Celebração pelo Dia do Marabaixo encerra com rodas de marabaixo e samba no meio do mundo

IMG_9398

Encerram neste domingo, 26, as comemorações em alusão ao Dia Estadual do Marabaixo (16/06), no meio do mundo, no Marco Zero do Equador. A coordenação do evento, composta pela Prefeitura de Macapá, por meio do Instituto Municipal de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Improir), associações representativas do Marabaixo, batuque, artes visuais, louceiras do Maruanum, Seafro, Setur, dentre outras representações sociais, organizam para o encerramento uma tarde de confraternização, com direito a feijoada, regada com ladrões de Marabaixo e samba.

Os festejos contaram com vasta programação com oficinas sobre o Marabaixo, percussão e dança. Mais de 250 alunos do município e do estado participaram das oficinas. A exposição, que retrata a história dos mestres que iniciaram a manifestação no estado, foi destaque na programação. Aproximadamente 1.500 pessoas visitaram o espaço. Turistas e amapaenses apreciaram as peças e conheceram um pouco da história de saudosos mestres e mestras, e também de personalidades da nova geração, que seguem perpetuando a tradição secular.

IMG_9382

A agenda em comemoração ao dia 16, que marca uma luta histórica dos marabaxeiros do Laguinho e da Favela, por respeito e aceitação de seus rituais e celebrações, contou também com uma manhã de homenagens na Assembleia Legislativa, onde amigos do Marabaixo que contribuem com a fomentação, divulgação e resistência da tradição foram agraciados com certificados, dentre eles o presidente Maykom Magalhães, do Improir.

No domingo, 26, a confraternização terá início às 13h, na área interna do monumento Marco Zero do Equador e é aberta ao público.

Rita Torrinha/Asscom Improir
Contato: 99189-8067

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *