Música de agora: Queremos Saber

Queremos Saber (composição de Gilberto Gil) – Interpretação de Cássia Eller

Queremos saber,
O que vão fazer
Com as novas invenções
Queremos notícia mais séria
Sobre a descoberta da antimatéria
e suas implicações
Na emancipação do homem
Das grandes populações
Homens pobres das cidades
Das estepes dos sertões
Queremos saber,
Quando vamos ter
Raio laser mais barato
Queremos, de fato, um relato
Retrato mais sério do mistério da luz
Luz do disco voador
Pra iluminação do homem
Tão carente, sofredor
Tão perdido na distância
Da morada do senhor
Queremos saber,
Queremos viver
Confiantes no futuro
Por isso se faz necessário prever
Qual o itinerário da ilusão
A ilusão do poder
Pois se foi permitido ao homem
Tantas coisas conhecer
É melhor que todos saibam
O que pode acontecer
Queremos saber, queremos saber
Queremos saber, todos queremos saber

Dia do Jornalista – É sempre bom lembrar que:

jornalista

A ética deve acompanhar sempre o jornalismo, como o zumbido acompanha o besouro.” (Gabriel Garcia Marquez)

O jornalismo é o exercício diário da inteligência e a prática cotidiana do caráter.”
(Cláudio Abramo)

Jornalismo é investigação sempre – quer ele resulte na renúncia de um presidente da República ou no fechamento de um buraco de rua que atrapalha o trânsito.” (Ricardo Noblat, no livro “Jornalismo é…”)

O bem mais precioso na vida de um jornalista não é o seu emprego, mas a sua credibilidade
(Eugênio Bucci, in “Sobre Ética e Imprensa”, Editora Cia das Letras)

O jornalista é um servidor público, não um político.” (James Linde)

Fonte: Blog da Alcinéa.

Prefeitura de Macapá divulga lista de sorteio por grupo do Residencial São José

11083842_442121765954900_4954906341878608901_n

A Prefeitura de Macapá, através do Comitê Gestor do Programa Minha Casa, Minha Vida (CGPMCMV), publicou nesta quarta-feira, 02, no site www.macapa.ap.gov.br, a lista de sorteio por grupo para o Residencial São José, que é administrado pela gestão municipal. São 1.440 unidades habitacionais que realizarão o sonho da casa própria de inúmeras famílias. O primeiro sorteio está marcado para o dia 15 de abril e será realizado em duas etapas. Na primeira serão sorteados os pares por critérios dos segmentos idosos e pessoas com deficiência, e, posteriormente, serão realizados os sorteios dos grupos I e II.

Para concorrer ao sorteio do São José foram habilitadas 21.502 pessoas por cadastro. Nesta primeira etapa, 728 idosos e 841 pessoas com deficiência participarão do sorteio. A Portaria de n° 595 do Ministério das Cidades prevê 3% das unidades habitacionais para idosos, o que significa 44 unidades para este grupo, devendo ser o idoso o titular do cadastro. Aqueles que reunirem o maior número de critérios nacionais e municipais serão contemplados. O sorteio será da mesma forma com o grupo de pessoas com deficiência, para o qual também será destinado um percentual de 3%, o que corresponde a 44 apartamentos no residencial.

A coordenadora-geral do Comitê Gestor, Mônica Dias, informou que caso os idosos e pessoas com deficiência não apareçam com o nome na listagem e se sintam prejudicados por não estarem nos grupos, terão os dias 6 e 7 de abril para dar entrada no recurso, no prédio do Habitacional, situado na Rua Rio Vila Nova, no centro de Macapá, no térreo do prédio do Instituto Municipal de Turismo (Macapatur), no horário de 8h as 13h.

“Quem não for contemplado neste sorteio irá para a lista geral e, dependendo do número de critérios, vai para o grupo I ou II. Aqueles que ficarem na lista de reserva de 30% não entram mais no sorteio dos outros grupos. É por isso que temos que fazer primeiro o sorteio desses dois grupos”, esclareceu ainda Mônica Dias.

A relação do grupo de idosos e pessoas com deficiência estará disponível por número de inscrição, com nome em ordem alfabética e número de critérios preenchidos. Ao todo são seis critérios: três estabelecidos no Ministério das Cidades e três critérios locais contidos no CGPMCMV. Os critérios nacionais são: famílias residentes em áreas de risco ou insalubre, ou que tenha sido desabrigada; famílias com mulheres responsáveis pela unidade familiar; e família da qual fazem parte pessoas com deficiência. Os critérios locais são: famílias conviventes devidamente cadastradas no PMCMV, ou seja, quando houver mais de duas ou três famílias morando em uma única casa; famílias que tenham o maior tempo de residência no município, tempo mínimo de cinco anos morando em Macapá.

Após o sorteio, as famílias receberão a visita das assistentes sociais da Secretaria de Assistência Social e do Trabalho (Semast), que irão averiguar as informações fornecidas durante o cadastro. Além disso, também após o sorteio, a coordenação do Comitê Gestor montará o dossiê das famílias com todos os documentos e informações e os enviará à Caixa Econômica Federal (CEF), que fará os cruzamentos de todos os dados, bem como a análise e divulgação da lista dos contemplados com as unidades.

O Comitê Gestor informa que ocorreu erro na primeira lista publicada nesta quinta feira, 02, às 10h, no site www.macapa.ap.gov.br. Foram gerados dois grupos distintos: Idosos e Pessoas com Deficiência, sendo que este último grupo em número de 9.780 pessoas aptas a participar do sorteio. Porém, o número real é de 841 aptas. Após análise da listagem gerada para o grupo de Pessoas com Deficiência, detectou-se a incoerência, ou seja, a condição estabelecida no código-fonte do sistema estava invertida, por isso o número saltou de 841 para 9.780 pessoas com deficiência.

A Prefeitura de Macapá informa que todas as outras fases do Residencial São José serão divulgadas à população para continuar dando toda transparência ao processo.

Lilian Monteiro/Asscom Semast
Contatos: 9 9130-5406 / 9 8141-1697

Um relato firmeza e engraçado sobre o primeiro dia do Lollapalooza Brasil 2015 (textaço) – Por Mentor Neto

Enquanto você está aí, no conforto do seu combo wifi+ar condicionado, estou aqui no Lollapalooza, em Interlagos.

Trouxe minhas filhas.

Devia chamar Longeapalloza.

Tudo aqui é longe.

Interlagos é longe. Os palcos são longe. A água, a comida, os banheiros são longe.

O que esperavam, afinal?

O lugar foi feito para se ir de um ponto ao outro num fórmula um.

Como podem exigir que eu vá caminhando?

O público se divide em 2 grandes grupos: meninas de shortezinho jeans e barbudos de gel no cabelo. Alguns barbudos também usam shortezinho.

Estou sentado na grama.

Sinto que a última vez que sentei na grama o continente ainda se chamava Pangeia.

Um garoto de uns 15 anos ameaçou me ajudar a sentar.

Humilhante.

Agora começou o show de uma banda cujo nome só tem consoantes.

Tentei pronunciar e minha filha achou que eu tinha engasgado.

Sou o único num raio de 30km que nunca ouviu falar deles.

Dele na verdade.

Fica o sujeito lá sozinho, pulando e fingindo que mexe nuns botões.

Se estivesse fazendo um risoto ninguém notaria a diferença.

Martela os graves e esfrega os agudos na minha orelha. As vozes eletrônicas.

Uma moça, aqui na minha frente, dança fora de controle.

Me escapa o que leva alguém a dançar assim.

Estou hipnotizado olhando para a moça dançando.

Perco a noção do tempo.

Então percebo que foi a maconha que bateu.

Não.

Claro que eu não fumei.

Em que ano vocês acham que eu vivo? 1974?

Mesmo sendo 2015 a brisa ardida e doce da maconha cobre o lugar desde as 3 da tarde.

Uma bruma alucinógena.
Demais essa música.
O telão psicodélico.
O cara pulando.

Ainda bem que sou imune aos efeitos da marijuana.

Agora estou dançando com o vendedor de cachorro-quentes.

A música alta, o laser, fumaça, o chão que vibra.

Amanhã acho que venho de shortinho de jeans.

Mentor Neto

Pontos turísticos e prédios públicos de Macapá vão apagar as luzes por 1h

h11

Por Fabiana Figueiredo

Macapá vai participar pela segunda vez do movimento global “A Hora do Planeta”, no sábado (28). A proposta é desligar todas as luzes por uma hora, para chamar a atenção para a preocupação que deve ser de todos com o aquecimento global. Entre 20h30 e 21h30 de sábado, pontos turísticos e prédios públicos na capital vão ficar às escuras. Um passeio ciclístico com plantio de mudas de árvores também vai marcar a data.

Realizado desde 2007, o projeto “A Hora do Planeta” quer fazer a diferença na preservação do meio ambiente em todo o mundo. Macapá é a primeira capital do Norte do Brasil a participar do movimento, desde 2014, quando foram desligadas as luzes da Fortaleza de São José de Macapá, do Monumento Marco Zero do Equador e do Teatro das Bacabeiras.

Em 2015, além dos pontos turísticos, as fachadas da prefeitura de Macapá, da Procuradoria Geral de Justiça e dos prédios do Tribunal de Contas do Estado e da Assembleia Legislativa do Amapá vão ficar sem iluminação.

Um passeio ciclístico com concentração na sede da prefeitura vai percorrer praças no Centro de Macapá, onde serão plantadas 60 mudas de árvores, simbolizando cada minuto dedicado ao planeta.h1

Trajeto do passeio ciclístico

O passeio vai seguir pela Av. FAB, passando pela Rua Cândido Mendes, com parada para plantio de mudas na Praça do Barão. Depois, segue pela Av. Coriolano Jucá, Beira-Rio, com parada para plantio no canteiro do canal da Av. Mendonça Júnior. Em seguida, o passeio segue pela Rua Tiradentes, Av. Padre Júlio, com chegada à praça Nossa Senhora de Fátima, onde a pedalada vai terminar com mais plantio de mudas.

A Hora do Planeta

O movimento global surgiu no dia 31 de março de 2007, na Austrália, mobilizado pela ONG World Wide Fund for Nature (WWF). A proposta foi reunir os moradores da capital, Sydney, para mostrar apoio ao combate às mudanças climáticas.

Fonte: G1 Amapá

ENCONTRO REGIONAL: Comunidade LGBT discute politização da juventude

federação-amapense-lgbt

A luta da comunidade LGBT é algo constante na sociedade atual. O preconceito está na mídia, na escola, comunidade acadêmica, religiosa e até dentro de casa. O problema atinge cada lésbica, gay, bissexual e travesti de forma física e psicológica. Isso explica a união das várias organizações para o combate às ações agressivas do meio social. Porém, hoje a luta não se baseia mais somente na união, e sim na politização dos representantes dessas causas.

Na busca dessa politização, a comunidade LGBT do Norte do Brasil realiza nos próximos dias 26, 27 e 28, no Macapá Hotel, o 1º Encontro Regional da Juventude LGBT (Enjuv). O evento enfatiza, entre outras demandas, a união de militantes politizados sobre as causas comuns para os gêneros. “Hoje percebemos que não cabe apenas se juntar às causas. O que queremos é que cada ator social tenha conhecimento político para debater os problemas e possam servir de disseminadores, não só da historicidade da luta LGBT, mas também dos debates sociais travados a cada dia”, afirmou o presidente da Associação Amapaense LGBT, André Lopes.

enjuv

O evento foi dividido em duas etapas. Na primeira, a questão médica estará em evidência através da palestra do representante do Ministério da Saúde, André Lemos, que vai tratar das políticas de saúde voltadas para a participação e o controle social feito pelo Sistema único de Saúde. Haverá debate sobre o impacto da Aids na juventude e a discussão de estratégias para a implementação de políticas nacionais de saúde para a comunidade LGBT.

Programação-enjuv

Em um segundo momento o debate será sobre a história do movimento LGBT na sociedade brasileira e mundial. “Nesse segundo momento será traçado um panorama das conquistas e lutas da comunidade para os militantes. O objetivo é formar novos atores sociais que possam disseminar a mensagem, um caminho crucial para se conseguir mais espaço nas políticas públicas. Precisamos de uma comunidade antenada com os anseios de uma sociedade que busca justiça e igualdade”, acrescentou André.

O evento também vai contar com a presença de representantes da Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (ABGLT), maior associação de gêneros da América Latina, com cerca de 310 organizações filiadas. Grupos do Acre, Pará, Amazonas e Amapá já confirmaram participação. O evento será aberto ao público que queira assistir as palestras e também ficar por dentro das demandas apresentadas. O evento acontece no Macapá Hotel iniciando às 9 horas da manhã.

Fonte: SelesNafes.Com

Presidente do TRE-AP faz visita institucional ao Cartório da 6ª Zona Eleitoral no município de Santana

VisitaCartóriodeSantana

O Presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Amapá (TRE-AP), Desembargador Carlos Tork, juntamente com o diretor-geral do TRE, Veridiano Colares, fez nesta quarta-feira (25) uma visita institucional ao Cartório da 6ª Zona Eleitoral no município de Santana.Santana2

Na oportunidade, o magistrado conversou com servidores da Justiça Eleitoral sobre sua gestão, a atuação dos funcionários do órgão e demandas locais. “Essa visita é importante para nos aproximarmos dos servidores, avaliarmos como está o andamento dos serviços e quais são as necessidades de cada zona eleitoral”, sublinhou o Presidente.

Anteriormente, o Presidente visitou as 2ª e 10ª Zonas Eleitorais, que funcionam na Casa da Cidadania, em Macapá. As visitas visam o estreitamento das relações e aproximação entre servidores do TRE e a nova gestão da Justiça Eleitoral amapaense.SantanaCartorioPresidente

O Cartório da 6ª Zona Eleitoral no município de Santana fica localizado na Rua D 13, quadra 17, lote 2, na Vila Amazonas (próximo à antiga caixa d’água da Icomi). Ele foi inaugurado em dezembro de 2014.

Serviço:

Tribunal Regional Eleitoral do Amapá
Assessoria de Comunicação e Marketing
Elton Tavares
Fones: 2101-1504/84059044/91474038

Combate à tuberculose: prefeitura leva Educação em Saúde a diferentes locais de Macapá

pmm1

Em alusão ao Dia Mundial de Combate à Tuberculose, a Prefeitura de Macapá está realizando ações nas Unidades Básicas de Saúde (UBS’s) e em diversos pontos da capital. Na última terça-feira, 24, os profissionais da Saúde, em parceria com os acadêmicos do curso de Gestão Hospitalar da Faculdade Brasil Norte (Fabran), estiveram no aeroporto para orientar a população sobre os sintomas e a importância da prevenção da doença.

A coordenadora do Programa Municipal de Combate à Tuberculose, Sandra Elisa, enfatizou o objetivo ao disseminar informação em diferentes lugares de Macapá. “Escolhemos o aeroporto, por exemplo, pelo acesso fácil, pois aqui é porta de entrada e saída das pessoas no nosso estado, e o nosso objetivo é este: levar informação ao maior número de pessoas, para que elas entendam que a tuberculose tem cura e que devem procurar uma Unidade de Saúde, caso apresentem algum sintoma”, disse Sandra.

A ação também aconteceu na manhã desta quarta-feira, 25, no terminal rodoviário, e à tarde ocorrerá em um shopping da zona sul de Macapá. Nas UBS’s a programação se estenderá até sexta-feira, 27, com palestras de Educação em Saúde, busca ativa de casos suspeitos e encaminhamento para realização de exames. A dona de casa Elaine Martins achou muito boa a iniciativa. “Meu tio já teve tuberculose, e na época existia muito preconceito, porque a doença não tinha tratamento. Por isso, acho muito importante esse tipo de orientação, para que as pessoas saibam como podem se tratar”, disse.

A tuberculose é uma doença infecciosa, causada por um micróbio chamado “bacilo de Koch”. É contagiosa e atinge principalmente os pulmões. O sintoma mais frequente no adulto é a tosse persistente por mais de três semanas, além de febre (mais frequente ao entardecer), suores noturnos, falta de apetite, emagrecimento e cansaço fácil.

Jamile Moreira/Asscom Semsa
Contatos: 9 8802-8647 / 9 9135-6508
Foto: Max Renê

Publicada lista de inscritos para Fórum e Congresso Internacional na Ueap

ueap-111

Por Eliane Cantuária, da Agência Amapá

A Comissão Organizadora do 3º Fórum de Licenciaturas e 1º Congresso Internacional de Formação de Professores da Universidade do Estado do Amapá divulgou nesta segunda-feira, 23, a lista de inscrições homologadas do público externo para participação nos eventos. A lista completa está disponível no link , com o nome dos representantes de instituições de pesquisas, escolas, faculdades e universidades dos Estados do Pará e Amapá.

O 3º Fórum das Licenciaturas e o 1º Congresso Internacional de Formação da Ueap acontecerão no período de 6 a 8 de maio, no Teatro das Bacabeiras, em Macapá, com objetivo de discutir novas propostas para melhorar o processo de formação dos professores e das licenciaturas.

Especialistas como os doutores Antonio Novoa de Portugal, Cipriano Luckesi e Silvia Chaves do Brasil estão com presença confirmada.

Segundo Danielle Costa, coordenadora dos eventos, o momento marca uma nova fase da Ueap, que dispõe de quadro docente efetivo e com dedicação integral. “Será uma oportunidade para rediscutir e consolidar as licenciaturas na instituição, com vistas a aperfeiçoar o processo formativo de professores. Além do que é a hora de se construir uma identidade própria e de valorização à formação de professores”, destacou.

As inscrições para os acadêmicos da Ueap, do ensino regular e do Plano Nacional de Formação de Professores da Educação Básica (Parfor), começarão a ser feitas a partir do dia 31 de março nas coordenações dos cursos.

A programação dos eventos é composta por palestras, mesas-redondas, oficinas, minicursos, relatos de experiências e apresentações de trabalhos científicos.

Ex-jogadores Branco e Edmilson estão em Macapá para fórum esportivo

jogadores11

Por Rafael Moreira, com orientação do editor do Wellington Costa.

Os ex-jogadores da seleção brasileira, o ex-lateral esquerdo Cláudio Ibrahim Vaz Leal, o Branco, e o ex-zagueiro do pentacampeonato, José Edmilson, desembarcaram na tarde desta segunda (23) em Macapá onde irão participar do Fórum Estadual de Desporto e Lazer. Branco e Edmilson serão palestrantes no evento que irá abordar o futuro do esporte amapaense. Do aeroporto, os dois campeões mundiais seguiram para o estádio Zerão, onde acompanharam o amistoso entre a equipe profissional do Santos-AP contra o sub-20 da escolinha Zico 10. O Fórum inicia na terça-feira (24) e segue até sexta-feira (27).

É a primeira vez que o ex-lateral esquerdo Branco vem a Macapá. Ele aproveitou para acompanhar o trabalho da nova safra de jogadores amapaenses que disputam a Copa Amapá de Futebol Júnior. No bate papo que teve com a garotada, o ex-jogador destacou que é preciso perseverança para os que querem seguir carreira no esporte.

– É a primeira vez que venho aqui e estou impressionado com o estádio, que é dividido pelos hemisférios Norte e Sul. Vi jovens jogadores começarem na base de suas cidades e que hoje estão atuando em grandes times da Europa. Quem escolhe essa profissão tem que ter perseverança e acreditar nas suas qualidades. Este é o meu recado para os jogadores amapaenses – disse Branco.

Diferente do ex-lateral esquerdo, esta é a segunda vez que Edmilson visita a capital amapaense. Na primeira vez que esteve em Macapá, o jogador estava em campo defendendo as cores do São Paulo contra o Ypiranga, pela segunda fase da Copa do Brasil de 1999, no estádio ‘Zerão’. Na época, a equipe paulista venceu o representante do Amapá por 4 a 1. O ex-zagueiro falou da felicidade em estar voltando ao Amapá.

– É muito legal estar aqui para mostrar para a criançada de Macapá que não viu a nossa carreira, o que fizemos no tempo de jogadores e as experiências de vida. Antes de sermos grandes atletas temos que ser grandes cidadãos e isso é o mais importante – disse Edmilson.

Fórum Esportivo

Três temas serão abordados durante o fórum esportivo: desporto e lazer, que trata sobre as escolinhas esportivas; desporto educacional – que abordará o esporte nas escolas – e por fim, o desporto de alto rendimento, que terá as federações e associações como assunto principal. O evento inicia na terça-feira (24) no Teatro das Bacabeiras.

Fonte: GloboEsporte.com

Chuva atípica

17950081_mzqzj

A chuva que caiu na noite desse domingo em Macapá veio de uma direção atípica, segundo observações d Jefferson Vilhena, do Núcleo de Meteorologia do Estado (NHMET). Segundo ele, dificilmente acontece isso. Na imagem do radar o núcleo dessa formação apresentou um eco de refletividade mais forte.

* Ecos de refletividade mais fortes indicam precipitações mais fortes ou formação de granizo dentro da nuvem. As nuvens que estavam em cima da cidade, ontem, estavam com granizo. Mas que ao caírem se liquefazem, e apenas os pingos caem gelados.

Fonte: Blog da Alcilene Cavalcante.