CEU das Artes completa 6 anos com exposição permanente

Na terça-feira, 15, o Centro de Artes e Esportes Unificados (CEU das Artes) completa o sexto ano de existência realizando atendimento socioeducacional, desportivo e cultural no bairro Infraero 2 e adjacências, na zona norte de Macapá. Para celebrar, realiza uma exposição de fotos na vidraça de artistas locais da cultura amapaense feitas por fotógrafos. Também foram realizadas várias pinturas nos bancos feitas pelo artista plástico Afrane.

A exposição contará com registros dos fotógrafos Nayane Magalhães, Gabriel Flores, Max Renê, Henrique Silveira Nascimento, Floriano Lima, Jhenni Quaresma, Manoel R. Fonseca, Alexandre Brito e Márcia do Carmo. O CEU das Artes oferece várias atividades culturais, esportivas, profissionais e sociais, e possui salas multiuso, cineteatro, auditório, telecentro para inclusão digital, biblioteca e o Centro de Referência de Assistência Social (Cras), além de espaços de esporte e lazer, quadra poliesportiva, parque, pista de skate.

Todos os ambientes possuem acessibilidade para pessoas com deficiência. O Centro ainda tem espaços para programas culturais, qualificação para o mercado de trabalho e inclusão digital. O CEU das Artes da zona norte foi o primeiro do município, inaugurado em dezembro de 2014. A obra foi realizada com recursos do Governo Federal e da Prefeitura de Macapá, além de investimentos da bancada federal amapaense. O Centro fica localizado na Rua Carlos Lins Cortês, s/n, no Infraero 2.

Segundo a diretora do CEU das Artes, Marina Beckman, este ano, devido à pandemia, não haverá festa para celebrar. Para que não passasse em branco, haverá essa pequena homenagem em forma de exposição. “Este ano, poucas atividades foram desenvolvidas no Centro. Para abrilhantar e dar um pouco mais de luz, neste mês de aniversário, uma exposição de fotografias, com artistas fotógrafos de Macapá, invade as vidraças do Centro, em uma grande exposição permanente, uma exposição retratando temas diversos do cotidiano da nossa cidade, como a nossa honrosa Tia Chiquinha, de Nayane Magalhães”, informa.

“Serão 10 artistas envolvidos nesta exposição. Além da exposição nas vidraças, os bancos ganharam vida com obras do artista Afrane Távora. Hoje, também o Grupo Teatro de Arena grava seu espetáculo de Auto de Natal ‘Natividade’. Nesta semana, teremos Live do Banzeiro Brilho de Fogo, sendo transmitida diretamente do CEU das Artes”, completa a diretora.

A zona sul terá também um CEU das Artes. As obras estão em andamento e contará com uma estrutura parecida com a da zona norte, no bairro Universidade.

Secretaria de Comunicação de Macapá
Pérola Pedrosa
Assessora de comunicação
Fotos: Nayana Magalhães

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *