Claudiomar Rosa solicita convocação, mas, Secretário de Zeladoria Urbana de Macapá é vetado na Câmara de Vereadores

O requerimento foi apresentado nesta terça-feira, 20, na 2ª reunião ordinária da Câmara de Vereadores de Macapá.

Segundo o autor da proposição legislativa, vereador Claudiomar Rosa, a solicitação da convocação do secretário de Zeladoria Urbana de Macapá, Hélson Roberto Gomes De Freitas, tem como objetivo buscar explicações, na Tribuna da Câmara de Vereadores, sobre as medidas preventivas planejadas pela Prefeitura de Macapá para o enfrentamento do período chuvoso na cidade, bem como os procedimentos paliativos adotados, pelo Município, para amenizar os danos sofridos por centenas de pessoas, em decorrência das enchentes ocorridas nos dias 12 e 13 deste mês na capital do Amapá.
“Macapá foi para o fundo e precisamos debater isso com os responsáveis: o prefeito Furlan e o Secretário de Limpeza e Zeladoria Urbana de Macapá” ressalta Claudiomar Rosa.

Para o parlamentar, “a presença do Secretário de Zeladoria Urbana seria necessário para demonstrar as ações planejadas e executadas pela Prefeitura de Macapá e que possibilitaria ao Executivo Municipal esclarecer, aos parlamentares e à população em geral, que não houve omissão ao fenômeno absolutamente previsível, que ocorre nesta época do ano em nossa Capital”, conta.

“Diante dos problemas que Macapá vem vivendo diante das fortes chuvas e em relação dos alagamentos recorrentes e de uma gravidade sem precedentes, é natural que o responsável de cuidar da cidade para que isso amenize, diminua, esteja, aqui, conosco, debatendo e esclarecendo o que está fazendo, o que foi feito, o que precisa ser feito e pedir o apoio desta Casa”, diz Claudiomar.
O requerimento foi rejeitado pela maioria da Casa. Além de Claudiomar Rosa, os vereadores Dudu Tavares, Luany Favacho, Luana Serrão, Odílson Nunes e Pedro da Lua votaram a favor do comparecimento do secretário na Câmara de Vereadores.

“Eu pensei que o bom-senso de trazer um servidor público para dialogar conosco seria possível. O que ocorre aqui é que, reincidentemente, a gente tenta debater e resolver o problema de Macapá e não é feito”, lembra Claudiomar.

O Vereador do Avante reitera que essa tragédia foi anunciada e que se tivessem tomado as medidas plausíveis, os danos causados pelas fortes chuvas seriam minimizados.
“Nós sabíamos que iria acontecer isso. Eu anunciei antes. Eu apresentei 21 requerimentos nesses 3 anos de mandato somente relacionados à limpeza pública. São pedidos de planejamentos, dos planos de inverno, planejamento para o Macapá Verão, planejamento para o Carnaval. Planejamento sempre porque é assim que funciona. Eu debato porque já vivenciei isso. Em abril de ano passado, eu pedi a vinda do secretário Hélcio e, novamente foi vetado pela base. Eu não sei qual é o medo: será que ele é incompetente? Será que ele não tem nada para apresentar? Reafirmo com a experiência de ter sido secretário: foi negligência e irresponsabilidade de gestão”, concluiu o parlamentar.

Assessoria de comunicação do vereador Claudiomar Rosa

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *