Música de agora: Meu Amigo Pedro – Raul Seixas

Meu Amigo Pedro – Raul Seixas

Muitas vezes, Pedro, você fala
Sempre a se queixar da solidão
Quem te fez com ferro, fez com fogo, Pedro
É pena que você não sabe não

Vai pro seu trabalho todo dia
Sem saber se é bom ou se é ruim
Quando quer chorar vai ao banheiro
Pedro as coisas não são bem assim

Toda vez que eu sinto o paraíso
Ou me queimo torto no inferno
Eu penso em você meu pobre amigo
Que só usa sempre o mesmo terno

Pedro, onde você vai eu também vou
Mas tudo acaba onde começou

Tente me ensinar das tuas coisas
Que a vida é séria, e a guerra é dura
Mas se não puder, cale essa boca, Pedro
E deixa eu viver minha loucura

Lembro, Pedro, aqueles velhos dias
Quando os dois pensavam sobre o mundo
Hoje eu te chamo de careta, Pedro
E você me chama vagabundo

Pedro, onde você vai eu também vou
Mas tudo acaba onde começou

Todos os caminhos são iguais
O que leva à glória ou à perdição
Há tantos caminhos tantas portas
Mas somente um tem coração

E eu não tenho nada a te dizer
Mas não me critique como eu sou
Cada um de nós é um universo, Pedro
Onde você vai eu também vou

Pedro, onde você vai eu também vou
Mas tudo acaba onde começou

É que tudo acaba onde começou
Meu amigo Pedro

Campanha contra o HPV: meta em Macapá é vacinar 13 mil meninas

hpvpmm
Foto: Max Renê.

 

Inicia-se nesta quarta-feira, 4, em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS’s), mais uma etapa de vacinação contra o vírus HPV, que este ano tem como público-alvo meninas de 9 a 11 anos de idade. Diferente de 2014, a vacinação começará primeiro nas UBS’s, e, posteriormente, em todas as escolas estaduais e municipais, assim que o calendário de volta às aulas estiver concluído.

“O Ministério da Saúde recomenda que a vacinação seja feita nas escolas, pois assim conseguiremos vacinar um número maior de meninas em pouco tempo, garantindo que tenhamos uma boa cobertura vacinal. Como na maioria das escolas as aulas ainda não iniciaram, decidimos disponibilizar a vacina nas UBS’s. Assim que as aulas iniciarem, realizaremos a imunização em todos os colégios”, explica a coordenadora municipal de Imunização, Jorsette Cantuária.

Este ano também estão inclusas mulheres entre 14 e 26 anos infectadas pelo vírus HIV. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), as complicações decorrentes do HPV ocorrem com mais frequência em pacientes portadores de HIV e Aids. A vacinação para esse grupo deve acontecer com intervalos de dois meses após a primeira dose, e seis meses após a segunda. Para as meninas de 9 a 11 anos o esquema de vacinação é composto por três doses: a segunda é aplicada com intervalo de seis meses e a terceira, de reforço, cinco anos após a primeira dose.

Em 2014 o Sistema Único de Saúde (SUS) ofertou a vacina contra HPV para meninas de 12 a 13 anos. No Amapá 18 mil meninas foram imunizadas, o que representa 76,98% da meta naquele ano. Para 2015 a Prefeitura de Macapá tem a meta de imunizar 13 mil garotas. Além dos grupos prioritários, as meninas de 12 e 13 anos que por algum motivo não realizaram a segunda dose da vacina no ano passado poderão atualizar o esquema vacinal somente nas UBS’s.

A vacina contra o HPV protege grande parte das doenças sexualmente transmissíveis e previne o câncer de colo de útero, que, de acordo com a OMS, é o segundo câncer que mais mata mulheres na região Norte.

Jamile Moreira/Asscom Semsa

TRE-AP esclarece sobre horários de atendimento e serviços ofertados pela Justiça Eleitoral

TREAmapá

O Tribunal Regional Eleitoral do Amapá (TRE-AP), por conta de dúvidas detectadas entre cidadãos que procuram o órgão, esclarece que os cartórios eleitorais da capital e do interior do Estado funcionam de segunda a sexta-feira, no horário das 8h às 14h. E a Secretaria Judiciária (Sejud) do TRE das 12h às 19h, nos mesmos dias da semana.

Sejud

A Sejud, que funciona no edifício-sede do TRE, localizado na Avenida Mendonça Júnior, 1502, atende aos partidos políticos e advogados que atuam no Direito Eleitoral. Os serviços são protocolo de ações, acompanhamento de processos e assuntos ligados às eleições estaduais.

Zonas Eleitorais

No caso dos cartórios, que em Macapá funcionam na Casa da Cidadania (2ª e 10TRE-AP-horarioª Zonas Eleitorais), localizada na Avenida Mendonça Júnior, 1452, os serviços disponibilizados pela Justiça Eleitoral são os de regularização do eleitor, como: revisão biométrica, alistamento eleitoral, emissão de 2ª via do Título de Eleitor, transferência de domicílio eleitoral e emissão de quitação eleitoral. Assim como na capital, esses atendimentos ocorrem nas zonas do interior.

O TRE alerta a todos os eleitores que não votaram em três pleitos ou três turnos consecutivos que seus títulos eleitorais serão cancelados se a regularização não for executada até o dia 4 de maio. Para normalizar a situação junto à Justiça Eleitoral, o cidadão deve procurar o cartório do município aonde vota, de posse de documento oficial com foto e Título Eleitoral, para requerer a guia de pagamento de multas pela ausência não justificada.TRE-AP-registros

Sem regularização

O eleitor que não estiver regularizado junto à Justiça Eleitoral sofrerá prejuízos ou inconvenientes, como impedimento de votar ou ser votado, emissão de passaportes, inscrever-se em concurso público, ser empossado em cargo público, obter Carteira de Identidade, renovar matrícula em estabelecimento de ensino oficial, obter empréstimos em bancos oficiais e participar de concorrência pública ou administrativa.

Serviço:

Tribunal Regional Eleitoral do Amapá
Assessoria de Comunicação e Marketing
Elton Tavares
ALTV
Fones: 2101-1504/84059044/91474038

Projeto Eleitor do Futuro: TRE-AP treina estudantes para eleição interna de escola

AlunosAquerelaEleitordoFuturo

O Tribunal Regional Eleitoral do Amapá (TRE-AP) promoveu nesta segunda-feira (2), na sala de treinamento da Secretaria de Tecnologia da Informação (STI/TRE), o treinamento de mesário para 12 estudantes da escola Conexão Aquarela. A capacitação foi desenvolvida pela Escola Judiciária Eleitoral (EJE/TRE), em parceria com a STI.

O minicurso habilitou os alunos a manusear a urna eletrônica para a eleição que ocorrerá na referida instituição de ensino, onde 332 adolescentes da 6ª, 7ª e 8ª séries do ensino fundamental escolherão seus representantes de turmas.

A capacitação foi ministrada pela técnica da STI, Soraya Souza. A ação faz parte do Projeto Eleitor do Futuro e visa conscientizar alunos da rede pública e privada dos ensinos fundamental e médio do Estado quanto à sua responsabilidade em relação ao exercício livre e democrático do voto.

De acordo com o coordenador da EJE, Rinaldo Farias, a atividade é semelhante ao processo eleitoral oficial, desde as convenções partidárias, registros de candidatura, debates, voto por meio da urna eletrônica e até uma solenidade de diplomação dos eleitos. Ele explicou que a ação se repete a cada ano, sempre no primeiro semestre, o que estimula a reflexão crítica das crianças e a importância do processo de escolha dos nossos representantes.

O Projeto Eleitor do Futuro

O Projeto Eleitor do Futuro, criado em 2003 pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), é dAlunosAquerelaEleitordoFuturo.2esenvolvido nos TRE´s de todo o Brasil, buscando formar cidadãos conscientes de seu papel na construção de uma sociedade mais livre e democrática e ampliar o contingente dos eleitores jovens de 16 e 17 anos.

No Amapá, a ação contempla mais de 20 escolas e milhares de futuros eleitores. Essa atividade se repete a cada ano, sempre no primeiro semestre, estimulando a reflexão crítica das crianças e a importância do processo de escolha dos nossos representantes.

Serviço:

Tribunal Regional Eleitoral do Amapá
Assessoria de Comunicação e Marketing
Elton Tavares
ALTV
Fones: 2101-1504/84059044/91474038

Dirigentes do Sebrae no Amapá se reúnem com presidente Dilma e ministro Afif da MPE

sebrae1

Por Denyse Quintas

A cerimônia de posse do novo presidente do Conselho Deliberativo e da Diretoria Executiva do Sebrae Nacional deu início a sucessivos eventos de agenda oficial em Brasília, no período de 24 a 26 de fevereiro. Os mandatos são para o quadriênio 2015-2018. A agenda oficial usou os espaços físicos na sede da instituição, em Brasília, o anexo, na Asa Norte e o Palácio do Planalto.

Os dirigentes do Sebrae no Amapá, presidente do Conselho Deliberativo, Mateus Silva; diretor-superintendente, João Alvarenga; diretor de administração e finanças, Waldeir Ribeiro; diretora técnica, Isana Alencar e o conselheiro Raimundo Batista, estiveram em evento no Palácio do Planalto, onde a presidente Dilma Rousseff anunciou na última quinta-feira (26), juntamente com o ministro da Secretaria da Micro e Pequena Empresa, Guilherme Afif Domingos, o Programa Bem Mais Simples Brasil e o Sistema Nacional de Baixa Integrada de Empresas, que diminui a burocracia para a abertura e o encerramento de micro e pequenas empresas.

Posse

O presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Robson Braga de Andrade, será o presidente do Conselho Deliberativo Nacional (CDN) do Sebrae, em substituição a Roberto Simões, da Confederação Nacional da Agricultura (CNA). Na Diretoria Executiva, o presidente Luiz Barretto e o diretor de Administração e Finanças, José Claudio dos Santos, foram reconduzidos para um segundo mandato.

A cerimônia marca ainda a posse da nova diretora técnica da instituição, Heloisa Menezes. Estiveram presentes ao evento parceiros institucionais do Sebrae, além de empresários e autoridades. A posse ocorreu no dia 25, às 19h, na sede da instituição, em Brasília.

O Programa

Segundo o presidente do Conselho Delibsebrae11erativo do Sebrae no Amapá, Mateus Silva, o governo federal lança um pacote de medidas que reduzem a burocracia no funcionamento dos pequenos negócios brasileiros. “Agora, o encerramento de uma empresa passa a acontecer no momento de solicitação à Junta Comercial ou pode ser feito também no portal do Bem Mais Simples”, disse o presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae no Amapá, Mateus Silva.

O diretor-superintendente do Sebrae no Amapá, João Carlos Alvarenga, garante que não será mais preciso ao empresário, apresentar certidão negativa para concluir a baixa no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ). “A partir de agora, o fechamento da empresa será na hora”, informa o diretor-superintendente do Sebrae no Amapá, João Carlos Alvarenga.

De acordo com o Ministro Afif Domingos, a partir de julho, iniciará a operação para abrir empresas em até cinco dias úteis. “É um trabalho de cooperação com a Receita Federal e o Ministério da Fazenda”, declara o ministro Guilherme Afif. Antes, a média para abertura de um negócio era de 83 dias.sebrae111

O pacote de medidas prevê ainda, a unificação de cadastro e identificação do cidadão, a eliminação das exigências que se tornaram obsoletas com a tecnologia e o agrupamento de serviços públicos em um só local e resgatar a fé na palavra do cidadão, substituindo documentos por declarações pessoais.

Para a presidente Dilma Rousseff, as medidas anunciadas anulam a famosa frase de que, no Brasil, ‘abrir um negócio é difícil, fechar, então, impossível’. “Nós rompemos com essa palavra horrível: impossível. Hoje, essa frase é parte da história. Nós temos que tornar o Estado Brasileiro um peso muito menor nas costas do empresário”. E completou: “considero que esse processo de simplificação não é contraditório com o de arrecadação brasileira. Podemos garantir vantagens para o cidadão sem prejudicar a arrecadação tributária”.

Serviço:
Sebrae no Amapá
Unidade de Marketing e Comunicação: (96) 3312-2832

Rock and Roll: hoje rola show da Tia Biló no Bar Lokau

10998655_966677726678579_4078233040081904127_n

Nesta sexta-feira (27), a partir das 22h, vai rolar show da da Banda Tia Biló no Bar Lokau. Com um repertório muito Rock and Roll, o grupo formado por Ozy, Márcio, Alan e Mingau promete uma apresentação em alto nível.

A Tia Biló é a banda cover mais bem ensaiada de Macapá. Aliás, além dos vocais Ozy (rock nacional) e Márcio (canções gringas), o baterista Mingau arrebenta no AC/DC. Bora lá!!

Serviço:

show da banda Tia Biló no Bar Lokau
Local: Lokau American Bar, na Rua Binga Uchôa, Centro de Macapá.
Horário: 22h
Ingressos: R$ 6 couvert artístico
Data: 27/02/2015
Couvert: R$ 5,00

Elton Tavares

CEU das Artes abre inscrições para atividades de futsal, vôlei e danças

img_9921-001

Estão abertas as inscrições para formação de turmas de futebol, vôlei, danças folclóricas e atividades para a terceira idade no Centro de Artes e Esportes Unificados – CEU das Artes, zona norte de Macapá, no bairro Infraero II. As inscrições são totalmente gratuitas e acontecem no próprio CEU, localizado na Av. Carlos Lins Cortes, bem em frente à unidade de saúde do bairro. Veja os cursos que estão sendo ofertados:

Escolinha de futebol

A Coordenadoria Municipal de Esporte e Lazer (Comel) abre vagas para as escolinhas de futsal e voleibol masculino e feminino.

Início das aulas: 2 de março

Faixa etária: 7 a 9 anos; 10 a 12 anos; 13 a 16 anos

Local de inscrição: CEU das Artes

Horário: 8h às 12h e das 15h às 18h, de segunda a sexta

Documentos para inscrição: cópia da certidão de nascimento ou carteira de identidade do aluno, declaração escolar atualizada, comprovante de residência e cópia do RG dos pais ou responsável.

Vagas: serão ofertadas 20 vagas por turma e por faixa etária, nos turnos da manhã e tarde.

Aula de dança folclórica brasileira

Dias: terças e quintas, nos turnos da manhã e tarde

Documentação necessária para inscrição: cópia da certidão de nascimento ou carteira de identidade do aluno, declaração escolar atualizada, comprovante de residência e cópia do RG dos pais ou responsável.

Turma manhã:

Turma 01: de 06 a 10 ceudasartesanos, das 9h às 10h30

Turma 02: de 12 a 15 anos, 10h30 às 12h

Turma Tarde:

Turma 01: 06 a 10 anos, das 14h às 15h30

Turma 02: 12 a 15 anos, 15h30 às 17h

Grupo de atividades da terceira idade

Dias: terças e quintas:

Manhã: 8h às 9h

Tarde: 17h às 18h

Documentação para grupo da terceira idade: cópia de carteira de identidade do idoso e comprovante de residência.

As inscrições encerram-se ao completar o número de alunos por turma.

Rita Torrinha/Asscom PMM
Foto: Asscom PMM

Hoje rola Projeto Fim de Tarde no Prato de Barro

10530925_10203766994116383_8660351689143854880_n

Hoje (19), a partir das 19h, no restaurante Prato de Barro, vai rolar mais uma edição do Projeto Fim de Tarde. O evento contará com show musical por conta do trio composto por Cassio Pontes, Wilton Farias Jr. e Ton Quadros.

O Projeto Fim de Tarde consiste em música, poesia, dança e gastronomia. E será realizado de 19h às 22h. Uma ótima opção para esta quinta-feira.

Serviço:

Projeto Fim de Tarde (música, poesia, dança e gastronomia)
Hoje: 19/02/2015
Local: restaurante Prato de Barro, localizado na Rua General Rondon 2839 (duas quadras atrás da sede do Trem).
Hora: de 19h às 23h.

Couvert: R$ 5,00

Elton Tavares

Escolas de samba que desfilam HOJE, 14 (via @alcinea)

SONY DSC

Império do Povo – 22h
Enredo: Re x Pa: o clássico rei da Amazônia
“Vou balançar, vou sacudir o Mangueirão
no clássico da emoção
tem Leão e Papão, vem pro Re x Pa
domingo treme o estado do Pará”.

SONY DSC

Solidariedade – 23h30
Enredo: Da Favela à Coimbra: um caboco amazônida – És Gilberto Pinheiro
“Estou junto a ti
aonde quer que eu vá eu levo você, Soli
amor de verdade que nao há igual
honrando teu nome eu vou por aí”

SONY DSC

Embaixada de Samba Cidade de Macapá – 1h
Enredo: Na Embaixada o bicho pega, acredite é chique ser brega
“Meio do mundo vai tremer
ninguém segura meu pavilhão
treme treme treme
Embaixada, minha infinita paixão”

SONY DSC

Império da Zona Norte – 2h30

Enredo: É fogo e água, na terra eu sou ar do meu Império
“O meu Império hoje vem anunciar
o vento é o sopro do ar
a vida é minha razão
da terra brota e a água vem ao semear
o fogo que queima e aquece minha paixão”

SONY DSC

Maracatu da Favela – 4h
Enredo: Verás que um guerreiro verde-rosa não foge à luta

SONY DSC

Fonte: Blog da Alcinéa Cavalcante

Matrícula dos aprovados na UEAP inicia dia 9

ueap-1

Por Diego Diniz, da Agência Amapá

A partir do dia 9 até o dia 12 de fevereiro, os 550 candidatos aprovados no Precesso Seletivo da Ueap devem comparecer ao auditório central no campus I da universidade para dar entrada no processo de matrícula no ano letivo de 2015.

Candidatos que não apresentarem documentação neste período serão eliminados, entretanto, a Ueap destinou o dia 13 de fevereiro para contemplar possíveis retardatários. Confira abaixo o cronograma com datas e horários de matrícula dos cursos:

09.02 (segunda-feira) – de 08h30 às 11h30 15h00 às 18h00
Engenharia Ambiental
Engenharia de Pesca
Engenharia Florestal

10.02 (terça-feira) 08h30 às 11h30 15h00 às 18h00
Engenharia de Produção
Engenharia Química
Licenciatura em Ciências Naturais

11.02 (quarta-feira) 08h30 às 11h30 15h00 às 18h00
Licenciatura em Química
Licenciatura em Letras
Tecnologia em Design

12.02 (quinta-feira) 08h30 às 11h30 15h00 às 18h00
Licenciatura em Filosofia 12/02/2014
Licenciatura em Pedagogia

13/02/2012 (sexta-feira) 08h30 às 11h30 15h00 às 18h00
Candidatos retardatáriosueap

DOCUMENTAÇÃO

No ato da matrícula, o candidato deverá apresentar os seguintes documentos (original e cópia preferencialmente autenticada):

a) RG ou outro documento oficial com foto;
b) CPF;
c) 02 fotografias 3×4 recentes (colocar o nome completo no verso);
d) Certificado ou Declaração de Conclusão do Ensino Médio;
e) Histórico Escolar do Ensino Médio (os candidatos vinculados ao tipo de vaga “Rede Pública” devem ter cursado o Ensino Médio integralmente em instituição públicas de ensino;
f) Certidão de Nascimento ou Casamento (caso haja mudança no sobrenome);
g) Título de Eleitor;
h) Comprovante de votação no 1º e 2º turnos em 2014 ou Certidão de Quitação com a Justiça Eleitoral;
i) Certificado de Reservista (apenas para os candidatos do sexo masculino);
j) Histórico Escolar do Ensino Fundamental (os candidatos vinculados ao tipo de vaga “Afrodescendente” devem ter cursado o Ensino Médio e Ensino Fundamental integralmente em instituições públicas de ensino);
k) Certidão de Nascimento emitida pela FUNAI (para os concorrentes às vagas de indígenas);
l) Laudo médico, emitido nos últimos 12 (doze) meses, atestando a espécie e o grau ou o nível da deficiência, com expressa referência ao código correspondente da Classificação Internacional de Doenças (CID-10), bem como à provável causa da deficiência. (para os concorrentes às vagas de pessoas com deficiência);
m) Comprovante de residência atual (Conta de água, luz ou telefone residencial) emitida até no máximo sessenta dias;
n) Passaporte com visto consular e carteira de identidade para estrangeiro temporário expedido pelo Departamento de Polícia Federal, no caso do candidato estrangeiro;
o) Declaração do órgão competente, em caso de extravio de algum dos documentos solicitados.
Esta convocação não é válida para os candidatos que concorrem às vagas no curso de Licenciatura em Música.

Mais informações sobre o edital da convocação de matrícula, confira aqui.

O SALTO DO JAGUAR (Conto de Fernando Canto)

Conto de Fernando Canto para Cristóvão Lins

A montanha parece c2363392e-51ad-3d98-aa65-7cfb26a36873ortada ao meio pela densa cerração. Nuvens brancas sobem pelas folhas das árvores devagar, negando a estação, esfregando as copas delgadas de um verde diáfano que mudam de nuance conforme a terra gira e o sol aparece.

O homem foge, subindo cada vez mais a montanha, que para ele significa o topo do mundo, tanta é a sofreguidão impingida pela vontade de fugir, pois tem que valorizar sua vida e não importa o prejuízo inevitável de meses de trabalho. Importa, sim, atravessar a serra e encwusongtigerontrar alguém que não fale apenas as onomatopeias da floresta. Naquele momento ele compreende o menor dos motivos para ir embora e abandonar aquela vida de predador profissional. O motivo não foi a perda da arma de fogo nem a luta que teve com um grande felino ou o golpe que lhe dilacerou o peito, afinal venceu. Era por isso mesmo um caçador, um homem destemido e vaidoso dos seus atos.download

Andar montanha acima e fugir ao menor fragor dos elementos selvagens é a meta, mas o espanto permanece e conta e fica à vista no brilho e na cor do suor que o corpo solta. A mata não perdoa e lanha os membros e o rosto, mesmo que ele rasgue a trilha a fio de facão. Ele anda sem parar. Está exausto. Mas a hora é premente e é necessário o passo rápido das botas sobre a organicidade das folhas podres no solo da enorme campânula de árvores que é a montanha. Ela só falta soar para lhe dizer o tempo que resta para chegar a uma cidade, vila, povoação ou qualquer acampamento de garimpeiro. Trocaria tudo por um bom guisado de galinha com arroz, um cheiroso café e uma rede armada na varanda da casa que porventura lhe abrigasse.Kraven2sits

O caçador não pode esmorecer nem ter medo dos elementos da mata. Sabe que essas coisas existem e que pode ser uma vítima em potencial delas porque é um caçador, um predador, e que só agora se dá conta de tamanha maldade para com os animais. Foge, mas não se sente um covarde. Está ali por conta e risco da profissão, pelo dinheiro que pode ganhar com o couro dos felinos. Nesse ofício aprendeu que a violência do homem é semelhante a dos animais: todos caçam para sobreviver. A lógica simplória justifica os meios para matar. Tem a perfeita consciência que é um invasor e que pode até mesmo estar sendo caçado por índios.showest-thunder1 E se eles o pegarem não vão perdoar. Já ouvira falar da violência do seu caráter e das lendárias torturas que cometem contra caçadores. Mas já vira, também, filmes de guerra em que soldados da América praticavam carnificinas contra índios daquele país. A lembrança dos filmes lhe agrada. Ela surge em sua mente como uma espécie de vingança por antecipação.

