Chamado Feminista à Luta: Por segurança, reunião que seria na Floriano Peixoto, ocorrerá virtualmente nesta quarta-feira (19), às 17h

O boletim do governo do Amapá trouxe mais 4 mortes em decorrência da Covid-19 e 185 novos casos de contaminação, nesta segunda-feira (17). Com isso, o número de óbitos subiu de 613 para 617 e o de infectados elevou de 39.518 para 39.703. Para garantir a segurança de todos, o “Chamado Feminista à Luta”, : reunião que seria na Floriano Peixoto, ocorrerá virtualmente nesta quarta-feira (19), às 17h, pela plataforma Meet. O link será disponibilizado 30 minutos antes da atividades.

O Chamado é motivado por conta do governo Bolsonaro ter legitimado o ascenso conservador, acentuado as retiradas de direitos… A desinformação provocada pelos fakenews, se agravaram nesse período de pandemia e com ele os índices de violência doméstica e o feminicídio também. Em pouco mais de um mês no Estado do Amapá foram várias as tentativas e consumação de feminicídio.

Diante disso, os coletivos feministas realizaram reuniões online e até atos performáticos ocorreram. Porém, existe a necessidade de materializar com mais potência e transformar o luto em luta por nossas vidas e a de futuras gerações e construir um calendário combativo ao que nos oprime em diferentes esferas ( patriarcado, capitalismo, racismo, trasnfobismo…)

Texto da jornalista Aline Brito.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *