Central Única das Favelas lança o projeto “Mães da Favela On” e disponibiliza chips com acesso à internet

A Central Única das Favelas lançou, nesta terça-feira (20), o projeto “Mães da Favela On”, que disponibilizará, a partir do segundo semestre, chips com acesso à internet para mães terem acesso à rede mundial e ligação ilimitadas.

Em 2020, durante a pandemia COVID-19, através do projeto mães da Favela a CUFA se consolida no Estado do Amapá, levando ajuda emergencial para famílias em situação de vulnerabilidade social, buscando diminuir os impactos causados pelo Covid-19 no meio das populações mais pobres. Entre as atividades destacam-se a renda mínima de R$240 para mais de mil mães, doações de cestas básicas, álcool em gel, higienizador, kits de higiene, máscaras e cuba de ovos. Estima-se que mais de 10 mil pessoas tenham sido atendidas no Estado.

A CUFA é uma organização brasileira com atuação política, social, esportiva e cultural que existe há 20 anos. Foi criada a partir da união entre jovens de várias favelas, principalmente negros, que buscavam espaços para expressarem suas atitudes, questionamentos ou simplesmente sua vontade de viver.

Premiada internacionalmente por organismos como a Organização das Nações Unidas 9ONU) a CUFA promove atividades nas áreas da educação, lazer, esportes, cultura e cidadania, como grafite, DJ, break, rap, audiovisual, basquete de rua, literatura, além de outros projetos sociais.

Além disso, promove, produz, distribui e veicula a cultura hip hop através de publicações, discos, vídeos, programas de rádio, shows, concursos, festivais de música, cinema, oficinas de arte, exposições, debates, seminários e outros meios. São as principais formas de expressão da CUFA e servem como ferramentas de integração e inclusão social.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *