Samba Claus: MP-AP e Prefeitura de Macapá realizam edição de natal do Luau na Samaúma

O Ministério Público do Amapá (MP-AP) e a Prefeitura Municipal de Macapá (PMM) realizarão, no dia 14 de dezembro, a partir das 17h30, na Praça Samaúma, em frente à Procuradoria-Geral de Justiça – Promotor Haroldo Franco, a quarta e última edição do Luau na Samaúma de 2018. O evento, denominado “Samba Claus”, terá como temáticas o Samba e o Natal. A iniciativa visa aproximar a população do órgão ministerial, além de favorecer a ocupação do espaço público com lazer, cultura e segurança.

Com atrações musicais, comidas típicas, artesanato, literatura, exposições e intervenções artísticas, além de encerrar a temporada de Luau deste ano, o Samba Claus celebrará o Dia Nacional do Ministério Público, comemorado no dia 14 de dezembro.

O público poderá usar o estacionamento da sede campestre da Maçonaria, em frente à Praça Samaúma, além do entorno do local para estacionar seus automóveis. As famílias de Macapá poderão também trazer cadeiras e mesas para uso e conforto das mesmas.

Programação:

17h30 – Contação De História Com O Proler e Escola de Leitores da Semed;
18h – Discotecagem Selecta Branks.
18h30 – Banda da Guarda Civil Municipal de Macapá (GCMM);
19H – Coral do Projeto Anjos da Guarda;
19h30 – Companhia de Dança Aguinaldo Santos – Corpo & Movimento;
20h – Banda Samba Rock;
21h – Deize Pinheiro e Banda;
22h – Vitinho Oliveira e Banda e participação especial de Jéssica Wanny

Haverá também comercialização de artesanato com a “Feira Preta”, do Instituto de Igualdade Racial (IMPROIR); do projeto Mulheres que Fazem da Coordenadoria de Mulheres; Curso de Bijuteria feitas com escama e couro de peixe, projeto da Comunidade Restaurativa para a comunidade do Ambrósio (do município de Santana); vendas de discos de vinil, comidas típicas e de food trucks; exposição de motos com o “Motoclube Salto e Graxa”; exposições de quadros, fotografias e objetos antigos; mostra de arte da galeria Arte Amazon; grafitagem ao vivo com os artistas do Coletivo Fuga; tenda literária com exposição, declamações poéticas com o Grupo Poesia Boca da Noite e Associação Literária do Amapá (ALIEAP), e a exposição “Meio Ambiente e a Inclusão Escolar e Social de Pessoas com Autismo”, com a venda de camisas e cartilhas educativas sobre o tema meio ambiente, e mostra de quadros em que os atores são estudantes portadores de deficiência. O papai noel estará presente durante o evento.

SERVIÇO:

Luau na Samaúma, com o tema Samba Claus.
Data: 14 de dezembro de 2018.
Hora: a partir das 17h30
Local: Praça da Samaúma, em frente a Procuradoria-Geral de Justiça – Promotor Haroldo Franco, na Rua do Araxá.

Elton Tavares – Diretor de Comunicação
Texto: Anita Flexa e Sávio Leite
Assessoria de Comunicação do Ministério Público do Amapá
Contato: (96) 3198-1616
E-mail: [email protected]

Cândido Portinari apresenta trabalhos desenvolvidos por estudantes em Mostra de Artes

Começa nesta quarta-feira, 12, a partir das 17h, a Mostra de Artes do Centro de Educação Profissional em Artes Visuais Cândido Portinari. O evento será realizado em dois dias e busca apresentar os trabalhos desenvolvidos no último semestre pelos estudantes da instituição. A entrada é gratuita e o evento será realizado no prédio do Cândido Portinari, localizado na Avenida Cônego Domingo Maltês, nº 1.976, bairro Buritizal, em Macapá.

A programação conta com a exposição de produtos de artes visuais, oficinas, poesias, palestra, música e várias atrações artísticas. As obras em exposição são resultado das modalidades de ensino dos cursos ofertados pelo centro: Técnico em Artes Visuais, Serigrafia, Ilustrador, Artesão de Pintura em Tecidos e Pintor em Obras Imobiliárias, Teatro, Comunicação Visual, Artesanato e Design de Móveis.

Mostra de Artes

O Cândido Portinari oferece, há mais de 40 anos, ensino de artes gratuito à população amapaense e tem papel fundamental na difusão da cultura regional. Tradicionalmente, o centro faz mostra culturais para divulgar o trabalho de seus estudantes.

Nesta edição, a Mostra de Artes Cândido Portinari conta com uma intensa programação. Além de mais 100 obras artísticas produzidas pelos estudantes, o evento artístico-cultural traz como atividade de formação as oficinas de mangá, cartonageiro e pintura com técnicas úmidas, bem como mesa-redonda com o tema: “Artes Visuais no contexto da Economia Criativa”.

A programação cultural propõe uma diversidade de artistas locais como Jean Carmo, Poetas Azuis, Ágda Xavier, Pena e Pergaminho, Ozy Rodrigues, Jackson Amaral, Ari Pires e Rodrigo Teran e Anna Clara.

Artista homenageado

A cada edição, a mostra homenageia um artista amapaense. Já estiveram nessa lista o pintor João de Deus, o escultor e ceramista Trokkal e o artista plástico Grimualdo Barbosa. Agora é a vez do pintor Ivam Amanajás.

Ivam nasceu na década de 50, na capital amapaense. Ele começou suas atividades de forma autodidata, aos 13 anos de idade, momento que teve a oportunidade de participar de uma exposição no extinto Ginásio de Macapá, junto com artistas prestigiados na região. Hoje, aos 62 anos, continua produzindo, diariamente, trabalhos de diversos estilos como abstracionismo, realismo fantástico e paisagismo amazônico.

Assessoria de comunicação do Governo do Amapá

Dedicação e emoção nos últimos ensaios do Coral do TJAP para a 20ª Cantata Natalina


Faltando apenas três dias para a 20ª Cantata Natalina, que acontecerá no dia 15 de dezembro, na escadaria da Praça da Bandeira, às 19 horas. O Coral de Vozes do TJAP demonstra, em seus últimos ensaios, que o público assistirá a uma apresentação marcante. Durante o evento ocorrerá o acender das luzes do prédio do Tribunal de justiça do Amapá (TJAP).

Com a contagem regressiva para o grande momento da apresentação, os ensaios são diários (inclusive nos finais de semana) com alegria e inspiração por parte dos 48 coralistas. O objetivo é encantar a plateia amapaense com história e tradição, num espetáculo com cerca de duas horas de música.

“Há 10 anos à frente do Coral, estou satisfeita e feliz. É uma década de evolução, melhorando cada vez mais. Em 2018 vamos continuar com a temática Natal Tucuju. Estamos regionalizando o Natal, já que é uma festa muito americanizada e europeia. As pessoas comemoram o Natal mesmo que não tenham um pinheiro ou neve. Fazer o Natal com comida e canções regionalizadas”, declarou a maestrina Leandra Valério.

O repertório inclui 12 músicas com o coro adulto e quatro com o coro infantojuvenil, mesclando ritmos em pot-pourri com a música “Vamos Cantar, É Natal!” em ritmo de Marabaixo, “Natal Nordestino”, em ritmo de Baião, “Natal Brasileiro” e muito mais.

São 23 anos de Coral que a cada apresentação revela uma roupagem nova, mais amapaense, fazendo as pessoas imaginarem que Deus realiza novamente o milagre do Natal, escolhendo o Amapá para Jesus nascer entre os ribeirinhos, no bairro do Laguinho, seio do Marabaixo.

“Estou com o coração emocionado de alegria, transbordando de paz. É um momento que realmente falamos, por meio da música, do nascimento de Jesus e por isso temos gratidão por este espetáculo de fraternidade entre os membros”, ressaltou a soprano, Socorro Marinho.

Assessoria de Comunicação Social

Escola de dança Petit Dance apresenta espetáculo “O Segredo dos Astros”, no Teatro das Bacabeiras

Há milhares de anos, no início da existência humana, quando a vida era dura, perigosa e incerta, mesmo assim, era cheia de maravilhas a serem descobertas. O ciclo da noite e do dia, a constante mudança da lua e do sol, a passagem das estações e como sobreviver às mesmas, ditavam o ritmo da vida ao longo dos dias, meses e anos.

Entretanto o universo precisava de um controle, um centro que pudesse manter o equilíbrio. Chronos, o deus do tempo chamou as suas guardiãs do reino da magia e da fantasia, a Fada da Lua e a Fada do Sol, e juntos construíram uma mandala.

Em seguida, ordenou que as fadas invocassem as deusas das 4 estações: primavera, verão, outono e inverno, percorrendo o universo celestial para encontrar os 12 tesouros preciosos em forma de insígnias dos signos.

Contudo Deméter, filha de Chronos, deusa das plantas, da terra cultivada, das colheiras e das estações, sentiu-se ofendida por não ter sido chamada para liderar a busca pelos tesouros.

Deméter, então, movida de ciúmes e inveja, enfeitiçou a Fada da Lua e aprisionou a Fada do Sol dentro de um cristal mágico para não avisar às deusas que ela iria também fazer suas buscas e impedir que cada deusa cumprisse sua missão de reunir as pedras em uma mandala.

As deusas das estações, primavera, verão, outono e inverno, entraram no portal do tempo e começara a viagem, cada uma para um canto do universo, passando por todos os zodíacos até juntarem as pedras preciosas da vida na mandala, equilibrando o universo e suas influências.

Sobre a escola de dança Petit Dance

A Companhia de Dança Petit Dance foi fundada em 2014 pelo professor José Cosme Carlisle, com o propósito de difundir o poder transformador da arte da dança, tendo como um dos pilares formadores a inclusão.

Anualmente, a escola realiza memoráveis espetáculos de dança, onde seus alunos colocam todos os conhecimentos e sensibilidade adquiridos durante um ano inteiro de preparação, no palco do Teatro das Bacabeiras, para o grande público amapaense que reconhece e apoia não somente a escola em si, mas a expressão artística que ela desenvolve.

José Cosme começou seus estudos de dança no Studio Rose, tendo como sua professora e incentivadora, Rose Borges. Participou de diversas companhias de balé Brasil afora, com os mais renomados professores, possuindo especializações em diversas áreas da dança, desde o clássico até as danças populares, inclusive para o público infantil e especial.

Serviço:

Local: Teatro das Bacabeiras
Data: 15/12/2018
Hora: 19h00
Ingressos: R$ 20,00

Contatos:
Escola Petit Dance
Av. Antônio Coelho de Carvalho, 2001 – Santa Rita
Diretor: José Cosme Carlisle
Telefone (Whatsapp) 96 99155-7345
Email: [email protected]
Instagram: @petitdancemcp
Facebook: petit dance

Exposição Vernissage Feito com o Desfeito no Sesc AP


Na próxima segunda-feira (17), O Sistema Fecomércio, por meio do Sesc Amapá, realiza a vernissage da exposição “Feito com o Desfeito”, do projeto “Entre Artes” PCG a partir das 18h30, na Galeria Antônio Munhoz Lopes, na unidade Sesc Araxá.

Projeto Entre Artes É uma iniciativa que busca apoiar e incentivar a produção de Artes Visuais no estado do Amapá e disseminar ações educativas que visem o aprimoramento do olhar humano. Através de atividades de cunho educativo e de fomento à produção das Artes Visuais desempenhadas através da Galeria Antônio Munhoz Lopes, pretende-se que a sociedade e os artistas possam se beneficiar com troca de experiências, impressões e reflexões que o contato com a diversidade cultural potencialmente proporciona.

A exposição “Feito com Desfeito” segue no período de 17 de dezembro a 17 de janeiro de 2018, com visitações públicas de segunda a sexta-feira, no horário das 9h às 11h e das 15h às 17h.

Serviço

Sesc Araxá
Rua Jovino Dinoa, 4311 – Beirol – Macapá/AP
Coordenadoria de Cultura
Fone: (96) 3241-2220 (Ramal – 239)

Confira as vagas de emprego do Sine em Macapá para o dia 12 de dezembro

O Sistema Nacional de Empregos no Amapá (Sine/AP) oferece vagas de empregos para Macapá. O número de vagas está disponível de acordo com as empresas cadastradas no Sine e são para todos os níveis de escolaridade e experiência.

Os interessados podem procurar o Sine/AP, localizado n Rua General Rondon, nº 2350, em frente à praça Floriano Peixoto. Em toda a rede Super Fácil tem guichês do Sine e neles é possível obter informações sobre vagas em Macapá e Santana. Outras informações e oferta de vagas são pelo número (96) 4009-9702.

Para se cadastrar e atualizar os dados, o trabalhador deverá apresentar Carteira de Trabalho, RG, CPF e comprovante de residência (atualizado).

Veja as vagas disponíveis de acordo com as solicitações das empresas:

Atendente balconista – 1 vaga
Açougueiro – 1 vaga
Eletrotécnico – 1 vaga
Caseiro – 1 vaga
Confeiteiro – 1 vaga
Cozinheiro geral – 1 vaga
Pizzaiolo – 1 vaga
Vendedor pracista – 1 vaga
Supervisor de logística – 1 vaga
Salgadeiro – 1 vaga
Técnico em edificações – 1 vaga

Fonte: G1 Amapá

Peça teatral Jornada Bufa será apresentada no Céu das Artes


A CORTEJO Produções Artísticas e FRÊMITO Teatro, apresentam no 14 de dezembro de 2018, a partir das 19h, no Céu das Artes, a peça teatral JORNADA BUFA. A entrada será gratuita.

SINOPSE

Bufa é um catador de lixo que vive na companhia de resíduos e do lixo do cotidiano alheio. Tratado pela sociedade como homem e bicho, diariamente se equilibra em uma sobrevivência árdua, prazerosa e missionária. O que era pra ser um dia comum na vida desse andarilho torna-se uma experiência intrigante e transcendental. Bufa cai em um buraco de rua que o leva muito além do fundo de qualquer realidade possível. Ele é transportado para o fundo de sua própria consciência, para o âmago do planeta Terra, um lugar onde ele pode observar todas as pessoas para além de suas aparências, por dentro e por fora.

FICHA TÉCNICA

Interpretação: Jhou Santos
Direção: Wellington Dias
Dramaturgia: Coletiva
Realização: CORTEJO Produções Artísticas e FRÊMITO Teatro

SERVIÇO:

Dia: 14 de dezembro de 2018
Horário: 19h
Local: CEU DAS ARTES (Av. Carlos Lins Cortes, S/N – Infraero)
Entrada Franca
Informações: (96) 9100-6230/ (96) 98107-1972

Cortejo de Dezembro do Banzeiro do Brilho-de-fogo será neste domingo, 16

O 5º Cortejo de Dezembro do Banzeiro do Brilho-de-fogo está confirmado para domingo, 16 de dezembro, no centro de Macapá, com os batuqueiros, mulheres do Cordão de Açucenas e crianças do Jardim do Banzeiro. O projeto firma-se como uma das propostas de valorização da cultura com mais alcance social, que promove oficinas de adereços e de musicalização para pessoas de todas as idades. O Cortejo inicia às 16h, saindo da lateral do Parque do Forte, segue pelas ruas até a praça Floriano Peixoto, onde encerra com show artístico.

O projeto Banzeiro do Brilho-de-fogo iniciou em 2013, com a união de sonhos e paixão pelas tradições do Amapá, tendo à frente músicos e produtores culturais. O sonho era de encher as ruas com os elementos dos tradicionais batuque e marabaixo, como ritmos, cores, instrumentos, adereços, roupas e canto, desfilados por adultos, jovens e crianças. Foi o início do projeto que tem como símbolo o beija-flor brilho-de-fogo, ave rara e nativa do Amapá, que chama a atenção de curiosos, turistas e estudiosos do mundo todo, que se encantam com a beleza e elegância do animal.

Vieram as primeiras oficinas para confecção de adereços e instrumentos, e a de iniciação musical, com os mestres populares do quilombo do quilombo do Curiaú e bairros Laguinho e Favela, e de comunidades tradicionais. Eles ajudaram na formação dos primeiros batuqueiros e criadores das alegorias e adereços que são as marcas do projeto. As oficinas foram levadas também para faculdades, escolas, associações, periferia e praças, fortalecendo a característica de inclusão social e cultural que é uma referência da iniciativa.

A culminância do projeto são os cortejos, que fecham o ciclo de ensaios e acontecem nos meses de fevereiro, aniversário de Macapá, julho, Cortejo de Verão, e em dezembro, que é o enceramento das atividades anual. O projeto concentra artistas, músicos, grupos de marabaixo e arte de rua, que se misturam aos três eixos das apresentações, que são os batuqueiros, mulheres do Cordão das Açucenas, e as crianças do Jardim do Banzeiro, formando um desenho colorido e alegre que desfila nas ruas, atraindo os olhares do público que está nas ruas, janelas e portas.

Atualmente o projeto Banzeiro tem cerca de 100 batuqueiros, que tocam os tambores de marabaixo, e tocadores de chocalho e pandeiro de batuque, mais metais, e a mesma quantidade de mulheres, crianças e comunidade. A Prefeitura de Macapá (PMM) é parceira do projeto, que em 2018 voltou com as oficinas itinerantes. Foram realizadas as aulas na Universidade Federal do Amapá (Unifap), em escolas e no município de Oiapoque, onde os iniciantes passaram a usar a camisa verde do Banzeiro, sinalizando que o projeto se expande na mesma proporção que ganha a confiança da população.

Neste dezembro são esperadas centenas de pessoas no cortejo em que as músicas do Amapá são tocadas e dançadas. Adelson Preto, coordenador geral do projeto, garante um espetáculo na tarde de domingo, com muita música e dança no centro da capital. “Estamos na estrada há cinco anos, e é uma alegria enorme saber que conseguimos realizar o sonho que não era só dos coordenadores, mas de centenas de pessoas que desejavam um projeto bonito e feito com muita responsabilidade, porque levar adiante uma iniciativa que tem a participação de adolescente e crianças, é a certeza de futuro para nossas tradições. Vamos fazer um lindo cortejo, e esperamos que mais uma vez a população compareça”.

Serviço:

Cortejo de Dezembro
Concentração: Av: Coaracy Nunes, na lateral do Parque do Forte, às 15h
Saída: 16h
Término: Praça Floriano Peixoto, com show musical.

Mariléia Maciel
Assessora de Comunicação.

Clay Lunna lança EP em plataformas digitais

Por Araciara Macedo – A Gazeta

Programado para ser lançado em todas as plataformas digitais, no dia 16 de dezembro, a grande novidade do momento é o primeiro EP do cantor e compositor santanense Clay Lunna. Nesse trabalho, o cantor e compositor com 14 anos de trajetória musical, buscou na singeleza do formato acústico, em voz e violão, registrar sua identidade peculiar, tanto em seu trabalho autoral quanto em sua verve de interpretar.

A ideia do projeto do EP surgiu em 2016, mas só agora pôde ser lançado com tranquilidade, “como a maioria dos artistas no Amapá, eu também sou um artista independente e tudo para gente é feito com sacrifícios, eu enfrentei dificuldades de várias formas e uma delas foi financeira, é tudo muito caro, além disso eu queria entregar um trabalho de qualidade, demorou um pouco, mas o resultado final é ótimo”, explicou Clay

O EP é composto por músicas em parceria com André Fernandes e a Lindsay Moreira. Clay também regravou “Esse rio é minha rua”, “Um catimbó”, e “Pérola azulada” do cancioneiro amapaense. “São cinco músicas, três inéditas, uma regravação e outra daqui do estado. André Fernandes fez a produção musical, o EP é um teste inicial, futuramente gravarei um álbum completo”.

O lançamento nas plataformas digitais é uma prévia do show, que leva o mesmo nome do EP, que está sendo preparado pelo cantor e acontecerá no dia 26 de janeiro. “Estou preparando um show bem legal com o filho do Lenine, João Cavalcanti, sou muito fã do trabalho dele e em janeiro estaremos dividindo o palco no Norte das Águas. O André Fernandes também vai participar do show, será um momento bem especial”, ressalta Clay.

Clay Luna já é conhecido na noite amapaense, dividiu o palco com nomes de destaque na música brasileira, Max Viana, filho de Djavan, é um desses nomes. O artista também já se apresentou ao lado de Nilson Chaves, Osmar Junior, Patrícia Bastos e outros.

O cantor é ribeirinho, nascido as margens do Rio Amazonas. Admirador da música brasileira, ainda jovem começou a participar de festivais estudantis, despertando para a arte e para a vida que escolheu trilhar.

No ano de 2003, Clay resolveu voar mais alto e tomou a decisão de mudar para o Suriname, um ano depois mudou-se novamente, dessa vez a cidade escolhida foi Amsterdã. “Toquei em bares, conheci pessoas e artistas maravilhosos, foi um período muito bom, mas eu sou brasileiro do Norte e a saudade me fez voltar, mas foi um período de muito aprendizado pra mim, um dia voltarei por lá novamente”, finalizou.

MP-AP integrará força-tarefa para auxiliar Ministério Público de Goiás no caso Abadiânia

Em resposta ao pedido de auxílio para o caso Abadiânia, enviado pela Procuradoria-Geral de Justiça do Ministério Público de Goiás, o Ministério Público do Amapá (MP-AP) disponibilizará a estrutura da PGJ para auxiliar em todas as etapas da investigação sobre as graves acusações, amplamente divulgadas pela imprensa contra João Teixeira de Faria, conhecido como “João de Deus”.

O MP de Goiás enviou nesta terça-feira (11) ofício circular a todos os procuradores-gerais de Justiça dos MPs nos Estados para alertar sobre a possibilidade de existência de vítimas em diversos entes da federação dos supostos crimes contra a dignidade sexual praticados por João de Deus, na cidade de Abadiânia (GO), onde o médium mantem um templo ecumênico.

O apoio do MP-AP será em âmbito local, a fim de garantir que eventuais vítimas residentes do Amapá possam receber atendimento adequado e, se for o caso, prestar depoimento em uma das unidades ministeriais. “São gravíssimas as acusações e ainda não sabemos ao certo o número de vítimas, nem os desdobramentos que o caso terá. Por essa razão, nos colocamos à disposição do MP/GO para assegurar que todas as denúncias sejam devidamente apuradas”, manifestou o procurador-geral de Justiça, Márcio Alves.

SERVIÇO:

Ana Girlene Oliveira
Assessoria de Comunicação do Ministério Público do Estado do Amapá
Contato: (96) 3198-1616
E-mail: [email protected]

Natal Solidário Maestrinho: mais de 1,2 mil crianças podem ser adotadas em campanha solidária

Natal chegando e a Escola Municipal Maestro Miguel lançou a campanha Natal Solidário Maestrinho, onde os nomes de mais de 1.200 crianças estão em uma enorme árvore de natal para serem adotadas por um Papai Noel solidário. A campanha teve início no dia 14 de novembro e os presentes podem ser entregues na unidade escolar até 14 de dezembro.

Este é o primeiro ano do projeto, mas a intenção da instituição de ensino é torná-lo regular. A escola Maestro Miguel fica no bairro Perpétuo Socorro e é a segunda maior da rede municipal de ensino de Macapá, atendendo muitas crianças em situação de vulnerabilidade social.

“Cada turma pôde escolher um símbolo natalino e, a partir disso, os alunos colocaram seus nomes na árvore com este símbolo. Agora, as pessoas podem vir até a escola, escolher um nome e adotar uma criança neste natal. Não tem limite de crianças que podem ser adotadas, o importante é trazer alegria para os nossos alunos, porque muitos vêm de famílias carentes, que não têm condições de oferecer um presente nessa época do ano”, explica a diretora da escola, Andreia de Souza.

A escola possui parcerias com várias instituições, que já realizam trabalhos sociais dentro da instituição. Contudo, o projeto é aberto para toda a sociedade, para quem quiser fazer o bem neste fim de ano. A campanha é destinada aos ensinos infantil e fundamental. A escola Maestro Miguel fica localizada na Rua Quintino Justo de Almeida, nº 120, no Perpétuo Socorro.

Assessoria de Comunicação/Semed
Contato: 98805-8150

Ação de cidadania será ofertada aos usuários do programa Bolsa Família

A Prefeitura de Macapá fará nesta quarta-feira, 12, o Dia D da Cidadania para os usuários do Bolsa Família. A ação é para os que cumprem as condicionalidades do programa nas áreas da saúde, educação e assistência social. A programação visa sensibilizar 70% dos beneficiários que correm o risco de ter o benefício suspenso, se não cumprirem até 31 de dezembro as condicionalidades.

O Dia D da Cidadania será das 8h às 17h, no CEU das Artes. Haverá acolhimento, avaliação nutricional e orientação alimentar, vacinação, Suplementação de Micronutrientes Vitamina A e Ferro, palestras educativas em saúde bucal, saúde da mulher, aferição de pressão arterial e teste de glicemia. Além de consultas médicas, testes rápidos, exame de PCCU, Cadastro Único, consultas do NIS e de gestão, Carteira do Idoso Federal, Passe Livre para pessoas com deficiência, corte de cabelo, CRTN e atividades recreativas.

Serviço:

Data: 12/12 (quarta-feira)
Local: CEU das Artes
Endereço: Av. Carlos Lins Cortes, Infraero

Lilian Monteiro
Assessora de comunicação/Semast
Contato: 99903-5888

FAEAP atenderá donos de imóveis rurais até o encerramento do prazo do Cadastro Ambiental Rural (CAR)

No dia 31 de dezembro de 2018 encerra o prazo para a inscrição do Cadastro Ambiental Rural (CAR), declaração obrigatória aos donos de imóveis rurais no país. A Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Amapá (FAEAP), localizada na Avenida Diógenes Silva, 2045, bairro Buritizal, atenderá os proprietários até a data limite, nos dias úteis, no horário das 14h às 18 horas.

Para realizar a inscrição o possuidor da área rural deve estar munido do georreferenciamento do perímetro do imóvel, documentação do terreno e dados pessoais do proprietário. O serviço é feito por meio do Sistema Nacional de Cadastro Ambiental Rural (SICAR), disponível no site: www.car.gov.br/#/. No mês de maio o Governo Federal prorrogou o prazo, estabelecendo nova data até o fim desse ano.

A finalidade da declaração é atualizar as informações de cunho ambiental dessas áreas em relação às Áreas de Preservação Permanente (APP), de uso restrito, de Reserva Legal, de remanescentes de florestas e demais formas de vegetação nativa, e das áreas consolidadas, compondo base de dados para controle, monitoramento, planejamento ambiental e econômico e combate ao desmatamento.

Sem a declaração do CAR, o detentor do imóvel rural fica impossibilitado de obter créditos agrícolas com taxas de juros menores, contratar o seguro agrícola em condições melhores que do mercado, regularizar as Áreas de Proteção Permanente (APP) e/ou Reserva Legal e vegetação natural, entre outras sanções estabelecidas por lei.

Programa de Regularização Ambiental (PRA)

Com o cadastro das propriedades no CAR, o produtor que possuir pendências ambientais poderá aderir ao Programa de Regularização Ambiental (PRA), sendo possível a partir daí regularizar os passivos ambientais e/ou infrações cometidas antes de 22 de julho de 2008, relativas à supressão irregular de vegetação nessas áreas.

Enquanto estiver sendo cumprido o Termo de Compromisso pelos proprietários ou possuidores de imóveis rurais, fica suspensa a aplicação de sanções administrativas associadas aos fatos que deram causa à celebração do Termo de Compromisso.

Daniel Alves
Assessor de Comunicação da FAEAP/SENAR-AP
www.senar-ap.org.br
E-mail: [email protected]
Telefones: (96) 3242-1049 /1055/2595/2580

Programação do projeto Autos de Natal 2018 segue nesta terça-feira, 11

Foto: Divulgação/Cia Cangapé

O projeto Autos de Natal 2018 ocorrerá em diversos municípios e em vários pontos turísticos de Macapá. As apresentações fazem parte do Natal da Solidariedade, projeto que agrega ações de responsabilidade social, de empreendedorismo, cultura e lazer.

A programação contará com apresentações de 20 grupos culturais de teatro e de contação de histórias. Os eventos ocorrem de 6 a 15 de dezembro, nos municípios de Santana, Mazagão, Ferreira Gomes e na capital Macapá.

As atrações artísticas foram selecionadas através de edital de chamada publica nº 001/2018, lançado em julho deste ano. Os espetáculos são gratuitos e as apresentações são feitas a céu aberto para as famílias amapaenses.

11/12 (terça-feira)

Macapá

Hora: 20h

Local: Praça da Nova e Eterna Aliança – Bairro: Novo Horizonte

Grupo: Companhia Teatração

Espetáculo: As Aventuras do Menino Jesus

12/12 (quarta-feira)

Macapá

Hora: 18h

Local: Encanto dos Alagados – Bairro: Muca

Grupo Teatral Hemisfério

Espetáculo: Um Presente de Natal para Papai

13/12 (quinta-feira)

Macapá

Hora: 9h

Local: Abrigo São José – Bairro: Santa Rita

Grupo: Pirlimpimpim

Espetáculo: Auto de Natal – Noite Santa de Natal

Hora: 19h

Local: Praça Chico Noé – Bairro: Jesus de Nazaré

Grupo: Companhia de Teatro Cristão Art’s Sacra Amapá

Espetáculo: É Natal

Santana

Hora: 18h

Local: Centro Comunitário Matapí Mirim

Grupo: Anfiteatro & CIA

Espetáculo: O Presépio

14/12 (sexta-feira)

Macapá

Hora: 20h

Local: Espaço Cultural Cangapé – Bairro: Araxá

Grupo: Companhia de Teatro Cangapé

Espetáculo: Natal Encantado uma Confusão de Natal

Santana

Hora: 17h

Local: Centro Comunitário Pirativa – Comunidade Quilombola do Alto Pirativa

Grupo: Companhia de Teatro Ribaltas

Espetáculo: A História do Natal

Hora: 18h

Local: Centro Comunitário Elesbão

Grupo: Cia de Teatro El Shaday

Espetáculo: Dê quem é o Natal?

15/12 (sábado)

Macapá

Hora: 18h

Local: Centro Comunitário Ipê – Bairro: Ipê

Grupo: Teatro Maré

Espetáculo: O Sonho de Zé

Hora: 20h

Local: Praça Floriano Peixoto – Bairro: Centro

Grupo: Primeiro Ato

Espetáculo: Cadê o Brilho da Estrela de Natal?

Hora: 20h

Local: Parque do Forte – Bairro: Centro

Grupo: Elenco Independente

Espetáculo: O Auto do Menino Santo

Mazagão

Hora: 20h

Local: Praça 15 de Novembro

Grupo: Companhia de Artes Tucujú

Espetáculo: O Auto da Estrela Guia