço: R$ 10,00

Cássia Lima
Assessora de comunicação/Macapatur
Contato: 98104-9355

Mini Kaftas com molho picante vence o concurso do festival Bar em Bar em Macapá

A Abrasel, Associação Brasileira de Bares e Restaurantes, divulgou os primeiros colocados do concurso da melhor comida de bar (petisco, tira-gosto ou comida de boteco), da 2ª edição do Festival Bar em Bar na capital, que iniciou dia 30 de novembro e finalizou neste dia 30 de dezembro, nos melhores empreendimentos no segmento em Macapá, no total de 15 receitas.

A receita campeã foi a ‘Mini Kafta com molho picante’, elaborado pelo casal somelier Leandro e Lilian, da loja de cervejas especiais ‘Banca Rio’s Beer’, especialista em rótulos de cervejas artesanais, nacionais e importadas. A casa funciona há dois anos e meio na Avenida Henrique Galúcio, nº 1644 no bairro Central. Os criadores do prato vencedor participam pela primeira vez de festival gastronômico e relatam que foram incentivados pela abrasel a inovar na criação do prato para o evento, e que independente do resultado do concurso, a ideia já iria fazer parte do cardápio da casa pela boa aceitação do público. O petisco a base de carne bovina moída, temperos e especiarias, pau de canela, regadas ao óleo de gergelim e servidas com molho picante agridoce, harmoniza com cerveja do estilo IPA, e conquistou também o paladar dos jurados oficiais.

Leandro Chiesa e Lilian Ferreira, proprietários da Banca Rios Beer

Em segundo lugar ficou ‘Pastel de Tacacá’, do Treta Club. Elaborado pela Chef Karla Nascimento. O pastel leva goma de tapioca, camarão regional, jambu e tucupi no recheio, e harmoniza com cerveja. O pub funciona na Av. Presidente Getúlio Vargas, nº 2467 no bairro Santa Rita e é frequentada pelo público em geral, especialmente o público LGBT.

Já o terceiro lugar ficou com o ‘Lotus Bar e Restaurante’, com a receita ‘Filé com catupiri gratinado’, acompanhado de chips artesanais, criado pelo Chef Franklin William, harmoniza com gin. O bar fica localizado na Av. Iracema Carvão Nunes, nº 253, no bairro Central. A casa recebe um público seleto e funciona ao estilo pub.

Os vencedores foram escolhidos pelos jurados oficiais que fizeram um verdadeiro circuito gastronômico nos bares. Os critérios avaliados para definir os campeões foram paladar, originalidade e apresentação. As notas variaram de 5 a 10. Os três primeiros colocados vão receber uma troféu de homenagem pelo resultado.

De acordo com o coordenador do evento, o turismólogo Sandro Belo, o evento superou as expectativas e movimentou os bares, pubs e restaurantes de Macapá. “A população experimentou uma nova modalidade de festival, diferente das feiras gastronômicas, que geralmente tem um endereço só e com duração de 3 dias em média, o ‘Bar em Bar’ aconteceu durante um mês com receitas de 15 empreendimentos que funcionam geralmente na noite. Mais uma oportunidade pro incremento do lazer e entretenimento da população.”

Segundo o presidente da abrasel, Yukio Nagano, a escolha da melhor comida de bar da edição 2019 terá a participação do público. “Ficamos muito felizes por saber que as pessoas estão abraçando os festivais, e que cada vez mais, esses eventos tem fomentado a cenário gastronômico da capital. Prova disso, é o retorno positivo que recebemos de todos os bares participantes que se envolveram e do público nas redes sociais”, afirma.

Assessoria de comunicação da Abrasel

Festival Bar em Bar começa edição 2018 nesta sexta-feira (30), em Macapá

Neste ano, 15 estabelecimentos locais participam do evento, que reúne porções e petiscos que enaltecem a rica gastronomia amapaense com foco na comida de bar

Macapá – Bares e restaurantes de Macapá já confirmaram presença na lista de estabelecimentos concorrentes da 2ª edição do festival Bar em Bar. O evento, consolidado em todo o país, valoriza a gastronomia brasileira e neste ano em Macapá, começa nesta sexta-feira, 30, e segue até o dia 30 de dezembro.

Uma comitiva de profissionais da gastronomia visitou dezenas de bares e os participantes, selecionados e confirmados foram: Scorpions Snooker Bar, Petiscaria MMA, Banca Rio’s Beer, Sankofa Gastrobar, Casebre Comer & Beber, Vitruviano Gastrobar, Osteria Il Giardinetto, Treta Club, Cancun Mexican Food Bar, Lá Bart Bar e Restaurante (Araxá), Lotus Bar e Restaurante, Bar e Restaurante da Capitú (Orla do Santa Inês), Restaurante Japan, 313 Restaurante e Empório do Índio.

De acordo com o executivo da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes, Abrasel no Amapá, Sandro Bello, a 2º edição do Bar em Bar enaltece os aspectos sociais e afetivos que todos os estabelecimentos de alimentação fora do lar promovem. “O brasileiro gosta de bares e sempre marca um encontro com familiares e amigos nesses estabelecimentos. Além de fomentar a economia, o evento incentiva os chefs e proprietários de bares a criarem pratos e petiscos cada vez mais interessantes e atrativos para o público”, disse.

“A gastronomia é a arte de extrair dos alimentos e bebidas o que eles têm de melhor. E a comida de bar ou boteco não foge desse requinte todo. São frituras, carnes, frios, hambúrgueres, defumados e petiscos deliciosos em porções com receitas exclusivas criadas especialmente para quem adora combinar os sabores diversos com uma boa bebida,” finaliza o executivo.

O festival também funcionará no formato de concurso, um grupo de jurados irá avaliar as criações gastronômicas dos chefs em cada estabelecimento, e ao final do circuito, elegerão a melhor comida de bar de Macapá.

Serviço:

Festival Bar em Bar

Degustação: de R$ 15,00 a R$ 20,00

De 30/11 a 30/12

Nos melhores bares e restaurantes de Macapá

Menu Bar em Bar

1. Petiscaria MMA
Picanha da Orla
Tiras de picanha na chapa acompanhada de molho de mostarda Djon. Harmoniza com chopp ou cerveja
Chef Marcelo Bertolucci

2. Banca Rio’s Beer
Mini Kaftas
Acompanhadas de molho picante. Harmoniza com as cervejas India Pale Ale (IPA), Bitter e English IPA


3. Sankofa Gastrobar
Bolinho de Feijoada
Cremoso, recheado com bacon, calabresa e couve em redução de feijoada. Acompanha creme picante, laranja e dose de cachaça. Harmoniza com caipirinha clássica e cerveja
Chef Willy Miranda

4 Casebre Comer & Beber
Mini hambúrguer de Carne seca com geleia de pimenta
Com carne seca desfiada, queijo coalho e geleia de pimenta no pão de macaxeira. (05 unidades). Harmoniza com cerveja
Chef Fábio

5. Vitruviano Gastrobar
Marupá
Linguiça artesanal mista, carne bovina e suína, tempero da vovó, acompanha molho vinagrete, molho tucupi reduzido e farofa flocada. Harmoniza com whisky, cachaça, vinho e cerveja
Chef Eugênio Gato e cozinheira Josiane Lima

6. Osteria Il Giardinetto
Bignè da Osteria
Massa choux salgada com ragù de linguiça artesanal, mascarpone caseiro e geleia de pimenta dedo de moça. Harmonização com prosecco de Valdobiadene
Chef Orazio Cattani

7. Treta Club
Pastel de Tacacá
Pasteizinhos com recheio de jambu, goma, camarão e molho de tucupi. Harmoniza com cerveja pilsen e puro malte
Chef Karla Nascimento

8. Cancun Mexican Food Bar
Takitos Cancún
Tortilla mexicana de milho, frita, recheiada com camarão regional salteados com pimentas jalapana e chiplote, massala, salsinha e coentro picados, pimentões coloridos picados sob uma cama de molho Guacamole. Harmoniza com drink.


Chef Wal Chagas

9. Lá Bart Bar e Restaurante (Araxá)
T-bone Suíno
Corte suíno envolto de um maravilhoso tempero. Acompanha farofa de soja e pimenta. Lá Bart. Harmoniza com cerveja.
Chef Bart

10. Lotus Bar e Restaurante
Filé ao catupiri
Cubos de filé com catupiri gratinado. Acompanha chips artesanais. Harmoniza com Gin
Chef Franklin William

11. Bar e restaurante da Capitú (Orla do Santa Inês)
Camarão à Capitú
Camarão rosa crocante, acompanha molho rosè e legumes refogados. Harmoniza com cerveja e whisky
Chef Capitú

12. Scorpions Snooker Bar
Pastelbúrguer
Burguer artesanal, muçarela, presunto e salada de alface, tomate e pepino entre pastéis recheados de muçarela. Acompanha batata frita. Harmoniza com chopp e cerveja.

Chef Iana

13. Empório do Índio
Pastéis de vatapá
Mini pastéis recheados de um delicioso vatapá. Harmoniza com cerveja.
Chef Índio

14. Restaurante Japan
Japan Kushikatsu
Tradicional petisco japonês empanado , com carne, queijo e legumes selecionados. Harmoniza com saquê e cervejas tipo weissbier.
Chef Yukio Nagano

15. 313 Restaurante
Bolinho de pirarucú com recheio de queijo manteiga e banana da terra. Acompanhado dos molhos: chutney de cupuaçu e pesto de jambú, castanha e espuma de tucupí. Harmoniza com drink cítrico e refrescante a base de limão, cachaça e abacaxi.

Chef Geane Gomes

Serviço:

Sandro Belo Barriga

Executivo da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes no Amapá – Abrasel/AP

Contato: (96) 98135-7900