No AP, bar de rock inova ao servir hambúrguer com jambu e tucupi

12933152_1120594187980443_6031666260087658257_n

Por Jorge Abreu

Um sanduíche produzido com jambu, tucupi e queijo regional, ingredientes típicos da Amazônia, chama atenção de quem busca lanches, música e cerveja num bar de rock, localizado na Zona Sul de Macapá. Há três meses no menu do estabelecimento, o hambúrguer batizado de X-Tucuju é vendido no valor de R$ 12.

O jambu é uma erva típica da região Norte. As folhas têm um sabor forte e provocam leve dormência na boca. Já o tucupi é um caldo amarelado extraído da raiz da mandioca quando descascada ou ralada. De sabor cítrico, o tucupi é considerado a base da culinária indígena.

A combinação de jambu e tucupi é comum em pratos típicos como o tacacá, pato no tucupi e outros, mas em um sanduíche chama a atenção.

12933152_1120594187980443_6031666260087658257_n

De acordo com o proprietário do bar, o músico Tássio Callins, de 33 anos, o sanduíche é o mais vendido desde o lançamento, com cerca de 60 a 80 unidades por final de semana. Ele conta que quando começou a trabalhar com lanches quis inovar com uma opção que fosse “a cara do amapaense”.

“Nós já vendíamos a cachaça de jambu, que é algo diferente, mas estávamos atrás de mais ideias novas. Quando começamos a trabalhar com preparação de comidas, decidimos fazer um sanduíche diferente de outros estabelecimentos e veio a ideia de incluir um ingrediente que é a cara do amapaense e de gosto bom, o jambu”, ressaltou Callins.

O X-Tucuju é composto de carne artesanal, queijo da região, castanha do Brasil ralada e jambu cozido com tucupi. O lanche é servido com uma dose de tucupi e, segundo os donos do bar de rock, é ideal para ser apreciado com cerveja.

O jambu é refogado por 30 minutos no tucupi. A carne de hambúrguer é assada na chapa e o queijo é aquecido. Durante a montagem do sanduíche, cada elemento é colocado com a castanha ralada em cima.

A empresária Caroline Nascimento, de 31 anos, namorada de Tássio e sócia no bar, foi a primeira a experimentar o sanduíche, que foi batizado de “X-Tucuju”. Para ela, o tucupi e o jambu dão um sabor especial e por isso o casal resolveu apostar na ideia.

“Nós servimos uma vez o X-Tucuju sem avisar para uns amigos que sempre frequentaram o bar. O sanduíche foi divido em quatro pedaços e após terminarem, cada um pediu o lanche inteiro. Foi quando percebemos, que além de mim, outras pessoas aprovavam a ideia”, comemorou Caroline.

FACIL_2

Além do X-Tucuju, outro prato chama atenção da clientela, o sanduíche chamado “X-Frescura”. Segundo Callins, o nome surgiu em meio a uma brincadeira de amigos devido a ausência do carne, que é substituída por abacaxi.

“Tentamos agradar todos os gostos. Quem não quiser experimentar o X-Tucuju, por não gostar dos sabores fortes do jambu e do tucupi, pode pedir outros lanches como X-búrguer, X-calabresa ou X-Bacon. E para quem não gosta de carne vermelha, criamos o X-Frescura, um apelido carinhoso que tiramos de uma brincadeira de um amigo que não aprova a substituição de ingredientes”, explicou Callins.

Fonte: G1 Amapá

Cantora Emília Monteiro faz show na programação de verão no balneário de Fazendinha

Emília Monteiro

Após três anos, a cantora Emília Monteiro retorna às origens familiar e musical, e faz show nesta quinta-feira, 21, no projeto Estação Lunar, no balneário de Fazendinha. Com carreira consolidada, Emília mora em Brasília e leva os sons amapaenses no repertório de shows, que também estão impressos no CD Cheia de Graça, lançado com sucesso em Macapá, Brasília e outras capitais. A artista promete muito marabaixo, batuque, lundu e carimbó nesta noite de lual na praia.

Considerada pelo Festival Cena Contemporânea, representante do Norte na capital do Brasil, Emília Monteiro canta a Amazônia, dos ritmos amapaenses ao lundu e carimbó, e ainda sons caribenhos, o que torna seu trabalho dançante e colorido. O álbum Cheia de Graça tem a presença de Aldo Sena, mestre da guitarrada, dona Onete, do percussionista quilombola amapaense Nena Silva, Zeca Baleiro, com a música Coisinha, e de Joãzinho Gomes e Val Milhomem, autores de Mão de Couro e Mal de Amor.

Emília Monteiro chega em Macapá após sucesso em Recife, quando cantou no Galo da Madrugada, e em Brasília, onde sempre está nos palcos, e animou o carnaval com o bloco Bora Coisar, com ritmos amazônicos. Na passagem por Belém, cantou com Gaby Amarantos e Nelsinho Rodrigues na temporada de verão da Lambateria.

Nesta quinta-feira, 20, a partir das 21h, a artista levanta a areia de Fazendinha na programação do Macapá Verão, com os ritmos dançantes, ao lado de Esmeraldina dos Santos, Dica Congó, Lolito do Bandolim, Banda Placa, Cley Luna, Nonato Santos e Ariel. Após Macapá, Emília segue com turnê do Cheia de Graça no Rio de Janeiro e São Paulo, patrocinada pelo Fundo de Apoio à Cultura (FAC), do Distrito Federal.

Mariléia Maciel
Assessora de Imprensa

HOJE rola show da cantora Maria Rojanski no no Projeto Palco Linha Imaginária

13654221_1174991662545018_14274459373085230_n (2)

Hoje (20), a partir das 21h30, vai rolar show da cantora Maria Rojanski no Projeto Palco Linha Imaginária, entre o Bar do Nego e o Restaurante Beira-Rio.

Maria, que será acompanhada pelos músicos Hian Moreira (violão) e Huan Moreira (percussão), ensaiou um repertório com o melhor da MPB, MPA e Samba, que  cantará durante 3h.

A programação contará ainda com participações especiais das cantoras Mayara Braga, Ariel e Ingrid Sato. Com certeza uma excelente pedida para hoje. Bora lá!

Serviço:

Show da cantora Maria Rojanski no Bar do Nêgo
Local: Palco Linha Imaginária, entre o Bar do Nego e o Restaurante Beira-Rio, no Complexo Beira Rio, orla de Macapá, na Avenida Beira Rio (em frente ao Macapá Hotel).
Data: 20/07/2016
Hora: a partir das 21h30.

Elton Tavares

Círio 2016: cartaz é apresentado à comunidade

Cartaz_Cirio 2016

A comunidade amapaense conheceu nesta terça-feira, 19, a arte do cartaz do Círio de Nossa Senhora de Nazaré 2016. A imagem foi apresentada durante cerimônia à comunidade e imprensa local pelo coordenador do Círio em Macapá, Padre Fábio Pereira, e marca o início das programações da festividade.

Tendo as cores azul e vermelho como destaque, o cartaz traz as formas da água e do sangue que reportam ao ano extraordinário da misericórdia. “Este ano o Papa nos chama a refletir sobre as obras de misericórdia. Somos motivados a contemplar o céu. Aos pés de nossa Senhora está a imagem de uma onda que representa nosso rio Amazonas, onde a rainha da Amazônia navega junto com o povo ribeirinho. O sangue e água representados ao lado da imagem nos lembram a devoção à divina misericórdia. O sangue remete a divindade e a água a humanidade”, explica o coordenador Padre Fábio.

No cartaz foram apresentados ainda o tema da festividade deste ano: “Salve Rainha, Mãe de Misericórdia”; e o Lema: “A sua misericórdia se estende de geração em geração” (Cf. Lc 1,50). “Convidamos todos os devotos da Rainha da Amazônia a trilharem um caminho de peregrinação em preparação ao Círio 2016. Caminhemos juntos com Ela, levando a alegria de sermos alvos da Misericórdia Divina”, ressalta Padre Fábio.

A diretoria da festa calcula que serão produzidos mais de 10 mil cartazes, que poderão ser adquiridos nas paróquias, igrejas e loja do Círio, localizada no subsolo da Catedral de São de José, a partir da próxima semana.

Márcia Fonseca / Asscom Círio 2016
Contato: 98139-7609 / 99118-7183

Praça Veiga Cabral recebe exposição de caricaturas e público pode adquirir desenho por preço simbólico

IMG-20160712-WA0020
No período de 16 a 30 de julho, a Galeria Trokkal, localizada na Praça Veiga Cabral, receberá a exposição Caricaturas, organizada pelo artista J. Márcio e amigos. Ele selecionou algumas obras de sua autoria para expor e cerca de quinze artistas mostrarão seus trabalhos na parte externa, com exposições de telas e pinturas ao vivo. A exposição ficará aberta de segunda a sábado, das 9h às 20h. A galeria é administrada pela Fundação Municipal de Cultura (Fumcult).

Quem quiser levar para casa uma caricatura ou tela também vai poder. Os artistas Jeriel, Josaphat, Paulo Gil, Ecenildo, M. Silva, Augusto Leite e Honorato Junior farão os desenhos, ao vivo, ao preço de R$ 10,00. Já as telas expostas por J. Márcio serão somente para apreciação. É que elas estão todas vendidas. “Será uma forma de divulgação ao público para conhecer nossos traços e, automaticamente, pegarmos mais encomendas. Todo o recurso arrecadado irá para um projeto no bairro Novo Horizonte chamado ‘Casa de Cultura Ponto de Luz’, onde precisamos de alguns equipamentos para começar a funcionar”, explica J. Márcio.

Galeria TrokkalIMG-20160713-WA0020

Foi recentemente inaugurada junto com a entrega das obras de revitalização da Praça Veiga Cabral, no dia 24 de junho, com uma exposição de fotos antigas e raras de Macapá. O espaço visa a rotatividade de inúmeras exposições (conquista do segmento das artes visuais com a Fundação Municipal de Cultura). A Fumcult organiza o agendamento de artistas interessados em mostrar seus trabalhos na galeria e também em ocupar a praça aos sábados com pinturas, desenhos, esculturas, toda proposta que vise resgatar, divulgar, apoiar e fomentar as artes.

O nome homenageia Raimundo Hosana de Oliveira, o Trokkal, conhecido como mestre da cerâmica amapaense. Com mais de 40 anos de experiência, Trokkal aprendeu o ofício aos 9 anos de idade, com seu avô, José Damião, que lhe ensinou todas as técnicas sobre a queima da cerâmica. Conheceu a argila e, com o passar dos anos, começou a fazer peças revestidas com minério (manganês), a pintar com virita, betume, tintas a óleo, acrílica, esmalte, aquarela, pigmentos vegetais. Tem inúmeras peças criadas e foi professor na Escola de Artes Cândido Portinari.

IMG-20160713-WA0022J. Márcio

É artista visual amapaense, desenhista, pintor e escultor, grafiteiro, professor no Centro Profissional em Artes Visuais Cândido Portinari e vice-presidente do Conselho Estadual de Cultura. Tem mais de 25 anos de experiência na vida artística, tendo entre as suas principais obras as esculturas da Praça da Bandeira, pintura personalizada da Concha Acústica do balneário de Fazendinha e desenhista dos livros de cordel “Proezas de Bariri”, de autoria de Geraldo Oliveira e “A ovelha malhada”, de Romualdo Palhano.

Rita Torrinha/Asscom Fumcult
Contato: 99189-8067

Sesc Amapá recebe exposição Alistamento

Alistamento - Eder Oliveira (1)
Por Alessandra Leite

A Galeria Sesc Antônio Munhoz Lopes receberá a partir do dia 15 de julho, a exposição “Alistamento”, do artista paraense Éder Oliveira. A exposição faz parte do circuito Sesc Amazônia das Artes 2016 e fica aberta para visitação gratuita até o dia 19 de agosto.

No dia 15 de julho, às 19h acontecerá abertura oficial da exposição com a participação do artista que vai apresentar retratos que tratam o tema do alistamento às Forças Armadas, muito comum na região amazônica.

Inspirado por sua trajetória pessoal e pela de tantos outros jovens do Brasil, Éder Oliveira fotografou e entrevistou candidatos ao alistamento sobre temas como identidade amazônica, militarismo e violência, produzindo obras a partir dos depoimentos dos jovens.

Alistamento - Eder Oliveira (2)

Eder Junior da Silva Oliveira

Éder é formado em Educação Artística com habilitação em Artes Plásticas pela Universidade Federal do Pará, participou de exposições como a 31ª Bienal de São Paulo, possui trabalhos em instituições como Museu de Arte do Rio, Museu de Arte Contemporânea do Rio Grande do Sul e Museu Casa das Onze Janelas.

Serviço:

Galeria Sesc Antônio Munhoz Lopes
Sesc Araxá: Rua Jovino Dinoa,4311 – Beirol
Funcionamento: 8h30 às 11h30 – 14h30 às 17h30
Setor Cultura Sesc: (96)3241-4440 (Ramal 257)
Coordenadoria de Comunicação e Marketing
Email: [email protected]
Fone: (96)3241-4440 (Ramal 235)
Site: www.sescamapa.com.br

HOJE: show “Hello, Goodbye” no Woodstock Pub: a segunda apresentação/despedida de Rebecca Braga

13615337_10153498721681537_375290594779590100_n

Nesta terça-feira (12), Rebecca fará o show “Hello, Goodbye, no Woodstock Pub. A apresentação está marcada para começar às 22h. Estava tudo preparado pra ela desembarcar em São Paulo, mas a vida reservava agradáveis surpresas e agora a artista seguirá pra Cidade das mangueiras, do Ver-o-peso e da chuva de toda tarde. Já rolou um monte de tchau (o meu oficial, ainda não).

Com 20 anos de trajetória na música, Rebecca Braga é reconhecida pelo público e classe artística do Amapá. Suas influências, aliadas a experiência de ter feito parceria com renomados músicos, compositores, poetas e cantores do nosso Estado, fez dela uma cantora de sucesso por aqui.

Rebecca vai pra Belém ser feliz, trabalhar, arriscar. Admiro sua coragem. Talento ela tem, atitude idem. Eu vou torcer muitão pra Bel arrebentar por lá.

Se esse show de terça-feira for pelo menos parecido com o show ‘Encontros e Despedidas, que rolou em 14 de maio, vai ser lindão, pois foi muuuuito legal!

Rebecca Braga possui um jeito próprio de cantar. Às vezes doce, noutras visceral. Mesmo a acompanhando nessas duas décadas, a menina consegue me surpreender a cada show com seu talento, autenticidade, atitude e performance de palco.

Sempre digo que ela cantou em muitas noites felizes de nossas vidas e boto fé que na próxima terça-feira não será diferente. Portanto, bora lá no Woodstock Pub ver, ouvir e sentir a Bel cantar mais uma vez. E fim de papo!

Serviço:

Show “Hello, Goodbye” – despedida Rebecca Braga
Local: Woodstock Pub, localizado na Avenida Mendonça Furtado, centro de Macapá (antigo Mestre Cervejeiro).
Data: 12/07/2016
Hora: a partir das 22h.

Elton Tavares

Mercado Central de Macapá deve ser reaberto em setembro, diz prefeitura

img-20151221-wa0081-300x225

Por Jéssica Alves

A obra de ampliação e revitalização do Mercado Central, um dos principais pontos turísticos da capital, deve ser concluída em setembro, informou a prefeitura de Macapá. Previsto inicialmente para ser reinaugurado em maio de 2016, os trabalhos foram adiados. O serviço começou em novembro de 2015 e o custo é de aproximadamente R$ 2 milhões.lrmobile2112-2015-052024442755079277-300x224

A Secretaria Municipal de Obras (Semob) informou que além da pintura, consertos na rede elétrica e hidráulica e substituição do telhado, novos espaços serão implantados no local, como a ampliação da área para lanchonetes, banheiros e a montagem de um palco para atrações culturais

lrmobile2112-2015-053124333787750204O investimento é financiado pelo Programa Calha Norte, do Governo Federal, por meio de emenda parlamentar, e terá espaços com acessibilidade para pessoas com deficiência, segundo a prefeitura.

A última reforma aconteceu em 2013, quando o prédio completou 60 anos de criação.

Apesar da intervenção, o atendimento no local segue em horário normal, com a construção de uma estrutura na área externa do mercado para receber os comerciantes.MercadocentralMacapá

Inaugurado em 1953, o Mercado Central foi considerado o reduto de compras das famílias amapaenses na década de 50. Hoje, o local ainda preserva alguns serviços como a venda de hortifrutis e consertos de sapatos, juntamente com lanchonetes, peixarias e açougues.

Fonte: G1 Amapá

Macapá recebe 1º Festival das Flores de Holambra

festival flores

Para quem ainda não pode conferir de perto a exposição das flores em Holambra, em São Paulo, poderá conferir hoje uma exposição ao Lado do Teatro das Bacabeiras. Serão 12 horas de evento com mais de 300 espécies de flores, vinda da Cidade Paulista.

Cidade de Holambra:

É o destino ideal para muitas famílias que buscam tranqüilidade para curtir dias de muito descanso e lazer. Com muitos atrativos para crianças, jovens, adultos e idosos, a Cidade das Flores é um dos mais concorridos roteiros turísticos de São Paulo no mês de janeiro.

Recheada de bons restaurantes e bares, além de surpreendentes atrações turísticas, a famosa Cidade das Flores oferece inúmeras opções de entretenimento para turistas das mais diferentes idades.

Reconhecida nacionalmente como um pedacinho da Holanda no Brasil, Holambra dispõe de um atraente Roteiro Rural, formado por pequenas e médias propriedades abertas para a visitação turística. Produção de cachaça artesanal, passeios equestres, estufas de flores, arquitetura típica holandesa, museu histórico dos imigrantes e lindos lagos.

Muitas são as opções para o turista e sua família ter um passeio inesquecível na Cidade das Flores, que oferece também opções bastante especiais para a compra de flores, plantas e presentes em geral. Não perca tempo. A Estância Turística de Holambra está te esperando de braços abertos.

Fonte: Blog do Calandrini

HOJE: ‘Bailinho Azul’ dos Poetas Azuis fará um passeio pelo repertório dançante do grupo

capa

A poesia vai fazer você dançar no espetáculo literomusial ‘Bailinho Azul’ dos Poetas Azuis, que acontece no sábado, dia 9 de julho, no Teatro Marco Zero, no bairro Perpétuo Socorro, a partir das 20h. O show será uma viagem no repertório do grupo com novos arranjos e participações especiais de Silmara Lobato, Mauricio Maciel, Tani Leal, Gabriel Imbiriba, Vanessa Albino, Ariel, Rebecca Braga, Vanessa Melo e Áquila Almeida.

Canções com ritmos que variam entre pop rock, marchinhas, brega e o cacicó estarão no repertório, que também trará sua vertente romântica em interpretações cheias de emoção e poesia falada.

“A nossa ideia é fazer um show onde o público possa participar e se emocionar, com canções que já são bem conhecida por quem acompanha o trabalho dos Poetas Azuis”, explica o poeta, Pedro Stkls.
13524306_956155247815155_911627187745553395_n
Surpresas

O show também marcará a despedida da cantora Rebecca Braga, que deixa Macapá para fazer morada na cidade de São Paulo, e por sua história com o grupo, fará uma participação cheia de surpresas para o público. Além da despedida de Rebecca, tem a participação da cantora baiana Áquila Almeida, que vem do interior do sertão baiano, Uauá, participar do Bailinho.

“Cantar o amor, o encontro, a vida, sempre foram o nosso objetivo com os nossos shows e este não será diferente”, garante o poeta Thiago Soeiro.

Lançamento

Antes do ‘Bailinho Azul’ o público poderá participar do lançamento do livro ‘Entre Flores e Espinhos’, da escritora paulista Vera Lúcia Godoy Correa, que vem ao Amapá fazer o lançamento junto com os Poetas Azuis.

Serviço:

‘Bailinho Azul’ dos Poetas Azuis
Teatro Marco Zero – Rua Oscar Santos, 360 – Perpétuo Socorro
Horário: 20h
Data: 09.10
Investimento: R$ 10 (Retirada do ingresso uma hora antes do show)

HOJE: Nonato Leal de volta ao palco do Sesc Partituras

Partituras 07

Por Alessandra Leite

Dando inicio a temporada de 2016 do projeto Sesc Partituras, o Sistema Fecomércio por intermédio do Sesc Amapá, trás ao seu palco o mestre Nonato Leal que volta à programação do Partituras com novo repertório. A apresentação será gratuita e acontece neste sábado (9/07) às 19h no auditório da escola Sesc.

O concerto que promete trazer o melhor som do violão instrumental do Norte e do Brasil vai unir duas gerações de talentos atuantes no Amapá com a participação do violonista Aron Miranda.

Na programação um repertório especial com três novas peças, além das mais famosas obras de Nonato Leal e outras canções de renomados compositores.
nonatoleal-300x198
Nonato Leal

Raimundo Nonato Leal é músico desde os 10 anos de idade, vocação artística que herdou de uma família de músicos. Nasceu em Vigia, uma cidade do interior do Pará, em 1927. Tocou violino durante alguns anos, depois seguiu para o banjo. Ele conheceu o cavaquinho, o bandolim e a viola e, nesta sequência, de cordas chegou ao violão – instrumento que o acompanha até hoje. Aos 88 anos de idade, 78 deles são dedicados à música.

Nonato Leal tem participação importante na história dos festivais de música do Estado que lhe renderam três primeiras colocações. Compôs em parceria com os poetas Alcy Araújo e Isnard Lima. Em 1998, conseguiu gravar seu primeiro disco, Lamento Beduíno, um CD com 15 faixas. Atualmente, Nonato Leal ainda reside em Macapá, cidade que adotou como sua e na qual, representa um dos maiores perpetuadores da música de violão genuína e autoral.
nonato1
Aron Miranda

Aron Miranda é músico violonista natural do Amapá, nascido em 4 de junho de 1990. Iniciou seus estudos de violão aos 14 anos na mesma instituição onde hoje é professor: o CEP em música Walkiria Lima, tendo em 2008 se mudado para Belém para continuar seus estudos e se graduado em música pela UFPA. É um dos fundadores da Orquestra de violões Nonato Leal (ONL) onde também é regente. Aron também trabalha com composição, mixagem e gravação para Cinema e TV tendo entre suas obras séries de animação, ficções e documentários.
11219004_1631101873828558_1540085996623844984_n
Concertos Sesc Partituras

A série “Concertos Sesc Partituras” foi criada para divulgar o site Sesc Partituras através da execução de seu amplo acervo disponibilizado on line . A proposta visa à difundir o patrimônio musical brasileiro de tradição escrita e à incentivar o desenvolvimento de intérpretes e compositores de todas as regiões do Brasil. Anualmente são programadas pelos Departamentos Regionais do Sesc apresentações musicais com repertório selecionado exclusivamente do acervo do projeto, que é formado por obras de compositores brasileiros.
Já foram realizadas dez edições dos Concertos Sesc Partituras, envolvendo mais de 600 músicos nas mais diversas formações entre solistas, grupos de câmara, coral e orquestra.

Serviço:

Escola Sesc
Rua Jovino Dinoa, 4311- Beirol
Setor Cultura Sesc – (96) 3241-4440 (Ramal 257)
Coordenadoria de Comunicação e Marketing
Email: [email protected]
Fone: (96)3241-4440 (Ramal 235)

Hoje:dupla Beto Oscar e Helder Brandão relembra carreira de 20 anos em show

13512092_1702302396699716_1719232501003642773_n

Por Jorge Abreu

Para reencontrar os amigos e parceiros de música, os cantores amapaenses Beto Oscar e Helder Brandão vão realizar um show acústico de lançamento do novo CD, “São Batuques”. A apresentação, marcada para o dia 9 de julho, vai lembrar os 20 anos de carreira da dupla.