O homem fugindo é como o vento. Talvez assim como o pensamento. Vai se perdendo pelas forquilhas das árvores, penetrando pelas folhas, ganhando as altas frondes e se misturando na cerração. O som de cada passo em fuga traz uma lembrança.images

A lembrança lhe faz cerrar os olhos por três vezes. Não pode se livrar do antigo tique nervoso. E projeta o pensamento para os dias que passa na mata, na sua voluntária solidão de caçador por necessidade de sobreviver. A imagem da mulher amada tomando banho com ele no rio do seu lugar percorre como um raio em sua cabeça, em sua solidão. Ela surge quase todas as noites nas labaredas da fogueira. Ah, essas imagens… Concebem uma figura humana brotada do húmus da terra, de um solo mágico que faria tudo nascer. E sonha com ela como um dia sonhou com a companheira o homem ancestral. Mas nem barro tem nestes rios encachoeirados. Não esculpiria nas pedras que se abrem no caminho das corredeiras. Deixaria quedownload (1) a própria natureza se encarregasse de fazer figuras que lembrassem formas femininas, pois que ele é apenas um homem comum e não um deus ou ente da floresta. Sua arte está apenas matar felinos. Por isso agora foge, recolhido numa concha de lembranças. Torna-se quase um ser invertebrado em sua fuga. Vai vivendo nos passos que dá e nas lembranças que o atormentam. Um inseto em mimetismo, a engolir impulsos de palavras não articuladas.

De súbito, as presas do jaguar crescem em seus olhos. A surpresa e o impacto. A consciência esvai-se. O não essencial para a fera agora é parte da montanha.

O “roqueiro do Carnaval”

 

Certa vez, brpiratãoforeverinquei com uma amiga jornalista sobre seu duvidoso gosto musical (que é gente boa, mas é “eclética” ) ela soltou: “vindo de um roqueiro carnavalesco”. Eu ri, afinal não tenho preconceito musical e sim conceito. Mas pensei bem,  apesar de ter tirado um barato, ela tem razão. E como tem!

Muitas das melhores noites que vivi foram embaladas pelo bom e velho Rock and Roll, o estilo musical mais legal da galáxia. Além disso, sou um entusiasta e colaborador da cena de rock autoral amapaense.

Mas, porém, todavia, entretanto, o Carnaval é a maior manifestação popular do Brasil e sou brasileiro. Amo rock, mas no Carnaval, sou do Carnaval. Afinal, é a grande festa cultural do Brasil. Sobretudo, o de rua, o Desfile das escolas de samba, A Banda e o bloco do Formigueiro, entre outros.

Rock é para o ano todo, é música para todas as ocasiões ou situações. Já o Samba Enredo só pode ser curtido no Carnaval. Ah, gosto é de sambão, não de Axé, que fique claro. Mas não encho o saco de quem curte as coisas que não gosto. Cada um na sua onda.

Fico injuriado mesmo é com os “pseudo intelectuais” (que não leem nem orelha de livro) e “roqueiros’ radicais”, que fazem biquinho, cara torta, tratam a época com desdém, e ainda me enchem o saco porque gosto de carnaval. Mas o pior mesmo é não ter identidade musical/cultural. Mas, que fique claro, não é o caso da amiga em questão (do início deste papo).

Carnaval é alegria, tradição, paixão e amor. E, assim sendo, com o perdão do gerúndio, só entende quem ama. Assim como quem ama o Rock. Enfim, desejo um ótimo Carnaval para todos nós.

Elton Tavares