Shopping promove atividades especiais para férias em Macapá

garden111

Para atender o lazer de adultos e crianças no período de férias escolares, empresários promovem diversas atividades culturais em estabelecimentos comerciais. A programação inclui colônia de férias, musicais e eventos licenciados em shopping centers, que prometem diversão para todas as idades, e seguem até o final do mês de julho.

No Amapá Garden Shopping, o público poderá curtir o primeiro evento licenciado do Estado. O espaço será interativo e alusivo ao filme Home: Cada um na sua casa. O espaço inaugura no dia 10 de julho, possui um circuito de atividades lúdicas como escorrega, gangorra, jogo da memória e muitas surpresas.

A gerente de marketing do empreendimento, Joicilene dos Santos, informa que as atividades infantis serão monitoradas e que integram ações educativas e de recreação. “A criançada vai se divertir com todo acompanhamento pedagógico necessário. O evento é gratuito mediante apresentação de nota fiscal e cadastro específico”, acrescenta.

Outra opção de entretenimento é a colônia de férias “Mania de Brincar”. Crianças de 03 à 10 anos, poderão curtir as férias com atividades monitoradas por especialistas em educação e local adequado dentro do Shopping Garden. A programação é recheada de brincadeiras, atividades educativas, cineminha e muitas surpresas.

O “Música na Praça” recebeu uma atenção especial nestas férias. O Grupo Cultural Roda Ciranda Trupe show apresenta, todas as sextas-feiras, uma sequência de shows musicais no Palco Garden, em formato de especiais de grandes vozes brasileiras, entre eles, Tim Maia, Especial Chico Buarque, Caetano, Marisa Monte, Vanessa da Mata entre outros sucessos. Além dos especiais internacionais embalados pela famosa Brenda Fernandes.

Sobre o Amapá Garden Shopping – estrategicamente na Rodovia JK, o Amapá Garden Shopping possui 30 mil m2 de área bruta locável, construída em um terreno de 70 mil m2, na via que liga Macapá aos principais bairros da capital, assim como ao segundo maior município do Estado, Santana.

O empreendimento é administrado pela Tenco Shopping Centers que há 26 anos atua com inovação em mais de 20 shoppings desenvolvidos e administrados. O Conceito Garden derruba a barreira que existe entre sustentabilidade e consumo, promovendo a consciência ambiental e sustentável entre empreendedores, fornecedores, lojistas e consumidores.

Assessoria de imprensa do Amapá Garden Shopping
Flávia Fontes (96) 98112 9431

Confira as vagas de emprego do Sine Macapá para sexta-feira, 10

carteira_de_trabalho_301-220x205

O Serviço Nacional de Empregos no Amapá (Sine/AP) oferece vagas de empregos para Macapá. O número de vagas está disponível de acordo com as empresas cadastradas no Sine e são para todos os níveis de escolaridade e experiência.

Os interessados podem procurar o Sine/AP, localizado na Rua General Rondon, nº 2350, na praça Floriano Peixoto, ou pedir informações pelo telefone: (96) 3212-9161. Toda a rede Super Fácil tem guichês do Sine e neles é possível obter informações sobre vagas em Macapá.

Para se cadastrar e atualizar os dados, o trabalhador deverá apresentar Carteira de Trabalho, RG, CPF e comprovante de residência (atualizado).

Veja o número de vagas de acordo com a solicitação das empresas:

• Auxiliar de mecânico de autos – 1 vaga
• Confeiteiro – 1 vaga
• Cozinheiro do serviço doméstico – 2 vagas
• Cuidador de idoso – 1 vaga
• Embalador, a mão PNE – 4 vagas
• Empregado doméstico para serviços gerais – 1 vaga
• Estoquista – 3 vagas
• Atendente balconista – 4 vagas
• Vendedor pracista – 1 vaga
• Barman – 1 vaga

Fonte: G1 Amapá

CEU das Artes dispõe de livros adaptados para pessoas com deficiência visual

corridaoab

A biblioteca do Centro de Artes e Esportes Unificados (CEU das Artes) dispõe de acervo bibliográfico especializado com adaptação para pessoas com deficiência visual. A Prefeitura de Macapá, por meio da Fundação Municipal de Cultura (Fumcult), visando atender as necessidades específicas deste público, adquiriu no início deste mês 250 exemplares com o aporte financeiro de implantação do CEU das Artes.

São 40 livros bíblicos (29 do Antigo Testamento e 10 do Novo Testamento), um guia de leitura e 209 de autores diversos, com conteúdo científico e literário. Os livros são adaptados para transcrição em Braille – processo de leitura e escrita em relevo mais adotado em todo o mundo e se aplica não só à representação dos símbolos literais, mas também a dos matemáticos, químicos, fonéticos, informáticos e musicais.

Adaptação do livro falado – livros por meio de gravação de áudio (audiolivro), de ampla utilização no Brasil, constitui eficiente recurso como livro, pois permite informação imediata dos mais variados temas históricos e contemporâneos, além de ser economicamente viável, de fácil manuseio e acondicionamento, capaz de atender um público heterogêneo de ouvintes.

Ampliação para deficientes visuais com baixa visão – livro com tamanho das letras ampliado. A maioria das pessoas com baixa visão apresenta grande dificuldade em atividades que envolvam a leitura e a escrita. Além dos livros adquiridos pela prefeitura, o Centro de Apoio Pedagógico ao Deficiente Visual do Amapá doou livros bíblicos e infantis com as mesmas especificações para a biblioteca do CEU.

Os livros estão à disposição do público na biblioteca do CEU das Artes, na Avenida Carlos Lins Cortes, Infraero II, de segunda a sábado, das 8h às 12h e das 14h às 21h30.

Cliver Campos/Asscom Fumcult
Contatos: 9 9175-8550 / 9 8126-0880

Hoje rola Projeto Fim de Tarde no Cevada e Cia

11209686_10204575164160129_7510940205416786969_n

Hoje, a partir das 20h, no quiosque Cevada e Cia, rola Projeto Fim de Tarde. O evento contará com show musical da cantora Celine Guedes, Intervenções poéticas e apresentação de dança com o Grupo Flor Pequena.

O Projeto Fim de Tarde consiste em música, poesia, dança e gastronomia. O evento de hoje marca o retorno deste movimento artístico cultural.

Elton Tavares

Movimento Mais Mulher na OAB será lançado no Amapá para incentivar a participação das advogadas nas políticas institucionais

OAB-AP2-220x205

O movimento nacional Mais Mulheres na OAB será lançado oficialmente nesta quarta-feira, 1º de julho, durante plenária no auditório da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Amapá (OAB/AP). Criado para incentivar a participação das advogadas nas políticas da Ordem e promover a igualdade de gêneros, e destacar o protagonismo da mulher na sociedade, o movimento está em fase de lançamento em todo o Brasil.

“É preciso que as mulheres advogadas participem mais efetivamente das políticas da OAB/AP, e deem sua contribuição para a instituição, debatendo, panejando e colocando em prática os ideais de reconstrução da sociedade, com igualdade social e respeito. O Amapá entra na rota de discussão que está promovendo a inclusão institucional feminina dentro da OAB, em todo país”, explica a presidente da OAB/AP, Paulo Campelo.

No Brasil, o movimento tem o apoio de presidentes da Ordem e de Comissões, e conselheiras seccionais, que estão aderindo ao movimento. No Amapá, a presidente Kennia acredita que a adesão será igual, mas é preciso sensibilizar. “Temos a responsabilidade de chamar todas as mulheres para serem protagonistas de suas histórias, a partir de agora, podemos começar a discutir a importância da mulher dentro da OAB”, enfatizou.

O movimento será lançado em três etapas. Nesta primeira, foram disponibilizadas 45 oportunidades, e as primeiras 35 advogadas a se inscrever, terão 50% de desconto para consulta com mastologista. “É uma forma de incentivar a participação das mulheres e, ao mesmo tempo, chamar atenção para o cuidado com a saúde. O câncer de mama continua a vitimar muitas mulheres no Brasil, independente de classe social ou profissão”, disse a presidente.