O show terá participações especiais de artistas da música popular amapaense, entre eles, Enrico Dimiceli, Alan Yared, Rebecca Braga, Osmar Junior e Naldo Maranhão. As mesas estão sendo vendidas ao preço de R$ 40 e os ingressos individuais a R$ 10. A apresentação será em um bar no Centro de Macapá

Segundo o artista Helder Brandão, o evento terá os maiores sucessos da dupla e vai lembrar o especial que eles fizeram sobre o ‘Clube da Esquina’, que é um movimento artístico da música mineira, inspirado nos cantores Milton Nascimento e Beto Guedes.

Vamos reunir alguns dos amigos e parceiros que colaboraram com os nossos 20 anos de carreira e lançar o novo CD com músicas autorais. É mais uma forma de fortalecer a música amapaense. O show é um movimento de união dos artistas regionais, para divulgar o nosso trabalho”, ressaltou Brandão.

Serviço:

Show de lançamento do CD “São Batuques”
Dia: 9 de julho
Hora: 21h
Local: Coffe Beer
Ingressos: R$ 40 (mesa) e R$ 10 (individual)
Postos de venda: Bar do Nego e Banca do Dorimar

Fonte: G1 Amapá

HOJE: ‘Bazar Alternativo’ terá vendas e música ao vivo em praça de Macapá

download-11-220x183-220x183

Por Jéssica Alves

Membros do fã clube Legítimos Legionários, que reúne admiradores da banda Legião Urbana em Macapá, realizam no sábado (9) um bazar que vai reunir vendas de roupas, livros, CDs, LPs, acessórios, além de números musicais ao vivo. O evento inicia às 16h, na Praça da Bandeira, localizada no Centro da capital.

Denominado de “Bazar Alternativo”, os consumidores poderão adquirir os produtos com preços entre R$ 1 e R$ 30. Segundo os organizadores, a ação é uma boa oportunidade para quem quer renovar o a prateleira e não pretende gastar muito.

As apresetações serão em formato de voz e violão, com a participação dos músicos Geison Castro, Ewerton Dias, Gerson Ramos, Priscila Valente, Luizinho e a banda The End, tocando clássicos da Legião Urbana.

De acordo com uma das organizadoras do bazar, Aurélia Neta, o objetivo é arrecadar recursos financeiros para realizar um evento tributo à banda Legião Urbana, organizado pelo fã-clube anualmente. A previsão é que o evento ocorra em novembro.

“Mas estamos nos mobilizando desde já, porque é tão difícil e burocrático conseguir apoio dos órgãos públicos. Então para sair algo bacana decidimos nos organizar. Além disso, em 2016 completamos 20 anos de fã clube e será o vigésimo ano de tributo, um evento muito aguardado pelos fãs”, explicou.

Serviço

“Bazar alternativo” do Legítimos Legionários
Data: 9 de julho
Hora: a partir das 16h
Local: Praça de Bandeira, Centro de Macapá

Fonte: G1 Amapá

Os Cometas e o cantor Armando Cavalcante neste sábado, 9, no Barril Bar & Restaurante

13620154_1107061169360606_5756274219152964795_n

Neste sábado (9), a partir das 20h, no bar Barril de Chopp, vai rolar shows da banda Os Cometas e do cantor Armando Cavalcante. Para quem curte música refinada, quer dançar ou somente escutar um som legal, tá aí a oportunidade.

Os Cometas

Os Cometas são os Rolling Stones do Amapá, pois possuem 50 anos de música. A banda foi formada nos anos 60, quando o professor e maestro Oscar Santos, encorajou seus alunos de música a formar o grupo. Alguns integrantes da formação original já morreram, mas remanescentes da versão inicial estão em plena atividade. Já assisti esses senhores e garanto que eles botam pra quebrar. Recomendo!

Armando Cavalcante

Armando Cavalcante é interprete dos bons, que possui repertório refinado e é especializado em Música Popular Brasileira. Além de cantor, o cara é professor de Educação Física e um velho amigo meu.

Serviço:

Shows da banda Os Cometas e do cantor. Armando Cavalcante
Local: bar Barril de Chopp, localizado na Rua Hamilton Silva com Avenida Procópio Rola (atrás da Secretaria de Estado de Educação – SEED).
Hora: Amando começará a cantar às 20h e os Cometas às 23h.
Data: 09.07.2016

Elton Tavares