Serviço:

Data: 1º de julho
Hora: 18:30
Convidadas: Advogadas Vera Pinheiro e Kelly Cristina
Local: Auditório da OAB/AP
Mariléia Maciel

Música de agora: Don’t Let Me Down (Não me desaponte) – The Beatles

Don’t Let Me Down (Não me desaponte) – The Beatles

Não me desaponte, não me desaponte
Não me desaponte, não me desaponte

Ninguém nunca me amou como ela ama
Oo ela ama… sim, ela ama

E se alguém me amou como ela me ama
Sim ela me faz isso, sim ela faz

Não me desaponte, não me desaponte
Não me desaponte, não me desaponte

Estou amando pela primeira vez
Você não sabe que vai durar?
É um amor que dura para sempre
É um amor sem passado

Não me desaponte, não me desaponte
Não me desaponte, não me desaponte

E desde a primeira vez que ela realmente fez sexo comigo
OO ela fez… ela fez bem

Acho que ninguém havia feito realmente sexo comigo
OO ela fez… ela fez bem

Não me desaponte, não me desaponte
Não me desaponte, não me desaponte

HOJE, Clube de cinema misteriosamente apresenta: O LOBO ATRÁS DA PORTA

11415506_893750674030600_1558246848097056801_o

O Lobo Atrás da Porta — livremente inspirado no caso da ‘Fera da Penha’, crime que chocou a sociedade carioca em 1960, é um thriller policial que conta a história do desaparecimento de uma criança que acaba desenrolando um novelo de mentiras, crimes e traição. Mesclando drama e suspense, vertente pouco utilizada no cinema brasileiro, a produção ganhou diversos prêmios em festivais nacionais e internacionais.

Depois do desaparecimento, os pais da criança, Sylvia e Bernardo, e Rosa, amante de Bernardo, contam à polícia suas versões do caso. Parciais e contraditórios, os depoimentos estruturam a narrativa, que enreda o espectador numa ciranda de pistas falsas, vingança e segredos.

A adoção de vários pontos de vista instala uma desconfiança em relação aos personagens, aumentando a atmosfera de tensão. Impossível dizer à primeira vista quem é vítima e quem é vilão nessa história de personagens tão cheios de ambiguidades.

Marcando a estreia de Fernando Coimbra na direção de longas, O Lobo Atrás da Porta foi eleito o melhor filme brasileiro de 2014 pela Associação Brasileira de Críticos de Cinema (Abraccine) e já mostra a que veio este diretor que merece ser acompanhado de perto.

Serviço:
Clube de Cinema apresenta O Lobo Atrás da Porta
Quando: 27 de junho
Onde: Espaço Caos – Arte e Cultura (Av. Procópio Rola 1572, Centro. Entre Manuel Eudóxio e Prof. Tostes).
Horário: 19h
Entrada franca.

Fonte: Blog do Calandrini

No Amapá casamentos homoafetivos serão oficializados em setembro (via @alcinea)

timthumb

Primeiros casamentos homoafetivos no Amapá, com papel passado em cartório e tudo o mais, serão realizados em setembro.

O anúncio foi feito pela presidente do Tribunal de Justiça do Amapá, desembargadora Sueli Pini.

Um tapa bem dado na cara dos intolerantes, homofóbicos e hipócritas.

Fonte: Blog da Alcinéa Cavalcante.

Presidente da OAB/AP reúne com secretário de Segurança para garantir direitos e melhores condições de trabalho para advogados

marileia

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Amapá (OAB/AP), Paulo Campelo, e o presidente da Comissão de Defesa dos Direitos e Prerrogativa da Ordem, advogado Maurício Pereira, reuniram nesta quinta-feira, 25, com o secretário de Segurança Pública do Amapá, Gastão Caladrini, e definiram metas para melhorar e agilizar a atuação de advogados. Na pauta, a condição de advogados nos procedimentos policiais e espaço físico no Centro Integrado de Operações e Segurança Pública (Ciosp).

Direito à privacidade e segurança

Justificando a necessidade de uma sala específica para advogados no Ciosp, o presidente Paulo Campelo, citou o exemplo das salas no prédio da Polícia Federal e no Fórum do município paraense Monte Dourado, fronteira com Laranjal do Jari. “Estes espaços servem de apoio para petições e consulta de processos, asseguram o direito à privacidade e o advogado pode fazer oitiva de clientes em segurança, além de aproximar e selar a confiança entre as instituições”.

Acesso ao cliente nas delegacias

A demora no andamento de procedimentos nas delegacias, por ausência de delegado de polícia, considerado um empecilho para a atuação de advogados, também foi colocado em pauta. “É uma reivindicação da classe, que muitas vezes não pode ter acesso ao cliente porque somente o delegado concede a autorização. É preciso resolver esta situação com urgência porque às vezes são horas à espera do delegado para que o advogado converse com o cliente”, disse Maurício Pereira.

A favor da legalidade e transparência

O caso do advogado Elsonias Corrêa, agredido quanto atuava em defesa de um cliente, foi usado para defender o direito do advogado de acompanhar o cliente nos procedimentos policiais. O presidente Paulo Campelo citou a Constituição Federal, que assegura o direito de acompanhar a diligência para dar transparência, agilidade e evitar abusos. “A presença do advogado legaliza a operação e impede exageros contra a pessoa detida”. O advogado Maurício Pereira informou ao secretário que está encaminhando a denúncia contra os PMs envolvidos no caso para a Corregedoria da PM/AP.

O secretário Gastão Caladrini disse concordar com as reivindicações, que são legais e condizentes, e se comprometeu em agir para que o diálogo entre Associação de Delegados de Polícia (Adepol), delegada-geral, Maria de Lourdes, e comandante da Polícia Militar do Amapá (PM/AP), coronel José Carlos Corrêa, e a OAB/AP seja iniciado o mais breve possível. “Temos que definir um novo modelo de normatização, que fique bem para todas as partes e não haja prejuízos para a sociedade”, finalizou o secretário.

Mariléia Maciel – Jornalista

Belo Horizonte literalmente belo

BHlinda1111
Da janela do hotel – Foto: Elton Tavares
BHdecima
Belo Horizonte de cima – Foto: Elton Tavares
BHlinda1
De dentro do táxi – Foto: Elton Tavares
BHlinda1888
Foto: Elton Tavares
BHlinda1236978
Foto: Elton Tavares
EunoTribunalemBH
Foto: Bernadeth Farias

 

Bar80BHSavassi
80 Bar – Savassi – BH – Foto: Elton Tavares
GeloemBH
Foto: Bernadeth Farias
BH1
De cima do edifício Maleta – Foto: Elton Tavares
EueDaniloMaldonadoemBH
Com o amigo Danilo Maldonado no Edifício Maleta – BH

Eleitor do Futuro: TRE-AP promove eleição em escola do município de Mazagão

eleiçãomazaga

Na última sexta-feira (19), durante a Caravana da Cidadania do Tribunal Regional Eleitoral do Amapá (TRE-AP), a Escola Judiciária Eleitoral (EJE/TRE) promoveu, na Escola Dom Pedro I, em Mazagão, uma eleição para escolha das prioridades ao município. O pleito fez parte do Projeto Eleitor do Futuro, que tem o objetivo de formar cidadãos mais conscientes de seu papel na construção de uma sociedade livre e democrática.

Ao todo, 480 estudantes votaram e elegeram o que esperam da administração da cidade. Após a ação, foi feita a apuração dos votos e emitido relatório (boletim de urna) com o seguinte resultado:

Direito à vida e à saúde – 71 votos
Direito à liberdade, respeito e dignidade – 74 votos
Direito ao esporte e lazer – 189 votos
Direito à profissionalização e à proteção no trabalho – 38 votos
Direito à educação e à cultura – 95 votos

Total de votos nominais – 467
Brancos – 01
Nulos – 12
Total apurado – 480

De acordo com o coordenador da EJE, Rinaldo Farias, o resultado da eleição será enviado à instituição de ensino para que seja comunicado ao prefeito e à Câmara de Vereadores de Mazagão qual a prioridade escolhida pela comunidade estudantil.

O Projeto Eleitor do Futuro

O Projeto Eleitor do Futuro, criado em 2003 pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), é desenvolvido nos TREs de todo o Brasil. Busca formar cidadãos conscientes de seu papel na construção de uma sociedade mais livre e democrática e ampliar o contingente dos eleitores jovens de 16 e 17 anos.

No Amapá, a ação contempla mais de 20 escolas e milhares de futuros eleitores. Essa atividade se repete a cada ano, sempre no primeiro semestre, estimulando a reflexão crítica das crianças e a importância do processo de escolha dos nossos representantes.

Outra atividade desenvolvida foi o alistamento jovem, para alunos na faixa etária de 16 a 17 anos. Ao todo, 30 estudantes foram atendidos na instituição de ensino.

Serviço:

Tribunal Regional Eleitoral do Amapá
Assessoria de Comunicação e Marketing
Elton Tavares
ALTV
Fones: 2101-1504/84059044/91474038

Credenciamento do Arraiá no Meio do Mundo

arraia

O Arraiá no Meio do Mundo inicia neste final de semana com as competições nos Polos Municipais, realizado pelo Governo do Amapá e Federação das Entidades Folclóricas do Amapá (Fefap). As equipes de jornalismo que tenham interesse em fazer a cobertura podem se credenciar com a equipe de comunicação da Fefap, que está com o suporte da Secretaria de Comunicação do Governo do Amapá (Secom/Gea).

A credencial é OBRIGATÓRIA, e garante aos profissionais o acesso às arquibancadas, camarotes, camarim, concentração e área próxima ao palco de apresentações, para que possam fazer o trabalho. Estaremos ainda disponibilizando uma sala de atendimento para imprensa, com informações sobre a quadra junina e grupos participantes, e acesso á internet.

Mais informações: 99125-6015 / 98116-6687 (watsapp)

Ou na sala da Fefap, no Sambódromo.

CALENDÁRIO DO ARRAIÁ DO MEIO DO MUNDO

12 de Junho – Polo Mazagão – Escola Estadual Dom Pedro
13 de Junho – Polo Santana – Uau Parque
14 de Junho – Polo Norte (Ferreira Gomes) – Escola Estadual Maria Iraci Tavares

RODOVIA DO CURIAÚ:

POLO MACAPÁ

GRUPOS ESTILIZADOS

14 de Junho – 1ª Eliminatória
15 de Junho – 2ª Eliminatória
16 de Junho – 3ª Eliminatória
17 e 18 de Junho – Final do Polo Macapá
19 de Junho – Polo Vale do Jari – Praça da Cidade Livre

ESTACIONAMENTO DO SAMBÓDROMO – CIDADE JUNINA

20, 21, 22 e 23 – Eliminatórias Estadual de Grupos Estilizados

GRUPOS TRADICIONAIS

24 de Junho – 1ª Eliminatória
25 de Junho – 2ª Eliminatória

FINAL DO CONCURSO ESTADUAL DE GRUPOS ESTILIZADOS

26 e 27 de junho

FINAL DO CONCURSO ESTADUAL DE GRUPOS TRADICIONAIS

28 de Junho

Música de agora: Podres Poderes – Caetano Veloso

Podres Poderes – Caetano Veloso

Enquanto os homens exercem
Seus podres poderes
Motos e fuscas avançam
Os sinais vermelhos
E perdem os verdes
Somos uns boçais

Queria querer gritar
Setecentas mil vezes
Como são lindos
Como são lindos os burgueses
E os japoneses
Mas tudo é muito mais

Será que nunca faremos senão confirmar
A incompetência da América católica
Que sempre precisará de ridículos tiranos
Será, será, que será?
Que será, que será?
Será que esta minha estúpida retórica
Terá que soar, terá que se ouvir
Por mais zil anos

Enquanto os homens exercem
Seus podres poderes
Índios e padres e bichas
Negros e mulheres
E adolescentes
Fazem o carnaval

Queria querer cantar afinado com eles
Silenciar em respeito ao seu transe num êxtase
Ser indecente
Mas tudo é muito mau

Ou então cada paisano e cada capataz
Com sua burrice fará jorrar sangue demais
Nos pantanais, nas cidades
Caatingas e nos gerais

Será que apenas os hermetismos pascoais
E os tons, os mil tons
Seus sons e seus dons geniais
Nos salvam, nos salvarão
Dessas trevas e nada mais

Enquanto os homens exercem
Seus podres poderes
Morrer e matar de fome
De raiva e de sede
São tantas vezes
Gestos naturais

Eu quero aproximar o meu cantar vagabundo
Daqueles que velam pela alegria do mundo
Indo e mais fundo
Tins e bens e tais

Será que nunca faremos senão confirmar
Na incompetência da América católica
Que sempre precisará de ridículos tiranos
Será, será, que será?
Que será, que será?
Será que essa minha estúpida retórica
Terá que soar, terá que se ouvir
Por mais zil anos

Ou então cada paisano e cada capataz
Com sua burrice fará jorrar sangue demais
Nos pantanais, nas cidades
Caatingas e nos gerais

Será que apenas
Os hermetismos pascoais
E os tons, os mil tons
Seus sons e seus dons geniais
Nos salvam, nos salvarão
Dessas trevas e nada mais

Enquanto os homens
Exercem seus podres poderes
Morrer e matar de fome
De raiva e de sede
São tantas vezes
Gestos naturais

Eu quero aproximar
O meu cantar vagabundo
Daqueles que velam
Pela alegria do mundo
Indo mais fundo
Tins e bens e tais!
Indo mais fundo
Tins e bens e tais!
Indo mais fundo
Tins e bens e tais!